Quinta-feira, 30 de Dezembro de 2004

Fechamos o ano com esta RARIDADE!

INACRÉDITÁVEL!





Na SIC Notícias deu uma reportagem onde entrevistaram portugueses que partiram depois da tragédia para a Tailândia, mantendo as férias marcadas como antes de tudo acontecer. Dulce Ferreira respondeu que já tinha as férias marcadas, que não tinha ficado nada preocupada com o que tinha acontecido, porque os pais, que lá estavam, tinham enviado uma msg a dizer que tinha havido "uns tsunamis e umas coisas", mas estavam bem. Quando a jornalista lhe pergunta se estava triste com toda a situação Dulce Ferreira respondeu "sim, claro, agora já não vou ter todas as condições de férias que iria ter se por acaso não tivesse acontecido nada disto. por outro lado, estou contente, porque vejo as coisas mais ao natural, como elas são."



Aqui segue a fotografia da inteligente do ano 2004



IdiotaDulceFerreira copy.jpg

a ignorância em pessoa!


Impressão Digital Cereza às 15:09
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (32) | Adicionar aos Favoritos
|

Feliz 2005

333333.jpg


Que 2005 seja bem melhor que o ano que termina!



Por isso desejo a todos, boas entradas, divertam-se muito, muita alegria, muito champanhe e FELIZ ANO NOVO!!!!!!


Impressão Digital Cereza às 10:47
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (10) | Adicionar aos Favoritos
|
Terça-feira, 28 de Dezembro de 2004

A verdade e a Mentira

A verdade e a mentira andam muitas vezes de mãos dadas... Por vezes torna-se dificíl distinguir uma da outra...torna-se dificil acreditar no que nos dizem, torna-se dificil acreditar no que vemos e acima de tudo aquilo que os nossos olhos não conseguem ver!




d74d copy.jpg

Certa vez a verdade e a mentira foram passear juntas. Passaram perto de um belo lago... o dia estava quente. A mentira virou-se para a verdade e disse: “Vem, vamos nadar juntas, está um dia tão bonito.” A verdade respondeu: ”Sim, vamos nadar”. Despiram-se, e a verdade saltou para a água antes da mentira... a mentira ficou fora da água, pegou as roupas da verdade e desapreceu.
Desde então, a mentira anda por aí com as roupas da verdade, e a verdade é considerada mentira.



Suicidal_Cota
(#30-50)




E por falar em verdade e mentira, encontrei estas fotos na net, de uma “manequim” parecida com a actriz brasileira Juliana Paes... reparem o que o programa “Photoshop” pode fazer nós!
Reparem no corpo, é como um “antes e os depois”.
Na primeira, as “gordurinhas”, a celulite, e o tom de pele é mais claro... na segunda está nada mais, nada menos que... perfeita! É como a verdade e a mentira!



julianapaes_photoshop copy.jpg
(a verdade e a mentira)


Nem sempre o que parece é.



Impressão Digital Cereza às 23:19
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (13) | Adicionar aos Favoritos
|
Segunda-feira, 27 de Dezembro de 2004

Comentário ao comentário

"O meu corpo gela à míngua dos teus dedos, o sol vai demorar-se a regressar. Há tempo para uma história que eu não saiba e eu juro que, se não adormeceres, serei tão leve que não hei-de pesar-te nunca na memória, como na minha pesará para sempre a pedra do teu sono se agora apenas me olhares de longe e adormeceres." Quantas vezes temos a ousadia de amar e, no final, acabamos sem nada. Ficamos mais fortes? É forte aquele que ama sem medo do que possa acontecer ou aquele que, de tão desiludido por tanto amar, simplesmente "gela à míngua dos dedos"?



Novae
@ dezembro 27, 2004 10:38 PM



000451FB-B120-115E-B1B080B151BA019A.jpg

Foi dos comentários mais bonitos que foram escritos neste blog... Refere-se ao ultimo texto que escrevi. "AGORA" Pergunto-me depois de ler estas palavras, é preferivel não arriscar o agora, arriscar a amar, é preferivel então não termos agora?



f539042 copy.jpg

O Novae teve a amabilidade de me dar a poesia completa. Vale a pena ler.



Não adormeças: o vento ainda assobia no meu quarto
e a luz é fraca e treme e eu tenho medo
das sombras que desfilam pelas paredes como fantasmas
da casa e de tudo aquilo com que sonhes.



Não adormeças já. Diz-me outra vez do rio que palpitava
no coração da aldeia onde nasceste, da roupa que vinha
a cheirar a sonho e a musgo e ao trevo que nunca foi
de quatro folhas; e das ervas húmidas e chãs
com que em casa se cozinham perfumes que ainda hoje
te mordem os gestos e as palavras.



O meu corpo gela à míngua dos teus dedos, o sol vai
demorar-se a regressar. Há tempo para uma história
que eu não saiba e eu juro que, se não adormeceres,
serei tão leve que não hei-de pesar-te nunca na memória,
como na minha pesará para sempre a pedra do teu sono
se agora apenas me olhares de longe e adormeceres.



Maria do Rosário Pedreira



"A Casa e o Cheiro dos Livros"




jml_10.gif


Impressão Digital Cereza às 23:23
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (5) | Adicionar aos Favoritos
|
Domingo, 26 de Dezembro de 2004

Agora

Agora que já passou o Natal, e o novo ano se aproxima a passos largos... chega o momento em que fazemos uma espécie de revisão á vida! O que concretizamos, e o que deixamos por fazer, por um motivo ou outro... Então respondam-me!




bsv4 copy.jpg



Já se arrependeu de,
em determinadas circunstâncias,
não ter tomado atitudes que viessem,
de alguma forma, melhorar a sua vida?



