Quarta-feira, 30 de Novembro de 2005

UJ no DN

http://blogdodiadn.blogspot.com/



Há dias foi o Destak, hoje foi o prestigiado jornal Diário de Notícias a destacar o Urban Jungle! Como devem calcular é para mim motivo de grande orgulho, ver o nosso trabalho compensado desta maneira.



Ao DN e aos seus leitores o "nosso" muito obrigada!





blog copy.jpg


Urban Jungle
http://bbb.blogs.sapo.pt

"É um bom exemplo de como um blogue pode ser mais do que um simples diário pessoal electrónico.
O Urban Jungle não dá espaço para contactos próprios frios e a anfitriã Cereza conduz os seus leitores por "pensamentos, divagações, e tangas da selva urbana". O blogue tem um design ousado e bem trabalhado, o que ajuda a mensagem de acolhimento de todos os posts, ecléticos ou quotidianos, reais ou de sonho."

F.M

in: Diário de Noticias



"Ao ler o comentário do leitor do DN, senti-me como se estivesse a dar uma festa, e tivesse a casa toda desarrumada... Passo a explicar, é que este mês tem sido terrivel... é só aniversários, e parabéns por isto e por aquilo... Tem sido um mês de festa, e pouco "trabalho".

Por isso sugiro aos leitores do DN, que não conhecem a "casa", para darem uma vista de olhos pelos arquivos, onde temos textos interessantíssimos! Destaco sempre dois, (não porque não haja mais, porque há aqui gente de muitíssimo talento) mas por me serem muito queridos, e de extrema importância histórica. Dois artigos escritos pelos netos do Dr. Aristides Sousa Mnedes, que prestam uma homenagem sentida e justissima ao avô! A todos o meu muito obrigada!

cereza
@ novembro 30, 2005 02:57 PM





dn.bmp

Já que o Sapo, parece ignorar a existência do Urban Jungle, apesar de já ter mais de 300 visitas diárias... a nossa morada oficial é agora www.Urban-Jungle.name... Quanto á "casa nova" está para muito breve, e aí poderemos melhorar e muito este nosso canto.


Impressão Digital Cereza às 11:48
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (61) | Adicionar aos Favoritos
|
Terça-feira, 29 de Novembro de 2005

For Lillie

Lembram-se de há uns dias ter falado de uma "fã" estrangeira do UJ, que me mandou um mail, em que ela dizia o seguinte?




im83 copy.jpg

"Why, oh why, have I never learned Spanish so that I could understand the text that goes with these marvelous photographs? Why, oh why, am I not able to understand the words of someone who can create such visual pleasure via romance combined with just a touch of wicked cruelty?
And why, (oh why?) is it that one of my favorite songs by Prince is one of the few things I understand in your blog?"

Lillie



Pois é, continuei a corresponder-me com ela, nasceu nos Estados Unidos... o pai é Irlandês, a mãe norte americana. Afinal ela conhecia Portugal... apenas não conseguiu distinguir na escrita se eramos espanhois ou portugueses... tanto que me perguntou se a minha "selva urbana" era Lisboa!

Hoje recebi um mail dela, a dizer-me que também tinha começado um blog há pouco tempo... resolvi ir até lá e ver do que se tratava. Sabem o que encontrei? Uma mulher como nós, que vive exactamente os mesmos problemas que nós... uma mulher que encaixaria na perfeição no UJ... um mulher que enfrenta a tragédia da doença e da morte!

A mãe tem um cancro, e ela acompanha-a na sua caminhada para a morte... conta-nos no seu blog o que sente.. os medos, as angustias, a vontade que tem de desaparecer, o egoismo e o amor que sente enquanto a doença vai consumindo a mãe tanto fiscia como psicologicamente... mede 1.70 e já só pesa 36 kilos.

É um texto escrito de maneira simples, mas cheio de sentimento. Deixei lá um comentário a dar-lhe algum conforto, e gostaria de pedir a todos os paineleiros, que perdessem alguns segundos do pouco tempo que têm para fazer o mesmo... tanto aqui como lá... Peço isto, porque sei que vocês o irão fazer com todo o carinho do mundo.
Deixo aqui um dos textos dela, infelizmente escrito em inglês...</p>

Sunday, November 27, 2005
Home for a Day

This is harder than I thought it would be, in ways that I never expected. Mom was very glad to be home and I'm glad I could take her there.

She weighs about 80 lbs in the 5'7" frame. Like a concentration camp survivor. I cook for her, she eats 3-4 bites of what I cook but can't manage any more. We talk, when she is able to, and we listen to lots and lots of NPR, jazz and blues. She says she is the incredible shrinking woman. She is right.

The hardest part is that no one will say, including her, that she is dying -- but we all know it. Cancer has metastisized, she sleeps about 18 hours a day. But she always says, "I'm okay. I'll be fine. I'm just weak." My brother says, "She needs to eat and get more exercise." How does she do those things? It is as if everyone thinks that next week she will be driving herself to the doctor, when in fact there is nothing more the doctor's can do.

The second hardest part is the loneliness. What to do when she is sleeping? People call and say, "How are things?" I'd like to say, "They suck and she is sleeping all the time and she can't eat and I want to cry." But she is sitting right there and, since we are not talking about death, I can't say much. I can't say, "I'm lonely and scared and I want to go home and sleep in my own bed.

I look at her a dozen times a day to see if she is still breathing. I want to pull her tiny emaciated body into my lap and rock her but I'm afraid I'll hurt her." I can't say these things because she is right there with me, and I am being cheerfully hopefull.
I did tell her that I want to hold her on my lap and she said she wanted to do the same for me.
"You want to hold me in your lap?" I asked.
"Yes."
"Momma, I weigh twice as much as you!"
"Yes, but I'd still like to."

Tomorrow I go to work to read however many dozens of emails there will be. I will delegate about 4 of them, take care of about 2 of them and delete the rest. The next day, I go back for another week with mom.

On Saturday, I will meet with about a dozen close friends to celebrate my birthday (yesterday). We will meet at a good restaurant for dinner and then go dancing. There will undoubtedly be a lot of alcohol and flirtation until the dawn hours. Can't wait to go...

posted by Lillie | 7:20 PM | 0 comments
in: http://unsheltered.blogspot.com/


lw_home copy.jpg


To you Lillie: A song that I hear when life isn´t so good as it should be! "STRONG" Reamonn


I See The Fear In The Things We Don't Understand
I See The Fear In Another Blind Man
I Can't Hold Back This Fight That Stills Inside
I Can't Hold Back Who I Am


I Know You're Strong
I Know You Belong
I Know You Are Strong
My Beautiful One




Impressão Digital Cereza às 03:12
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (32) | Adicionar aos Favoritos
|
Segunda-feira, 28 de Novembro de 2005

Um strip de aniversário!

Pois é pessoal, o Formasdolhar faz anos e não disse nada! Mas mesmo assim meu querido não te safas!... A ele não vou deixar palavras sentimentais nem poemas... porque não surte lá grande efeito... Deixo antes, algo que tenho a certeza que ele adorava que lhe acontecesse!!! eheehehehe!!!




