Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2005

Dedicado ao meu Pai!

Dia 25 de Dezembro, perto da meia, há 13 anos atras.
O meu pai entrou pelo seu pé no Hospital de Faro.
Sentia falta de ar.
Um médico aproximou-se e perguntou-lhe o que sentia, ofegante explicou.
O médico disse-lhe para esperar, que já voltava.
Instalou-se a revolta e a confusão.
O meu irmão agarrou o médico pelos colarinhos, encostou-o á parede e exigiu que o meu pai fosse atendido de imediato.
Levaram-no lá para dentro. O que se passou depois não sabemos.
Esperamos horas e horas sozinhos na sala de espera.
Não nos passava pela cabeça o que se ía passar a seguir.
Apenas esperavamos ver o meu pai sair pela porta.
Nada.
Não sei quanto tempo depois uma enfermeira entregava o fio de ouro que o meu pai usava à minha mãe.
A minha mãe pressentu algo, mas não disse nada, e continuamos a esperar por ele.
Passado umas horas chamaram-nos. Uma médica disse-nos que ele tinha morrido.
Um ataque cardíaco fulminante.
A minha mãe começou aos gritos e desmaiou.
O meu irmão procurava pelos quartos do hospital ver se o encontrava.
Eu agarrada á minha mãe chorava.

O pilar da familia desapareceu.
A minha mãe nunca mais foi a mesma.
Eu e o meu irmão tentamos tomar o lugar dele, mas nada será como dantes.
Tombou tudo.
E nada parece fazer sentido.
Explica-se assim por frases curtas porque detesto o Natal.</p>

"Meu querido papá,
amar-te-ei o resto da minha vida, e estás sempre comigo.
Quando me sinto triste, falo contigo e peço-te ajuda, porque sei que nunca mais vais abandonar. Não consigo conter as lágrimas quando penso em ti, mesmo depois de tantos anos. Foste o amor da minha vida, a minha força, foste tudo. Trabalhaste uma vida para me dar o que tenho hoje... mas trocaria TUDO neste instante, para te ter de volta.
És eterno, e amo-te tanto, que até doi."




angel.jpg

O ano passado ofereceram-me este poema. Diz tudo o que sinto no Natal, por isso o guardei para hoje prestar uma homenagem ao homem que mais adorei na vida.



Ficou vazio o teu lugar à mesa.
Alguém veio dizer-nos que não regressarias,
que ninguém regressa de tão longe.
E, desde então, as nossas feridas têm a espessura
do teu silêncio, as visitas são desejadas apenas
a outras mesas. Sob a tua cadeira, o tapete
continua engelhado, como à tua ida.
Provavelmente ficará assim para sempre.



No outro Natal, quando a casa se encheu por causa
das crianças e um de nós ocupou a cabeceira,
não cheguei a saber
se era para tornar a festa menos dolorosa,
se para voltar a sentir o quente do teu colo.


Maria do Rosário Pedreira
"A Casa e o Cheiro dos Livros"


angelsilent.jpg



Até segunda



Impressão Digital Cereza às 20:27
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
84 comentários:
De ketlen a 8 de Fevereiro de 2014 às 20:21
Eu me sinto culpada pela morte do meu pai .. Ele morreu faz 7 meses . E fazia quase 1 ano qe n via ele e resebi a noticia de uma hora pra outra e me sinto mto culpada porico ..


De Carlos a 29 de Março de 2013 às 12:48
Hoje páscoa,2013meu pai se foi no dia 3 março.sou filho unico,não tenho muitas amizades,tenho minha grande mãe,que tambem esta sofrendo muito,tenho que segurar as lágrimas,choro sozinho em casa,não tenho muitos amigos,e poucos não me ajudam muito,esse será o 1º pascoa sem meu PAI.estou sem rumo,sai do meu emprego,sei que a vida continua mas esta muito dificil sem meu heroi meu mestre meu guia,não sou muito de pedir a deus,acho que estou muito revoltado,e so um desabafo como muitos no blog. TANTA GENTE RUIM PARA MORRER JUSTAMENTE NOSSOS PAIS E QUE VAI.


De marilene almeida a 30 de Março de 2013 às 00:03
Ola, amigo da dor, sei muito o que estas sentindo, pois sou filha unica tb, e meu pai era o pai heroi, o melhor amigo, omelhor em tudo, essa tb e minha primeira pascoa sem ele, hoje esta fazendo 9 meses de dor com a falta dele......amigo da dor , lhe digo nao e facil....tempo encontrar respostas tb para tudo e nao encontro, sempre venho nesta pagina para escrever...nem sei se alguem le meus depoimentos...mas me faz bem escrever..................espero que encontre o caminho para se sentir melhor.....


