Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2005

Dedicado ao meu Pai!

Dia 25 de Dezembro, perto da meia, há 13 anos atras.
O meu pai entrou pelo seu pé no Hospital de Faro.
Sentia falta de ar.
Um médico aproximou-se e perguntou-lhe o que sentia, ofegante explicou.
O médico disse-lhe para esperar, que já voltava.
Instalou-se a revolta e a confusão.
O meu irmão agarrou o médico pelos colarinhos, encostou-o á parede e exigiu que o meu pai fosse atendido de imediato.
Levaram-no lá para dentro. O que se passou depois não sabemos.
Esperamos horas e horas sozinhos na sala de espera.
Não nos passava pela cabeça o que se ía passar a seguir.
Apenas esperavamos ver o meu pai sair pela porta.
Nada.
Não sei quanto tempo depois uma enfermeira entregava o fio de ouro que o meu pai usava à minha mãe.
A minha mãe pressentu algo, mas não disse nada, e continuamos a esperar por ele.
Passado umas horas chamaram-nos. Uma médica disse-nos que ele tinha morrido.
Um ataque cardíaco fulminante.
A minha mãe começou aos gritos e desmaiou.
O meu irmão procurava pelos quartos do hospital ver se o encontrava.
Eu agarrada á minha mãe chorava.

O pilar da familia desapareceu.
A minha mãe nunca mais foi a mesma.
Eu e o meu irmão tentamos tomar o lugar dele, mas nada será como dantes.
Tombou tudo.
E nada parece fazer sentido.
Explica-se assim por frases curtas porque detesto o Natal.</p>

"Meu querido papá,
amar-te-ei o resto da minha vida, e estás sempre comigo.
Quando me sinto triste, falo contigo e peço-te ajuda, porque sei que nunca mais vais abandonar. Não consigo conter as lágrimas quando penso em ti, mesmo depois de tantos anos. Foste o amor da minha vida, a minha força, foste tudo. Trabalhaste uma vida para me dar o que tenho hoje... mas trocaria TUDO neste instante, para te ter de volta.
És eterno, e amo-te tanto, que até doi."




angel.jpg

O ano passado ofereceram-me este poema. Diz tudo o que sinto no Natal, por isso o guardei para hoje prestar uma homenagem ao homem que mais adorei na vida.



Ficou vazio o teu lugar à mesa.
Alguém veio dizer-nos que não regressarias,
que ninguém regressa de tão longe.
E, desde então, as nossas feridas têm a espessura
do teu silêncio, as visitas são desejadas apenas
a outras mesas. Sob a tua cadeira, o tapete
continua engelhado, como à tua ida.
Provavelmente ficará assim para sempre.



No outro Natal, quando a casa se encheu por causa
das crianças e um de nós ocupou a cabeceira,
não cheguei a saber
se era para tornar a festa menos dolorosa,
se para voltar a sentir o quente do teu colo.


Maria do Rosário Pedreira
"A Casa e o Cheiro dos Livros"


