Domingo, 5 de Dezembro de 2004

Maldita Cocaína

01.jpg




Um blog não serve apenas para ter sempre textos bonitinhos, nem fotos atractivas... Por vezes é preciso denunciar situações no minimo chocantes da nossa sociedade, Já o fiz neste blog, falando dos actos barbáricos de que são alvos as mulheres, já falei do holocausto que foi talvez o mancha mais negra das história das civilizações, falei de pedofilia... mas infelizmente esses são temas que têm pouco feedback. Mas hoje terei de voltar novamente aos temas choque! Navegava pela net, e fui ter a uma página que me deixou de imediato transtornada... Quando escrevi o texto da Madonna exaltei a juventude, a força, a sensualidade, e o exemplo que essa mulher é para todos nós, aos 44 anos de idade... Hoje vou mostrar o contrário. Não é uma artista, não faz obssesivamente desporto, não é irreverente... mas digamos que também mudou a sua imagem... mas para pior.
Chama-se Roseanne Holland e é inglesa. Na primeira foto tem 29 anos, na ultima tem 37. Em 8 anos, passou de uma jovem mulher, a algo que não tem definição. O que a deixou assim? Cocaina e Crack!



Roseanne.jpg




Outro caso: Melissa Collara, na primeiro foto era uma menina de 18 aninhos, na segunda tem 21. Nesses 3 anos, foi presa 17 vezes, por se prostituir. Objectivo: arranjar dinheiro para sustentar o vicio da Cocaina e do Crack.



image002.jpg




>P>Terceiro caso: Penny Wood viciada em “speeds”... o declinio desta mulher deu-se num periodo de 4 anos. Na primeira foto tinha 36, na foto de comparação tinha 40.




image003c.jpg




A Penny escreveu uma carta aos organizadores desta iniciativa sobre as drogas fortes: "This drug is evil. There is no other way to describe it...it takes everything I have to walk a flight of stairs. My lungs are destroyed. I have no control over my bladder - I pee my pants all the time.(não traduzi, para não tirar o impacto das palavras.)



A Penny conseguiu largar as drogas, mas a Roseanne e Melissa morreram: Overdose! Mau demais para ser verdade, não é?



Esta foi uma campanha de choque, ou melhor de “terror” lançada pela policía inglesa. Chama-se “DON’T LET DRUG DEALERS CHANGE THE FACE OF YOUR NEIGHBOURHOOD”. A ideia é evidentemente mostrar como a droga, pode deteriorar um ser humano em tão pouco tempo, e claro está, a comunidade que o rodeia...



Mas agora a questão que se põe, é até que ponto funciona esta campanha de terror? Será que são eficazes? Não sei sinceramente! Mas que fiquei chocada, sem dúvida que fiquei!



Impressão Digital Cereza às 11:44
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
19 comentários:
De Marcus Cosin a 12 de Fevereiro de 2009 às 02:40
Desculpe o erro do meu comentário passado:
corrigindo:
"exemlo de droga Lícita (e não ilícita como foi escrito) que vicia: RIVOTRIL":.....