032 copy.jpg

Formas meu grande amigo, só te desejo que hoje na tua viagem do trabalho para casa te aconteça algo de semelhante... E que tenhas um dia muitooooooooo felizzzzzz, cheio de prendas, bebida, strips e todas aquelas coisas que adoras E QUE NUNCA TE SAEM DA CABEÇA!!!!!



formitas adoro-te amigo! PARABENS!!!!






Impressão Digital Cereza às 12:20
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (22) | Adicionar aos Favoritos
|

Posso fumar?

Cada vez mais me sinto uma criminosa por sacar de um cigarro! Detesto todo este fundamentalismo que existe hoje em dia em torno dos fumadores!

kepeslap_801 copy.jpg


Todos sabemos que fumar faz mal, alias em estudos recentes chegou-se á conclusão que o fumo afecta praticamente todos os órgãos do corpo e causa uma série de doenças que nunca antes nos passaram pela cabeça. Desculpem lá mas cada um nós tem o direito de viver e morrer como quer! Reparem, quando digo isto, já nem estou a falar em fumar em restaurantes, nem em certos locais fechados... incomodando as pessoas que me rodeiam. Estou a falar daqueles olhares reprovadores que quase nos fulminam quando quando tiramos da mala ou do bolso um cigarro... mesmo que seja ao ar livre!



Já parece que vivemos nos Estados onde toda a gente parece ter uma pistola pronta para apontar á cabeça de alguem que esboce qualquer gesto semelhante com o de sacar de um cigarro!



Torna-se particularmente revoltante ver fumadores em espaços minimos, a matar o vicio como se fossem leprosos ou animais. A verdade é que estamos a entrar numa nova era da lei seca. Desta vez, a dos cigarros, em que os legisladores com o seu moralismo antitabagista, vão acabar por fazer a fortuna dos mercadores do ilícito!



Eu fumo, e garanto-vos nada me irrita mais que ouvir alguém dizer-me: Tu fumas???? Não sabes que isso faz mal???
Claro que sei, mas meus amigos, cabe-me a mim decidir como vivo... ou se calhar como irei morrer!



Acreditem hábitos sociais largamente difundidos não se combatem com proibições! Por isso, por enquanto, ainda faço parte do clube do Fernando Pessoa!

fumar.jpg



«... saboreio no cigarro a libertação de todos os pensamentos.
Sigo o fumo como uma rota própria,
E gozo, num momento sensitivo e competente,
A libertação de todas as especulações
E a consciência de que a metafísica é uma consequência de estar mal disposto.
Depois deito-me para trás na cadeira
E continuo fumando.
Enquanto o Destino mo conceder, continuarei fumando.»



Fernando pessoa



Impressão Digital Cereza às 03:41
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (24) | Adicionar aos Favoritos
|
Sábado, 26 de Novembro de 2005

Destak

Today 405
This Week 1,659




Pois é meus caros amigos, ontem tivemos a modica quantia de 405 visitas ao blog! E a que se deveu esta enchente? Primeiro ao aniversário da nossa Luazinha de Avalon... depois mostraram-me isto:




capa copy.jpg

“O beijo... o beijo... o beijo... andava eu nas minhas lides de internet quando entro em http://bbb.blogs.sapo.pt/, o blog da Selva Urbana e encontro o Beijo. Não o do Rodin nem o do Klimt... mas um beijo, aliás um Beijaço como vem lá descrito. Obrigatório ver aquele beijo... Obrigatório ouvir a música que o acompanha... Obrigatório deixar-nos levar pela sensualidade daquele momento que extravasa a caixinha quadrada onde nos aparece, e toma conta de nós através do olhos... Obrigatório ler alguns dos comentários que lá foram deixados sobre a prática e a história do Beijo... e que nos dão uma vontade irresistível de beijar e beijar e beijar... Obrigatório contribuir para esses comentários, como se construíssemos um enorme Beijo universal... Obrigatório explorar outros Beijos... Obrigatório relembrar Beijos já dados... Obrigatório imaginar Beijos por dar... Beijos dados, roubados, trocados, enganados... Beijos puros, maliciosos, doces, amargos ou raivosos... Beijos carinhosos, ternurentos, de amor ou de paixão...


Beijos automáticos e Beijos únicos... como são os beijos pregados, aqueles que têm a força dum prego cravado na madeira que se abre subtilmente para deixar entrar o que não se pode evitar. São os Beijos inesquecíveis... os que valem uma vida, os que fazem esquecer tudo à nossa volta, as pessoas, o tempo, o passado e o futuro, porque a vida está ali, naquele instante, concentrada, imersa, mas lactente. Aceitem o conselho e não percam o Beijo e, qual caravela, naveguem nele...


Autor/a: Brites de Almeida
www.destak.pt






Pois foi, saiu um artigo sobre o post “beijaço” no jornal diario gratuito deastak. Uma optima publicidade... agora sim, começo a convencer-me que o UJ está a tornar-se num caso “quase” sério! Ao autor ou autora do artigo no jornal Destak o nosso muito obrigada!



Pessoal até segunda porque este fim de semana vou para fora!!!

Beijos pessoal!



Impressão Digital Cereza às 00:07
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (25) | Adicionar aos Favoritos
|
Quinta-feira, 24 de Novembro de 2005

Lua de Avalon

Nunca sei bem o que escrever nestas alturas... faltam-me sempre as palavras, as ideias, e a imaginação, mas acaba sempre por sair algo para quem merece todas as nossas palavras de carinho e agradecimento.


Hoje a Lua brilha em todo o seu esplendor, brilha mais que alto, mais intensa, e mais generosa... É o dia do aniversário dela, mas é também hoje que lhe quero agradecer toda a paciência que ela tem para comigo, e para com todos nós. Não há mulher mais nobre nos seus sentimentos... Podem pensar que exagero, eu sei... mas não...é a pura das verdades.


A Lua está sempre lá para nos confortar, nos iluminar, e nos dar a mão quando precisamos. Nunca nos nega carinho, uma palavra amiga... até mesmo quando somos injustos para ela!


bed.jpg


Não é raro olharmos para a Lua e pedirmos um desejo... hoje ela olha para nós e diz-nos o que sonha para ela... e sabes uma coisa Lua, quando menos esperas, os sonhos realizam-se!


pomba1.jpg


A Vida Muda:


A vida é uma mutação constante, geneticamente sofremos transformações de que não nos apercebemos por serem de cariz tão lento e tão rápido. Lento porque olhamos para a frente e desejamos o que não podemos ter, queremos ter filhos, netos, um carro, uma casa, fazer uma viagem extravagante de autentico delírio .


Rápido porque fazemos uma revista ao passado e não tivemos ou fizemos o que desejávamos. Quantos projectos ficaram pelo caminho e não passaram de um esboço indelevemente marcado nas nossas vidas.


Os filhos nasceram, cresceram, tornaram-se adultos e se não o dizem pensam que seguirão um percurso diferente do dos seus progenitores. Sem darem conta já entraram no mesmo circuito e quantas vezes seguem copiosamente o que desejariam alterar.