De marilene almeida a 23 de Fevereiro de 2013 às 11:25
Dia 29 de fevereiro 2013 fara 8 meses que meu pai se foi, quando tinha 10 dias encontrei esta pagina e desabafei.....hoje volto nesta mesma pagina para dizer que continuo desesperada com a falta de meu pai querido, com o sentimento de culpa de ter brigado varias vezes para ele comer, sei que nao eram brigas ruins, sei que era pq no fundo algo me dizia que ele tava indo e eu nao aceitava, como continuo sem aceitar, a dor que ainda sinto e a mesma de 8 meses atras, a pergunta que me faço e a mesma tb... como amenizar esta dor....Deus, pai todo poderoso, criador do ceu e da terra, por favor me ajude.......fazem 8 meses que nao tenho vontade de fazer nada....me ajuda senhor....me ajuda....preciso ajudar minha mae.....


De elane a 15 de Janeiro de 2013 às 20:40
Amanha 16/01/2013 faz 6 meses que perdi o meu pai, não consigo entender muito bem essa historia de que era a "hora dele" estava tudo bem , apesar de meu pai estar decepcionado com a minha situação amorosa, não ouvi seus conselhos e ele sofria comigo., um dia antes da sua partida passei o dia na casa dele e na hora de ir embora deu vontade de lhe dar um abraço, mas não dei...no dia da sua partida cheguei na porta da casa dele com meu filho e fui assaltada e lhe pedi socorro que prontamente veio me socorrer e corremos atrás do ladrão, mas na volta ele sentiu uma forte dor e caiu ali na rua com um infarto fulminante, levei-o para o hospital, mas a pior noticia da minha vida veio e senti um grande remosso aliado a culpa e o arrependimento do abraço que não dei ...emboraa as intrigas em nada diminuiiu o amor e a gratidão que sentia por ele e sinto até hoje!!muita falta e muita dor!!!


De a 6 de Setembro de 2012 às 05:58
Eh um desabafo.... Perdi meu pai há 16 anos atrás e nunca vou esquece-lo, agradeço por tudo que ele fez por nossa família! Até hj choro a morte dele, é difícil de aceitar e compreender. Lembro dele qndo passei no vestibular, no dia que me formei, qndo viajei para o exterior, nas datas comemorativas e importantes... Queria tanto que ele estivesse presente e participado destes momentos! Obrigada papa por tudo, te amo demais , peço perdão se algum dia te magoei. Um dia nos encontraremos novamente.


De ELOISA SILVA a 2 de Junho de 2013 às 01:01
A dor da perda , é muito triste!
Eu vivenciei a morte do meu pai no dia 25 de
dezembro de 2006, não sei como conseguir
agilizar sozinha todo translado para o funeral.
Até hoje não me conformo, a dor fica estacio
nada ,porem ela volta sem dó ou piedade.
Ele era tudo na minha vida, sou filha única
ele era meu porto seguro em todas as horas e
momentos. O Natal para mim não tem sentido
algum. Meu Pai amado te amo até a eternidade.
Um dia estaremos juntos!!!


De marilene almeida a 9 de Julho de 2012 às 22:36
ola...perdi meu pai, meu alicerce a 10 dias, esta sendo muito dificil para mim ate mesmo escrever sobre, pois tento todo o tempo nao chorar perto de minha mae, so quando vou para o quarto ou na hora do banho, pois estou sozinha e me ponho a chorar, tenho 46 anos e fazem 2 anos que enfartei e coloquei 3 stent, na verdade preciso nao me sentir triste assim, mas Deus como......meu pai começou com uma hemorroida cronica no carnaval, depois disse que melhorou, ficou com uma dor no cocix, mas disse tb que nao era desesperadora, eu e minha mae brigavamos muito com ele, pois ele vivia deitado, desanimado, e meu pai sempre foi ativo e muito ativo, ele estava com 70 anos, edstava muito magrinho e eu dava alimentos a cada 3 horas para ele pois ele nao queria comer, foi ao medico 2 vezes e os mesmos diziam que ele estava bem, pensei que fosse por ele ser molenga para gripes, entao eu e minha mae brigavamos, ate no dia que ele acordou com dor na barriga e vomitando eu pedi meu marido para leva-lo numa emergencia, foi a 10 dias, ele foi dia 29 mais ou menos as 2 da tarde e as 8ç40 foi veio a falecer...sentimentos de culpa por ter brigado tanto para ele levantar da cama me consome, e antes dele sair para o hospital ele sentado no sofa e eu na mesa falei para ele me olhar, e ele me olhou e baixou imediatamente a cabeça. parecia adivinhar que seria a ultima vez que ele me olharia..........meu Deus que dor....que dor....que dor.....o que faço senhor para amenizar esta dor.....................


