Quarta-feira, 25 de Outubro de 2006

Every woman has an itch

Agora algo totalmente diferente, da AnaMar.

"...He said, "It's been fine so far but after a while I want more than a soft style.
I want some slashes to go with those long eyelashes."
And so the bedroom became the black room but a year later he wanted something more, something I wasn't quite prepared for.

He said, "Every woman has an itch and every nice girl secretly wants to switch."
I like how the skins look on your white hands.
I'd like you to deliver one of my demands."
He said, "Every woman has an itch and every nice girl wants to switch."
He led me in and lit the room with a hundred candles and said "God never gives you more than you can handle."
I sat astride his chest, "It's just a thrill," he said, as he relaxed on the dark, dark bed,
"it's just breath control."

(...)

He whispered "Hold me here" and I did and his head fell back.
He whispered "Press harder" and I did and his eyes rolled back.

"it's just breath control."

 

 

O temporal inundou a noite, como uma violenta fisgada. Apenas os relâmpagos serviam de luz.
Holofotes do pecado.
Em palco os nossos corpos balançavam e choravam entre a navalha e uma pluma negra.

Na cama empoleirados,
encenamos e contracenamos,
declamamos indecências,infâmias...
pelos lábios,
pelas línguas
saliva
sexos...

No meu corpo de pecadora, derramaste a insanidade do teu prazer, alimentando-me de luxúria
de seiva, de mel, e de delinquentes desejos__________________

Os teus olhos meu amor... Ah, os teus olhos nos meus...
Torturavam-me a alma
o coração
os seios,
o ventre
o meu instinto mais primário de fêmea-mulher_______________

Dois corpos famintos,
escandalosos
voluptuosos
aflitos
perdidos
e em êxtase___________________

Incendiamos a cama, rasgamos lençóis, partimos copos, sussurrámos gemidos e gritamos segredos madrugada fora, sem horas para chegar nem partir.

No meu corpo feito de incalculáveis labirintos
perdeste-te
e encontraste-me
fazendo de mim tua prisioneira
viciada...viciada em ti_______________________

AnaMar

 


Impressão Digital Cereza às 11:26
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
23 comentários:
De Majoca a 28 de Outubro de 2006 às 20:36
Ai ai ai....estou farta de reler estas palavrinhase ..pois ...fico muito perturbada:)) jurooooo
bejos por aí


De Selvagem Anónimo a 27 de Outubro de 2006 às 17:19
Poema muito sensual e que exprime lindamente os sentimentos paradoxais que experimentamos em situações como a que se espelha no poema....
Agradável também a música de fundo! !!!!
Parabens Cerezita


De Cereza a 28 de Outubro de 2006 às 03:26
e quem é o selvagem anonimo? :)


De xinxa a 27 de Outubro de 2006 às 14:55
o verdadeiro império dos sentidos


De Cereza a 28 de Outubro de 2006 às 03:27
gosto desse titulo

império dos sentidos...


De Carlos Gomes a 26 de Outubro de 2006 às 21:08
Recoil - Breath Control...Um verdadeiro animal musical que desperta os mais básicos instintos do ser humano...E isso é bom! ;)


De Carlos Gomes a 26 de Outubro de 2006 às 21:07
Recoil - Breath Control...Um verdadeiro animal musical que desperta os mais básicos instintos do ser humano...E isso é bom! ;)


De Cereza a 28 de Outubro de 2006 às 03:27
muito bommmm


De Isabel a 26 de Outubro de 2006 às 14:30
Um dia

Um dia, gastos, voltaremos
A viver livres como os animais
E mesmo tão cansados floriremos
Irmãos vivos do mar e dos pinhais...

Sophia de Mello Breyner


De encantos_e_paixoes a 26 de Outubro de 2006 às 14:51
qualé o livro?


De Isabel a 26 de Outubro de 2006 às 15:26

- Um dia (4/11/96) - Poesia Escolhida

Publicado por "Versos de Segunda".


De flyman a 26 de Outubro de 2006 às 11:54
OPÁ!!!!!! 150 MILI??????!!!!

ATÃO NÃO HÁ FESTA?????????!!!!!!!!!!!!!!!


De lua_de_Avalon a 26 de Outubro de 2006 às 12:15
Festa??? quem falou em festa???
/me espera pelo champanhe :)))


De Cereza a 28 de Outubro de 2006 às 03:28
flyman já não se pode fazer festas aqui lolllllllll

fala-se em contadores e numeros, fica logo tudo histérico!

lolllllllllll


De lua_de_Avalon a 28 de Outubro de 2006 às 10:27
Histérica eu????
GRRRRRRRRRRRRRRR


De cereza a 28 de Outubro de 2006 às 20:15
LUA NÃO ÉS TUUUUUUUUUU!!

GRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR


De encantos_e_paixoes a 25 de Outubro de 2006 às 20:09
Upa upa......Parabéns ke grandes momentos
e os meus olhos, mãos, cabelo, boca e alma são todos sensações;
vertigem, cair, levantar, devagarinho, sem querer, querendo tudo, com muita pressa, com muita fome e sede e calor e prazer''''''sem mácula, marcada, com dor e ânsia e desejo e vontade e amor.

adorei o texto e as imagens.


De Cereza a 28 de Outubro de 2006 às 03:29
linda!!!!!


De Tex a 25 de Outubro de 2006 às 17:28
Quando o desejo se acende, todos os amores são pertença dos sentidos.


De flyman a 25 de Outubro de 2006 às 15:53
Estão as duas de parabéns. Cereza e AnaMar. Som, texto e imagem fantásticos, conjugando-se na perfeição! Vou aplaudir de pé até me doerem as palmas das mãos... e me faltar o ar... lol


Ah... Comenta-me

av_fever01.gif

.Urbanidades Recentes

. Aberto: Rui Pedro e Anoré...

. FIM

. Porque eu? porque isto? p...

. Mulher

. Hannibal - Rising

. ...

. Voltaste meu amor...

. Falling

. ...

. Uma brincadeira...

. SuGeStÕeS:

. Pedofilia ou Amor

. coragem!

. Feliz Natal

. Ainda Tango...

. Destaque no sapo: poema d...

. Sonho § Realidade

. Do Flyman

. (...)

. Parabens Lua

av_jml12.gif myarms-yourhearse.gif

.Selvas já Visitadas

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

10MM.gif

.Procura no UJ

 

.Posts Favoritos

. Falling

. Destak

. UJ no DN

. Putas, Prostitutas (os) e...

. Casos Reais: Putas, Prost...

. Maria Madalena: Prostitut...

. "Schindler português"?

. Dedicado ao meu Pai!

. Caso de Vida

. Os BrancosNegros ou Negro...