Quarta-feira, 31 de Agosto de 2005

I will walk all over you!

Recebi este texto da Starry há já algum tempo, e lamento dizer, mas acho que faço tudo ao contrário starry! NÃO me consigo conter!

flair-0204-lovepeaceglam-01 copy.jpg


Discutir é, essencialmente, uma conversa entre duas pessoas: uma fazendo uso do seu aspecto critico enquanto a outra faz uso de um aspecto de rebeldia. Há que saber ultrapassar as discussões, impedindo aos outros que procedam ao “puxar do gatilho” do nosso aspecto critico ou rebelde.


Devemos reconhecer que a nossa própria personalidade é composta de ambos aspectos, criticos e rebeldes, e evitar fazer uso de qualquer um deles para nos ajudar na resolução de problemas.


Por exemplo, se alguém nos abordar com uma atitude irritante, com acusações ou com desconfiança, é normal que queiramos pagar na mesma moeda, procedendo à nossa própria defesa através de gritos, brigas ou apresentando uma série de desculpas.



Este comportamento, no entanto, não nos conduzirá a lado nenhum. Em lugar de perdermos a compostura, chamemos o nosso aspecto Adulto para procurar uma solução em que todos ganhem, fazendo uso de tácticas de mediação e de negociação.



Se o nosso interlocutor estiver emocionalmente agitado, devemos nós permanecer calmos. Na irracionalidade da outra parte, devemos nós mantermo-nos racionais e, no actuar irresponsável da outra pessoa, chamemos a nós a responsabilidade de, no mínimo, nada fazer ou dizer que possa vir a agravar a situação.



Tudo isto apenas porque na intensidade dos momentos de discussão, cometemos, mais frequentemente do que seria desejável, o erro de dizer e fazer coisas sem qualquer correspondência real ao que de mais verdadeiro sentimos e pensamos ou aos nossos desejos mais ardentes.


Starry Night


Said_you_would_____by_ScreamingDaisies copy.jpg




These Boots Were Made For Walking:


"...You keep playin' where you shouldn't be playin
and you keep thinkin' that you´ll never get burnt.
Ha!
I just found me a brand new box of matches yeah
and what he know you ain't HAD time to learn.



These boots are made for walking, and that's just what they'll do
one of these days these boots are gonna walk all over you.



Are you ready boots? Start walkin'!"



Impressão Digital Cereza às 04:12
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
17 comentários:
De Selvagem Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 10:00
Bem, quando surge uma discussão é sempre complicado... Alguém se quis impor e por vezes a outra pessoa acaba por cair na asneira de ser como a outra e ser igual a ela e discutir tambem... Muitas vezes quando não é necessário... Bem, o video está excelente... Cereza, onde é que ela lava os carros? tenho um para ir lavar... :)Criador_Sonhos
(http://criadorsonhos.blogspot.com)
(mailto:miguel24lx@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 10:17
Não posso estar mais de acordo contigo Starry.Recordei os momentos em que tive calma,aqueles em que me calei porque era escusado continuar,e também os raros em que me passei e puxei o gatilho...Ao ler o teu texto lembrei-me de um livro´´A Profecia Celestina``de James Redfield,fez-me pensar este livro....Beijoooooo pa ti.marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 10:25
Inteiramente de acordo Starry 1 bom texto.....isso passa-se em discussões, escritas , textos e por aí fora.
Jokasluisv
</a>
(mailto:luismsvieira@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 11:16
O que dizes é correcto, é a forma cm se deve agir e pensar, é o q manda as regras da boa conduta, mas quem nao reage? quem nao puxa o gatilho de vez em qd? e repara q numa discussao acessa mt coisa se diz q de outra forma nunca se diria,é qd tu poderas ver o q sentes ou sentem, é qd tu teras a consciencia da algumas verdades.
Sei q poderei estar errada, mas p mim entre 2 pessoas adultas e responsaveis uma boa discussao é sempre mt positiva, é so saber retirar dela a parte q nos da a hipotese de dar mais um passo nesta vida de doidos.Anónima 17
</a>
(mailto:Blocas1966@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 11:53
Embora concordando com tudo o que é dito no texto, tenho para mim que a única discussão realmente "pobre" é aquela que nunca aconteceu porque um dos intervenientes achou que "não valia a pena...". Essa sim, acho-a verdadeiramente assustadora, preocupante e significativa.Dríade
</a>
(mailto:paulino_correia@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 11:58
weelll .... ´só conheceras o próximo e a ti mesmo se lhesderes toda a liberdade... quero com isto dizer... ha comportamentos que se treinam.. outros são inatos.. ter como referencia o modus que a starry referiu é optimo..mas quem consegue sempre manter aquele equilibrio...as x salta a tampa...acima de tudo deverá prevalecer o bom senso e alguma elevação.. /me desliga o complicador...IdeiasAvulso
(http://2)
(mailto:IdeiasAvulso@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 12:19
Bem... esta música é um delírio. Claro que também cantarolava a da versão Nancy, mas esta da cowgirl não me parece mesmo nada mal. ;) Onde tu vais buscar estas pérolas, só para nós? Um luxo, cereza. Obrigada. Muito boa, esta tua selva.