Quando fazemos um exame de consciência,
lembramo-nos de vários AGORAS
que foram perdidos e que não voltam mais.



Que o arrependimento de
não ter tido,
não ter sido,
não ter feito,
não ter aceito
costuma ser doloroso e profundo.



Na realidade, o que nos impede,
na maioria das vezes,
de ter o que queremos,
ser o que sonhamos,
fazer o que pensamos
e aceitar com o coração,
é a ousadia que não cultivamos.



A ousadia, geralmente, é escrava do medo.
Quantas vezes perdemos
a oportunidade de ser felizes,
pelo medo de ter a ousadia de amar.



Medo de ousar porque o objecto do amor
era mais bonito,
mais rico,
mais jovem,
mais velho,
mais culto,
menos inteligente...
e aí...o tempo passou e
o AGORA também...



Quantas vezes perdemos a oportunidade
de realizar um grande sonho,
por não ter a coragem de ousar, de arriscar,
deixando para depois ou para mais tarde
o que deveria ser naquele AGORA....



Quantas vezes não pronunciamos,
no momento oportuno,
as palavras que gostaríamos de dizer,
pelo medo de parecer ridiculos e imaturos...



Quantas vezes ficamos,
porque temos medo de partir.
Quantas vezes partimos
porque temos medo de ficar...
Quantas vezes dizemos baixinho o que,
na realidade, gostaríamos de gritar.



Quantos AGORAS perdemos esquecendo
que o risco pode ser a salvação de
muitas alegrias de nossas vidas.



O medo que nos impede de ser ousados
no AGORA, também nos está a impedir de
ver a pessoa linda, que poderemos ser!



b-story_08.gif


2005 está aí!!!


Impressão Digital Cereza às 01:19
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (27) | Adicionar aos Favoritos
|
Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2004

Happy Xmas Everbody!

A todos quantos frequentam este blog um:



SANTO E FELIZ NATAL!!!!!



pic60478.gif


Divirtam-se MUITOOOOOOOOOOOOOO, e que 2005, seja bem melhor que este, que está prestes a terminar!




Já agora continuem a comentar os ultimos posts! ;)

Impressão Digital Cereza às 00:28
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (13) | Adicionar aos Favoritos
|
Segunda-feira, 20 de Dezembro de 2004

A Bela e o Monstro

a Siníca escreveu este conto erótico... fica como prenda de Natal, a todos quanto visitam este blog! Deliciem-se!


nightmare20stock.gif


Comecei a escrever uma estória para crianças porque um amigo meu queixava-se que não tinha tempo para os filhos e quis ser simpática, (afinal sou bué disso) assim ele só teria de ler antes de dormirem. Na quinta linha já teria de mudar a coisa...
Na décima já não era para putos, e sim para os pais dos putos:)



f189059-1 copy.jpg




Era uma vez ...
Uma Princesa jovem e bela que tinha sido prometida pelo Rei seu pai a um Soberano malvado e já idoso quando atingisse a idade certa.
No dia marcado o Rei manda fazer uma festa enorme com todos os convidados reais dos países vizinhos.



f685014 copy.jpg


A Rainha que não concordava com este casamento apoiava a infeliz e bela Princesa no seu desgosto de ser entregue a um desconhecido e eis que o baile começa ao som das harpas e a Princesa que todos procuravam com o olhar não aparecia.
O Rei colérico, mandou as aias à ala da Princesa onde esta estava vistosa no seu longo e elegante vestido azul e nas suas tranças negras que, à ordem do Rei desce para a enorme sala onde a música a distraiu e fez os seus brilhantes olhos verdes mirarem os presentes na sala e estacaram nuns olhos azuis que a fitavam encantados com a beleza do sorriso dela; um Conde adúltero, de má reputação, que há muito estava disposto a levá-la para a cama. Fosse qual fosse o sacrifício.
A Princesa era um ser alado que despertava os instintos primários dos homens. Estava encantado com ela e nada disposto a ser passado para trás.
Mexiam com ele aquelas coxas ondulantes e aquela cinturinha de vespa.



d73d copy.jpg

O que ele não dava para lhe arrancar aquele longo vestido azul, deixar aquele traseiro despido e dar umas palmadas, de amor, claro!
Queria perder a pouca decência que ainda lhe restava, afundando-se todo naquela vagina que supunha perfumada e linda.
A Princesa nem lhe passava cartão, apenas o olhou despertada pela cor dos olhos desconhecidos e tirava do sério aquele Conde com as mais que muitas tentativas de lhe despertar a atenção.
Só lhe faltou passar num nu completo e agigantar o pénis como que a dizer: "Vês? Nem imaginas o que te quero fazer!"
E ele desejava mesmo fazer-lhe tudo.
Queria pegar-lhe ao colo e acomodá-la bem quieta ao seu alcance. Queria analisar o seu corpo com a lupa dos seus olhos e, sobretudo das mãos dele.
Queria oscultar-lhe a respiração com tentáculos de ventosas. Os seus seios de mel a fazerem-lhe crescer água na boca. Estava todo excitado e piorou dessa sua deficiência quando a viu baixar-se numa vénia e aquele decote deixou adivinhar uns mamilos a despontarem, debaixo do tecido macio, agressivos e convidativos.
Ficou com a cabeça à roda quando ela passava mais perto.
Imaginava possuir aquela Princesa e fazê-la chorar por mais. Sim, muito mais!
Como é triste viver nesta ilusão exclamava o Conde! Aí lançar-se-ia ao ataque daquela vagina desprotegida e pedinchona. "Toma minha bela Princesa, não chores mais!"
O seu traseiro altivo a ditar o início da "caça ao tesouro". Seria o pirata com olho de vidro e cara de mau.
A sua barba meio crescida iria pôr-lhe o sexo em brasa e as coxas a arder.