Por outro lado e na vanguarda das gerações os pais projectam com toda a experiência adquirida algo de diferente para os netos fazendo uma ponte sobre os filhos e dizem “ como será diferente”. Porém o egocentrismo dos filhos impede que este sonho de quem esta no último terço do seu percurso da sua caminhada se concretize. O neto desejado não aparece.


Acreditem ou não os pais pensam meticulosamente nos filhos e estes apercebendo-se da ansiedade em que entraram as pessoas que estão à sua frente tentam redimir-se materializando um desejo com algo que se devanece no tempo e que amanha já não se recorda.


As datas de aniversario são comemoradas com jantares, presentes, beijos, votos de felicidade, dedicatórias de saúde. Porem quer queiram quer não, quem olha para os filhos como passado, revendo o presente deseja que um dia, naquele dia de aniversario lhe diga, “tenho um presente para ti “ ... “ coloca aqui a mão e vê se mexe “.


Lua Dourada


pomba3.jpg


Lua este é o nosso singelo presente... as palavras de Florebela Espanca:


Senhora! Eu bem quisera


Senhora! Eu bem quisera e todos, neste dia,
Dizer-vos num só verso alto, sentir que é nosso...
Mas, cantar-vos assim, em verso pobre e humilde...
É dizer-vos, senhora, o que não posso.


Uma coisa, porém, vos direi no entanto...
Uma coisa onde o Sol anda a tecer canções...
É um desejo belo, é um desejo santo
Que ri a gargalhar em nossos corações


Para que numa vida onde só há enganos,
Deus vos faça viver, senhora, tantos anos,
Tantos benditos anos, até poderdes ver


Os cabelos de luz e trevas, juvenis,
De vossos lindos filhos, suaves como Abris,
Ao pé de vós, senhora, um dia embranquecer!


Florbela Espanca


pomba2.jpg


Lua Dourada um feliz aniversário para ti! Muahhhh


Impressão Digital Cereza às 18:43
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (41) | Adicionar aos Favoritos
|
Quarta-feira, 23 de Novembro de 2005

Doação de brinquedos ao IPO

Não gosto daquela "lenga lenga" que toda a gente tem pelo natal. "Para as crianças devia ser Natal todos os dias" .. pois devia, mas não é! Infelizmente só se ouvem estas palavras nesta altura do ano... É preciso chegarmos a Novembro, Dezembro para todos queremos ajudar os mais desfavorecidos... não devia ser assim, mas é! Por isso não sejamos hipocritas! Ao menos uma vez por ano, as crianças acreditam que o pai natal vai descer pela chaminé e trazer algo de mágico! Para as crianças mais desfavorcidas, e doentes essa magia é maior ainda!



A Laskinha mandou-me este mail, que tem a ver com a zona do Porto... mas todos nós que vivemos noutras zonas do país podemos fazer o mesmo. Deixo já aqui uma pequena brincadeira!


bonecos-disney.jpg


"Para quem puder ceder brinquedos porque já não precisa, ou comprar um para oferecer..."



Uma enfermeira do IPO do Porto informou um jornal online que precisa de brinquedos e cassetes com filmes para as crianças lá internadas, já que neste momento nada têm para lhes oferecer.



Podemos ajudar as crianças do IPO entregando filmes em VHS! Cassetes de vídeo que já não fazem falta em casa, porque foram substituídos pelos DVD´s, podem fazer felizes doentes que estão isolados na unidade de transplantes do Instituto Português de Oncologia.

Uma «comédia» pode ter outro significado para uma criança que precisa de um transplante de medula.



Segundo o Portugal Diário "O Instituto Português de Oncologia (IPO) está a angariar filmes VHS para os doentes da unidade de transplantes que estão em isolamento. São crianças e adultos que precisam de um transplante de medula e de estar ocupados durante o tempo de internamento», explica a enfermeira responsável pela unidade, Elsa Oliveira. «Temos sete quartos nesta unidade e todos eles estão ocupados. Estas pessoas não têm defesas e, por isso, estão num ambiente protegido», explica a enfermeira, para quem esta iniciativa vai fazer com que o tempo de espera custe menos a passar. A «falta de "stocks"» torna necessária a ajuda da população.



«Precisamos de filmes para as pessoas mais desfavorecidas que não têm possibilidade de os trazer. Algumas crianças trazem os seus próprios filmes e brinquedos mas depois quando têm alta levam-os», acrescenta a enfermeira. O IPO aceita todos os géneros de filmes, mas a preferência vai para a «comédia».



Numa altura menos feliz das suas vidas, «um sorriso vai fazer bem a quem passa dias inteiros numa cama de hospital». Rir é sempre um bom remédio.



A morada é a seguinte:

Instituto Português de Oncologia do Porto

Serviço de transplante de medula óssea Piso 11

R. Dr. Antonio Bernardino Almeida 4200 Porto

A/c da enfermeira Fernanda Soares ou A/c Enfermeira Ana Paula



Laskinha


Impressão Digital Cereza às 19:53
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (19) | Adicionar aos Favoritos
|
Terça-feira, 22 de Novembro de 2005

No meu coração!

Para agradecer todo o vosso carinho no dia do meu aniversário, fui tirar este texto ao blog do meu grande amigo Fonz. Ele nunca se esquece... desde que o conheci em 1999 (Irc) nunca falhou com uma palavra amiga.



Mas o Fonz não é o unico! Há quem diga que "Palavras levam-nas o vento" Pois é... comecei a acreditar isso nos últimos tempos... mas há algumas pessoas que EU sei, que sentem o que dizem! Por isso guardo com muito carinho as palavras que me deixaram no blog. Ao ler os textos que me foram enviados, fiquei com a lagrima no olho... eu sei, eu sei... sou muito emotiva... mas tomo isso como um elogio, e não um defeito!

Desculpem os outros, mas tenho de deixar uma palavra especial para a Lua... ao ler o que escreveu, senti um enorme nó no peito, porque eu sei que a Lua é uma pessoa sincera, genuina e por vezes "demasiado" bondosa! Gostava de agradecer individualmente a cada um de vós... mas prefiro não fazê-lo, não fosse esquecer-me de alguém! A todos, o meu muito obrigada... estão no meu coração!




AMOR copy.jpg

22 de Novembro
Vai para 7 anos que a gente se conhece. Nesse tempo muita tecla foi batida, houve muita gargalhada, muita conversa, muito desabafo, enfim, um pouco de tudo ... Tudo o que já passamos e falamos deixa-nos a rir perante o facto desta amizade só se ter encontrado uma única vez no longinquo ano de 1999 lol ...

Contudo, não posso deixar de dizer que és das minhas melhores amigas. És a minha BB, a minha Xkulinha, a minha Cereza ( ... ai ai quem é que arranjou esse nick? ;) ... )!

Feliz aniversário Cereza e que contes muitos. Sempre me dizes que já não ligas à data, mas continuo sem me esquecer dela. Desejo-te tudo de bom e que pró ano a malta cá esteja de novo a celebrar.