Quanto às discussões, às vezes conto até 10. Outras, só consigo contar até 5 e lá se vai a racionalidade. Com o tempo, tenho aprendido a contar cada vez mais longe. O ideal de uma discussão é ninguém pisar ninguém. É aprendermos com as opiniões dos outros. Porque na diferença pode estar a solução. Palavra-chave: tolerância. E respeito pelas opiniões divergentes. Angela
(http://www.lightbubbles.blogspot.com)
(mailto:lightbubbles@gmail.com)


De Selvagem Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 14:31
Discussão ...Que paciência!...
Se há coisa que não costumo fazer é manter uma discussão. Posso dizer alto e bom som detesto discussões bahhhhh… De certeza que não leva a lado nenhum. Já dizia a minha Avó, "não há um teimoso sem outro teimoso." Nas discussões, as pessoas costumam exaltar-se, perdendo assim discernimento. Às vezes, os que discutem dizem coisas muito semelhantes sem se perceberem no que dizem… Jinhos para ti Starry, gostei do texto... :)))


luadourada--
</a>
(mailto:ermelinda_1955@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 15:37
Mas deixemo-nos de coisas!!!Que belo ´´seco`` a Jessica pregou ao cowboy...Estou cá a pensar...Poderiamos ir assim ao almoço(eu botas tenho,cinto também,o resto é fácil de arranjar).Meninas toca a aprender a coreografia!!!!wwwwooooooowwwwwwmarta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 18:47
Olá Belíssima, um beijinho enorme para ti. Epah, já é azar, começo por comentar-te, pelo teu texto, de uma forma terrível: Não te entendo! Recentemente me dizias, tendo eu até ficado com a pulga atrás da orelha, na medida em que mais gente assim diz considerar-me, que sou intenso e brutal. Para mim a discussão é não mais do que o veículo ideal para passar a mensagem clara da nossa intensidade e, lá terá que ser, também da nossa brutalidade. Normalmente apenas me arrependo do que não fiz e, se as palavras que atiramos não forem como pedras traiçoeiras, coisa nojenta, creio que, por mais intensas ou brutais que o sejam ou tenham sido, servirão de pasto a um melhor e mais amplo entendimento futuro entre as pessoas envolvidas na discussão. Daí que me estou borrifando para os paninhos quentes e para o contar até dez naquilo que, intrínsecamente, seja oriundo do nosso mais profundo sindroma identificativo. Um beijo, Belíssima, do Anjo Maslow
</a>
(mailto:manuel_azevedo@hotmail.com)


Ah... Comenta-me