Domingo, 22 de Janeiro de 2006

"If you don´t know me by now"

Já tinha este post preparado há alguns dias... aqueles dias em que não estamos inspirados, sabem como é? Pois a falta de inspiração continua.

Apeteceu-me apenas pôr este video, desta magnifica musica. Ainda tentei escrever qualquer coisa, talvez um "pseudo-poema", mas é escusado! Não tenho mesmo jeito!
Seja como fôr ouvir este: "If you don´t know me by now" é já por si, um poema!

Sempre adorei Simply Red, e então desde que vi o concerto deles aqui em Lisboa, fiquei mesmo fã. O vocalista Mick "Red" Hucknall tem uma voz sublime... e ao vivo, é tal e qual o que aqui ouvimos, sem tirar nem pôr!

Lanço um desafio... quem quiser, pode escrever o que o que entender sobre esta musica.... um poema, uma prosa, até um palavra... eu depois publico neste mesmo post!

Ahhh não se esquecam que a erina fez anos ontem... está no post abaixo!





sadness.jpg


"...If you don't know me by now
You will never never never know me

We've all got our
Own funny moods
I've got mine,
Woman you've got yours too
Just trust in me like I trust in you
As long as we've been together
It should be so easy to do
Just get yourself together
Or we might as well say goodbye
What good is a love affair
When you can't see eye to eye

If you don't know me by now
You will never
Never never know me."


i-want-you_10.gif




"...acho que poucas pessoas me conhecem, como eu sou na realidade uma delas é o Flyman!!! "Just trust in me like I trust in you As long as we've been together..." um beijo muito especial para o meu jardineiro :)) *
^Erina^
@ janeiro 22, 2006 01:48 AM


"...Sou eu, alguém que me é estranho e ao mesmo tempo sou eu... Como posso esperar que alguém compreenda isto? Como esperar que me entenda alguém completamente se nem eu sei ser o que sou? Só posso pedir um pouco de confiança e paciência que é isso que terão de mim. ...
Bárbara (Narag)
@ janeiro 22, 2006 02:51 AM)

"O amor é traiçoeiro, avança silenciosamente de pequeno nada em pequeno nada, as frases enormes só carimbam o que já existe. Por isso em todo aquele tempo dissera uma vez que o amava e não tinha a certeza se a ouvira, murmurara-lho ao ouvido em momento de surdez abeçoada..."
vanessa
@ janeiro 22, 2006 01:08 PM

"Desculpa se me conheces e me vês, mas me desconheço quando me queres saber". Porque simplesmente nem eu sei quem sou, quando tu teimas em saber o que serei.
_SecretSmile
@ janeiro 22, 2006 11:46 AM

"...É que as pessoas que melhor me conhecem,não me fazem perguntas..apenas sentem."
marta
@ janeiro 22, 2006 10:44 AM

"O homem sabe muito de si, dos outros e do mundo que o rodeia, mas não entende nada..."
luadourada--
@ janeiro 22, 2006 02:15 PM

"Como será pensarem que conhecem sem conhecer, sentirem sem o sentir, amarem sem amar, viverem sem estar vivos?!"
Majoca
@ janeiro 22, 2006 06:33 PM

"A força de cada um é potenciada e se os dois estão realmente unidos em atinjir um fim, serão imparáveis. A sensação de querer e poder é inebriante e fácilmente atingivel."
flyman
@ janeiro 22, 2006 10:45 PM

"Nunca conhecemos os outros na totalidade, e ainda bem... porque é aí que reside o mistério e o fascinio de cada pessoa!"
Cereza

"No amor, aprende-se tudo de novo a qualquer momento e em todos os momentos..."
PatanisKa
@ janeiro 23, 2006 05:44 PM

"O importante não é conhecer. O importante é amar... incondicionalmente!"
Tex
@ janeiro 23, 2006 11:21 AM

"Eu ao fim destes anos todos, que pesam nas minhas costas penso que a pessoa que melhor conhece, sou eu mesmo, pena é que nem a mim próprio ás vezes me compreenda."
Carlos Murat
@ janeiro 23, 2006 08:20 PM

