23 comentários:
De Alex a 4 de Maio de 2007 às 09:15
E quando um Homem mata uma foca que e um animal inofensivo so esta a pensar no dinheiro esses sao uma canbada de intereseiros so interessados no dinheiro que isso pode render, são capasez de matar seres vivos pela sua ambição esses homens têm de parar, nós temos de intervir pois elas nao se podem defender sizinhas.


De alexandre-leao-marinho@hotmail.com a 4 de Maio de 2007 às 09:00
Esses idiotas que matam as focas deviam ser mortos todos á PORRADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Isso de matar as focas tem de acabar elas nao fasem mal ninhum e se fosse ao contrario am!?
Não interessa o dinheiro que as focas podem render isso é um crime orrivel!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


De Vanessa a 29 de Março de 2006 às 11:56
Eu voltei há pouco da Lapónia. Tive a oportunidade de ir a vários museus, um dos quais o Arktikum, onde estavam várias exposições e fotos deste fenómeno por todo o mundo. Lá não mostravam as coisas sem tomarem partido de um ou outro lado. Fotos chocantes, com explicações sobre o que era necessário fazer e da vida daquelas pessoas. Se calhar nós ficamos mais "frágeis" ao ver este tipo de imagens por ser um animal considerado pequenino e "puro", mas a violência na matança acontece com muitos outros animais e nem por isso lhes é dada a merecida atenção. Posso dizer que saí de lá a compreender o pq daquilo, mas claro que aquelas imagens de pura sangria não me saem da cabeça.


De Vanessa a 29 de Março de 2006 às 11:56
Eu voltei há pouco da Lapónia. Tive a oportunidade de ir a vários museus, um dos quais o Arktikum, onde estavam várias exposições e fotos deste fenómeno por todo o mundo. Lá não mostravam as coisas sem tomarem partido de um ou outro lado. Fotos chocantes, com explicações sobre o que era necessário fazer e da vida daquelas pessoas. Se calhar nós ficamos mais "frágeis" ao ver este tipo de imagens por ser um animal considerado pequenino e "puro", mas a violência na matança acontece com muitos outros animais e nem por isso lhes é dada a merecida atenção. Posso dizer que saí de lá a compreender o pq daquilo, mas claro que aquelas imagens de pura sangria não me saem da cabeça.


De EraUmaVezEu a 27 de Março de 2006 às 16:31
"Não faças aos outros aquilo que não gostarias que te fizessem" . Se embora concorde na totalidade com a frase e tento sempre gerir a minha vida nesse sentido. Não a aplico aqui. Se bem que me choque a violência e não concorde com a matança das espécies pura e simplesmente para uso da vaidade humana. Choca-me ainda mais a violência, seja ela qual fôr para com os seres humanos e sobretudo quando inflingida às crianças.


De flyman a 27 de Março de 2006 às 12:19
Não estive cá e por isso não cheguei a ver o video. Penso que não seria muito diferente daqueles que se vêem no site da Peta. Ontem , no telejornal, afirmou-se que no primeiro dia de caça ás crias de foca, 25.000 tinham sido mortas. A barbarie não tem limites. Tenho-me lembrado também de umas imagens que vi, recolhidas no Japão, onde um grande grupo de golfinhos encurralado por pescadores numa baía, foi morto selváticamente. Não me lembro muito bem do motivo ou finalidade, mas tenho ideia que era por causa deles serem concorrentes no consumo de peixe... Voltando à questão das peles, considero um paradoxo absurdo que uma dondoca de longo casaco de peles (que não as suas) seja vista geralmente pela sociedade com um estatuto "superior", e um activista defensor dos direitos dos animais, um louco excêntrico. Então, se esse activista excêntrico tiver o arrojo de andar com um spray de tinta nas mãos e andar a estragar as peles das dondocas (que não as suas), vai dentro e é condenado a pagar uma indemnização à "lesada" pelo poder judicial. Inversão de valores? Claro, mais uma vez! Ainda por cima se gostam de peles (que não as suas), ao menos que tivessem a clarividência de usar de imitação... clarividência, porque bom gosto penso não se tratar, já que gostam de usar peles que não as suas.


De WG a 27 de Março de 2006 às 11:09
Sou um grande adepto defensor da lei do mais forte e de deixar a Natureza tomar o seu curso normal, sem intervenção do Homem a fazer de "Deus". E esta palavra, normal, é muito importante, pois não há nada de normal nos acontecimentos que narra o texto e que tão tristemente ilustrados estão nas fotos. Seria normal, se a subsistência da nossa espécie estivesse ameaçada pelas focas, mas não creio que seja o caso, mesmo não sendo, de todo, um especialista na matéria. Da mesma maneira que é normal que um humano seja atacado se se for meter no meio dos outros animais, pois eles sentem, e bem, que a sua subsistência está em perigo iminente. Tudo o que é matança por desporto não faz sentido! Desde a matança para moda (peles, marfim), passando peloa caça, até às touradas, etc etc etc.


De Bárbara (Narag) a 26 de Março de 2006 às 22:33
"When a man wants to murder a tiger, it's called sport; when the tiger wants to murder him it's called ferocity."
George Bernard Shaw

E é tudo.


De elvira a 25 de Março de 2006 às 21:02

"Para um homem cuja mente é livre existe algo ainda mais intolerável no sofrimento dos animais do que no sofrimento do homem. Porque neste último caso é pelo menos adimitido que sofrer é mau e quem o causa criminoso. Mas milhares de animais são inútilmente chacinados todos os dias sem sombra de remorso. Qualquer homem que se refira a isso, sentiría-se ridículo. E esse é o crime imperdoável." Romain Rolland (autor, Nobel 1915)


De lua_de_Avalon a 25 de Março de 2006 às 20:56
"Jamais creia que os animais sofrem menos do que os humanos. A dor é a mesma para eles e para nós. Talvez pior para eles, pois eles não podem ajudar a si mesmos."Louis J. Camuti


Ah... Comenta-me