16 comentários:
De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 01:48
Eu sou uma fã dos simply red!!! letras e músicas do melhor!!!! e sim! acho que poucas pessoas me conhecem, como eu sou na realidade uma delas é o Flyman!!! "Just trust in me like I trust in you
As long as we've been together..." um beijo muito especial para o meu jardineiro :)) *
^Erina^
</a>
(mailto:paula_m_sousa@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 02:51
Que hei-de eu dizer, meu deus? Ninguém me conhece. E dúvido que alguma vez isso vá acontecer, possa eu deseja-lo quantas vezes quiser. Milhões de alguéns nem um bocado de mim conhecem, e os poucos que conhecem bocados de mim conhecem pouco e só os que dou a conhecer, pois são os únicos pedaços de mim que conheço... Pedaços os quais nem sempre me agradam, e que por vezes penso não realmente conhecer. Como tal, passo a não me reconhecer nos meus actos, pensamentos, desejos... E o que eu pensava, e desejava, ser passo afinal a não ser, para ser aquilo que acredito ser... Mas que não sou! Porque eu não sei o que sou, nem me conheço, mas sou. Sou eu, alguém que me é estranho e ao mesmo tempo sou eu... Como posso esperar que alguém compreenda isto? Como esperar que me entenda alguém completamente se nem eu sei ser o que sou? Só posso pedir um pouco de confiança e paciência que é isso que terão de mim. ... Agora uma coisa que inventei agora mesmo: somos uma grande construção de legos, (com aquelas pecinhas todas que constituem o nosso carácter, umas pessoas com mais peças, outras com menos, umas construções são melhores, outras piores), e nós, e os outros, somos cegos que tentam em vão adivinhar a cor de cada uma das peças... Deep hãn? É da hora... *** *** *** *Bárbara (Narag)
(http://www.blogger.com/profile/6961426)
(mailto:barbara10sofia@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 10:44
Giro!!A reflexão que fiz agora...É que as pessoas que melhor me conhecem,não me fazem perguntas..apenas sentem.Hoje o dia aqui vai ser dedicado aos Simply Red,também os vi ao vivo,mas em cascais...e adorei!!!AIIIII que saudadeeeeeee!!!!marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 11:46
Como já escrevi algures pelos meus rascunhos: "Desculpa se me conheces e me vês, mas me desconheço quando me queres saber". Porque simplesmente nem eu sei quem sou, quando tu teimas em saber o que serei. Um beijinho, já com saudades...só daqui a uma semanita e tal é que volto! ****_SecretSmile
</a>
(mailto:SpiritOfDance@mal.pt)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 13:08
"O amor é traiçoeiro, avança silenciosamente de pequeno nada em pequeno nada, as frases enormes só carimbam o que já existe. Por isso em todo aquele tempo dissera uma vez que o amava e não tinha a certeza se a ouvira, murmurara-lho ao ouvido em momento de surdez abeçoada..."vanessa
</a>
(mailto:mina_aeternus@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 14:15
"O homem sabe muito de si, dos outros e do mundo que o rodeia, mas não entende nada..." Uma das pessoas que me conhece bem é a minha filha :))))))luadourada--
</a>
(mailto:ermelinda_1955@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 14:15
"O homem sabe muito de si, dos outros e do mundo que o rodeia, mas não entende nada..." Uma das pessoas que me conhece bem é a minha filha :))))))luadourada--
</a>
(mailto:ermelinda_1955@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 18:33
Como será pensarem que conhecem sem conhecer, sentirem sem o sentir, amarem sem amar, viverem sem estar vivos?!UI É UMA XATICA....mas adoro a música :PMajoca
</a>
(mailto:manejorge@netcabo.pt)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 20:13
A música é linda... Parabéns pelo seu bom gosto na escolha musical... ******* :)SolApagado
</a>
(mailto:Soldourado25@gmail.com)


De Selvagem Anónimo a 22 de Janeiro de 2006 às 22:17
SolApagado Obrigada!!!!cereza
</a>
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


Ah... Comenta-me