Quinta-feira, 4 de Maio de 2006

Rititi

Já uma vez tinha lido um artigo neste blog que achei muita piada. Não sei como, acabei por perder-lhe o rasto... Ontem num comentario ao post "ninguém" uma anónima utilizou um texto da Rititi. Está excelente!
          
Quarta-feira, Maio 03, 2006

 

Querido Blogue,
No meu Portugal está tudo parvo. Ai, ai, ai, que a minha vida é tão triste, ai, ai, ai, que a gente não tem dinheiro, ai, ai, ai e a depressão, a recessão, a inflação e constipação do cão, ai, ai, ai, que há de ser de nós, pobres, sem esperanças até para a segurança social na rua da amargura como o nosso fado, ai, ai, ai, quem nos salvará desta sina, ai, ai, ai, que sobem os juros, ai, ai, ai minha machadinha que a culpa, essa, nunca é minha.
Olha, deste lado da fronteira tenho a vos dizer: fodei-vos! Que falta de pachorra, cum caralho, dasse que uma gaja já não vos pode ouvir. Uma semana em Lisboa e tudo com a mesma lenga-lenga tremendista: comerciantes, jornalistas, bancários, putas e pretos, bêbedos, dealers de drogas duras, taxistas, funcionários da EPAL, arrumas e vendedores de botões, designers, modernos e instaladores, canalizadores, quiosqueiros, alunos de liceu, comentadores e colunistas, pensadores, arrivistas e gentes que a gente até acha sérias e voluntariosas, trabalhadoras e peritas em Kama Sutra.

No fundo trata-se de uma questão de sorte, ou melhor, da sorte que OS PORTUGUESES (sim, sim, não virem a cara que a conversa é com vocês) achamos que a história, o descobrimento do Brasil, Fernando Pessoa e a bunda brasileira nos deve. Afinal, se estamos neste estado deplorável (pobres, feios e mal fodidos segundo todas as crónicas da imprensa séria) é porque um cataclismo universal que só afectou Portugal nos impediu de ser tão altos como os alemães, ricos como os noruegueses e felizes como qualquer Pepe de Sevilla. Porque o nosso mal é estrutural, estruturante e endémico, uma putada genética, um cancro que nos recome a economia e a vontade de seguir em frente desde que sucumbiu Lisboa, ou entrou a Inquisição, ou quando chacinámos aqueles judeus todos, ou no 25 de Abril ou quando perdemos o Europeu. Ou, ou, ou...

A culpa, minha machadinha, nunca é minha. Dos políticos e do regime, toda a gente sabe, ao tempo que um perigosíssimo sentimento patriótico inunda as janelas e conversas do meu Portugal. Bandeiras para paliar as contas a negativo, a tristeza, as olheiras e os incêndios. Bandeiras e hinos contra a corrupção nas autarquias e as faltas não justificadas dos deputados. Bandeiras a preparar o caminho para um tirano, um demagogo qualquer que nos diga que a culpa é dos deputados, da política e do Estado das coisas. Está tudo pronto para levar no cuzinho, grátis e sem vaselina. E gostaremos de ser mandados, gozados e expoliados do único que nos resta: a decência.

Realmente é de ter pena. E muito medo. Coitadinhos, pá.


Contudo, ainda há quem tenha esperança. Diz o Francisco José Viegas, na Origem das Espécies que «Se os «indivíduos» fossem mais exigentes, mais corajosos na sua exigência (para consigo, para com o Estado, para com os serviços prestados pelos outros), andaríamos muito melhor. Nem era preciso chegar aos quartos-de-final e às festas na Expo se Portugaaaale passar nas eliminatórias do Mundial.»
in: Rititi -  http://www.rititi.com
Comentário em destaque:
De:
Marco Neves

Data:
5 de Maio de 2006 às 14:08

Comentário:
Realmente estas alminhas do "Aiii que a vida está tão mal que já nem tenho dinheiro prás sardinhas. Enquanto a vida vai e não vai, vou vivendo a fingir que conto tostões e habituo-me rapidamente a passar os Domingos à tarde num centro comercial a olhar para as montras. Queixo-me o tempo inteiro que trabalho muito e recebo pouco mas a realidade é que me pagam para não produzir. Sou tão civico em tudo o que faço que quando aquele filho da mãe me papa no semáforo só acho que merecia estar o dobro do tempo que o Nikki Lauda ficou dentro do carro. Entretanto enfio-me num avião para o Brasil para um resort de qualquer-coisa-assim-para-andar-como-um-rei-em-chinelos-e-num-carocha-carroçaria-de-fibra. Armar-me em fino quando falo, isto quando não vou com o resto da carneirada pela A2 rumo ao Sul. Compro um Peugeot 206 que é como os telemoveis, toda a gente tem um. Por falar em telemoveis, já me deixei de andar com ele pendurado no cinto mas agora tenho polifónicos e tal. Falo mal dos Espanhóis porque gosto mas tenho o estigma de não poder sobreviver sem eles. Digo que não tenho tempo para nada, que esta vida é um stress, mas se me perguntam o que fiz nestas 24 horas... não fiz nada! Gasta-se mais um serão em familia a olhar para a televisão, coço-me e pouco mais. Não gosto dos ciganos mas os Dvds a 5 "euróis" sabem tão bem.. ". Enfim, só não os mando à merda porque sinto que ficaria sozinho...... (breve pausa)...... epah, vão à merda!


