Quinta-feira, 24 de Novembro de 2005

Lua de Avalon

Nunca sei bem o que escrever nestas alturas... faltam-me sempre as palavras, as ideias, e a imaginação, mas acaba sempre por sair algo para quem merece todas as nossas palavras de carinho e agradecimento.


Hoje a Lua brilha em todo o seu esplendor, brilha mais que alto, mais intensa, e mais generosa... É o dia do aniversário dela, mas é também hoje que lhe quero agradecer toda a paciência que ela tem para comigo, e para com todos nós. Não há mulher mais nobre nos seus sentimentos... Podem pensar que exagero, eu sei... mas não...é a pura das verdades.


A Lua está sempre lá para nos confortar, nos iluminar, e nos dar a mão quando precisamos. Nunca nos nega carinho, uma palavra amiga... até mesmo quando somos injustos para ela!


bed.jpg


Não é raro olharmos para a Lua e pedirmos um desejo... hoje ela olha para nós e diz-nos o que sonha para ela... e sabes uma coisa Lua, quando menos esperas, os sonhos realizam-se!


pomba1.jpg


A Vida Muda:


A vida é uma mutação constante, geneticamente sofremos transformações de que não nos apercebemos por serem de cariz tão lento e tão rápido. Lento porque olhamos para a frente e desejamos o que não podemos ter, queremos ter filhos, netos, um carro, uma casa, fazer uma viagem extravagante de autentico delírio .


Rápido porque fazemos uma revista ao passado e não tivemos ou fizemos o que desejávamos. Quantos projectos ficaram pelo caminho e não passaram de um esboço indelevemente marcado nas nossas vidas.


Os filhos nasceram, cresceram, tornaram-se adultos e se não o dizem pensam que seguirão um percurso diferente do dos seus progenitores. Sem darem conta já entraram no mesmo circuito e quantas vezes seguem copiosamente o que desejariam alterar.


Por outro lado e na vanguarda das gerações os pais projectam com toda a experiência adquirida algo de diferente para os netos fazendo uma ponte sobre os filhos e dizem “ como será diferente”. Porém o egocentrismo dos filhos impede que este sonho de quem esta no último terço do seu percurso da sua caminhada se concretize. O neto desejado não aparece.


Acreditem ou não os pais pensam meticulosamente nos filhos e estes apercebendo-se da ansiedade em que entraram as pessoas que estão à sua frente tentam redimir-se materializando um desejo com algo que se devanece no tempo e que amanha já não se recorda.


As datas de aniversario são comemoradas com jantares, presentes, beijos, votos de felicidade, dedicatórias de saúde. Porem quer queiram quer não, quem olha para os filhos como passado, revendo o presente deseja que um dia, naquele dia de aniversario lhe diga, “tenho um presente para ti “ ... “ coloca aqui a mão e vê se mexe “.


Lua Dourada


pomba3.jpg


Lua este é o nosso singelo presente... as palavras de Florebela Espanca:


Senhora! Eu bem quisera


Senhora! Eu bem quisera e todos, neste dia,
Dizer-vos num só verso alto, sentir que é nosso...
Mas, cantar-vos assim, em verso pobre e humilde...
É dizer-vos, senhora, o que não posso.


Uma coisa, porém, vos direi no entanto...
Uma coisa onde o Sol anda a tecer canções...
É um desejo belo, é um desejo santo
Que ri a gargalhar em nossos corações


Para que numa vida onde só há enganos,
Deus vos faça viver, senhora, tantos anos,
Tantos benditos anos, até poderdes ver


Os cabelos de luz e trevas, juvenis,
De vossos lindos filhos, suaves como Abris,
Ao pé de vós, senhora, um dia embranquecer!