Beijos Grandes

I Know You're Strong
I Know You Belong
I Know You're Strong
My Beautiful One

Fonz



Impressão Digital Cereza às 23:21
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (34) | Adicionar aos Favoritos
|

22 de Novembro

Obrigada, obrigada... (já pareço a Amália) Obrigada por não se terem esquecido do dia do meu aniversário (infelizmente) ehehehe! Pois é... mais um aninho... Lembro-me quando era miuda, que adorava festejar o meu aniversário... eram sempre grandes programas com os amigos... agora, desejando estou eu que não me lembrem que estamos no dia 22 de Novembro! Ai é tão triste envelhecer! enfim...



De qualquer maneira quero agradecer os vários mails e textos que recebi para publicar neste dia!
Mas antes permitam-me oferecer uma prenda a mim mesma... este teledisco dos Reamonn... que adoro! A musica chama-se "supergirl" A minha música! ... beijo Guldan!*



Supergirl
You can tell by the way
She walks that she’s my girl
You can tell by the way she talks she rules the world
You can see in her eyes that no one is her chi
She’s my girl my supergirl

And then she’d say it’s ok I got lost on the way
But I’m a supergirl and supergirls don’t cry
And she’d say it’s allright I got home late last night
But I’m a supergirl and supergirls just fly

And then she’d say that nothing can go wrong
When you’re in love what can go wrong
And then she’d laugh the night time into the day
Pushing her fears further along
And then she’d say it’s ok I got lost on the way

But I’m a supergirl and supergirls don’t cry
And she’d say it’s allright I got home late last night
But I’m a supergirl and supergirls just fly
Then she’d shout down the line tell me she’s got no more time
Cause she’s a supergirl and supergirls don’t cry

Then she’d scream in my face tell me to leave leave this place
Cause she’s a supergirl and supergirls just fly
She’s a supergirl a supergirl
She’s sowing seeds she’s burning trees
She’s sowing seeds she’s burning trees
She’s a supergirl a supergirl
A supergirl my supergirl


ct.jpg


Antes quero responder a esta nossa fã estrangeira... calculo que seja norte americana...Recebi este mail dela!


"Why, oh why, have I never learned Spanish so that I could understand the text that goes with these marvelous photographs? Why, oh why, am I not able to understand the words of someone who can create such visual pleasure via romance combined with just a touch of wicked cruelty?
And why, (oh why?) is it that one of my favorite songs by Prince is one of the few things I understand in your blog?"

Rebecca Ross



Hello Rebecca, thanks you for your gentil mail! I also ask myself why oh why can´t we all understand each other... everything would be much easier! Oh and don´t learn Spanish yaaak... Learn portuguese :) I live in Portugal... a beautifull country, next to Spain! A big kiss. and keep visiting us!


performance-01 copy.jpg

("You can see in her eyes that no one is her chi She’s my girl my supergirl...")


Agora sim, os textos dos meus amigos todos :)


Vê melhor quem vê com o coração. Também se engana e sofre desilusões, mas tem a suprema vantagem de ver coisas que os olhos não conseguem.

Não sei quem disse isto nem me importa, mas acho que se aplica à Cereza, aniversariante hoje, aniversariante todos os dias e que merece Parabéns a cada dia que passa, pela força que demonstra, pela tenacidade que põe nas coisas que faz, pela forma como se entrega a um projecto que, tendo nascido dela, agora é de todos.



Parabéns também pela paciência que tem para connosco. Pessoalmente agradeço-lhe por me permitir partilhar com ela a viagem que é a vida, esta vida sempre mais curta que comprida, fruto dos problemas do quotidiano. Mas é precisamente nestas ocasiões que sabemos quem são as pessoas... e eu sei quem é a Cereza, mulher emocionante, emocionada e emocionável... e é nesta dinâmica, de quem dá e recebe, que as amizades são feitas e construídas.



E eu orgulho-me de ter contribuído para esta construção com pedras, para solidificar, com areia, para deixar as marcas dos passos e com sementes, para que frutifique ainda mais. Parabéns Cereza.



Lua e amigos do UJ


performance-05 copy.jpg

("You can tell by the way she talks she rules the world...")


"Isto é o que nos acontece se nos armamos em parvos... e se a Cereza fôr de férias...
O texto original foi escrito e publicado em 2000 e posso prová-lo. Parabéns Cereza."



As férias de Deus



Deus tirou férias e deixou a corte celestial a substitui-lo nas tarefas administrativas. Tomar conta destes assuntos parece fácil, mas não é. Os anjos pensaram como os homens pensam relativamente às tarefas domésticas, por norma do pelouro das mulheres: faz-se tudo com uma asa às costas. Ora, como toda a gente sabe, os anjos têm duas e pensaram que, se com uma asa seria fácil, com as duas tudo se resolveria milagrosamente.



Ora, como toda a gente sabe também, patrão fora, dia santo na loja: os anjos ouviram as explicações de Deus, as recomendações, apontaram alguns contactos a ser feitos, mas assim que o Senhor abalou de ramas e bagagens começaram a voar de satisfação e combinaram, de imediato, fazer turnos de serviço, meios tempos, jornadas continuas, de modo a conseguirem tempo livre para tarefas menos angelicais.



Entradas no céu seriam poucas: morreria muita gente, é claro, mas poucos teriam condição de aceder à morada divina. O Senhor tinha tirado recentemente um curso de Segurança e Higiene no Trabalho e fazia questão de manter tudo imaculado.



Deus era bastante exigente: obrigava a que as camas, mesmo sem serem utilizadas, fossem mudadas diariamente, para a eventualidade de chegar alguém mais importante e poder encontrar uma cama acabadinha de fazer.
Deixara uma particular recomendação para que os extintores fossem verificados duas vezes por dia, não houvesse algum espertinho do inferno que se lembrasse de pegar fogo a alguma nuvem. Ele bem os conhecia, eram autênticos diabinhos, mas os anjos sempre tinham pensado que na eventualidade de haver um incêndio logo se descobriria pelo cheiro e pelo fumo, sendo desnecessária tanta preocupação.



Varreu o céu, era outra chatice: porquê diariamente se tudo era tão branco e puro e não se via um grão de pó?
Os anjos forma buscar o baralho de cartas do Senhor, que este mantinha sempre bem guardado e com o qual passava a vida a fazer paciências, e começaram a jogar para passar o tempo. Um deles trouxe também vinho e hóstias para petiscarem enquanto jogavam.



Era a primeira vez que se atreviam a tal; noutras ocasiões já tinham usado o espremedor de laranjas e uma vez serviram-se da casa de banho do Senhor, mas as cartas era a primeira vez que lhe se atreviam a mexer-lhes. Já as tinham visto muitas vezes, mas não sabiam jogar, de modo que inventaram algumas regras e criaram uma espécie de novo jogo. Porém, começaram logo a discutir sobre o valor de cada uma: Noé valia mais ou menos que Moisés? Quem marcava mais pontos, S. João Baptista ou S. Paulo, Maria Madalena ou santa Teresa de Ávila? Abel ou David?



Uns defendiam a proximidade ao divino, outros a vida mártir dos santos.
A discussão continuou, com as mais diversas alegações e argumentos a favor e contra cada nova proposta, e prolongou-se até não se sabe quando, pois no céu não há relógios e é sempre de dia.