Lágrimas de dor rolariam pelo seu rosto e ele ficaria indiferente, ainda que com um aperto no coração.
Depois abria-lhe as pernas, em jeitos de vista panorâmica e o seu sexo ficaria erecto de imediato.
Oh maravilha, seria o dia mais feliz da sua vida!
Agarrar-lhe-ia pela cintura e entraria com o seu membro erecto naquelas nádegas de anjo.
Seria um autêntico demónio a rasgar o corpo frágil daquela Princesa.
Ela iria querer ficar com ele ali agarrado para todo o sempre!
A Princesa passava por ele e nem dava pela sua presença, ele não existia, ou então, voava baixo demais para ela. Apetecia-lhe chamá-la e dizer-lhe: "Grande vaca, estou aqui e quero-te muito!"
Mas as palavras enrolavam-se na garganta e sufocavam-no enquanto olhava para aquele corpo a afastar-se cada vez mais.
O seu pénis andava que mais parecia uma ponte móvel, umas vezes para cima, outras para baixo!
Tudo dependia se a via ou não. Era impressionante, toda a gente dava conta de como ele ardia de fome daquela Princesa. Toda a gente menos o estupor da rapariga!




Aquela boca redonda, quase à medida do sexo dele, parecia ter sido inventada de propósito para ele romper por ela adentro, passar-lhe pelas gengivas como se não fosse nada com ele e tocar-lhe nas amígdalas.
Fazê-la sentir o vómito a crescer-lhe e a ameaçar romper.
Parar para desaguar num orgasmo desejado entre o marfim! Perfeito!
Entretanto o momento fatídico chegou, após ter sido tão faustosamente anunciado.
A Princesa aparece de mão dada com aquele tipo horroroso e a bambolear as coxas como se a vida na terra dependesse daquele movimento marcadamente sensual, ondulante, insinuante, como a dizer: "Estás a ver? Agora é que te tramaste!"



Ella_b.jpg

Lá nisso tinha razão! Ele ficou roxo, por ela e por ele. Mas talvez mais por ele próprio do que pelo parzinho.
Sentiu os dentes trincarem-lhe as nádegas, as mãos no meio do sexo como a dizerem; daqui não saímos daqui ninguém nos tira. E o quezilento ao lado com a maior cara de parvo.
No chão e nas pedras da calçada mostrar-lhe-ia com quantos bambus se faz um andaime na Ásia e ela havia de gemer. Oh se havia! Então, beijar-lhe-ia pela primeira vez os lábios e trincá-los-ia de modo a magoar.


De modo a fazer com que deitassem sangue. Ela não se havia de esquecer dele. Nunca mais!
Embriagada pela emoção de o ter ali, disposto a partilhar com ela o seu corpo a Princesa diria que ele era o homem mais interessante, sedutor, hipnotizante até.
E a Princesa continuaria a desfiar um terço dos elogios que nem na hora da salvação lhe trariam a redenção.
Chupar-lhe-ia o sangue até à mais pequena gota, deixando apenas laivos de pequeno líquido já seco.
Finalmente a hora da vingança havia de chegar e seria dele, só dele.
E eis que no momento anunciado o Rei oferece a mão da sua Princesa ao Soberano e este cai no chão, quem sabe, o choque da emoção e quando todos os membros reais se aproximam para socorrer o pobre coitado, o Conde agarra na mão da Princesa, com a outra, tapa-lhe a boca para impedir que grite e sai com ela daquela sala, corre num corredor imenso, desce a escadaria de pedra e numa sala fria, atira-a para cima do feno, alimento dos cavalos reais, rasga aquele vestido azul com a fúria de um imenso tesão, morde aquele corpo esbelto e branco que se debate em gestos bruscos e olhando à sua volta, vê as correias dos equídeos, amarra braços e tornozelos com toda a ânsia há muito sentida e possui assim sem ouvir os lamentos da Princesa aquela vagina desejada, numa doce vingança atingindo o orgasmo ignorando-a e mordendo-a, marcando-a da sua raiva e desejo.
Saciado, olha o belo rosto dela banhado em lágrimas de desespero e sofrimento e beija-a contemplando aquele corpo ali todo exposto, diz que a ama e a quer para ele para todo o sempre e fazem amor.
Ainda amarrada para ele, sente um prazer desconhecido e diz que sim, que quer ser dele, assim e de todas as outras formas que ele invente para a amar:)



vlad.jpg

Sinica
(#30-50)

Impressão Digital Cereza às 23:46
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (12) | Adicionar aos Favoritos
|
Domingo, 19 de Dezembro de 2004

Top Models: um exemplo para quem?

untitled1 copy.jpg




"Espelho, espelho meu... existe alguém no mundo mais bela que eu?". A madrasta malvada do conto "Branca de Neve" ficou famosa pela sua obsessão pela aparência. De espelho mágico, a feitiços e planos mirabolantes, fez tudo em nome da beleza. Fora dos contos de fadas, as coisas não são muito diferentes. Assim como a vilã da história, muitos adolescentes sofrem desse mesmo sindroma.



Ora, o espelho mágico foi substituído pelas revistas de moda. Em vez da Branca de Neve, que tanto causava inveja à madrasta, agora existem as top models. E, prometendo deixá-la igualzinha a elas, há uma dúzia de feitiços modernos, como dietas mirabolantes e remédios para emagrecer.



