Quarta-feira, 20 de Outubro de 2004

Onde estás Rui Pedro?



Rui_Pedro1.jpg

Não quero deixar este caso cair em esquecimento, marcou-me a mim e a muitos portugueses, quando a história surgiu publlicada nos jornais, e apareceu nas televisões... eu acompanhei-a de muito perto, atraves de uma amiga que investigava-a para um orgão de comunicação social, a jornalista Ana leal. A Ana viveu meses obessesão com o desapareciemnto do menino... E fez tudo juntamente com a mãe Filomena, para trazer mais luz a esta história... Aconteceu muito antes de se começar a falar no caso Casa Pia.... Muitas vezes vi a mãe de rui pedro apos o desaparecimento do filho.. Estava esquelética, um rosto amargurado, com os olhos perdidos no infinito, baços, e sempre cheios de lagrimas... cortava-me o coração.

Rui Pedro tinha 11 anos quando desapareceu.
«Foi no dia 4 de Março de 1998, em Lousada. Por volta das duas da tarde, o meu filho pediu-me para ir dar uma volta de carro com o Afonso, um amigo dele. Disse-lhe que não. E ele foi andar na bicicleta da irmã. Desde esse dia, até hoje, nunca mais soubemos dele. Todavia, há miúdos do ciclo que o viram entrar no carro do Afonso.»
depois de ter faltado á explicação e a bicicleta ter aparecido num mato... começaram as buscas.
O tal de Afonso, foi interrogado pela familia (oferecendo-lhe tudo aquilo que ele quisesse pela resposta), ao que este respondeu a chorar que não sabia mas que se quisessem encontrá-lo deveriam ser fechadas as fronteiras pois ele podia estar já muito longe, a caminho do estrangeiro. O primo de Rui Pedro resolveu também contar uma conversa que tivera com Afonso.... André veio a dizer que o Afonso os tinha convidado para irem no seu carro ás prostitutas e que tinham combinado encontrarem-se num outro local chamado Quinta da Costilha. Disse também que faltou a esse encontro porque a mãe não o tinha deixado sair de casa.
Nesse dia a familia recebeu um telefonema em que uma criança com a voz igual á do Pedro... só consegui chamar pela mãe, tendo sido cortada a comunicação por alguém que lhe tirou o telefone das mãos e depois desligou. Nenhuma destas chamadas foi localizada.

A partir daí foi um desenrolar de situações.
Em 2003 uma nova fotografia parece ter suscitado uma nova ponta de esperança para os pais do menino mais mediático da história da pedofilia em Portugal: Rui Pedro.
Ao que tudo indica, e de acordo com novas pistas, havia fortes possibilidades do jovem, estar "preso" nas teias de uma rede pedófila.
Manuel e Filomena Mendonça, identificaram o filho numa fotomontagem de um cd rom da rede internacional Zandvoort.
Ainda que a fotografia fosse montada, em que o corpo parece ser de uma rapariga, o pai de Rui Pedro garantiu não ter quaisquer dúvidas em relação ao rosto do filho.
Depois de inúmeras pistas sem quaisquer resultados, esta parece não ser a primeira vez que Rui Pedro é reconhecido em fotos de redes pedófilas. Os familiares identificaram-no noutra imagem com a nudez exposta, "amarrado e com a cara tapada. Filomena Mendonça implorou o apoio da sociedade "para abraçar de novo o filho". O caso do Rui Pedro começou a ganhar, manifestamente, novos contornos.

Meses depois mais uma pista: Tratava-se de uma fotografia descoberta por uma jornalista da TVI, que no decorrer de uma investigação sobre pedofilia deparou-se com uma imagem que lhe fez lembrar o Rui Pedro. Depressa a jornalista entrou em contacto com a Polícia Judiciária e com a família do jovem desaparecido.
A mãe foi peremptória ao afirmar que "este é claramente o Rui Pedro, tal como aquela fotografia que foi publicada na revista "Caras" de há dois anos".(na revista caras rui pedro foi fotografado por acaso, junto a uma piscina com alguns homens de idade)
A TVI encontrou num CD que fazia parte de um vasto espólio apreendido a um pedófilo holandês, que entretanto foi assassinado. Dessa apreensão constam CD's com várias dezenas de milhar de fotografias...As fotografias visionadas mostram crianças a ser abusadas sexualmente por adultos, 14 dos quais são identificáveis em várias fotografias. Este facto poderá ser uma das pistas das autoridades europeias, nomeadamente belgas e holandesas, que têm-se dedicado afincadamente ao combate à pedofilia nos últimos anos.