Impressão Digital Cereza às 23:23
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
5 comentários:
De WG a 6 de Maio de 2006 às 17:44
Cereza, muito boa, a ideia do comentário em destaque. Acho que incentiva (ainda mais) a participação. Parabéns.


De rititi a 5 de Maio de 2006 às 19:39
Ora claro que não há nenhum problema!! Obrigada pelo link e obrigada por ter posto dono ao comentário anterior.
Beijinhos


De Majoca a 5 de Maio de 2006 às 17:28
Ai....vou escrever outra vez...que secaaaaa
Mas só me apetece dizer ...CUM CARAÇAS!!! e mais até me dá vontade de rir...doidos


De Marco Neves a 5 de Maio de 2006 às 14:08
Realmente estas alminhas do "Aiii que a vida está tão mal que já nem tenho dinheiro prás sardinhas. Enquanto a vida vai e não vai, vou vivendo a fingir que conto tostões e habituo-me rapidamente a passar os Domingos à tarde num centro comercial a olhar para as montras. Queixo-me o tempo inteiro que trabalho muito e recebo pouco mas a realidade é que me pagam para não produzir. Sou tão civico em tudo o que faço que quando aquele filho da mãe me papa no semáforo só acho que merecia estar o dobro do tempo que o Nikki Lauda ficou dentro do carro. Entretanto enfio-me num avião para o Brasil para um resort de qualquer-coisa-assim-para-andar-como-um-rei-em-chinelos-e-num-carocha-carroçaria-de-fibra. Armar-me em fino quando falo, isto quando não vou com o resto da carneirada pela A2 rumo ao Sul. Compro um Peugeot 206 que é como os telemoveis, toda a gente tem um. Por falar em telemoveis, já me deixei de andar com ele pendurado no cinto mas agora tenho polifónicos e tal. Falo mal dos Espanhóis porque gosto mas tenho o estigma de não poder sobreviver sem eles. Digo que não tenho tempo para nada, que esta vida é um stress, mas se me perguntam o que fiz nestas 24 horas... não fiz nada! Gasta-se mais um serão em familia a olhar para a televisão, coço-me e pouco mais. Não gosto dos ciganos mas os Dvds a 5 "euróis" sabem tão bem.. ". Enfim, só não os mando à merda porque sinto que ficaria sozinho...... (breve pausa)...... epah, vão à merda!


De flyman a 5 de Maio de 2006 às 11:33
Sempre pessimistas, negativistas, derrotistas, niilistas até! Não será Freud a explicar este estado de alma lusitana. Parece que à nascença trazemos integrado na cachimona um mestrado em Nietzsche, o qual aplicaremos da forma mais absoluta, em todas as vertentes da vida que está para ser vivida. Será que é assim tão difícil compreender-se que se não formos nós a fazer pela nossa vida, ninguém mais virá? Os políticos que nos desgovernam, só lá estão porque fomos nós enquanto povo eleitor que os pusemos lá! Vamos lá a ter outra atitude, mais positiva, mais interventiva nos pequenos actos diários, e veremos se as coisas não melhoram.


Ah... Comenta-me

av_fever01.gif

.Urbanidades Recentes

. Aberto: Rui Pedro e Anoré...

. FIM

. Porque eu? porque isto? p...

. Mulher

. Hannibal - Rising

. ...

. Voltaste meu amor...

. Falling

. ...

. Uma brincadeira...

. SuGeStÕeS:

. Pedofilia ou Amor

. coragem!

. Feliz Natal

. Ainda Tango...

. Destaque no sapo: poema d...

. Sonho § Realidade

. Do Flyman

. (...)

. Parabens Lua

av_jml12.gif myarms-yourhearse.gif

.Selvas já Visitadas

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

10MM.gif

.Procura no UJ

 

.Posts Favoritos

. Falling

. Destak

. UJ no DN

. Putas, Prostitutas (os) e...

. Casos Reais: Putas, Prost...

. Maria Madalena: Prostitut...

. "Schindler português"?

. Dedicado ao meu Pai!

. Caso de Vida

. Os BrancosNegros ou Negro...