[Error: Irreparable invalid markup ('<p<acontece>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p>Obrigada, obrigada... (já pareço a Amália) Obrigada por não se terem esquecido do dia do meu aniversário (infelizmente) ehehehe! Pois é... mais um aninho... Lembro-me quando era miuda, que adorava festejar o meu aniversário... eram sempre grandes programas com os amigos... agora, desejando estou eu que não me lembrem que estamos no dia 22 de Novembro! Ai é tão triste envelhecer! enfim... </p>

<p>De qualquer maneira quero agradecer os vários mails e textos que recebi para publicar neste dia!
Mas antes permitam-me oferecer uma prenda a mim mesma... este teledisco dos Reamonn... que adoro! A musica chama-se "supergirl" A minha música! ... beijo Guldan!* </p>

<p><strong>Supergirl
You can tell by the way
She walks that she’s my girl
You can tell by the way she talks she rules the world
You can see in her eyes that no one is her chi
She’s my girl my supergirl

And then she’d say it’s ok I got lost on the way
But I’m a supergirl and supergirls don’t cry
And she’d say it’s allright I got home late last night
But I’m a supergirl and supergirls just fly

And then she’d say that nothing can go wrong
When you’re in love what can go wrong
And then she’d laugh the night time into the day
Pushing her fears further along
And then she’d say it’s ok I got lost on the way

But I’m a supergirl and supergirls don’t cry
And she’d say it’s allright I got home late last night
But I’m a supergirl and supergirls just fly
Then she’d shout down the line tell me she’s got no more time
Cause she’s a supergirl and supergirls don’t cry

Then she’d scream in my face tell me to leave leave this place
Cause she’s a supergirl and supergirls just fly
She’s a supergirl a supergirl
She’s sowing seeds she’s burning trees
She’s sowing seeds she’s burning trees
She’s a supergirl a supergirl
A supergirl my supergirl</strong></p>
<p><img alt="ct.jpg" src="http://bbb.blogs.sapo.pt/arquivo/ct.jpg" width="400" height="259" border="0" /></p>
<p>Antes quero responder a esta nossa fã estrangeira... calculo que seja norte americana...Recebi este mail dela!</p>
<p><strong>"Why, oh why, have I never learned Spanish so that I could understand the text that goes with these marvelous photographs? Why, oh why, am I not able to understand the words of someone who can create such visual pleasure via romance combined with just a touch of wicked cruelty?
And why, (oh why?) is it that one of my favorite songs by Prince is one of the few things I understand in your blog?"

Rebecca Ross</strong></p>

<p>Hello Rebecca, thanks you for your gentil mail! I also ask myself why oh why can´t we all understand each other... everything would be much easier! Oh and don´t learn Spanish yaaak... Learn portuguese :) I live in Portugal... a beautifull country, next to Spain! A big kiss. and keep visiting us!</p>
<p><img alt="performance-01 copy.jpg" src="http://bbb.blogs.sapo.pt/arquivo/performance-01 copy.jpg" width="400" height="261" border="0" /></p><p><strong>("You can see in her eyes that no one is her chi She’s my girl my supergirl...")</strong></p>
<P>Agora sim, os textos dos meus amigos todos :)</p>
<p><strong>Vê melhor quem vê com o coração. Também se engana e sofre desilusões, mas tem a suprema vantagem de ver coisas que os olhos não conseguem.

<p>Não sei quem disse isto nem me importa, mas acho que se aplica à Cereza, aniversariante hoje, aniversariante todos os dias e que merece Parabéns a cada dia que passa, pela força que demonstra, pela tenacidade que põe nas coisas que faz, pela forma como se entrega a um projecto que, tendo nascido dela, agora é de todos.</p>

<p>Parabéns também pela paciência que tem para connosco. Pessoalmente agradeço-lhe por me permitir partilhar com ela a viagem que é a vida, esta vida sempre mais curta que comprida, fruto dos problemas do quotidiano. Mas é precisamente nestas ocasiões que sabemos quem são as pessoas... e eu sei quem é a Cereza, mulher emocionante, emocionada e emocionável... e é nesta dinâmica, de quem dá e recebe, que as amizades são feitas e construídas.</p>

<p>E eu orgulho-me de ter contribuído para esta construção com pedras, para solidificar, com areia, para deixar as marcas dos passos e com sementes, para que frutifique ainda mais. Parabéns Cereza.</strong></p>

<p><strong>Lua e amigos do UJ</strong></p>
<p><img alt="performance-05 copy.jpg" src="http://bbb.blogs.sapo.pt/arquivo/performance-05 copy.jpg" width="400" height="261" border="0" /></p><p><strong>("You can tell by the way she talks she rules the world...")</strong></p>
<p>"Isto é o que nos acontece se nos armamos em parvos... e se a Cereza fôr de férias...
O texto original foi escrito e publicado em 2000 e posso prová-lo. Parabéns Cereza."</p>

<p><strong>As férias de Deus</p>

<p>Deus tirou férias e deixou a corte celestial a substitui-lo nas tarefas administrativas. Tomar conta destes assuntos parece fácil, mas não é. Os anjos pensaram como os homens pensam relativamente às tarefas domésticas, por norma do pelouro das mulheres: faz-se tudo com uma asa às costas. Ora, como toda a gente sabe, os anjos têm duas e pensaram que, se com uma asa seria fácil, com as duas tudo se resolveria milagrosamente.</p>

<p>Ora, como toda a gente sabe também, patrão fora, dia santo na loja: os anjos ouviram as explicações de Deus, as recomendações, apontaram alguns contactos a ser feitos, mas assim que o Senhor abalou de ramas e bagagens começaram a voar de satisfação e combinaram, de imediato, fazer turnos de serviço, meios tempos, jornadas continuas, de modo a conseguirem tempo livre para tarefas menos angelicais.</p>

Entradas no céu seriam poucas: morreria muita gente, é claro, mas poucos teriam condição de aceder à morada divina. O Senhor tinha tirado recentemente um curso de Segurança e Higiene no Trabalho e fazia questão de manter tudo imaculado.</p>

<p>Deus era bastante exigente: obrigava a que as camas, mesmo sem serem utilizadas, fossem mudadas diariamente, para a eventualidade de chegar alguém mais importante e poder encontrar uma cama acabadinha de fazer.
Deixara uma particular recomendação para que os extintores fossem verificados duas vezes por dia, não houvesse algum espertinho do inferno que se lembrasse de pegar fogo a alguma nuvem. Ele bem os conhecia, eram autênticos diabinhos, mas os anjos sempre tinham pensado que na eventualidade de haver um incêndio logo se descobriria pelo cheiro e pelo fumo, sendo desnecessária tanta preocupação.</p>

<p>Varreu o céu, era outra chatice: porquê diariamente se tudo era tão branco e puro e não se via um grão de pó?
Os anjos forma buscar o baralho de cartas do Senhor, que este mantinha sempre bem guardado e com o qual passava a vida a fazer paciências, e começaram a jogar para passar o tempo. Um deles trouxe também vinho e hóstias para petiscarem enquanto jogavam.</p>