É durante a adolescência que os meninos e, especialmente as meninas, elegem modelos de beleza e comportamento. Querem ser iguais aos artistas de cinema ou ter o corpo magríssimo e anorético como as top model.



anorexia41 copy.gifshz3 copy.gif



anorexia_21 copy.jpgproana-6-fl_album4 copy.jpg



Confesso que também sempre tive a mania das dietas, achando sempre que tenho mais um quilo aqui, e outro ali.... mas após ver estas fotos... que se lixem os 3 quilos a mais! (será?)



Da Anoréxia e Bulímia nem vou falar... já todos sabem as consequências e dramas destas doenças!
Será este o padrão de beleza que as mulheres querem seguir? Será que elas ficam mais bonitas assim? Será que os homens gostam deste tipo de mulher, de sentir os ossos a estalar, cada vez que as apertam? Respondam-me vocês!



km47 copy.jpg


Impressão Digital Cereza às 01:59
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (26) | Adicionar aos Favoritos
|
Sexta-feira, 17 de Dezembro de 2004

Do Amor á Loucura

Recebi esta história por mail, há já muito tempo... Recordo que na altura quando a acabei de ler.. senti assim um arrepio, e pensei que de facto o Amor é cego, e que nos leva por vezes a actos de loucura pura.... Será que foi assim que tudo começou? Isso não sei, mas sei que o amor por vezes tolda a visão ás pessoas , e deixa-as irracionais. Será que isso é bom? Há quem pense que sim... Por mim, prefiro um amor tranquilo, em que ambos se respeitam, e ambos tomam as melhores decisões em conjunto....a pensar no futuro.
Agora a Paixão.. ah a paixão...*suspiro*... essa sim, é saudável que seja cega e louca... e quanto mais louca, melhor!



girl1.jpg


(O Amor)



Convite da Loucura



A Loucura resolveu convidar os amigos para tomar um café em sua casa.
Todos os convidados foram. Após o café, a Loucura propôs:
- Vamos brincar ás escondidas?
- Escondidas? O que é isso? - perguntou a Curiosidade.
- Escondidas é uma brincadeira. Eu conto até cem, e vocês escondem-se.
Ao terminar de contar, eu vou procurar, e o primeiro a ser encontrado será o próximo a contar.



shout16(1) copy.jpg

(Felicidade, Curiosidade, Loucura, Alegria, e companhia)




Todos aceitaram, menos o Medo e a Preguiça.
1,2,3,... - a Loucura começou a contar.
A Pressa escondeu-se primeiro, num lugar qualquer.
A Timidez, tímida como sempre escondeu-se na copa de uma árvore.
A Alegria correu para o meio do jardim.



0603.jpg

(O jardim do esconde esconde)



Já a Tristeza começou a chorar, pois não encontrava um local apropriado para se esconder.
A Inveja acompanhou o Triunfo e escondeu-se perto dele debaixo de uma pedra.
A Loucura continuava a contar e os seus amigos iam-se escondendo.
O Desespero ficou desesperado ao ver que a Loucura já estava no noventa e nove.
CEM! - gritou a Loucura. - Vou começar a procurar...
A primeira a aparecer foi a Curiosidade, já que não aguentava mais querendo saber quem seria o próximo a contar.
Ao olhar para o lado, a Loucura viu a Dúvida em cima de uma cerca sem saber em qual dos lados ficar para melhor se esconder.
E assim foram aparecendo a Alegria, a Tristeza, a Timidez...
Quando estavam todos reunidos, a Curiosidade perguntou:
- Onde está o Amor?
Ninguém o tinha visto.
A Loucura começou a procurá-lo.
Procurou em cima da montanha, nos rios, debaixo das pedras e nada do Amor aparecer.
Procurando por todos os lados, a Loucura viu uma roseira, pegou um pauzinho e começou a procurar entre os galhos, quando de repente ouviu um grito.
Era o Amor, gritando por ter furado o olho com um espinho.



rosa_.jpg

(Os espinhos)



A Loucura não sabia o que fazer. Pediu desculpas, implorou pelo perdão do Amor e até jurou segui-lo para sempre.
O Amor aceitou as desculpas.



Hoje, o Amor é cego e a Loucura acompanho-o sempre.



rain_15.gif





Impressão Digital Cereza às 15:59
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (13) | Adicionar aos Favoritos
|
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2004

Até quando este sofrimento?

Sempre que participei em foruns ou blogs, denunciei este caso. Já disse aqui várias vezes, que a tortura, é a pior coisa que existe: seja em humanos ou animais! Este caso é revoltante!




A China mantém hoje mais de dez mil ursos aprisionados, por forma a que lhes possa ser extraída a bílis da vesícula, para a produção de elixires ditos afrodisíacos.

Esses ditos elixires não têm qualquer propriedade medicinal comprovada cientificamente, sendo dessa forma a sua importação proibida nos EUA e na maioria dos países europeus.

Contudo, mesmo que esses propriedades lhes pudessem ser atribuídas não justificavam de modo algum a situação em que estão!

Os ursos são colocados horizontalmente em gaiolas que mais parecem caixões, sem poderem mover-se, onde permanecem deitados sobre os seus excrementos (o que lhes irrita o couro).



ursojaula.gif





Com a pata, puxam a comida através do pequeno vão da jaula. Para saciar a sede, têm que esticar a língua para lamber as barras da jaula.



ursochina.gif




É introduzido um cateter na barriga dos animais para sugar, permanentemente, o líquido de suas vesículas, a outra extremidade fica para fora da barriga do urso onde um equipamento de metal suga a bílis. Muitos morrem devido a infecções ou complicações pós-operatórias.

