23 comentários:
De Selvagem Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 00:20
Narag,hoje deixo um beijo,e vou sonhar.Amanhã volto. :)**marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 09:34
Parabéns Narag...tá muito bonito, gostei de te ler ;)

***devil_girl
(http://..)
(mailto:joana_ribeiro19@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 11:56
menina narag... este poema é a dar na cabeça a alguem? hummm? sabem que esta menina, ainda menor escreve coisas lindissimas? têm de ver o blog dela que vale a pena... quem me dera escrever assim...enfim!
narag como sempre gostei muito. alem disso está muito subtil!cereza
(http://bbb.blogs.sapo.pt/)
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 12:07
Narag!! Gostei do texto. Como já tive oportunidade de to dizer, acho que escreves muito bem. Relativamente ao texto em causa, gostaria de dizer-te que o amor é feito de "mixed feelings", sensatez e insensatez. Nada é perfeito nesta vida e é da aceitação dessas imperfeições/limitações que nasce a nossa felicidade. Se, por um lado, "quem não nos quer não nos merece", por outro, "amar é não pedir mais do que aquilo que o outro pode dar". Um beijinho grande para ti e continua a escrever! * :)Safira
</a>
(mailto:saphireonesrth@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 12:37
Eu sei que a Narg é uma menina,e escreve coisas lindas,por vezes fico admirada quando penso na idade dela ao ler o que ela escreve.Este poema sente-se...nem sei o que dizer.Jocas pa ti ´´minha filhota`` adoptada.(o colchão segue dentro de momentos :PPP)marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 12:47
Estas palavras de Narag, misturadas com o enquadramento musical tão especial que a cereza sempre nos habitua, fazem destas visitas ao UJ uma delícia. Apetece ficar por aqui. Obrigada.Angela
(http://www.lightbubbles.blogspot.com)
(mailto:lightbubbles@gmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 13:45
Bem, eu sou um admirador incondicional dos teus textos, de tudo o que escreves como já te tinha dito... mais uma vez, ADOREI... jokinhasCriador_Sonhos
(http://criadorsonhos.blogspot.com)
(mailto:miguel24lx@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 15:33
Cereza não é exactamente a dar na cabeça de alguém em especial, é dirigido, desta vez, ao leitor... Só umas coisas que acho que as pessoas devem ter em conta. Saiu-me, pronto, lol. Claro que tem algo a ver com a minha vida pessoal, caso contrário nunca me lembraria de escrever tal coisa, lol. Safira, não é que possa dizer que sei muit bem disso :P mas tenho consciencia que não é perfeito, como nada o é, mas neste caso o principal tema, se é que posso dizer desta forma :P não é o amor, ou o que acho ou não acho dele. É uma espécie de mensagem dividida em 3 partes, mas claro que se concentram mais na estrofe do amor. Já mostrei o texto a várias pessoas que não frequentam o blog e todas elas me questionaram acerca da mesma estrofe, lolol. Engraçado... Mas eu também fiz o favor de complicar um bocado a última, lol. Gosto de deixar assim um pouco vago e ver a interpretação de cada um. :P É mais giro que dizer que é assim e assado e só engole quem quiser, lolol. E depois também não gosto nada de andar a comparar o amor às nuvens e aos passarinhos a voar :P Mas pronto... Obrigada a todos. Deviam ver o meu ego agora mesmo! Ui! Bjokas *** *** *** * (Marta fico à espera do colchão, lol)
Bárbara (Narag)
(http://naragturg.blogspot.com/)
(mailto:barbara10sofia@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 15:36
Ai....! Asneira! Passei uma versão errada à Cereza... Não sei como ainda nem reparei... Onde está: "E se a sensatez é má, não dizem verdade" É para trocar sensatez por insensatez... Fica: "E se a insensatez é má, não dizem verdade". Desculpa Cereza :|Bárbara (Narag)
(http://naragturg.blogspot.com/)
(mailto:barbara10sofia@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 16:20
Menina...mas escreve muito bem!! gostei muito do poema, bjinhos Caty
</a>
(mailto:catarina.leite@clix.pt)


Ah... Comenta-me