De Marcus Cosin a 12 de Fevereiro de 2009 às 02:29
Realmente choca....mas como médico veterinário, que estudou muito na vida (inclusive pós graduado) , fora a passagem que tive pela vida.....favela....pobreza....diferença social....pergunto : e as drogas lícitas? que fazem parte de nossa sociedade.....problemas escondidos da sociedade.....tem controle médico né! ....Procurar ajuda para sair de uma coisa pessoal, que até o próprio estabelecimento de ajuda confirma: "ajudamos, mas só a pessoa consegue sair por vontade própria".....e confesso, por experiência própria,....será o problema a droga ilícita viciar?....ou a pessoa de risco é aquela com um problema secundário (que seja primário) usar sem controle médico! .... exemplo de droga ilícita que vicia: Rivotril, usado indiscriminadamente, onde é utilizada por pessoas depressivas, que acabam sentindo uma dor enorme para abandoná-la (conheço bem uma Pessoa prova disso, que me relatou: eu me retorcia em casa pra livrar-me dela...), resultando no "esquecimento" da "dor depressiva....
Será um interesse das milhares de pessoas que adoram usufruir do dinheiro da droga ilícita....que pela razão princial de não ter acompanhamento médico, faz com que o "vício" de algumas pessoas (no total são muitas, mas uma porcentagem bem menor de todos que utilizam ela...), acabam fornecendo um lucro extra, helicopteros, mansões, festas, ricos,....
Indícios que montei sozinho, pensamentos que faço montando o quebra cabeça da vida, pergunto:
PS: tenho muitas dúvidas desse quebra cabeça, e gostaria que fosse lido por quem faz parte dessa classe dos "mega" que ganham com isso.
1-Porque existe uma cidade onde a droga é liberada na europa, e sabendo assim, por ela entra a ilícita, e ninguém a extingue?
2-Porque gastar tanto dinheiro público combatendo o tráfico, presídios, etc....se o gasto seria muito menor combatendo a entrada dela no país, se a "polícia fed. sabe muito bem a cidade, o ESTADO e os ricos que facilitam a entrada dela?
3-Porque tanta gente usa, e alguns acabam perdendo o controle, porém a minoria dos usuários, e ninguém compara com a lícita que vicia igual, e fala que a diferença é o acompanhamento médico?
4-Será interesse de quem e quantos ganham com isso?
5-Podiam ter escolhido drogas lícitas que viciam com o mesmo potencial, mas destroem mais rápido né...
6-Se acaba o petróleo, culpamos alguém, invadimos, destruimos a cidade, comandaremos aquele território....!Isso é mais fácil que acabar com o problema em questão?
etc
etc
etc
Prefiro desistir de escrever os outros pensamentos, ou verdades, que infelizmente...ninguém quer ver....a verdadeira verdade: as pessoas que estão por trás do $ ilícito!
Como médico veterinário, não aquele estudioso, mas sim curioso,apaixonado pela química e farmacologia, como todas as outras matérias e áreas médicas e cirurgião e clínico de pequenos animais,... impossível culparmos um princípio ativo, entre tanto outros, a cocaína....
Assim, finalizando, "O USO DE QUALQUER PRINCÍPIO ATIVO QUE CAUSA DEPENDÊNCIA SEM ACOMPANHAMENTO MÉDICO DEVE SER EVITADO, MAS ASSIM, USEM O LÍCITO, POIS ATRÁS DELE ESTÁ O LABORATÓRIO X.... O Y... O Z....QUE FATURA MILHÕES....MAS UMA ARTE É NOSSA (GOVERNO), QUE INVESTE UM POUCO NA GENTE UÉ, FAZER O QUE...."
Marcus Vinicius


De Selvagem Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 12:18
Conheço uma miuda que andou cmgo na escola, era a menina mais bonita da escola e da minha rua, passavamos tempos infinitos juntas nos recreios, moravamos na mesma rua...um dia quis experimentar coisas diferentes, eu preferi experimentar vela, windsurf, surf tal como os nossos amigos todos, mas a "Maria" axou que era coisa de betinhos e decidiu se por coisas bem mais perigosas...fumou o seu primeiro charro, gostou mas achou que aquilo nao era suficiente, passou pas drogas fortes ... hoje olho para ela e so lhe consigo ver os olhos expressivos, pois a beleza, alegria de viver e jovialidade de q a "Maria" tinha foi levada por esta maldita Droga, ela passa por mim e já nem se lembra das vezes que passavamos na escola a falar dos rapazes, dos nossos vestidos, emfim falavamos tudo...ela ja nem sabe quem sou eu.
"Maria" so te desejo que consigas duma vez por todas sair dessa desgraça, que me roubou a mim uma boa amiga...um beijinho muito especial para ti(sei que nunca vais ler o que aqui escrevi)...ines
</a>
(mailto:menalmeida@netcabo.pt)


De anaby82@hotmail.com a 1 de Dezembro de 2007 às 12:04
ola!!
olha ao ler o k escreveste sobre essa tua amiga .
fikei impressionada pois eu tb perdi o meu irmao por causa da droga.
passa no meu blog para falarmos um bj e gostei muito do teu blog so é pena k pouca gente fale acerca desse assunto , k eu pessoalmente axo bastante interessante.


De Selvagem Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 14:19
Nunca entendi porque estes textos mais sérios são dificil de comentar! Será que nos interessamos por ninharias? Acredito que choque, e que fiquemos sem vontade de escrever... mas não será mais importante marcar uma posição neste tipo de casoso?Cereza
</a>
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 14:59
A droga é tramada. É fruto do conformismo dos grupos misturado com a fragilidade de alguns. Não acho que o problema da droga seja o de por as pessoas feias mas sim o problema de ela levar embora a vida das pessoas. Não ha mt a falar do assunto. Todos os conhecem. HAvera sempre pessoa a entrar nesse submundo por muito q se fala. O importante é q cada vez entrem menos. E para isso é importante a ajuda de pessoas conscientes como esta minha amiga Cereza :) que eu adoro :) Beijinhos mossa :)AntimAteriA
(http://www.ersgc.blogspot.com)
(mailto:gradiz@gradiz.com)