As dores do urso ultrapassam todos os limites imagináveis. Urram de dor, acabando por se mutilar procurando assim o suicidio.



ursos.jpg




É-lhes amarrado um colete de metal, sendo depois colocado na jaula com barras de pressão e auxilio de drogas.



Têm dores alucinantes por ficarem aproximadamente 15 anos na mesma posição, o que lhes acaba por deformar os ossos. Nessas condições de sofrimento intermináveis, eles ainda sobrevivem de 15 a 20 anos. São 15 anos contínuos de dor!





As patas do urso são consideradas uma iguaria e usadas na preparação de sopas. Além disso, como as patas de ursos são muito procuradas e grande parte dos restaurantes estão prontos a pagar preços elevados por sua procura, na Ásia, certos criadores não hesitam em amputar uma ou mesmo duas patas dos ursos criados em cativeiro para extração de bílis. O consumo de ursos, tanto medicinal quanto gastronômica é legendário na Ásia. Esses consumidores acreditam que os primatas, os ursos e numerosos outros animais, mesmo os ameaçados de extinção, devem sofrer antes de morrer. Segundo eles, os animais martirizados e maltratados violentamente antes de sua morte, produzem uma quantidade de adrenalina que torna a carne mais suculenta e mais tenra.





...até quando se vai manter esta situação?



Impressão Digital Cereza às 00:30
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (17) | Adicionar aos Favoritos
|
Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2004

Encontros (des)Virtuais

Acho que todos nós passamos por um "encontro virtual" como a Badbadlolita nos conta! O irc proporciona sensações muito fortes apenas através de simples palavras! Tudo se torna um vicío... ás vezes parece uma viagem sem retorno. Mas há solução, como diz o velho ditado popular, longe da vista longe do coração...ou seja, longe do nick, longe do coração.




r22r.jpgespalda3.jpg


ENCONTRO VIRTUAL



Durante as minhas deambulações pela net, tive oportunidade de fazer amigos, de conhecer gente doente ou muito doente, de conhecer o esplendido animal que é o net-engatatão-declarado, e o net-bom-rapaz-da-porta-ao-lado. Este ultimo obviamente, com o passar do tempo, revela-se um net-gostaria-de-ser- engatatão…



Quem frequenta os chat rooms sabe bem o risco que corre... O que era um passatempo torna-se um vício como outro qualquer, por exemplo fumar, mas todos sabemos quanto é difícil deixar de fumar.





3_016.jpg

Na net por vezes fazem-se encontros simpáticos. Quem não conheceu o partner ideal, homem de boa conversa, alegre, disponível, inteligente, etc. Nasce uma cumplicidade entre os dois interlocutores, e lá começa a interminável história da troca de fotos... ele não é como esperavas, mas apesar de teres descoberto que é feio e magro (e tu gostas de feios e gordos) a tua dependência mental não diminui. Não vês a hora de falar com ele, de saber o que faz, como está.



O aspecto físico passa para segundo plano, aliás já nem conta - não obstante tudo, para te libertares desta dependência continuas a dizer a ti mesma: este homem não tem nada a ver comigo, é tão magrinho! Mas o teu cérebro não quer saber dos teus lamentos, das tuas crises, o teu cérebro ao contrario de ti já percebeu que o net-boy é uma âncora, um porto seguro sem muitas complicações (aparentemente).



Pobre net-boy, o que te fez gostar dele desde a primeira vez que o “viste” agora dá-te nervos: a sua disponibilidade para o sexo feminino, a sua simpatia. Ciúme, maldito ciúme, tu quere-lo só para ti, mas não é possível ele é assim, e sobretudo, ele não quer perder um único momento de fascínio que exerce sobre as mulheres. Na sua vida quotidiana não acontece, na vida real poucas sabem que existe, e uma delas é a mãe (porquê priva-lo desta felicidade?).
É inútil, a possessividade comanda - É inevitável, a história (salvo raras excepções), acaba mal.





5_009.jpg


BadBadLolita


ero7.gif



Impressão Digital Cereza às 23:04
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (22) | Adicionar aos Favoritos
|
Domingo, 12 de Dezembro de 2004

Pai Natal, tás lixado!

O Natal está aí, e o Boavisteiro resolveu abrir esta época festiva no blog! Claro que o Boavisteiro tem sempre umas opiniões muito sui generis sobre tudo... e o natal pai natal não podia escapar, claro! Fica aqui o texto dele :)



santa.jpg



PISCANÁLISE DO PAI NATAL



É meu dever chamar a atenção da Humanidade para os perigos dessa figura insidiosa que é o Pai Natal, que envenena as cabecinhas das nossas crianças.
Confesso desde já que detesto o Pai Natal porque ele nunca me dá as prendas que eu quero. Fartei-me de pedir-lhe uma Playstation 2. Com o Tekken 4. E nada! Estupor de velho.
Pese embora este meu preconceito, fiz uma análise científica ao Pai Natal. Os resultados são assustadores e preocupantes.
Começa logo por se vestir de vermelho. É comunista. Ora, os comunistas comem criancinhas, como toda a gente sabe. Além de serem pirosos.
Além disso, explora os anões lá na oficina dele. Trabalho infantil, digamos assim.
Por outro lado, explora as renas. Maus tratos a animais. Sim, alguém perguntou às renas o que elas acham de arrastar o raio do trenó com aquele velho gordo lá dentro?
Note-se, não tenho nada contra a terceira idade, nem contra os obesos. Eu próprio sou gordo. Mas EU não obrigo rena nenhuma a arrastar-me PELO MUNDO TODO. E com um horário tão apertado que tenha que ir a todas as chaminés do Mundo numa só noite.
Além do mais, é contra todas as leis laborais do Mundo civilizado.
E por falar em chaminés...
POR QUE é que o Pai Natal entra pela chaminé?
É mais que suspeita, esta forma de entrada. Se ele viesse com boas intenções, entrava pela porta, como toda a gente. Vá lá, pela janela. Ou de uma forma mágica qualquer. Sei lá, nas asas do sonho, ou coisa assim. Algo de fantasioso, romântico, apropriado às frágeis mentes infantis.
Se eu fosse a vocês, verificava bem as pratas e demais valores logo a seguir à noite de Natal.
Depois não digam que não vos avisei.
Sim, que o Pai Natal existe. MESMO.
O que o torna particularmente perigoso.
Porém, eu vou dar-lhe uma última oportunidade.