angelsilent.jpg



Até segunda



Impressão Digital Cereza às 20:27
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
84 comentários:
De Rafaela a 2 de Dezembro de 2011 às 05:13
OI, eu tbm perdi meu Pai, ele teve varios problemas, teve hepatite, shistossoma, choque ipovolemico, ...
Foi a pior noticia para mim, ele faleceu nu dia 14 de Outubro, e iria completar ano no dia 31,
eu tinha acabado de chegar de viagem qndo soube que ele estava no hospital doente, meus pais eram separados ia fazer 1 ano, ja era muito dificil para mim,
maais qndo xeguei de viagem fui direto visitar ele, la eu o vi, abracei eu vi ele ele nnao tava tao mal nao,
isso foi a tarde, quando foi por volta de uma 1 hr da madrugada meu avó me acorda e diz q meu pai morreu,.
Eu na acreditei, peguei o telefone liguei para o meu tio que estava com ele no hospital e perguntei , pedi para ele passar para o meu pai, e ele disse Ele MORREU e desligou o cel.
meu mundo acabou ali, tentava nao acreditar, chorei muuito, minha mae chorava , meus irmaos um de 5 anos e minha irma de 10 dormia sem saber d nada, como eu sou a mais velha de 16 anos eu que tive q ir com ele la na csa onde ele morava , la eu nao aguentei chorei muito, tudo faz lembrar ele, eh muito dificil aceitar, msmo que todos der palavra de conforto, A dor nao diminui , ele se foi e eu nunca NUNCA verei ele novament, tanto qe ele dizia para mim que so morreria com 100 anos eu ria muito com meu pai, ele comia as comidas que eu fazia mesmo salgada kk
Eu sei que ele errou mmuiito mais eu tbm errei Se eu pudesse voltar ao temppo, e mudar eu faria de tudo para ter ele de volta..
Espero que Um dia eu possa encontrar com ele, e Poder dizer novamente que o AMO !


De Rafaela a 2 de Dezembro de 2011 às 05:09
OI, eu também perdi meu Pai, ele teve varios problemas, teve hepatite, shistossoma, ...
Foi a pior noticia para mim, ele faleceu nu dia 14 de Outubro, e iria completar ano no dia 31,
eu tinha acabado de chegar de viagem qndo soube que ele estava no hospital doente, meus pais eram separados ia fazer 1 ano, ja era muito dificil para mim,
mais quando xeguei de viagem fui direto visitar ele, la eu o vi, abracei eu vi ele ele nnao tava tao mal nao,
isso foi a tarde, quando foi por volta de uma 1 hr da madrugada meu avó me acorda e diz q meu pai morreu,.
Eu na acreditei, peguei o telefone liguei para o meu tio que estava com ele no hospital e perguntei , pedi para ele passar para o meu pai, e ele disse Ele MORREU e desligou o cel.
meu mundo acabou ali, tentava nao acreditar, chorei muuito, minha mae chorava , meus irmaos um de 5 anos e minha irma de 10 dormia sem saber d nada, como eu sou a mais velha de 16 anos eu que tive q ir com ele la na csa onde ele morava , la eu nao aguentei chorei muito, tudo faz lembrar ele, eh muito dificil aceitar, msmo que todos der palavra de conforto, A dor nao diminui , ele se foi e eu nunca NUNCA verei ele novament, tanto qe ele dizia para mim que so morreria com 100 anos eu ria muito com meu pai, ele comia as comidas que eu fazia mesmo salgada kk
Eu sei que ele errou mmuiito mais eu tbm errei Se eu pudesse voltar ao temppo, e mudar eu faria de tudo para ter ele de volta..
Espero que Um dia eu possa encontrar com ele, e Poder dizer novamente que o AMO !

Obrigada )


De juliana a 26 de Outubro de 2011 às 14:44
oi, me chamo Juliana, e tambem perdi meu pai, fazem 2 meses, tudo para mim acaboui... almoçava com ele todos os dias na sua casa...nao aceito sua morte... fazia um tratamento para fibrose, e questao de 40 dias de tratamento..internamos ele no dia dos pais, e questao de 48hs ele foi pro CTI e veio a noticia da sua morte..meu mundo acabou..nao consigo aceitar... ele tambem tinha falta de ar em funçao da sua doença.. mas algo me diz que algo aconteceu naquela CTI, primeiro teve uma parada respiratoria e de pois para cardiorespiratoria...e simplesmente esse mundo sombrio apoderou-se de mim, estou com depressao,
mau pai era meu companheiro, confidente, amigo para todas as horas...sinto sua falta...e nao sei mais como seguir, meus sonhos com ele sao sempre que tento salva-lo e isso me atormenta muito, acompanhei ele ate a entrada do CTI, vi ele entrar com vida, sua respiração estava em 100% e nao entendo o que aconteceu.......