<p>Era a primeira vez que se atreviam a tal; noutras ocasiões já tinham usado o espremedor de laranjas e uma vez serviram-se da casa de banho do Senhor, mas as cartas era a primeira vez que lhe se atreviam a mexer-lhes. Já as tinham visto muitas vezes, mas não sabiam jogar, de modo que inventaram algumas regras e criaram uma espécie de novo jogo. Porém, começaram logo a discutir sobre o valor de cada uma: Noé valia mais ou menos que Moisés? Quem marcava mais pontos, S. João Baptista ou S. Paulo, Maria Madalena ou santa Teresa de Ávila? Abel ou David?</p>

<p>Uns defendiam a proximidade ao divino, outros a vida mártir dos santos.
A discussão continuou, com as mais diversas alegações e argumentos a favor e contra cada nova proposta, e prolongou-se até não se sabe quando, pois no céu não há relógios e é sempre de dia.</p>

<p<Acontece que o Senhor sofria de manchas na pele e como se tinha esquecido do protector solar factor 30, mandou o Espírito santo buscá-lo. O Espírito Santo descontraidamente pôs-se a caminho mas a dada altura começou a ouvir a gritaria dos anjos e viu várias penas no chão, verdadeiras mechas, restos de asas, consequência da violenta discussão em que os anjos ainda se debatiam e que já tinha atingido proporções drásticas.</p>

<p>Espantado e boquiaberto, o Espírito santo escondeu-se, a fim de ver e ouvir o que estava a acontecer. Refugiou-se num reposteiro que dava para as nuvens em forma de sala de jogo, onde se travava a discussão. O lugar era bom, mas o Espírito santo, desde o dilúvio, quando lhe entrara água para os ouvidos, era um pouco mouco e não conseguia perceber tudo, tanto mais que os anjos falavam todos ao mesmo tempo e batiam com as asas, criando uma grande interferência, que não só impedia o Espírito Santo de ouvir como criou o tsunami que invadiu a Ásia.</p>

<p>O Espírito santo aproximou-se o mais que pode sem ser visto, mas não reparou que tinha pegado fogo ao cortinado com a sua eterna labareda.
No meio da discussão, os anjos dão conta dum avermelhado fumarento que vinha dos lados da Casa do Senhor.
Fogo! Fogo! Começaram a gritar em coro muito pouco angelical. Tentaram voar mas as asas estavam danificadas devido ao pugilato em que se tinham entretido. Imediatamente se ouve tocar a sirene que anunciava os ataques do inferno e surge uma nova discussão, para saber quem é que tinha ficado encarregue do plano de emergência para estas situações.</p>

<p>O fogo alastrava rapidamente e não tiveram outra alternativa senão provocar uma inundação, com a ajuda das nuvens que, logo ali, negociaram o que ganhariam com a aliança, pois isso implicava com toda a certeza, acontecer alguma coisa que não estava planeada como, por exemplo, Nova Orleães sofrer um furacão.</p>

<p>Os anjos estavam um pouco admirados pois, normalmente, quando os sacanitas do inferno resolviam pregar uma partida reivindicavam o acto, rindo-se deles e fazendo-os tropeçar uns nos outros, obrigando-os a cair, sujando-lhes as túnicas e molhando-os os longos e louros cabelos. Mas dos diabinhos nem sinal.
Como teria então acontecido esta desgraça?</p>

<p>Bem, era um pouco tarde para reflexões, tudo estava a arder. Os anjos, desasados, saltitavam, esquecendo-se que não podiam voar, e as nuvens faziam o seu trabalho quando, de repente, aparece uma figura grandiosa, vermelha, aos assopros, com raios à sua volta, e o céu quedou-se em silêncio, aterrorizado: era a primeira vez que o diabo em pessoa se apresentava no céu; agora já percebiam a origem a gravidade de tudo o que estava a acontecer, só podia ser obra dele próprio.</p>

<p>O gigante deu um grito bravo e estridente que fez estremecer o céu e deu origem a uma queda de neve que subterrou a Suíça, fazendo-a desaparecer juntamente com as contas bancárias.
Aquele grito soou familiar aos pobres anjos, parecia já terem ouvido aquela voz, aquele timbre: de Frei Hermano da Câmara não era, talvez do Padre Borga, ou...
Então fez-se luz: era o Senhor que estava de regresso de férias. Ficara vermelho porque o Espírito santo não lhe tinha levado o protector solar e ele exagerara nas exposições ao sol.</p>

<p>Contava ficar mais uns dias, o descanso sabia-lhe bem mas para além de estar preocupado com o Espírito santo, era um workaholic e desesperava sem noticias.
A sua fúria era tão grande, a danação era tanta que o próprio sol, causador daquela vermelhidão que assemelhava o Senhor ao inimigo, escondeu-se atrás da lua, com medo.
Ora Deus, nunca tinha visto a noite e não estava a habituado à escuridão, de modo que tropeçou numas asas que jaziam meios queimadas e caiu. Estendido ao comprido no chão, no meio de toda aquela porcaria, agiu ao sabor da ira, não num gesto premeditado e acabou com o mundo. Que o mesmo é dizer, com o blog...</p>

<p>A culpa é sempre do Espírito Santo.</strong></p>

<p>Euzinha e amigos do UJ</p>

<P><EM><STRONG>Obrigada a todos os meus grandes amigos do Urban Jungle</em></strong></p>

Impressão Digital Cereza às 00:12
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (33) | Adicionar aos Favoritos
|
Sábado, 19 de Novembro de 2005

"Schindler português"?

Este é um tema que me é muito querido! Por isso quando vi o url que a Vanessa deixou num comentário pensei logo em publicá-lo. Pouco a pouco vai-se fazendo algo pelo heroi português, o "esquecido" ASM.
A noticia foi escrita pelo jornalista Paulo Dâmaso.
Dedico este post ao nosso amigo Francisco, neto do consulo português.


konsul2.jpg


"Quando, em Agosto de 1938, Salazar, por teimosia, transferiu Aristides Sousa Mendes para Bordéus, França, estava longe de imaginar que o então decano do corpo diplomático português em Antuérpia iria proceder ao salvamento de um número incontável de vidas, durante a II Guerra Mundial.

Este e outros factos da vida de Aristides Sousa Mendes, rotulado de "Schindler português", vão ser perpetuados num museu virtual, em Português e Inglês, que "nascerá" na Internet até ao final do próximo ano, da responsabilidade do Instituto Português da Juventude (IPJ), em parceria com o Ministério da Cultura e o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O portal, dedicado a um dos maiores símbolos portugueses da II Guerra Mundial, conterá investigação inédita com base em testemunhos reais de 30 mil familiares de sobreviventes do Holocausto. "Será o "retrato" mais fiel possível do que aconteceu e da acção de Aristides Sousa Mendes", afirmou, ao JN, Luísa Marques, coordenadora do museu virtual, ontem, durante a apresentação do projecto, no Centro de Artes e Espectáculos, na Figueira da Foz.

