Segunda-feira, 11 de Setembro de 2006

Os livros da minha vida

Tenho na minha posse vários textos da Xinxa, este foi um dos que mais gostei.

Dedicado a quem sempre, e em algum momento duvidou, da importancia que tem para uma rapariga ler o livro certo, na altura certa.

 

Atafulhei-me de ondas de fantasia n' A Menina do Mar (Sophia de Mello Breyner), aventurei-me com bravura com os Cinco, a ser colega n' O Colégio das Quatro Torres (Enid Blyton, Noddy excluído), começar a perceber com o Principezinho(Saint-Exupéry).  Depois o turbilhão de quem cresce À velocidade de um ribombar de trovão, com os olhos na Bíblia, entre confissoes e domingos de catequese, dei comigo a descobrir que Judas Beijava Maravilhosamente (Maira Papathanassopoulou) e pecou por beijar como uma Besta de Estilo(Pier Paolo Pasolini ). Naquele beijo, legou na humanidade as Mentiras que os Homens Contam (Luis Fernando Verissimo) e num arremesso de sentido de missão, decidiu-se por Vai e Nao Voltes Tao Depressa (Fred Vargas). Fiquei À Espera de Godot (Samuel Beckett), enquanto O Homem dos Lobos e Totem e Tabu (Sigmund Freud) crescia, entre Poemas e Prosas (Konstandinos Kavafis) num eterno Jogo de Espelhos (David Mourão-Ferreira), a descobrir os amores e desamores n' Os Maias (Eça de Queiros), porque certamente, esse, O Livro (Cesário Verde), tem e passa, a Mensagem (Fernando Pessoa) na Arte de Amar (Ovídio) e A Arte de Viver para as Novas Gerações (Raoul Vaneigem) que leram e carregam como heróis Os Lusíadas (Luís de Camões).

OS LIVROS DA MINHA VIDA (Henry Miller) aqui ficam, Até Amanhã, Camaradas (Manuel Tiago), porque continuo Em Busca do Tempo Perdido – Do Lado de Swann (Marcel Proust), aguardando outros tantos...

 

 

antigo poeta jónico, que viveu no século VII, a.C. Arquíloco, escreveu:
«De um Trácio é agora o meu tão belo escudo.
Que havia eu de fazer?
Perdi-o na floresta.
Mas salvei a minha pele, no aceso da luta.
Sei bem onde comprar um escudo novo.»

 PS. Menina Xinxa por favor não me mande textos formatados... ía dando em doida com isto!


Impressão Digital Cereza às 12:04
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
9 comentários:
De paulo a 13 de Setembro de 2006 às 19:26
A importância de ler e escrever bem, está bem explícita xinxa. Venha daí mais ****


De abel a 13 de Setembro de 2006 às 00:00
Ó Marta lá de Alqueidão
Na Serra foi teu nascer
Vai daqui beijo grandão
E flores do meu saber

No silêncio é tua sina
Também aqui és amada
Orei à Graça Divina
Parabéns Marta adorada


De xinxa a 12 de Setembro de 2006 às 16:47
Porque não damos valor ao que temos...?

Numa sociedade que exclui dois terços de sua população do acto de leitura e da escrita, e que impõe o que pensa à outra parte do terço, urge que a questão seja vista por parte de quem pode. E podemos todos.

É um absurdo que neste novo milênio, existam índices de analfabetismo tão elevados.

São por demais, os seres humanos que são impedidos de ler e de escrever.

É conhecido o elevado número de crianças interditas de ter escolarização... e o que fazemos, com o conhecimento disso? Prosseguimos, como se nada se passasse, como se nada fosse e seja connosco??? Inquietante.

Que este blog, proporcione boas leituras.
Visito-o, leio-o, releio-o, emociono-me, vibro, concordo e discordo, rio-me e abespinho-me, mas não me é indeferente, porque o entendo.
Porque moi aprendeu a ler e a escrever.
Que não nos falte.



De lua_de_Avalon a 11 de Setembro de 2006 às 23:49
Todos os livros tem um conteúdo diferente...
Ui são tantos ... tantos...
Aqui vai um dos peimeiros livros que
ofereceram-me tinha eu 10 anitos e ainda tenho,
não sei como, com tantos tanbulhões que ele levou :)
Fernão de Magalhães
Stefan Zweig


De alexandra a 11 de Setembro de 2006 às 23:47
sem dúvida que é bem verdadeiro, o primeiro parágrafo...

quanto ao texto... está muito bonito.*

beijinhos


De Marco Neves a 11 de Setembro de 2006 às 22:18
Adoro quando ela lê para mim... naquele seu ronronar que me atiça o fogo. E quando me toca, nas suas palavras, tanto no quente como no frio. A sua voz é desejo, e as suas palavras...

Eu escrevo-a em cada palavra, em cada linha. Já pintei pele e paredes com o seu nome. Já a li e tantas outras, porque tudo me faz lembrar o seu sorriso.


De Tex a 11 de Setembro de 2006 às 17:37
Ai os livros da minha vida...tantos e tantos...mas estes especialmente:

"L'ecume des jours" de Boris Vian
"What Makes Sammy Run?" de Budd Schulberg
"Um Estranho em Goa" Jose Eduardo Agualusa

Mas o mais belo de todos escrevo-o eu...todos os dias :))


De Isabel a 11 de Setembro de 2006 às 16:28
Aqui ficam os meus
Porque os teus xinxa, serão os meus e os de outros também!


As Flores do Mal
Charles Baudelaire

Peregrinação
Fernão Mendes Pinto

Crime e Castigo
Dostoievski

Os Caminhos da Liberdade
Jean Paul Sartre

A Odisseia
Homero


De dizedor a 11 de Setembro de 2006 às 15:33
é assim 'A Vida Inteira' no trilho d'A Causa das Coisas' (Miguel Esteves Cardoso)


Ah... Comenta-me

av_fever01.gif

.Urbanidades Recentes

. Aberto: Rui Pedro e Anoré...

. FIM

. Porque eu? porque isto? p...

. Mulher

. Hannibal - Rising

. ...

. Voltaste meu amor...

. Falling

. ...

. Uma brincadeira...

. SuGeStÕeS:

. Pedofilia ou Amor

. coragem!

. Feliz Natal

. Ainda Tango...

. Destaque no sapo: poema d...

. Sonho § Realidade

. Do Flyman

. (...)

. Parabens Lua

av_jml12.gif myarms-yourhearse.gif

.Selvas já Visitadas

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

10MM.gif

.Procura no UJ

 

.Posts Favoritos

. Falling

. Destak

. UJ no DN

. Putas, Prostitutas (os) e...

. Casos Reais: Putas, Prost...

. Maria Madalena: Prostitut...

. "Schindler português"?

. Dedicado ao meu Pai!

. Caso de Vida

. Os BrancosNegros ou Negro...