De valmir a 28 de Agosto de 2011 às 04:33
perdi meu pai hj ,estou em busca de consolo,ele tbm entrou no hospital com falta de ar ,e faleceu de infarto,sinto muita saudade dele,do cheiro dele da voz dele da risada dele,das brincadeiras,pai pra sempre vou te amar do teu filho valmir!!!


De Elizabete Furtado Antunes a 8 de Junho de 2011 às 07:11
De Elizabete em 07 de junho de 2011.
Saudade do meu pai, Dejair.
Há apenas 7 dias perdí o meu pai, de infarto do miocárdio, foi horrível. Acordei às 02:30 com o telefone, era minha mãe pedindo ajuda,contra a vontade dele,pois não queria que ela me acordasse, eu estava muito cansada porque passei por uma semana muito dificíl com meu filho doente (dengue), trabalhando muito, chegando sempre tarde e ele sempre preocupado comigo. Prontamente eu o socorrí, levei 10 minutos até o hospital, tentei acalmá-lo dizendo que tudo ia ficar bem,ele tomou uma injeção de morfina, deu graças a Deus pelo alívio da dor, eu fiz carinho no peito dele e segurava a sua mão, disse:" então pai,tudo vai ficar bem". E ele morreu!!! Estou desesperada porque nada ficou bem. Sofro muito, meu peito parece que vai explodir, minha filhinha de apenas 4 anos que passava o dia com ele, o tempo todo juntos,ela dizia que era a Bela e ele a Fera,sendo tão mimada por ele, tinham até esconderijo no quintal,um avô maravilhoso,que sonhou muito com essa netinha que agora está sofrendo demais. A cada barulho no portão vai ver se é o vô.
Tenho buscado na palavra de DEUS forças para superar essa tragédia em minha vida e ajudar minha mãe casada há 52 anos com ele. Ele tinha 79,mas uma alma jovem, muita disposição, trabalhador,sempre inventando coisas para fazer.
Penso nele o tempo todo!Eu tive o prazer de ser um sonho realizado na vida dele,pois ele sonhava em ter uma filha e eu nascí depois de 4 filhos homens, o meu nome foi ele que escolheu e me protegeu a vida inteira. Agora só sinto dor,saudade, tristeza, e arrependimento de tudo que não deu tempo de fazer.
A última vez que falei eu te amo pai, foi por telefone, quando ligou lá de Macaé para saber se o Pedrinho estava melhor.Isso foi no sabado, na segunda ele voltou para casa e na quarta de madrugada morreu. O último beijo foi na terça pela manhã quando abriu o portão da garagem para eu sair. Eu queria tanto ficar mais tempo, ter abraçado mais apertado, ficar mais tempo do lado dele, pedir pra nunca ir embora!!
Ele morreu e foi enterredo na véspera do meu aniversário, dia que passariamos juntos em casa.Ele não queria ir, tenho certeza. Nós iamos comemorar com churrasco,como de costume. Foi o pior aniversário da minha vida!!!
Não sei como prosseguir sem ele, meu amigo, meu amor, minha força, meu querido, meu velho,meu amigo,meu pai. Só sinto vontade de chorar!! Nada mais faz sentindo agora. Eu sei que a certeza da vida é a morte, mas nunca estamos preparados, sempre pensamos que podiamos evitar de alguma forma. Acho que naquele momento gostaria de ser Deus e poder decidir! Olho todas as fotos, sinto como se ele fosse entrar a qualquer momento,devagarzinho como de costume.
Deus!!!! Preciso do Seu consolo!!! Vou tentar fazer o melhor que puder sempre, ser boa o suficiente para merecer encontrar com você pai na eternidade.
"É tão dificil olhar o mundo e ver o que ainda existe/pois sem você meu mundo é diferente/minha alegria é triste"
Descanse em paz pai, porque aqui você foi maravilhoso, sempre honrrou seus compromissos.Obrigado por tudo!!
Te amo eternamente!!! Saudade!!