Caro Pai Natal:



Se este Natal me deres uma Playstation 2 com o Tekken 4, eu retiro tudo o que disse e escrevo um post a dizer que és a melhor coisa do Mundo.
Se não, vais-te arrepender de teres nascido, ok?



Boavisteiro


Natal.gif



Impressão Digital Cereza às 14:53
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (17) | Adicionar aos Favoritos
|
Quinta-feira, 9 de Dezembro de 2004

O meu Segredo!



blog12.jpg

“Beba meu sangue e viva para sempre”. Recusava uma proposta destas? Os encantos da noite. Os prazeres do submundo. Uma eternidade para se divertir. Mas e a sua consciência? Aguentaria sobreviver às custas de outras vidas?
Parece deseperante, mas não é! Passo a explicar o gozo que me dá ser uma vampira... o sangue é a substância mais sublime que podemos saborear, é também a única! Ela satisfaz-nos a fome, como a fome dos humanos, mas para além disso fornece-nos uma incrivel sensação orgásmica, tal como num acto sexual, só que muito mais intenso,e muito mais poderoso. Não me recordo ter tido sexo tão extasiante quanto a pior de minhas refeições. Também não creio que qualquer outro que não de nossa espécie o tenha feito. Precisamos do sangue frequentemente para nosso sustento. Pode parecer cruel para vocês mortais, e pareceria cruel para mim mesmo se ainda fosse uma mortal, só que não podem nos culpar por isso. Somos uma espécie que luta para viver. Caçamos nossas presas assim como vocês matam bovinos, suínos e outros animais menos inteligentes para os mesmos fins.




blog10.jpgblog8.jpg




De facto somos criaturas que causamos conflitantes, de pavor e pena, mas, ao mesmo tempo, que também fascinamos por oferecermos a chance de viver ternamente.



Nós vampiros somos mestres na arte da sedução e do sexo... Recordo muitas vezes as minhas vitimas, possuidas por mim em bêcos e ruelas sombrias... Quando me olham nos olhos, já rendidas pedem-me num sofrimento extasiante, que não me arrependa de lhes dar o suave nectar da vida eterna. Ao sugar-lhes o sangue, gemem e gritam de prazer, os olhos delas pedem mais...a partir daí a mim pertencem. Não há sensação mais gloriosa, e mais poderosa!



E tudo começa num olhar...



blog9.jpgq11.jpg




Possuimos um fascínio de grande poder de sedução; seres noturnos sabemos como ninguém usar a magia e o encanto da noite, prometendo a vida eterna. Assim, é difícil resistir à sedução do vampiro.
Quando encontramos alguem que nos agrade, procuramos olhar fixamente nos olhos dessa pessoa para que os nossos poderes paranormais penetrem no seu inconsciente... Ao dormir, passam a ter sonhos eróticos conosco... sendo que tais sonhos permanecerão por alguns dias, até que cedo ou tarde, a vítima nos convide para a sua cama, onde nos envolvemos em intensos e sangrentos actos sexuais.



q02.jpg




As orgias também são do nosso agrado... Porque temos o poder de nos tornarmos em criaturas com as mais estranhas formas, é comum nas orgias vampirescas ocorrerem relações envolvendo seres grotescos e medonhos, portadores de garras afiadas e aberrações eróticas.
As nossas histórias envolvendo rituais orgiásticos são inúmeras... através dos nossos poderes telepáticos e hipnóticos, conseguimos atrair dezenas de pessoas para sombrias localidades, onde estas debruçam-se em extasiantes orgias. No fim destas maratonas sexuais escolhemos algumas para saciar a nossa sede. Somos portadores do desejo e da promessa da vida eterna através da comunhão pelo sangue e pelo sexo, rondamos as mentes e a imaginação, libertando as fantasias do desejo e da imortalidade.



Ja o meu amigo Sigmundo Freud estudou estes sonhos eroticos com a nossa espécie... e segundo a sua interpretação, significam um desejo obssessivo de posse sexual chegando ao extremo de um parceiro querer incorporar o corpo de seu amante. Ele complementa afirmando que para esse estado ser superado é necessário que o indivíduo passe a manter relações sexuais anormais e abundantes para saciar essa ansiedade voraz... Inteligente este meu amigo Freud... sim, ainda vive...mas no nosso mundo... numa noite de extase, alimentou a minha sede, e conquistou a vida eterna. Continua a estudar o comportamento... mas agora dos vampiros!



