Quarta-feira, 19 de Outubro de 2005

Um Crime!

Acho que quase toda a gente já recebeu este mail com um artigo do jornalista Miguel Sousa Tavares... mas achei-o de tal maneira interessante e escandaloso, que achei por bem, o publicar aqui! Já agora aviso os "paineleiros" do UJ, que já há muitosssss textos em lista de espera :)... o que é EXCELENTE!


EUROS.jpg



Uma história de 2 aeroportos:

Áreas:

Aeroporto de Málaga: 320 hectares

Aeroporto de Lisboa: 520 hectares

Pistas:

Aeroporto de Málaga: 1 pista

Aeroporto de Lisboa: 2 pistas

Tráfego (2004):

Aeroporto de Málaga: 12 milhões de passageiros, taxa de crescimento, 7 a 8% ao ano

Aeroporto de Lisboa: 10,7 milhões de passageiros, taxa de crescimento 4,5% ao ano


Soluções para o aumento de capacidade:

Málaga: 1 novo terminal, investimento de 191 milhões de euros, capacidade 20 milhões de passageiros/ano.O aeroporto continua a 8 Km da cidade e continua a ter uma só pista.


Lisboa: 1 novo aeroporto 3.000 a 5.000 milhões de euros, solução faraónica a 40Km da cidade



É o que dá sermos ricos com o dinheiro dos outros e pobres com o próprio espírito
Ou então alguém tem de tirar os dividendos dos terrenos comprados nos últimos anos.
Ninguém investiga isto?



E sabem quem é o dono dos terrenos da Ota..... Pois é... o Dr. Mário Soares, sabem agora porque é que ele se vai recandidatar ?!!
Porque o negócio com o Cavaco na presidência poderia ser inviabilizado.


De: Miguel Sousa Tavares


QUE ME DIZEM?


Impressão Digital Cereza às 23:36
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
39 comentários:
De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 10:46
O POVO É SERENO....marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 11:15
Eu andei de aviao pela primeira vez em finais de Agosto e tirando aquela parte de me parecer q bocados da asa do aviao tavam a abanar de mais e q iamos todos cair, tive a oportunidade de ver a diferença entre tres aeroportos: Lisboa, Amsterdao e Helsinquia. Já tinha ido ao do Porto pra levar ou buscar alguem e qd cheguei ao de Lx fiquei de boca aberta por o axar muito maior. Cheguei a Amsterdao e como ainda tinha um tempito até ao proximo voo lá fui eu ver o aeroporto. Devo dizer q fiquei abismada. Estavam sempre avioes a sair e a chegar mas nem seker haviam muitas filas com pessoas. E em Helsinquia ainda mais admirada fiquei, porque aquilo estava uma calmaria... Há uns anos atrás tive de fazer um texto para Geografia a respeito precisamente de aeroportos, mas no meu caso era se o Porto deveria construir um novo. Na altura eu ficava revoltada com o que me chegava aos ouvidos. O meu pai dizia-me várias vezes que qd vinha algum chefao de outro país eles antes queriam ir de aviao até à Galiza e vir até ao Porto de