Considerado um "exemplo" de tolerância e humanismo, Aristides Sousa Mendes terá salvo milhares de judeus, durante o Holocausto, ao emitir cerca de 30 mil vistos à revelia de Salazar. Contudo, os registos apontam somente para 1800 vistos devidamente passados. "Há milhares de pessoas cujos nomes não constam nas listas. Durante o acto de salvamento não houve tempo útil para efectuar esses registos devidamente", explicou Luísa Marques, considerando o museu um "acto de justiça" pelo feito do diplomata português."


casaASM.jpg



Paulo Dâmaso


Impressão Digital Cereza às 18:09
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (20) | Adicionar aos Favoritos
|
Sexta-feira, 18 de Novembro de 2005

Let´s Party

Vocês querem sexy? really sexy? Well here it is... "Get Of"
Pois é meninas e meninos, depois de tanto falatório sobre o "beijaço"... aqui está a minha versão de algo verdadeiramente "Hot"! Não há beijos, mas há fogo, desejo, vontade de tocar e não poder... os olhares, os movimentos, o ambiente, as roupas... paixão paixão paixão! :p

Ui, isto sim mexe com os sentidos... agora aquele beijaço, definitivamente... não me convence! Reparem bem na movimentação neste video e nas palavras... hot hot hot...



Gett off ?23 positions in a one night stand
Gett off ?I'll only call U after if U say I can
Gett off ?Let a woman be a woman and a man be a man
Gett off ?If U want 2, baby, here I am (Here I am)


I clocked the jizz from a friend of yours named Vanessa Bet (Bet)
She said U told her a fantasy that got her all wet (Wet)
Something about a little box with a mirror and a tongue inside (Yeah)
What she told me then got me so hot, I knew that we could slide (Ooh)





prince3 copy.jpg

E perguntam vocês a razão desta "Party".... Para os mais distraídos, olhem para o lado direito do vosso monitor, ali, nas visitas! Já viram? Pois é, 50 000 visitas no espaço de 1 ano... mais semana, menos semana!


Como já aqui disse várias vezes, o UJ está a crescer a alta velocidade... Não acreditam? Então eu mostro! Bora lá...


server.bmp


Ontem, no dia do Beijaço atingimos as 300 vistas! De resto, a nossa média ronda os 250 clicks por dia, com tendência a subir!

month.gif


De 19 de Outubro a 18 de Novembro, tivemos vários picos altos... mas o beijaço foi para já o recorde do mês! As quedas acentuadas que aqui podem ver, acontecem evidentemente ao fim de semana... Conclusão: De segunda a sexta ninguém faz nada! Trabalhar é mentira! Lol


E agora vamos ao gráfico do ano!


year.gif


De Dezembro de 2004, a Outubro deste ano foi sempre a SUBIR! Apenas se registou uma baixa nos meses de Agosto e Setembro, devido ás férias... (como seria de esperar).

Novembro ainda não está no Gráfico... mas pelo andamento das coisas, vai superar o mês passado! Reparem que já vamos nas 6000 visitantes por mês!!!!!


Conclusões?Fácil!
1 - O Blog segue no caminho certo!
2 - O êxito deve-se a vocês! Á vossa sempre generosa contribuição! Eu, tu, tu e tu...fazemos todos uma excelente equipa!


Desta vez não vou agradecer individualmente a cada um de vós... é que já são muitosss, além disso já vos dei demasiados mimos :P Depois desta rápida análise, Let´s Partyyyyyyyyyyyy Hoje a festa é aqui no blog, dia de Megarave, como costumamos chamar aos momentos históricos do Urban Jungle... Por isso comentem, comentem o beijaço, o tempo, o que quiserem! Ah, mas se pensam que a festa fica por aqui, estão enganados.... no dia 10 de Dezembro, festejamos ao vivo... batendo o recorde de presenças em relacção aos outros encontros que já fizemos! (Não se esqueçam de confirmar a vossa ida com a Lua ou a Driade)

Para os "paineleiros", comentadores, vistantes e amigos um bem haja!
SO LET´S PARTY... GET OFF!



Ah, mas antes... fiquem com a "prenda" da Lua... Nunca se esquece de nada esta rapariga *



"As palavras do poema colectivo,
Com outras de acrescento
Em homenagem ao UJ
... não comento!"



Mescla de Sonho e ADN
Divagações, Tristeza
Deslumbramento, Criança
Poema, Mulher, Cereza!

Ondas do mar, ondas da urbe
Ama, que eu Dou-me inteira
Ilusão, Terra, Mundo
Vida Derradeira

Nada, tudo, Paz e Amor
Alma em caravana
Transformação e esplendor
São as tangas da Selva Urbana

Aspirações... muitas!
Grande é a tenacidade
Em cada momento, em cada clique
Vivemos a Imortalidade!

Heróis do Urban Jungle
Todos diferentes todos iguais
Já passámos os 50 mil
Queremos mais, queremos mais"





Impressão Digital Cereza às 01:59
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (58) | Adicionar aos Favoritos
|
Quarta-feira, 16 de Novembro de 2005

Beijaço

Hoje não me apetece bolgar! Mas mesmo assim aqui vai este BEIJO... Divirtam-se! :P








Já me mandaram este beijo há mais de um ano... lembrei-me dele hoje... confesso que me enjoa um bocado :|



Como diz o Sr, Prince:

"...U don’t have 2 be rich
2 be my girl
U don’t have 2 be cool
2 rule my world
Ain’t no particular sign I’m more compatible with
I just want your extra time and your
Kiss"



Impressão Digital Cereza às 23:01
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (70) | Adicionar aos Favoritos
|

Filho Por Conveniencia

O Criador de Sonhos, mandou-me este texto há algum tempo... também já o publicou no blog dele... mas mesmo assim acho que o devo editar! Acho que todos nós somos sensiveis a estas histórias de vida! Não é fácil viver com estes problemas... e uma palavra amiga é sempre um grande conforto. Um beijo Criador.




AlvinBooth12 copy.jpg


Custa ter um pai ausente, mas o que custa mais, é ser um filho por conveniencia.
De um momento para o outro, após mais um desfecho negativo da vida, provocado pelo meu irmão mais novo.
Um pai, deixa de falar a um dos seus filhos, Eu.
Deixa de ligar, mandar sms ou simplesmente saber dele.
Passa-se o Natal e nada. Nem uma mensagem, nem um telefonema, nada...

Fim de Ano, o telemovel toca.
Nome? Pai... Não atendo. Pára de tocar... Uma mensagem de voz...Ouço atento:
"Boa noite filho. É o pai para dizer que não se esquece dos filhos. Bom Ano Novo."
Desligo o telemovel e penso para comigo:
"FODA-SE... Preferia que te lembrasses dos filhos no Natal!!!"

O tempo passa. Um dia, uma semana, um mês e sempre a mesma coisa. O meu pai? Só o vejo, quando me cruzo com ele por acaso na rua, sem aviso prévio, sem marcação.