De Eliane a 7 de Abril de 2011 às 23:43
Olá eu também perdi meu pai e pareçe que o seu caso é pareçido com o meu meu pai também entrou no hospital com falta de ar nem sabiamos porque só sei que ele estava com catapora e por causa de uma porcaria de catapora ele acabou falecendo foi horrivel como ele sofreu sem ar como ele ja era de idade tinha 86 anos é complicado nessa idade mais não entendi nada no dia 21/12/2008 foi diagnosticado que ele estava com pneomonia e por isso a falta de ar mais o médico deu alta pra ele então pensei que ele ia melhorar mas no fundo eu sentia que não ele tava muito mal a dor no peito não passava dai chegamos em casa tinha acabado de sai do hospital ele foi deitar nesse dia só tava eu e minha mae meu irmão foi trabalhar eu ainda fiquei ainda com ele um poko ele nao falava nada só disse que tava com dor no peito achei estranho não sei o que eu falava como o medico vai dar alta se o paciente ainda ta ruim eu ainda falei pra enfermeira que ele nao tava bem ela disse que eu tava agorando ele e pensava negativo dai ta bom tentei pensar positivo e disse que ia melhorar o médico tinha dado alta pra ele isso me aliviou dai cheguei com ele do hospital ele foi se deitar e eu também deixei ele sozinho no quarto da frente porq corria mais ar e fiquei nos fundos fiz minha parte nao podia fazer mais nada tava meio cansada fui deitar tava preocupada só pensava tadinho do meu pai de repente ele começa a chamar a mimja mae eu fui ver ele disse que ja tava chmando faz tempoo eu nao escutava e me xingou até eu falei q nao tinha escutado e pedi desculpa pai por favor ele me xingou de novo rs até ai tudo bem foi culpa minha mais a verdade não deu masi tempo de nada minha mae socorreu ele ele ficou num estado de dar dó não sei o qeu houve pareçe qeu teve um ataque cardiaco perdeu a respiração a lingua saiu pra fora eu fiquei desesperada não sabia o que fazer só chorava entrei em desespero sabia que ia perde meu pai naquele momento mais ele ainda respirava mas ja tava quase morto chamei um vizinho pra leva no hospital de novo não tinha quase ninguém pra me ajudar mais eu ainda consegue um carro pra poder socorre fazer alguma coisa ele foi no meu colo não sabia o que pensar mais eu acho que demorei quando chegamos la o medico levaram ele pra dentro e nao deixou mais a gente entrar e demorou 1 hora ai quando veio a notiçia que ele tinha morrido eu nem acreditei não conseguia chorar nem nada pareçe que era um sonho sabe quando eu vi ele deitado todo parado eu só disse não acredito paii porque?? ah nãoooooooooo não era pra ser agoraaaaaaa a enfermeira disse porque vc só tinha ele??? eu disse só ela disse que ele já tava doente e a gente nunca estamos só Deus esta sempre com a gente a hora dele chegou e dai ??? mais eu so tinha ele agora o q eu vou fazer da minha vida então significa que eu perdi tempo não cuidei como deveria sei la essa cena não sai mais da minah mente nunca... e eu choro quase todos os dias até hoje não consigo conter as lagrimas eu sei que nada é para sempre e até ja tinah sido avisada que iria ficarsem ele mas nao queria enchergar nunca esperamos a morte e sempre a vida e ainda mais ele uma pessoa religiosa meu pai foi uma pessoa muito boa de bom coração mais que sofreu muito na vida pra nos criar sempre preocupado com a familia e tudo mais eu reconheço.... as pessoas fala qeu é o caminho de todos nos tenho 2 amigas que me deram forças isso que me deu forças pra continuar mais mesmo assim eu fico triste ele não mereçia ter partido dessa maneira com tanto sofrimento e isso que mais me dói não choro porque ele morreu mais porque ele mereçia ser mais feliz não entendo porque Deus permitiu essa tragédia mais tenho que acreditar que o mesmo sabe o que faz um dia vou entender.. tentei ser forte mais as lágrimas ainda teiman em rolar todos os dias mais eu não tenho mais sentido pra viver estou procurando um motivo minha mae revoltada fala que ele não morreu e que foi embora ficou mais maluca do que ja era eu procuro acreditarq não mesmo deixa ela pensar assim ah tadinho do meu pai só espero que ele esteja em um bom lugar na eterna paz de Deus