carro. Mas falando do de Lx, q já me estou a começar a perder, pra n variar... É certo que a localizaçao n é das melhores, ainda por cima com o crescimento desgovernado dos predios, a situaçao piora. Também cheguei a considerar a construçao do aeroporto do outro lado do Tejo e até agora foi o melhor que me ocorreu. Pensei que este aeroporto podia ser para voos caseiros e um novo aeroporto para o resto dos voos. Mas isso implicaria também um reforço nos transportes. Agora n sabia é de quem eram os terrenos... Raios o partam! Se até os nosso governadores (ou futuros) apenas pensam no bem estar deles em vez das suas obrigaçoes, prefiro continuar pequenina. (eu acho que eles se aperceberam disto e é por isso q n me deixaram votar nas proximas eleiçoes e estao a por mais entraves ao meu voto nas proximas).Vanessa
(http://triptofinland.blogspot.com)
(mailto:mina_aeternus@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 13:17
Cereza, obrigada por mais um tema que a todos diz respeito, actual, importante e polémico /// O general Norton de Matos disse que ‘Acima da lei está o bom senso’. Perguntamos nós: estará? Num mundo cada vez mais globalizado, a importância das comunicações e das vias de comunicações, sejam as internetes, as auto estradas, as vias férreas ou os aeroportos, é indiscutível.. Mas quando se investe em estádios de futebol e se olvidam os hospitais, quem estranhará que se invista (não seria melhor dizer, gaste?) tanto num aeroporto? Supostamente os grandes investimentos têm que ser avaliados numa perspectiva de futuro, mas têm também de responder aos problemas do presente! Caso contrário, vamos desatar a construir estações espaciais... ?Pelo que li, da parte das empresas de aviação há uma espécie de consenso e unanimidade para que o aeroporto se mantenha no mesmo sitio. Fala-se até do de Palma de Maiorca que parece ter muitas semelhanças com o nosso e tem um tráfego de 25 milhões de passageiros.
/// Por outro lado, já vi escrito que os terrenos eram da família Soares mas também da Fundação Soares... uma coisa é certa: esta informação parece ter chegado a todos os portugueses por e-mail... está (supostamente) assinada por um nome sobejamente conhecido e reconhecido como critico de (quase) tudo o que, convenhamos, é logo meio caminho andado para lermos e acreditarmos... e, descontentes como andamos, rapidamente todos falamos do assunto. Á excepção dos e-mails e dos espaços para as cartas dos leitores nos jornais, não vi isto escrito. Mas, tendo em conta que o candidato anda sempre acompanhado de jornalistas, alguém o irá confrontar com esta questão. Se já foi confrontado, peço a quem o saiba que o divulgue, juntamente com a fonte. Gostava de ler.
Lena
(http://nskbjksbcj)
(mailto:lena@lena.pt)