blog13.jpg




A nossa imagem mudou com o passar do tempo... deixamos de ser aquelas criaturas feias, que se escondem de tudo e todos, para nos tornarmos numa bela, e explendida espécie.
Outra amiga, a escritora Anne Rice (que por acaso, também vive entre nós) foi a responsavel por essa transformação...quando escreveu Interview with the vampire (Entrevista com o vampiro), trouxe para o mundo, um universo absolutamente romântico onde vampiros deixavam de ser criaturas malévolas e sanguinárias e passaram a ser mais humanas, repletas de beleza, desejos e paixões conhecidas dos humanos junto com a capacidade de uma vida eterna para viver, errar ou acertar, buscando experimentar tudo o que a vida pode oferecer, de forma absoluta.
Tom Cruise e Brad Pitt são a prova da beleza vampirica...A atracção entre ambos, mostra que não escolhemos sexo... existe é desejo... homem ou mulher, tanto faz!



blog5.jpg



Os sitios onde vivemos são fascinantes, temos um gosto requintado...Os palácios e castelos abandonados são a nossa primeira escolha!As paredes de pedra,o veludo vermelho sangue que cobre a cama,os candelabros gigantescos com centenas de velas que reproduzem as sombras da nossa alma. É aí que damos asas á nossa imaginação com as mais recentes presas.



Ao vê-los entrar no meu sumptuoso templo, por vezes sinto-me como uma rosa tingida de vermelho escarlate, que cai sozinha na noite, e com os meus espinhos aprisiono e abraço dando vida novemente... É um estranho e sedutor feitiço... um suave e profundo beijo nas Trevas da vossa mortal e fraca alma...Depois nunca mais se esquecerão de mim, vivam eles 1000 anos, uma eternidade!



BLDROSE.gifblog1.jpg

Por isso agora vos ensino:
O que fazer se levar uma dentada minha, ou de qualquer outro vampiro? Relaxe e goze. Aceite o facto, e prepare-se para um mundo novo, cheio de novidades. Terá vida eterna. Mas cuidado: tem sempre um caça-vampiros neurótico á sua espreita,cheio de frustrações na vida... louco para te enfiar a estaca no coração.... por isso é preciso ser discreto e andar sempre pelas sombras, mas tem as suas vantagens....não se envelhece, não se fica doente, não há ressacas...e a noite torna-se numa festa... eternamente!



vamp1.jpg

E agora, mind if I drink Your blood?




across2.gif

Impressão Digital Cereza às 23:30
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (23) | Adicionar aos Favoritos
|
Quarta-feira, 8 de Dezembro de 2004

Todos somos Vampiros!

entrevista-com-vampiro06.jpg



Todos nós somos vampiros... não o tipico, mas sim vampiros de enrgias alheias. Encontrei um artigo de Vera Caballero. Ela é brasileira, jornalista, orientadora metafísica, professora de bioenergias e proteção psíquica e de Yoga. Vale a pena ler, e tentar relacionar com as pessoas que conhecemos.



Todos nós os conhecemos, sabemos como são, como se vestem, como agem e seus propósitos: sugar o sangue das vítimas, pois só assim sobrevivem.
Esses são os vampiros dos filmes, seres errantes de capa preta e grandes dentes, ávidos por sangue, que andam pelas sombras em busca de suas vítimas.





55.jpg



Mas existe um tipo de vampiro que convivemos diariamente - os vampiros de energia. Eles podem ser nosso irmão, marido ou mulher, empregado, amigo, vizinho, gerente do banco, ou seja, qualquer um do nosso convívio. Eles roubam energia vital, comum no universo, mas que eles não conseguem receber.



batmoonCLR.gif





Mas, afinal, porque sugam a nossa energia?

Bem, em primeiro lugar a maioria dos vampiros de energia actua inconscientemente, sugando a energia sem saber o que estão a fazer. Isso acontece porque elas não conseguem absorver as energias das fontes naturais e ficam desequilibradas energeticamente.

Quando essas pessoas bloqueiam o recebimento destas energias naturais (ou vitais), precisam encontrar outras fontes mais próximas, que nada mais são do que as pessoas ao redor.

Como identificar essas pessoas?
1. Vampiro cobrador: cobra sempre, de tudo e todos. Quando nos encontramos com ele, já está a cobrar o porquê não lhe telefonarmos ou visitarmos. Se vestir a carapuça e se sentir culpado, abrirá as portas.

2. Vampiro crítico: crítica tudo e todos, e o pior que é só critica negativamente. Vê a vida somente pelo lado sombrio. A maledicência tende a criar na vítima um estado de alma escuro e pesado, que abrirá seu sistema para que a energia seja sugada.

3. Vampiro bajulador: o famoso ”puxa-saco”. Bajula o ego da vítima, cobrindo-a de elogios falsos, tentando seduzi-la. Muito cuidado para não dar ouvidos ao bajulador, pois ele espera que o orgulho da vítima abra as portas da aura para sugar a energia.

4. Vampiro reclamador: reclama de tudo e de todos. Opõe-se a tudo, exige, reivindica, protesta sem parar. O mais engraçado é que nem sempre dispõe de argumentos sólidos e válidos para justificar seus protestos.

5. Vampiro inquiridor: sua língua é uma metralhadora. Dispara perguntas sobre tudo e não dá tempo para que a vítima responda. Na verdade ele não quer respostas mas sim desestabilizar o equilíbrio mental da vítima, perturbando seu fluxo de pensamentos.

6. Vampiro lamentoso: são os lamentadores profissionais, que anos a fio choram sua desgraças. Para sugar a energia da vítima, ataca pelo lado emocional e afectivo. Chora, lamenta-se e faz de tudo para despertar pena. É sempre o coitado, a vítima.

7. Vampiro meloso: investe contra as portas da sensualidade e sexualidade da vítima. Parece um polvo querendo envolver a pessoa com seus tentáculos. Ele suga a energia seduzindo ou provocando náuseas e repulsa. Nos dois casos você estará desestabilizado e vulnerável.

