2 comentários:
De Hugo_Master a 22 de Abril de 2006 às 12:18
Infelizmente já morreu. Muito tinha para nos ensinar. Uma postura sempre positiva em relação à vida. Apesar dos contra tempos nunca desistiu do seu maior sonho: Ser artista de cinema e fundar a sua própria Arte Marcial. De alguém que practicou e muita falta sente desta filosfia ou modo de vida, o meu muito obrigado. Cresci muito com muitos dos seus ensinamentos. Lamento que o mundo não siga muito deste tipo de filosofia. Já agora e para quem tiver interessado a filosofia ZEN é um óptimo exercicio para a mente. Para quem quiser saber mais sobre esta arte marcial podem procurar por JUN FAN JEET KUN DO. Acreditem que é diferente de qualquer outra que já viram ou practicaram. À Cereza o meu obrigado por dar a conhecer alguns traços da filosofia. *****'s.


De flyman a 22 de Abril de 2006 às 12:17
Vi a entrevista onde o Bruce Lee partilhou este conceito/conselho de que o entrevistador "se tornasse água". Impressionou-me não só a conclusão, como a forma como ele o disse. Normalmente associam-se os filmes "karatecas" a uns quantos palhacitos que se submetem a uns quantos efeitos especiais visuais e sonoros, com os dizeres mal dobrados em inglês e com argumentos sofríveis. Depois temos os espectáculos dos monges de Shaolin, que de efeitos especiais, não têm nada, a não ser a mais absoluta dedicação de uma vida a uma arte, a um modo de estar fascinante, que penso não estar ao alcance de qualquer um, muito menos do ocidental médio (como eu, por exemplo...). Bruce Lee levou as artes marciais a um nível popular, mostrando aos menos avisados, que mais do que actividade física, a força mental/espiritual é que definem o sucesso do praticante. Pena que tenha partido tão cedo.


Ah... Comenta-me