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 14:47
/me não comenta...Criador_Sonhos
(http://criadorsonhos.blogspot.com)
(mailto:criadorsonhos@gmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 15:56
Oh menino criador isso não vale eheheheh /me também não comenta ... cadê o tempo???? luadourada--
</a>
(mailto:ermelinda_1955@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 16:01
ai não há tempo?cereza
(http://bbb.blogs.sapo.pt/)
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 16:03
O que digo? Digo que é por essas e por outras que a classe política continua a ter a reputação na lama. E a classe dos jornalistas para lá caminha rapidamente. Não sei se é verdade o que o MST diz ou não, mas acredito que sim, aliás creio ser dos jornalistas mais frontais. Mas diz muito acerca da classe qe só hoje eu tenha ouvido flar disso, será que nenhum outro jornalista sabia? Estavam era todos caladinhos, de conluio! Cada vez mais é a força dos media que (de)forma opiniões, o que é muito triste! São tendenciosas e de acordo com o lobby que interessa, normalmente sem escrúpulos. Atenção, como em todas as profissões, há bons e maus profissionais, mas neste caso é por demais evidente ser algo terrivelmente generalizado.WG
</a>
(mailto:a@a.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 16:05
Conheço uns poucos aeroportos por esse mundo fora. Assim de repente, não me lembro de nenhum que esteja tão dentro da cidade como o de Lisboa. Proporciona uma das aproximações (antes de o avião aterrar) mais bonitas que existem, quando se aterra de Sul para Norte e se sobrevoa Lisboa tão baixo. Então ao nascer do Sol e, principalmente ao pôr do Sol, é verdadeiramente poético. Lisboa é uma cidade lindíssima. Tendo a possibilidade de a observar pelos olhos dos anjos, quando está impregnada daquela luz única que a caracteriza nestes momentos, é absolutamente inesquecível. É um excelente cartão de boas vindas aqueles que vêm a Lisboa e ao nosso país pela primeira vez. Pena que esse cartão de visita seja muitas vezes de pouca dura, ao confrontar-se o estrangeiro visitante com a realidade da lusa vivência quotidiana. Se por um lado dá jeito ter um aeroporto dentro da cidade, por que razão, após tantas extensões da rede de metro, ele ainda não está ligado ao resto da cidade? Cheira-me a lóbis mafiosos... ou será uma obra de engenharia tão impossível, que ainda não teve solução?... Qualquer aeroporto da Europa dista em média entre 20 e 40 quilómetros da cidade que serve, tem combóio ou metro (até os dois ao mesmo tempo) e um bom serviço de autocarros para levar passageiros para o centro da cidade, serviços de limusina e táxis. Em Lisboa temos os autocarros da Carris, muito pouco específicos para este tipo de passageiro, o Aerobus desconhecido da maioria, e os TAXIS!!! Os TAXIS!... eheheheh Não me ocorre de maneira nenhuma a razão de o aeroporto de Lisboa ainda não estar servido pelo metro... devo estar a chocar uma trombose!... os TAXIS!... O problema da Ota tem vindo a ser discutido há décadas e parece-me bem, que o dinheiro gasto ao longo de tantos anos em estudos para aqui instalar o novo aeroporto, se se tivesse tomado logo uma decisão, já daria para o pagar... ou pelo menos uma boa parte do mesmo. Mas em Portugal, parece que tudo funciona unica e exclusivamente em função de interesses mais ou menos obscuros, de lóbis mais ou menos envergonhadamente assumidos. E como o que o bom povo quer é futebol e praia, deixa o estado das coisas chegar a este estado. Nada se faz por menos de milhões. Sei lá!... É um número que enche a boca... Milhão... milhão é pouco... dezenas de milhões, já enche melhor... se for centenas ou milhares de milhões, então já é mais à nossa maneira... O que é certo, é que no meio de uma crise económica tão grave como a nossa, qualquer casa de banho pública custa milhões... A sangria de dinheiros do estado passa muito por aqui. MILHÕES para tudo e para quase nada. O aeroporto do Porto, o novo, o das mangas, era para estar pronto para o Porto 2001, Capital Europeia da Cultura... hummm... não está pronto. Estamos quase em 2006!... Um erro técnico (uma diferença de altura entre placas de betão armado) tornou-se numa jornada épica complicadíssima de resolver! Conheço bem o aeroporto de Lisboa há mais de 18 anos. Não me lembro de um dia sem obras naquele lugar! O aeroporto de Lisboa é dos mais caros da Europa. De tal maneira, que sai mais barato ás companhias aéreas os seus aviões pernoitarem fora, noutros da Europa. O aeroporto de Lisboa proporciona uma das aproximações mais bonitas que há. Está dentro da cidade, mas isso não o torna mais prático para o passageiro que o utiliza. Os fantásticos avanços na segurança da aviação, não garantem de forma alguma que Lisboa esteja livre de uma catástrofe. É assustador, mas enquanto os corredores aéreos de descolagem e aproximação ás pista, atravessarem a cidade é uma realidade com a qual tem de se viver. Só espero, tal como todos, que tudo corra sempre bem... mas que o perigo está lá e é bem real, ninguém o pode negar. De uma coisa tenho a certeza: no dia a seguir a um acidente aéreo em Lisboa, começa-se a construir o novo aeroporto da cidade. Deus queira que nunca seja por esta razão...flyman
</a>
(mailto:flyman_pegasus@msn.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 16:08
Apre!... O meu caro WG está mesmo irritado com a classe política! Até deu erros a escrever!... LLLLLLLLOOOOOOOOOLLLLLLLL Um abraço!flyman
</a>
(mailto:flyman_pegasus@msn.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 16:14
http://www.InstantPlayFlashCasino.comFon
(http://www.InstantPlayFlashCasino.com)
(mailto:fon@gmail.com)


Ah... Comenta-me