De Beatriz a 22 de Fevereiro de 2011 às 16:58
Sei exatamente o que todos estão sentindo, pois eu perdi meu pai nesse último natal, (25/12/2010).
Hoje é dia 22/02/2011, daqui a pouco já fazem 2 meses e para mim ainda parece que foi ontem. Tenho apenas 15 anos, e só de pensar que todos os sonhos planejados, viagens, momentos acabaram, dói muito. Meu pai não vai me ver se formar na escola, faculdade, não vai me ver trabalhar, casar.

Ás vezes nao entendo pq isso aconteceu, sinto muito a falta dele. Pai tambem e sinonimo de protecao , seguranca ! Entao esta sendo muito diicil pra mim, nao consigo me imaginar minha vida sem ele.. Tenho uma irmanzinha pequena que nem vai saber direito o que e ter um pai, isso e o que mais me machuca.

Minha vida nunca mais vai ser a mesma, as pessoas falam que o tempo ajuda, ameniza, mas essa nao e a realidade. O tempo so aumenta a dor e a saudade, pois e quando a ficha vai caindo!

Como disse o Ricardo: " nunca mais me senti completo ou totalmente feliz. parece q falta algo, mas é algo que nunca mais vou ter de volta..."
Concordo com ele, e a mais pura verdade..

Quando vejo pais e filhos pelas ruas, so lembro dos momentos que tambem tive e que nunca mais vou ter de volta. Quando vejo filmes com pais, ate mesmo de chamar alguem de pai eu sinto saudades, sinto saudades das brigas, piadas que nem eram engracadas que ele fazia..

Agradeco a Deus por ter tido a chance de saber como e ter um pai, algo que nem todos podem ter...
Mas queria mais, muito mais..

Pra mim mais nada faz sentido, e sinto muito por todos que estao passando o mesmo que eu.

Abracos!! Muita forca e muita luz!


De marcio fabio a 29 de Janeiro de 2012 às 23:08
A todos que postaram mensagens falando de seus queridos pais que se foram, um abraço. A minha historia não é diferente, meu pai sofria de efisema pulmonar po causa do cigarro e entrou no hospital andando e falando e uma semana depois morreu. claro que fiquei assustado e triste e até hoje sinto muito a sua falta, já que vivemos hoje em um mundo de egoismo de individualidade e de falta de amor de compromentimento dos entes das familias. não sei se isso acontece ou aconteceu com alguns de voces, ou, seja ser desprezado por uma irma que ao chegar ao poder esqueceu de seus irmãos e começou a tratar a própria mãe como empregada, parece historia de novela, mais é infelismente a pura verdade, por isso peço a voçes que valorizem seus pais e seus irmãos, façam a sua parte independente dos outros. o maior prazer e o mais verdadeiro e duradouro não é a conquista de um bem material,mais sim o amor nos olhos dos seus pais para com voçe e os irmãos para com eles mesmos, e quando sentimos isso, equiparamo-nos a Deus ,já que a senssação de prazer que deus tinha em relação a seu filho Jesus, nos também temos com nossos familiares.grato