A questão agora é a seguinte... Rui Pedro tem agora 17 anos! Como estará a cabeça deste adolescente... como estará ele fisica, psicologica e emocionalmente? Uma criança perturbada, sofrida.. Será que está tão embrenhada no mundo da pornografia, que quer voltar para casa? Se é que está vivo!





RUI1.jpg

Carta de uma mãe ao filho desaparecido:
Quando penso em ti, um misto de dor e alegria invadem o meu ser, torno-me de repente melancólica e feliz e há um aperto no meu peito que não sei decifrar.
Pensar em ti!? Penso sempre! É! Tu estás nas coisas mais simples e também nas coisas mais complicadas, fazes-me sonhar com outras eras e sofrer no presente... Queria dizer-te tanta coisa de certeza com um olhar seria o bastante e um abraço e mil beijos e... como estarás? Que transformações sofreste? Cresceste muito? que pensas? Que te dói? que posso fazer por ti?
Aqui tenho as tuas coisas, os teus objectos, as tuas roupas, os teus perfumes, a tua imagem passada aparece-me a cada instante... mas de repente "acordo" e vejo que "realmente" não estás aqui, e sofro, às vezes choro, noutras alturas fico simplesmente parada com o olhar ausente! Não quero acreditar nesta realidade!!!
Quero ver-te pegar em mim ao colo, enrolar-me com o teu corpo num enorme abraço, sentir-me baixinha e com o coração a derreter de felicidade por estar aqui, apenas porque nos completas e não há nada mais feliz que isso!
Para ti, toda a saudade do mundo
Até sempre,

Tua Mãe
Filomena Teixeira





mae.jpg





Impressão Digital Cereza às 22:08
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
19 comentários:
De ANA a 24 de Abril de 2011 às 15:39
Todas as minhas palavras, são muito poucas para reconfortá-la, o que lhe posso dizer? força e coragem é o que não tem faltado, o que me transtorna nesta sua história de vida é que já se esteve tão próximo de Pedro, as pistas já nos levaram tão longe, e nada... recordo que para o caso da Joana, como nada tinha a ver com poderosissimo lobi dos pedófilos, fizeram da mãe da Joana um saco de pancada até ela confessar, que pena não terem feito o mesmo a quem já se provou ser cumplice deste caso, para que pudessu confessar o que sabe até à exaustão, é nojento brincarem com vidas humanas, com inocentes e não o fazerem inocentemente, esta rede é suspentada por gente do poder, é por isso que nada se sabe nem a muitos interessa saber... penso que deveria explicar até onde conseguiu ir, muita coisa as pessoas não sabem, não sabem que este não foi mais um caso banal... foi um caso que só não se foi mais longe porque não se quis, explique o que ficou por fazer e nós vamo-nos encarregar de fazer as petições que forem necessárias para que este caso não seja esquecido... Beijinho


De alice a 12 de Fevereiro de 2011 às 00:55
Não podemos deixar o caso cair no esquecimento...

Acho que devemos todos dar uma ajudinha para que o caso seja relembrado por todos novamente.... façam comentários, enviem pedidos para os meios de comunicação social.... arranjem contactos se for preciso, façam uma petição ou divulguem se já houver alguma... mas façam alguma coisa!! Eu não tenho visto nada a ser publicado ou falado nesse sentido nos meios de comunicação... Passou mais um aniversário do Rui Pedro, dia 28 do mês passado, e ninguém falou disso por aqui! Quando se faz pesquisa no google, por exemplo, sobre o nome Rui Pedro, aparece um tal de Rui Pedro Soares e também o Rui Pedro Mendonça, mas os resultados são sempre os mesmos, não há nada de novo....porquê?? Vamos lá todos dar uma ajudinha para que este caso volte a ser lembrado por toda a gente!!!


De Bela a 25 de Fevereiro de 2010 às 20:50
...somos um País de 3º Mundo, doa a quem doer ainda estamos na idade media.
A nossa policia nao tem meios p trabalhar em casos como este, nao interessa ao Governo dar essas infraestruturas á PJ...nunca sabem o dia de amanha, teem medo que isso um dia se volte contra eles!Agora custa me saber que no mundo inteiro nao houvesse alguem que visse o Rui Pedro algures...á sempre um canto no mundo,mas tambem ha sempre uma pessoa vizinha,um estranho que possa ver esse miudo...onde estará esse jovem? Quem o terá levado? sao perguntas tao banais,mas sem resposta...Talvez um dia volte...Que volte, para bem daqueles pais, que sofrem com a incerteza em relação ao filho...é uma dor tremenda concerteza!