Florbela Espanca


pomba2.jpg


Lua Dourada um feliz aniversário para ti! Muahhhh


Impressão Digital Cereza às 18:43
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
41 comentários:
De Selvagem Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 00:13
olha eu 1ªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªªª bejosssssssssssssssssssssssssssssss kida lua.............sê feliz ao pé dos que te amam....e depois volta para aqui ...perttinho dos malucos. Muahhhhhhhhhhhhhhhhhhh do tamanho do mundoMajoca
</a>
(mailto:manejorge@netcabo.pt)


De Selvagem Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 00:14
Parabéns LUAAAAAAA!!!! (posso pedir-te um desejo????? posso??? posso???? POSSSO????) O teu nick...representa tudo o q és...tás sempre a velar por nós...discreta mas sempre atenta...e...dourada... não q esse brilho seja reflexo do sol..como a tua homónima... mas é o teu brilho, autêntico e natural...Beijos e obrigada por me deixares ser tua "amiga virtual" (dia 10 não escapas!!! temos q brindar e com alcooool!!! WEEEEEE) beijo grande e apertadinho!!! :))))) PatanisKa
</a>
(mailto:sissacc@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 00:14
LUA..que sejas muito felizzzzzz.
Daqui a mais uns anos festejamos a conta certa...agora foi só metade.Beijosfrisco
</a>
(mailto:frisco@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 00:18
Luadourada-- parabéns!ideiasavulso
(http://2)
(mailto:Ideiasavulso@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 00:25
luadourada--, lua cheia. Cheia de carinho, cheia de ternura, cheia de generosidade, cheia de entrega, cheia, plena. Parabéns minha amiga! Deixo-te aqui um beijo especial, neste dia especial :) *Dríade
</a>
(mailto:paulino_correia@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 01:20
Vou caçar as estrelas, uma a uma e
dependurá-las na parede do teu quarto para que te iluminem como mereces. Parabéns e beijos (excepcionalmente, claro...)

Lena
</a>
(mailto:bonecarussa@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 01:20
Vou caçar as estrelas, uma a uma e
dependurá-las na parede do teu quarto para que te iluminem como mereces. Parabéns e beijos (excepcionalmente, claro...)

Lena
</a>
(mailto:bonecarussa@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 01:21
(Desculpa... fiquei gaga...)Lena
</a>
(mailto:bonecarussa@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 01:23
Até eu que n te conheço sinto queés uma grande mulher que merece um monte de coisas boas. Coincidencia ou não, hoje as insónias invadiram-me e o único conforto que me foi dado foi o da lua. :) Lua: espero que tenhas um dia com tudo de bom e parabéns!Vanessa
(http://triptofinland.blogspot.com)
(mailto:mina_aeternus@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 01:33
Lua-Dourada porque tu estás sempre lá, vigiando, dando brilho e.. e.. bom e "isto" deveria sair com algum nexo, ou seja com "ar" de poema, mas aqui vai :
Na imensidão da noite, com essa magia/
Que faz Por entre sombras de penumbra ,/
Se constróiem, com o suor e o calor dos corpos, /
Promessas sobre mágoas empedrenidas, /
Com um tempo do sonho tantas vezes sonhado. /
Emergiste do nada, um enigma... /
com que o Mundo gire da noite pró dia /
Num toque suave, profundo e imenso /
Qual o cheiro da fragância do incenso/
Com uma selvagem vontade que queima. /
Das lágrimas soltas a saber a dor, /
As tuas mãos agitam-se sem pudor./
E assim se desarruma a vontade ébria/
De viver num livro de fantasia /
Em que o tempo não tem memória/
E onde a lembrança se torna nostalgia./
Simplesmente a Lua será testemunha /
Do odor de um perfume barato /
De alguém que esmorece sem apelo/
Desenhando no ar letras a sépia /
O que a vida é no real. /(maria)
Parabéns por completares meio século não há idade melhor :-) Beijinhos com muito carinho e amizade.constancinha-maria
</a>
(mailto:nao-tem@hotmail.com)


Ah... Comenta-me