De Pamela Pereira Aguilar a 29 de Maio de 2012 às 17:07
Perdi meu pai faz 18 dias e tudo que você escreveu diz muito o que eu tô sentindo, não tem nada que possa nos confortar o jeito é se apegar em Deus. E colocar na cabeça que ele tá melhor que a gente. Mas o que me dói é que eu fui uma péssima filha pra ele, e não sei se ele me perdoo, meus pais eram separados, e ele sofria em outra cidade, ele tava com depressão porque tava longe dos grandes amores dele, que era as filhas e a minha mãe que ele ainda amava muito, e eu ainda fui lá vê ele no hospital 2 ou 3 semanas antes e pra mim ele já tava muito mal, mas não aquilo era o começo de um grande sofrimento. Mas um dia eu supero, mas meu desejo é estar com ele. :c


De Victor a 15 de Dezembro de 2011 às 18:09
Perdi meu pai quando tinha 11 anos... Lembro-me a última vez que falei com ele, foi por telefone.. Ele me disse que estava bem, estava tudo bem... Ele tinha um tumor no cérebro, e ficou 1 mês no hospital. E por ironia do destino, ele faleceu logo no dia dos pais... Já se fazem 7 anos que ele se foi e em todos os anos após a sua morte eu choro...


De crlbf a 11 de Dezembro de 2011 às 23:35
Meu pai também deu entrada no hospital com Pneumonia (07/12/2009). Neste dia,numa segunda,fiquei com ele de noite no hospital ele me aparentava estar bem, rimos e brincamos. Conversamos sobre o que iriamos fazer em 2010 (próximo ano). Na saída do quarto dele eu dei um beijo na testa dele ... ele fechou os olhos e me lançou um olhar que nunca havia visto ... Eu nunca vi aquele olhar dele... Me passou calma, tranquilidade e distancia.. . Antes de ir indaguei em tom de brincadeiro o fato do oxigenio estar longe do leito. Disse: - Nossa o oxigenio está do outro lado do quarto... se faltar ar para o doente o doente morre... Nunca imaginei que na madrugada do dia 07para o dia 08 o meu pai sofreria uma parada respiratória... Ele tinha 47 anos. Tinha boa saúde nunca axei que a pneumonia matava alguem que sempre me passou tanta força fisica e espiritual... Ele entrou em coma. Nesse momento a médica me disse que ele logo entraria em óbito, pois a infecção estava se generalizando pelo corpo... Quando a infecção atingiu os rins ele teve uma parada cardiaca ... naquele instante, eu estava esperando no corredor e escutei um tumulto lá de dentro da cti ... senti um frio na minha canela esquerda.. pressenti algo...que era meu pai que estava se indo... SEmpre amei meu pai .... ele quem me cuidava qdo eu era criança enquanto minha mãe ia trabalhar ... me lembro das tarde em que iamos a pscina e depois na locadora ...me levava e me buscava no colégio até meus 13 anos.. depois que ele abriu o escritório sempre ia trabalhar com ele ...passei mais tempo com ele do que com minha mãe... ele foi e´é muito especial para mim... Meu Deus pq ele tinha que falecer tão novo...Ele sofreu muito nos últimos momentos do final da vida... Depois ...os vermes que vivem nesse mundo humano corroeram todo o trabalho dele em vida... o que não é de todo estranho... Se não bastasse ... tentam propalar mentiras e tirar a vida que vivi com meu pai..... Em razão do que ?????? de DINHEIRO!!!!!!
Não bastasse o fato de eu ter perdido meu pai...
O estelionato é tanto que nem novela nunca teve uma mente tão mirabolante ....
Depois que ele faleceu eu tive 2 acidentes de carros na estrada. No útlimo eu e meu bebe ficamos presos entre duas carretas que nos jogaram de um penhasco de + 4 metros de altura... Graças a Deus ficamos ilesos. Queria te contar tanta coisa meu pai... queria teu ombro amigo... queria que meu super papai estivesse aki para me proteger ...já que para mim vc sempre foi e é invencível e eterno.... Pai vc reside no meu coração e sempre será meu super pai e meu super amigo. Te amo pai.


De janaina do nascimento a 11 de Dezembro de 2011 às 18:40
eu tb perdi meu pai no dia 14 de julho de 2011.foi o dia mas triste da minha vida meu pai era diabete e tinha 57 anos apos perde seus 2 rins e ficar 2 meses no cti ele veio pra casa.mas 2 meses depois teve um avc e morreu sofro ate hj e choro todos os dias e sei que vai ser assim pra sempre sem meu pai eu amava tanto ele


Ah... Comenta-me

av_fever01.gif

.Urbanidades Recentes

. Aberto: Rui Pedro e Anoré...

. FIM

. Porque eu? porque isto? p...

. Mulher

. Hannibal - Rising

. ...

. Voltaste meu amor...

. Falling

. ...

. Uma brincadeira...

. SuGeStÕeS:

. Pedofilia ou Amor

. coragem!

. Feliz Natal

. Ainda Tango...

. Destaque no sapo: poema d...

. Sonho § Realidade

. Do Flyman

. (...)

. Parabens Lua

av_jml12.gif myarms-yourhearse.gif

.Selvas já Visitadas

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

10MM.gif

.Procura no UJ

 

.Posts Favoritos

. Falling

. Destak

. UJ no DN

. Putas, Prostitutas (os) e...

. Casos Reais: Putas, Prost...

. Maria Madalena: Prostitut...

. "Schindler português"?

. Dedicado ao meu Pai!

. Caso de Vida

. Os BrancosNegros ou Negro...