De Fernando Henrique da Silva Gaspar a 31 de Janeiro de 2011 às 21:51
30/01/2011 Domingo é o inicio dos dias mais tristes e dolorosos da minha vida, pois meu PAI - "José Roberto Gaspar" ou (Zé Roberto,Beto,Bebeto,"Gaspar"-acho que era o que o meu pai mais gostava bigode,português,cheira cola,são paulino...) mas para mim o nome dele é PAI.
Meu pai se foi, é uma dor enorme, uma saudade imensa a cada instante as lágrimas ardem nos meus olhos, não sei se vou ter força para superar essa perda, não sei o que pensar, não sei o que fazer, não sei se vou saber viver sem o meu pai.
Lembro que na noite que meu pai faleceu e deixou sozinho, eu acordei 3 vezes durante a noite chorando,ofegante e suando mas não lembro o que eu estava sonhando, essa noite era a última fora de casa porque ás 09:30 eu estava saindo do Rio para Santos voltando para casa depois de uma semana de curso, mas durante a viajem de volta com ótimas noticias para dar à familia, ainda dentro do ônibus tive a pior noticia da minha vida, fiquei sem chão, sem ar, me acabei em lágrimas não acreditava de jeito nenhume queria chegar o mais rápido possível em casa e falar com meu pai, mas cheguei tarde demais meu pai faleceu no seu cantinho na mesma posição que ele sempre dormia eu abraçava, chamava ele, pedia para ele levantar, queria abrir os olhos dele, para mim ele estava dormindo, mas não estava aquele enorme coração parou e levou ele de mim.
Saudades! Fico lembrando de todos os momentos que tive ao lado do meu pai, os finais de semana na praia lá no Ilha Porchat e eu ficava olhando ele pegando jacaré na onda, andando em cima do tanque daquela cg 125 azul, dos dias que eu acordava e ele estava se arrumando para ir trabalhar eu chorava para ir com ele, então ele me arrumava molhava as mão e passava no meu cabelo e me levava com ele, ficava ao lado dele ônibus abrindo e fechando a porta do ônibus de vez em quando eu fechava antes da hora e prendia as pessoas na porta e ele brigava comigo...RSRSRS que saudade de ser criança ao lado do meu pai, que saudade de quando moravá-mos em apartamento e ele subia as escadas comigo nas costas, que saudade daquele ovo meio cozido com azeite e sal, que saudade de quando ele me levava para cortar o cabelo no seu Domingos lá na praia, que saudade de ficar ao lado dele quando ele estava no bar tomando umazinha que era dezenas, que saudade de ver ele chegando cheio de envelopes de figurinhas para mim, que saudade de quando ele pedia para coçar as costas dele para ele dormir, que saudade de quando ele deixava eu segura o volante do carro, saudade de quando começou a me ensinar a andar de carro e moto com 12 anos e com 14 anos eu enfiei o carro do meu pai no poste e ele estava virando a esquina e me viu chorando eu imaginei que ia levar uma surra dele, que nada pai de verdade não bate e nem briga ele só queria saber se eu estava bem me chamou para dentro de casa e disse que depois ele mandava arrumar ocorreu outro acidente mas não foi culpa minha e ele também não brigou só perguntou onde o carro tinha ficado e voltou a dormir, que saudade daquela limonada gelada e azedinha que meu pai fazia, que saudade do cheiro do perfume que ele não trocava de jeito nenhum Sr°N da Boticário, que saudede de ver ele desesperado assitindo o São Paulo jogar, que saudade de ver ele discutindo sobre futebol aqui na frente de casa ás vezes eu saia pensando que ele estava brigando, que saudade de ouvir ele me chamando para reprogramar os canais da tv que ele desprogramou, que saudade de quando ele estava um pouco doente e eu toda hora ia ver se ele queria alguma coisa, saudade de ouvir a moto e saber que ele estava chegando em casa, que saudade de ver ele cuidando dos passarinhos, que saudade de ver ele lavando a sua moto nos finais de semana, que saudade de ver ele assistindo o programa do Ronnie Von na gazeta e cantando musicas antigas é meu pai cantava do jeito dele mas cantava, que saudade de ver ele fazendo as coisas erradas e brigando com ele para não fazer coisas erradas é depois de uma certa idade deixamos de ser apenas filho e nos tornamos também pai dos nossos pais, tenho muitas saudade de todos os momentos que tive ao lado do meu pai, que saudade da sua voz, do seu olhar, de tudo.
Pai! Tô tentando, vivendo e pedindo, com loucura prá você renascer...Pai o senhor sempre será o meu maior tesouro. TE AMO ETERNAMENTE.