8h15m, o telemovel toca.
Nome? Pai...
Atendo admirado:
"Bom dia filho, tens conta no BPI?"
Ainda a dormir, acordo com aquela pergunta e respondo que não.
"Ok, obrigado filho. É que o pai precisava levantar um cheque que está traçado. Xau."
Desligo o telemovel e fico ali na cama, a pensar no que tinha acabado de acontecer.

Mais uns meses e a mesma rotina. Um "Ola filho" quando por acaso nos encontramos na rua.
No meu aniversário e para meu espanto, ou talvez não, o meu telemovel tocou muitas vezes, mas nenhuma delas foi o meu pai.
Pois é verdade. Nem um telefonema, nem uma mensagem dele.
Esperei pelo dia seguinte. Nada também...

Passa uma semana exacta após esse dia que deveria ter sido especial e lá que num dos acasos da vida, adivinhem quem eu encontro.
É isso mesmo, o meu pai. Recebo, mais um "Ola filho"...
Apenas soube que mais este acaso se deveu porque ele tinha de ir ao médico e passar pela porta de minha casa.
Sobre o meu aniversário? Nada, nem nada me disse...
Mas pronto segui em frente.

Mais uns mesitos com muito poucos acasos, com isto tudo, ja quase um ano se passa sobre a situação originada pelo meu irmão.. quando... Recebo um telefonema do meu pai:
"Ola filho, podes falar agora?"
Estava nos correios mas disse que sim, pois era um momento único.
"Filho, qual é o valor do teu IRS?"
Eu ainda atordoado com a pergunta disse: "IRS?"
Do outro lado ouvi novamente:
"Sim, IRS..."
Eu, já calculando, apenas perguntei para quê?.
"É que o pai precisava que fosses meu fiador."
Naquele momento, não sei como fiquei, mas a funcionária à minha frente acho
que se assustou com a minha cara. Mas ainda disse que não iria dar, devido aos empréstimos que tinha no banco.
"Mas tens muitos?"
Naquele momento, acho que me deu vontade de rir, chorar e sair dali a correr...
"Tenho aqueles que tive de fazer devido as asneiras do teu filho mais novo..."
A resposta do costume:
"Ok, deixa estar então. Xau filho..."

Bem, acreditem, depois desta, tive a certeza que passei a "FILHO POR CONVENIENCIA"...




corpus_g6 copy.jpg

Criador de Sonhos





Impressão Digital Cereza às 02:45
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (20) | Adicionar aos Favoritos
|
Segunda-feira, 14 de Novembro de 2005

O Livro FDP

Ora a boa disposição da Pataniska vai contagiar todos, com esta sugestão de leitura...


clown.jpg


Amigos bloguistas. Paineleiros e Paineleiras. Desculpem esta minha, quiçá, impertinência, presunção e ousadia. Mas, quero fazer-vos uma sugestão de leitura.

Não vai ser uma obra de ficção, nem tão pouco uma biografia, muito menos uma obra prima da literatura. Será talvez um guia prático.

Muitos até irão ficar chocados, outros acharão piada e soltarão ruidosas gargalhadas. Alguns, decerto irão descobrir-se nele, nele encontrar amigos, conhecidos. Mas acredito que a maior parte vai encontrar todas as pessoas que abominam.

Este livro tem também a vantagem de nos ajudar a conhecer melhor o nosso país e o nosso tempo. É um livro polivalente e multiusos, pode ser oferecido e recomendado a pessoas de ambos os sexos, de todas as classes sociais, de diferentes graus académicos e culturais até pode ser dado de presente de Natal ao vosso melhor amigo….ou inimigo.



Senhoras e Senhores, é como muito gosto e um enorme prazer que vos apresento, O livro do filho da puta:



“…O filho da puta é universal, embora encontre em Portugal as condições ideais para se transformar num grande filho da puta.

O filho da puta gostaria de ter heterónimos, como Fernando Pessoa, para poder dizer, como é seu hábito, que a culpa foi dos outros.

O filho da puta é tão egocêntrico que tem inveja de si próprio.

O filho da puta considera a política nojenta e insuportável, mas muda de opinião se um político lhe emprega um filho numa câmara ou num ministério.

O filho da puta confunde sempre vaidade com brio.

O filho da puta não sabe a diferença existente entre autoridade e autoritarismo.

O filho da puta, ao adquirir poder político, económico ou cultural, transforma-se, invariavelmente, num grande filho da puta.

O filho da puta raramente tem ideias próprias, mas gosta de se apropriar das alheias, apondo-lhes, sem escrúpulos, a sua chancela.

O filho da puta nunca tem sonhos, só ambições.

O filho da puta mede sempre a importância de um homem ou de uma mulher pelo preço e pela marca do carro.

O literato filho da puta, quando escreve nos jornais, copia artigos de publicações estrangeiras e depois gosta que o tratem por guru intelectual.

O filho da puta é subserviente para melhor poder trair.

O filho da puta gostaria de ter escrito este “guia prático”, mas, se fosse ele o autor, teria de lhe chamar autobiografia. “



O livro do filho da puta é da autoria de Manuel Maria Tolentino e foi editado pela Editorial Notícias em Junho de 2002.

Então?? Já pensaram a quem é que vão oferecer este livro pelo Natal????



13/11/05
PatanisKa



Impressão Digital Cereza às 22:37
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (24) | Adicionar aos Favoritos
|
Domingo, 13 de Novembro de 2005

E o beijo vai pra...

E o Oscar vai para a Martaaaaaa com a palavra..... almaaaaaaa!!! Ganha um beijo do Shikote!!!!




oscar.jpg

O mundo é uma palavra. Cada palavra um mundo. E sendo Portugal um País de poetas, aqui esta o grande poema deste amontoado de simplistas da Palavra.


Titulo: "ÁcidoDesoxirriboNucleico"
Sonho,
Deslumbramento,
Mulher!
Criança!
Ama,
Dou-me
Ilusão.
Terra…
Tristeza…
Nada…
Mundo,
Vida,
Transformação!
Paz,
Amor
Divagações.
Derradeiro
Urban-Jungle !!!


Shikote




Impressão Digital Cereza às 23:38
link do post | Rugir | "Ouvir" Rugidos (26) | Adicionar aos Favoritos
|

av_fever01.gif

.Urbanidades Recentes

. Aberto: Rui Pedro e Anoré...

. FIM

. Porque eu? porque isto? p...

. Mulher

. Hannibal - Rising

. ...

. Voltaste meu amor...

. Falling

. ...

. Uma brincadeira...

. SuGeStÕeS:

. Pedofilia ou Amor

. coragem!

. Feliz Natal

. Ainda Tango...

. Destaque no sapo: poema d...

. Sonho § Realidade

. Do Flyman

. (...)

. Parabens Lua

av_jml12.gif myarms-yourhearse.gif

.Selvas já Visitadas

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

10MM.gif

.Procura no UJ

 

.Posts Favoritos

. Falling

. Destak

. UJ no DN

. Putas, Prostitutas (os) e...

. Casos Reais: Putas, Prost...

. Maria Madalena: Prostitut...

. "Schindler português"?

. Dedicado ao meu Pai!

. Caso de Vida

. Os BrancosNegros ou Negro...