8. Vampiro grilo-falante: a porta de entrada que ele quer arrombar é o seu ouvido. Pode falar durante horas, e enquanto mantém a atenção da vítima ocupada, suga sua energia vital

9. Vampiro hipocondríaco: cada dia aparece com uma doença nova. É assim que ele chama a atenção dos outros, despertando preocupação e cuidados. Enquanto descreve os pormenores de seus males e conta seus infindáveis sofrimentos, rouba a energia do ouvinte, que depois sente-se péssimo.

10. Vampiro encrenqueiro: para ele o mundo é um campo de batalha onde as coisas só são resolvidas na base do estalo. Quer que a vítima compre sua luta, provocando nela um estado raivoso, irado e agressivo. Esse é um dos métodos mais eficientes para desestabilizar a vítima e roubar-lhe a energia.

Bem , agora que você já conhece como agem os vampiros de energia, livre-se deles o mais rápido possível. Mas, não esqueça de verificar se você, sem querer é obvio, não faz parte dessa lista...

Vera Caballero





66.jpg


Nos próximos dias vou escrever sobre uma das minhas paixões... os vampiros. Criaturas fascinantes e sensuais. "Mind if I drink your blood?"



Impressão Digital Cereza às 22:37
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (13) | Adicionar aos Favoritos
|
Terça-feira, 7 de Dezembro de 2004

Gostos não se discutem????

esq2.jpg



As mulheres querem tudo. Ainda querem todas as qualidades viris e neandertais que as suas avós queriam e aprenderam a querer toda uma nova série de qualidades sensíveis pós-modernas que, antigamente, só eunucos e tias solteironas tinham.
Até aí tudo bem. Acho até divertido ver um homem ser, alternadamente, latin lover canalha e menino carente sensível.



Não satisfeitas, as mulheres ainda exigem, que os homens tenham a obrigação de adivinhar quando elas querem o braço forte do neandertal ou o ombro amigo do gentleman.
Os homens são mais simples. Eles escolhem um arquétipo e ficam com ele. Nem é preciso pensar mais! Duhh



Se eu fosse homem, gostava sem dúvida de mulheres fortes e independentes. Só!!!! Outros tipos de mulheres, ditas frágeis, frescas, românticas, hipersensíveis, etc, confesso que teria vontade de as espantar à paulada... Irritam-me essas mulheres sonsas, que se mostram hiper carinhosas, mas não olham a meios para caçar a presa... ás vezes até lhes fazem a vida um inferno, sem eles darem por isso... coitadinhas, apenas o fazem por amor! (mas dessa espécie falarei noutro dia)



Tenho um amigo cujo sonho é ter um emprego público, uma casa no subúrbio pra fazer as suas jantaradas ao fim-de-semana, e uma mulher na qual ele possa dar uma palmada no rabo e dizer: "Mulher, mais cerveja pro pessoal!" Ela daria uma risadinha, sacudia o enorme rabiosque e iria rebolando buscar mais cerveja. Naturalmente, acabado o jantar, ela também arrumaria todo aquele caos, enquanto ele tiraria sua merecida soneca, até porque ninguém é feito de ferro.



Meu amigo é quase um neandertal, mas seu modo primitivo de ver as coisas é, também, bastante válido... Senão repare, ele sabe exatamente o que quer. Se encontrar uma mulher que se preste a esse papel, e existem muitas, ele nunca vai reclamar que ela é muito dependente, muito burrinha ou que não trabalha. Porque é exatamente isso que ele quer. O tempo todo.



esq3.jpg



Por outro lado, tenho certeza absoluta que, em vários momentos ao longo do casamento, essa mulher tão obediente vai-lhe jogar na cara que ele é um bruto, que não a deixa trabalhar e que não liga pros seus sentimentos (bem feita!!!!) como se não fosse exatamente assim que ela queria que ele fosse, como se ela não o tivesse escolhido, entre tantos outros homens, justamente por essas características.



Essa menina nunca terá que se preocupar com o mundo real ou com ganhar seu próprio sustento. Terá um braço forte sempre à disposição, para ampará-la, dar-lhe uns tabefes, se sair da linha, ou somente uns palmadinhas, para que vá buscar mais cerveja. E quando ele perder qualidades... Passa-se ao senhor seguinte!. Ora nem mais!



É a vida!



rose.gif


PS- Já altrapassamos os 2000 visitantes, acho que estamos todos de parabens!



Impressão Digital Cereza às 00:19
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (26) | Adicionar aos Favoritos
|

av_fever01.gif

.Urbanidades Recentes

. Aberto: Rui Pedro e Anoré...

. FIM

. Porque eu? porque isto? p...

. Mulher

. Hannibal - Rising

. ...

. Voltaste meu amor...

. Falling

. ...

. Uma brincadeira...

. SuGeStÕeS:

. Pedofilia ou Amor

. coragem!

. Feliz Natal

. Ainda Tango...

. Destaque no sapo: poema d...

. Sonho § Realidade

. Do Flyman

. (...)

. Parabens Lua

av_jml12.gif myarms-yourhearse.gif

.Selvas já Visitadas

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

10MM.gif

.Procura no UJ

 

.Posts Favoritos

. Falling

. Destak

. UJ no DN

. Putas, Prostitutas (os) e...

. Casos Reais: Putas, Prost...

. Maria Madalena: Prostitut...

. "Schindler português"?

. Dedicado ao meu Pai!

. Caso de Vida

. Os BrancosNegros ou Negro...