De Selvagem Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 15:04
Anos 70/80,eramos 1 grupo enorme,uns com dinheiro,outros nem tanto,mas isso não importava,tinhamos o dom de saber dividir.Experimentamos de tudo,sem saber ainda nesta altura,como era o´estar agarrado`.Uns já partiram,outros ficaram,uns agarrados outros não.Por mais que pense não consigo entender a razão do que aconteceu com cada um de nós.....Por isto,não consigo julgar nem condenar,nem sequer ajudar todos os que ainda continuam a conssumir,ou em contínua recuperação.Simplesmente me afastei...acto egoista??!!..talvez..!!!Mas foi a maneira de me proteger,e acabar com a frustação de nada conseguir fazer,para os acordar para a vida.Deixo aqui um beijo de saudade a todos os que partiram.(É dificil falar disto em poucas palavras optei por deixar o meu testemunho,sem medos..:))marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 15:06
Ola boa tarde.
Fiz uma visita ao teu blog,fica apromessa de voltar. Quando puderes visita o meu. Cumprimentos
http://opiniaoblog.blogs.sapo.ptP.Santos
</a>
(mailto:Skynet36@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 16:30
A questão não é essa! Choca! Mas até que ponto damos importância a este flagelo? Até que ponto nos faz pensar neste tipo de coisas? Só quem vive de perto ou viveu por dentro neste mundo altamente influênciável e facilmente penetravel é que sabe!!!
Quantas vidas se perderam por uma "experiência" que se tornou em hábito? E QUANTAS MAIS VÃO-SE PERDER??? É facil... depende de cada pessoa!!!
Todos nós temos as nossas ilusões, sonhos ou objectivos... e num momento de fraqueza pessoal(seja de que natureza for) podemos ser influênciados por "amigos do ombro" nestas alturas.
Todos nós temos um ideal nosso que julgamos conhecer! «É facil entrar, o dificil é deixar!!! Mas não se aplica a mim!!!»- o tal pensamento...
Sei do que falo!!! A droga viveu dentro da minha casa! Morreu-me um que me era querido! Tenho amigos nesse mundo que os leva ao isolamento... o máximo que nós podemos fazer é... dar apoio moral e olhar... o resto não é connosco! "Nesta linha da frente da batalha que é a nossa vida, muitos são os abatidos no fogo cruzado incluindo os nossos! Se paramos, passamos a ser alvos fixos e fáceis! Só nos resta avançar e moralizar quem ainda está em pé!"Suicidal_kota
</a>
(mailto:cromokamikaze@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 17:54
MALDITA DROGA----->Eu era uma menina. Uma menina que, aos 15 anos de existência, deixou de viver, mas que agradece a Deus a felicidade que um dia possuiu.
Eu era como tu, autêntica, amiga, feliz e o mais importante era que eu vivia.
Nessa etapa, nessa época, eu saía da escola abraçada aos meus amigos, trocava-mos mensagens de fé, carinho e amor. Saíamos todos juntos sem distinção de cor, raça, sexo ou religião. Nós divertíamos-nos ao máximo.
Quando íamos à igreja, rezávamos todos juntos com uma chama de esperança nos olhos, de um mundo melhor.
Naquela época eu tinha amigos. Sempre que precisavam de mim, eu estava disposta a ajudar, fazia o que podia para tirar-te da angústia. Um dia fiquei angustiada e fui falar contigo. Pedi uma palavra de fé, esperança, conforto, e tu mostraste-me algo que chamou a minha atenção, algo que era parecia com um cigarro comum.
Tu ofereceste-me e disseste que aquilo me ía fazer bem, me iria ajudar. Fumei aquele cigarro sem medir as consequências, pois acreditava em ti.
Enquanto estive sob efeito do charro tudo esteve bem. Passou o efeito, procurei-te novamente, e novamente me ofereceste o famoso charro.
Passou muito tempo e a minha vida foi-se resumindo em procurar-te, ou melhor, procurar a droga que tu me oferecias. Na realidade eu já era uma morta-viva, porque a única coisa que me mantinha viva era o meu coração, que não tinha parado de bater.
Resolvi então procurar alguém que me pudesse ajudar a deixar a maldita droga. Fui ao médico.
No dia seguinte, fui buscar um dos vários resultados dos exames que o médico me tinha pedido, precisamente no dia do meu aniversário, no dia em que fazia 15 anos de vida. No resultado, constava uma doença grave em alto estado de adiantamento, tinha pouco tempo de vida, era o maldito HIV (SIDA). Morri antecipadamente, morri porque tu foste um dos culpados, também responsável pela minha morte. Na realidade tu foste um dos principais, pois quando te pedi VIDA tu ofereceste-me a MORTE.

[KitKat]
</a>
(mailto:eclipseforever@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Dezembro de 2004 às 10:38
Supostamente era para comentar o efeito da campanha. Apesar de o choque que as imagens podem provocar, tudo depende para kem a campanha é direccionada. Se for para jovens entre os 15-25 anos, pouco ou nenhum efeito terá. Esses, salvo raras excepções julgam-se invenciveis e imortais. Se for para um escalão etário mais alto poderá ter algum impacto. Mas como tudo na vida é uma questão de decisão pessoal. Basta usar uma palavra: NÃOformasdolhar
</a>
(mailto:formas_de_olhar@sapo.pt)


Ah... Comenta-me