Terça-feira, 11 de Janeiro de 2005

“Amor em linguagem de computador”

Darryl copy.jpg

O meu trabalho tem destas coisas....(felizmente!!!!)
Passar os olhos, por vezes distraídos, sobre livros e livros de todas as áreas do conhecimento, mas por vezes o lado técnico fica para trás, deixo-me embalar e envolver por palavras que me lembram afectos e emoções já sentidas, e tantas vezes escondidas no meio das desilusões da vida...
Descobri este poema por acaso....



“Percorro com os dedos o teclado
e acaricio nele a tua pele
que imagino morena e macia.



Envolvo com o olhar o monitor aceso
e procuro aí os teus olhos
que suponho escuros e ardentes.



Passeio com o rato no tapete
e sinto os teus lábios no meu corpo,
vagarosamente deslizando
e deixando nele o sabor que imagino em ti. “



Maria Carlos Loureiro,
in “ Acasos e mistérios”




Quem de nós não sentiu já o coração bater mais forte enquanto trocamos palavras com “nickos” e “nickas” no meio desta selva ( ou direi deserto?) cibernáutica? Quantos de nós não passou já horas a “teclar” com quem nunca vimos mas que nos parece que conhecemos desde sempre?
E quantos de nós também já não apanhámos desilusões por as nossa expectativas serem demasiado altas?? Mas ......



Dying_Rose copy.jpg

“...
É para isso que as palavras servem:
para dar forma ás sensações
do momento
e fixarem na escrita
aquilo que a memória apaga.”




PataniscaLight
(#30-50)




par7.gif

Impressão Digital Cereza às 22:39
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
20 comentários:
De Selvagem Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 23:08
engracado...por vezes a distancia no irc eh apagada atraves de palavras...por vezes quantas foram as paixoes em noites solitarias em que de uma conversa trivial todos os sons e sabores invadem a mente e tocam um solitario coracao...tenho dito! (espero nao ser o unico) eduardoSilentstar
(http://a minha mae proibiu-me dessas coisas)
(mailto:silentstar@suedemail.zzn.com)


De Selvagem Anónimo a 11 de Janeiro de 2005 às 23:14
se por cada tecla em que carregas deres a alma com que ca fora tb dizes as coisas....e em cada sorriso que se espelham no teu monitor houver um reflexo de ti mesma...então o rato que percorre o tapete tera a força da quimica que em ti existe...e certeza que quem ler palavras escritas com tamanha intensidade sentira o mesmo que tu....nas relações virtuais como nas relaçoes casuais...conta e o amor que tu lhe vais dedicar....pois se for puro...ele tera todos os ingredientes necessarios para transformar a parede que divide ambas as parte.....num véu finissimo em que cada um tera a noção perfeita de quem esta do outro lado.....na amizade como no amor da ao outro o reflexo de tudo aquilo que gostava que ele te desse a ti mesmaheaven-hell
</a>
(mailto:heavenhell72@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 12 de Janeiro de 2005 às 00:16
Patanisca, esta lindo... Todos nos ja tivemos momentos em q ate neste deserto, encontramos alguem q nos faz, palpitar o coraçao. JokasMiguel (Criador_Sonhos)
(http://apenasmaisumblog.blogs.sapo.pt)
(mailto:miguel24lx@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 12 de Janeiro de 2005 às 00:26
há que passear o rato, há que poemar sobre o IRC, sobre a net e sobre a avó **DiAngellis
(http://www.diangellis.blogger.com.br/)
(mailto:xa@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 12 de Janeiro de 2005 às 00:46
...É a vida na net!!! Melhor que essa vida, só mesmo se desligarmos o monitor por um tempo e ir à rua ter com os nossos amigos, ver caras que nos são conhecidas, ouvi-los... e brincar com eles. Melhor que o amor ao IRC e melhor que o amor da vida a dois só mesmo a da amizade no dia-a-dia com quem, por vezes, damos (ou dão!!!) a cara (ou o ombro) - os amigos!!! Isso ninguém nos tira. "Friends will be friends right to the end!".Suicidal_kota
</a>
(mailto:cromokamikaze@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 12 de Janeiro de 2005 às 10:28
Cerezaaaaaaaaaa as fotos estão lindasssssss!!!!! Brigada!!! Seriam estas q eu escolheria!!!! Beijossss (e esse "Eu" q tenha mas é juizo!!!! Que pelo discurso sabe-se logo que é ele!!! EHEHEHEHEHEHEH)PataniscaLight
</a>
(mailto:sissacc@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 12 de Janeiro de 2005 às 11:15
Impressiona que todos nós, de uma forma ou de outra, nos deixemos tão implacavelmente agarrar pelo silêncio das palavras. Como diria o Carlos Magno, ouvi-o dizer isso uma vez, ao menos, o silêncio é ensurdecedor. O meu receio é apenas um: receio que passemos a substituir a nossa interpretação do real duma forma que nos dê uma realidade palpavel, por um exercício diário duma dactilografia erocondensada e espessa apenas de conteudos gráficos, num processo de transferência que acabará por nos "internar" a todos numa "teia" individual. Chamemos a isso psico-holo-onanismo.
A mim apetece-me ir passear na praia!Maslow
</a>
(mailto:manuel_azevedo@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 12 de Janeiro de 2005 às 11:59
Patanisca ele quem???? :PPPPPP
Quanto ao texto só posso dizer que já me aconteceu, para logo a seguir vir a desilusão. Mas tem excepções apesar de muito poucas, mas existem :) graças a Deus!!!! e aqui refiro-me e amizades e não a paixões :)^Erina^
</a>
(mailto:paula_m_sousa@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 12 de Janeiro de 2005 às 12:08
Paty,parabens!!!Gostei..é isso tudo...mas tambem a companhia...o tempo que se mata...o jogo das palavras...a risota pegada...enfim!!Mil********* pa timarta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 12 de Janeiro de 2005 às 12:20
Continuando o meu curto comentário de ontem a noite... O que passamos no mIRC ñ é mais do q uma vida paralela à vida real, so q no mIRC nos imaginamos, caras, formas e deixamo-nois levar primeiro com as palavras ao contrario do real em q nos desperta o exterior da pessoa. mIRC em muito igual a real mas com as suas diferenças obvidas criadas por nos, para nosso conforto e depois desilusao... Patanisca Continua a escrever, q gostei e kero ler mais. Jokas e termino q ja me estikei LolMiguel (Criador_Sonhos)
(http://apenasmaisumblog.blogs.sapo.pt)
(mailto:miguel24lx@sapo.pt)


Ah... Comenta-me