De Selvagem Anónimo a 16 de Setembro de 2007 às 20:14
Sempre que se fala no rui Pedro( no meu meio de trabalho e familiar) e são algumas, fico a pensar na tristeza na infelicidade que se alojou na sua familia. Esta semana uma colega de trabalho que vem de comboi de Valongo para o Porto, falou na hora do almoço que tinha visto a mãe do Rui no Comboio e que veio triste e comovida com o se ar triste. Hoje essa mesma colega enviou-me o site do Ruii Pedro assim como um pequeno texto de desabafo sobre o que sente quando olha para a D. Filomena quando a vê no referido transporte.
Será que a nossa policia fez tudo , ou está , ou melhor, ainda poderá fazer mais do que tem feito?
Será que toda esta confusão da menina inglesa não deveria ter sido usada no caso do Rui?
Houve assim tanto empenho?
Houve buscas suficientes?
Houve procura de ADN No carro desse tal Afonso?Será que é necessário ser estrangeiro, para ter a ajuda total das nossas entidades?
Hoje chorei ao ler o relato desta mãe que não sabe do seu filho.
Como estará esta criança longe da sua familia?
Peço a Deus que dê força a esta familia, a esta mãe que deve ter o coração aos bocadinhos.



De anónima a 15 de Novembro de 2011 às 05:00
Que palavras confortarão uma mãe que, de um dia para o outro, deixou de saber do seu filho??? Por mais que queira, não sou capaz de encontar tais palavras! Estou consigo nas suas orações! Deus é grande. Confie n'Ele! Não perca a esperança!
Beijinhos de uma amiga!


De Alguem dos tempos da Maddie a 11 de Agosto de 2007 às 22:56
É lamentável que Portugal apenas tenha memoria enquanto as capas de noticias existem e depois tudo se desvanece tal como desaparecem inumeras crianças. O Rui Pedro foi mais uma e apenas nos lembramos dele (e de outras mais crianças) quando novamente uma outra desaparece. E não pode ser assim! Não pode o desaparecimento actual de uma criança fazer-nos lembrar das crianças já anteriormente desaparecidas para somente aí voltar ao de cima toda a nossa revolta. É preciso lembrarmo-nos disto constantemente e revoltarmo-nos todos os dias pela situação que temos. Se os pais destas crianças não se esquecem, Portugal também não se deveria esquecer e nós, portugueses, não deveriamos apenas ajudar os de fora mas sim pais e mães como o de Rui Pedro.


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2004 às 23:26
Tenho esperança que ele apreça um dia a porta de seus pais...para si Filomena toda aforça do mundo e um bem haja!ines-33
</a>
(mailto:menalmeida@netcabo.pt)


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2004 às 23:38
O pior de tudo isto é que não é a unica criança desaparecida... Mais não digo porque nem consigo explicar o que sinto com tudo isto.falco
</a>
(mailto:nospam@nospam.nospam)


De Selvagem Anónimo a 22 de Outubro de 2004 às 13:37
a pedofilia em portugal tornou-se uma praga. imagino a dor dessa mãe que não sabe onde está o filho há tantos anos... e o pior é que vão sempre aparecendo pistas, o que torna a dor ainda maior.
o rui pedro agora com 17 anos, já não é o mm rui pedro que ela viu partir. uma criança que sofre estas toturas nunca mais será uma pessoa equilibrada. Força Filomena.Bently
</a>
(mailto:bently@yahoo.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Outubro de 2004 às 14:44
Caramba... Vinha eu tão bem disposto do almoço...Joaquim Varela
(http://desblogeadordeconversa.blogspot.com)
(mailto:jnvarela@mail.telepac.pt)


De Selvagem Anónimo a 22 de Outubro de 2004 às 23:42
realmente isso é mesmo triste, crianças k desaparecem e provavelmente nunca irão aparecer.
nem sei que genero de pessoas fazem tanto mal ás pobres crianças, elas não fazem mal a ninguém. é isto que me faz ter medo de algum dia de ter filhos. espero que ele apareça para dar paz de espirito a mae, que já sofreu tanto. seja lá onde ele estiver espero bem que esteja bem la
</a>
(mailto:lalanunes@sapo.pt)


Ah... Comenta-me