De thiago a 12 de Janeiro de 2011 às 06:15
Que saudades do meu papai, fazia uma semana que não via ele, ele morava em outra cidade pois trabalhava lá. era ultimo dia de aula, e eu esperava meu pai chegar de viagem apra dar aquele grande abraço nele, mais a Diretora me chama, chego lá era minha mãe Thiago preciso lhe falar uma coisa, sim mãe diga. Seu pai sofreu um acidente e não resistiu, Meu Mundo desabou. Eu Não me controlava. Por que logo a pessoa que mais amava na vida?
Meu paizinho vinha me ver e ao desmaia no volante bateu de frente em uma carreta. dia 18*11*2005 pior dia da minha vida. escrevi esse comentário chorando. E pensando em minha irma que só tinha 3 anos acho que nem lembra mais dele. Eu te Amo Pai, sei que sempre estará comigo, dentro do meu coração. É só eu crêr. nunca te esqueçerei pai.


De jucicleide a 22 de Janeiro de 2011 às 23:16
tambem perdi meu querido pai,dia 18 de janeiro fez dois meses,acredito que não conseguirei suportar essa dor enorme e essa falta que ele me faz.tenho remorço pois um dia antes de ele sofrer um ataque fuminante,tive a chance de conversar com ele ,e não quis mexer com ele pois ele estava descansando,ja que havia sofrido um avc.mas eu não me conformo pois ele estava se recuperando e prestes a voltar a andar.não tem um dia que não pensse nele.minha vida perdeu o sentido,apesar de ser casada e ter um linda filha tenho comigo a sensação que nada mais faz sentido em minha vida.


De Ricardo a 26 de Novembro de 2010 às 07:45
meu pai morreu, faz um ano e 2 meses, e desde então nunca mais fui o mesmo. me emocionei lendo os comentários, pois sei exatamente o que eles estão sentindo. desde que meu pai morreu, nunca mais fui o mesmo, e sei que nunca vou ser. me sinto culpado, pois no dia que ele morreu, era pra mim estar com ele. talvez se eu estivesse junto, ele estaria aqui. não sei se é luto ou tristeza, só sei que nunca mais tive um sorriso sincero. nunca mais me senti completo ou totalmente feliz. parece q falta algo, mas é algo que nunca mais vou ter de volta...


Ah... Comenta-me

av_fever01.gif

.Urbanidades Recentes

. Aberto: Rui Pedro e Anoré...

. FIM

. Porque eu? porque isto? p...

. Mulher

. Hannibal - Rising

. ...

. Voltaste meu amor...

. Falling

. ...

. Uma brincadeira...

. SuGeStÕeS:

. Pedofilia ou Amor

. coragem!

. Feliz Natal

. Ainda Tango...

. Destaque no sapo: poema d...

. Sonho § Realidade

. Do Flyman

. (...)

. Parabens Lua

av_jml12.gif myarms-yourhearse.gif

.Selvas já Visitadas

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

10MM.gif

.Procura no UJ

 

.Posts Favoritos

. Falling

. Destak

. UJ no DN

. Putas, Prostitutas (os) e...

. Casos Reais: Putas, Prost...

. Maria Madalena: Prostitut...

. "Schindler português"?

. Dedicado ao meu Pai!

. Caso de Vida

. Os BrancosNegros ou Negro...