"Em relação ao assunto, até acho mais interessante haver algum mistério ;)"
WG
@ janeiro 23, 2006 11:14 PM









Impressão Digital Cereza às 00:57
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
16 comentários:
De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 01:48
Eu sou uma fã dos simply red!!! letras e músicas do melhor!!!! e sim! acho que poucas pessoas me conhecem, como eu sou na realidade uma delas é o Flyman!!! "Just trust in me like I trust in you
As long as we've been together..." um beijo muito especial para o meu jardineiro :)) *
^Erina^
</a>
(mailto:paula_m_sousa@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 02:51
Que hei-de eu dizer, meu deus? Ninguém me conhece. E dúvido que alguma vez isso vá acontecer, possa eu deseja-lo quantas vezes quiser. Milhões de alguéns nem um bocado de mim conhecem, e os poucos que conhecem bocados de mim conhecem pouco e só os que dou a conhecer, pois são os únicos pedaços de mim que conheço... Pedaços os quais nem sempre me agradam, e que por vezes penso não realmente conhecer. Como tal, passo a não me reconhecer nos meus actos, pensamentos, desejos... E o que eu pensava, e desejava, ser passo afinal a não ser, para ser aquilo que acredito ser... Mas que não sou! Porque eu não sei o que sou, nem me conheço, mas sou. Sou eu, alguém que me é estranho e ao mesmo tempo sou eu... Como posso esperar que alguém compreenda isto? Como esperar que me entenda alguém completamente se nem eu sei ser o que sou? Só posso pedir um pouco de confiança e paciência que é isso que terão de mim. ... Agora uma coisa que inventei agora mesmo: somos uma grande construção de legos, (com aquelas pecinhas todas que constituem o nosso carácter, umas pessoas com mais peças, outras com menos, umas construções são melhores, outras piores), e nós, e os outros, somos cegos que tentam em vão adivinhar a cor de cada uma das peças... Deep hãn? É da hora... *** *** *** *Bárbara (Narag)
(http://www.blogger.com/profile/6961426)
(mailto:barbara10sofia@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 10:44
Giro!!A reflexão que fiz agora...É que as pessoas que melhor me conhecem,não me fazem perguntas..apenas sentem.Hoje o dia aqui vai ser dedicado aos Simply Red,também os vi ao vivo,mas em cascais...e adorei!!!AIIIII que saudadeeeeeee!!!!marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 11:46
Como já escrevi algures pelos meus rascunhos: "Desculpa se me conheces e me vês, mas me desconheço quando me queres saber". Porque simplesmente nem eu sei quem sou, quando tu teimas em saber o que serei. Um beijinho, já com saudades...só daqui a uma semanita e tal é que volto! ****_SecretSmile
</a>
(mailto:SpiritOfDance@mal.pt)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 13:08
"O amor é traiçoeiro, avança silenciosamente de pequeno nada em pequeno nada, as frases enormes só carimbam o que já existe. Por isso em todo aquele tempo dissera uma vez que o amava e não tinha a certeza se a ouvira, murmurara-lho ao ouvido em momento de surdez abeçoada..."vanessa
</a>
(mailto:mina_aeternus@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 14:15
"O homem sabe muito de si, dos outros e do mundo que o rodeia, mas não entende nada..." Uma das pessoas que me conhece bem é a minha filha :))))))luadourada--
</a>
(mailto:ermelinda_1955@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 14:15
"O homem sabe muito de si, dos outros e do mundo que o rodeia, mas não entende nada..." Uma das pessoas que me conhece bem é a minha filha :))))))luadourada--
</a>
(mailto:ermelinda_1955@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 18:33
Como será pensarem que conhecem sem conhecer, sentirem sem o sentir, amarem sem amar, viverem sem estar vivos?!UI É UMA XATICA....mas adoro a música :PMajoca
</a>
(mailto:manejorge@netcabo.pt)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 20:13
A música é linda... Parabéns pelo seu bom gosto na escolha musical... ******* :)SolApagado
</a>
(mailto:Soldourado25@gmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 22:17
SolApagado Obrigada!!!!cereza
</a>
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


Ah... Comenta-me