11 comentários:
De Majoca/Saloia-Loira a 19 de Junho de 2006 às 22:27
Hummmmmmmm
Porque será que fiquei com um nozinho???
Detesto sentir isto...ainda bato em alguém!! E adorei a musica.
Beijo ao autor....


De Bonecarussa a 19 de Junho de 2006 às 22:04
Mantinha o telefone ao pé dela... a esperança é a última a morrer e ela mantinha a esperança que ele ligasse. Sempre. (Cereza, a música é linda.)


De DevilGirl a 19 de Junho de 2006 às 21:23
:'((


De Morgaine a 19 de Junho de 2006 às 20:02
Quando nos perdemos em pensamentos e sonhamos são intervalos de tempo numa terra de ninguém, onde apenas um deus abraça o nosso silêncio. Um tempo amassado por derrotas, saudade, provação e contudo com esperança que voltem a chamar pelo nosso nome.


De Tex a 19 de Junho de 2006 às 18:14
Porque há dias em que tenho de afastar os fantasmas da minha mente... esses que não me pertencem…


De [M]orcego a 19 de Junho de 2006 às 17:17
o que a Cereja queria dizer deveria ser isto:

"PS. Batman, desculpa mas NAO tinha a musica que pediste."

pois a musica que eu tinha pedido era outra...

obrigado pelos comentarios :D


De Marco Neves a 19 de Junho de 2006 às 15:31
Que se curta até o momento em que se fica no fundo do poço. Pois todos os momentos deveriam ser úteis, os maus inclusivé. Caso contrário, para que serviriam? Apenas para estarmos mal?


De xana a 19 de Junho de 2006 às 14:29
sofrer por amor não vale a pena... um novo amor faz esquecer o antigo!


De anassu a 19 de Junho de 2006 às 11:50
Já me esqueci quem sou...
Gostei.


De Justin a 19 de Junho de 2006 às 11:30
"que jogo perverso que jogaste comigo e me deixou assim.
que jogo perverso fazeres-me sonhar contigo"
Quantas vezes não me deitei a ouvir esta musica e senti o mesmo que o Morcego... Sentia o cheiro dela na minha cama. Também senti raiva tristeza e paixão. Uma mistura tão explosiva que nos deixa irracionais.
parabens Morcego.


Ah... Comenta-me