27 comentários:
De Selvagem Anónimo a 27 de Julho de 2005 às 00:47
safira adorei e obrigado por me fazeres sorrir ao ler o teu texto ao lembrar-me de muitas coisas... e sendo breve como quase sempre sou, só tenho a acrescentar que a maior parte das pessoas é tão feliz quanto resolve ser.


beijinhos para todos e façam o favor de serem felizes :D


Viste patroa...hoje piquei o ponto ;) laskinha
</a>
(mailto:xana_granja@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 27 de Julho de 2005 às 02:30
Parabéns Safira... o teu texto está de facto fantástico...fez-me sorrir enquanto o li...afinal nem tudo está perdido...recuperar um sorriso é bom ;)

Parabéns

****devil_girl
(http://..)
(mailto:joana_ribeiro19@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 27 de Julho de 2005 às 05:44
Enfim... Sinceramente esta semana sem pc fez-me mal porque não me apetece nada comentar, mas como até gostei do texto da Safira passei aqui para elogia-lo.
Parabens Safira :) Bjokas.Bárbara (Narag)
(http://www.naragturg.blogspot.com/)
(mailto:barbara10sofia@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 27 de Julho de 2005 às 10:58
U2, a melhor banda do mundo, apenas isso... o Esforço incansavel do Sr. Bono emlutas contra a guerra, a sida e a pobreza... ele que ja esteve na lista negra do IRA... Safira, mais uma vez, um excelente texto...
Narag, fofinha... ñ estejas assim sff... DESCULPA-MECriador_Sonhos
(http://criadorsonhos.blogspot.com)
(mailto:miguel24lx@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 27 de Julho de 2005 às 11:04
As viagens são uma metáfora, uma réplica terrena da única viagem k verdadeiramente importa : a viagem interior.
O viajante peregrino dirige-se mais além do último horizonte, tendo uma meta que está presente no mais íntimo do seu ser, ainda que oculta ao seu olhar. Trata-se de descobrir essa meta, que equivale a descobrir-se a si mesmo; não se trata de conhecer o outro. (Javier Moro)
Tex
</a>
(mailto:texazinha@iol.pt)


De Selvagem Anónimo a 27 de Julho de 2005 às 11:08
Afinal a vida das pessoas não é muito diferente. O ser humano é previsível.
O que muda na verdade é o olhar, a percepção e a importância que cada um dá ás coisas...Safira achei o texto refrescante,fez-me sorrir.Beijooooo.E,U2 sempre:PPmarta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 27 de Julho de 2005 às 11:44
Uma coisa é certa, se não tivesse passado por tudo o que passei até agora não seria o que sou. (O Sr. Palisse é que percebia disto) Multifacetado, claro. E espero que cada vez mais, no minimo é sinal de enriquecimento, cultural, espiritual, experimental.... Condicionado e auto-censurado tambem, convem manter-me dentro de uma sociedade, afinal dependo dela. Quanto ao atingir a felicidade...isso são outros 500, na minha opinião não se é mas vai-se sendo, nem que seja momentaneamente. Para mais se se for sempre feliz, deixa-se de o ser. O contraste com o sentimento oposto é necessário para que nos lembremos do que é ser feliz.
Quanto ao gajo dos U2...segui-lhe o exemplo, esquci-me que no dia 25 fiz anos de casado, o que me vale é que a cara metade teve exactamente o mesmo conportamento. :PPPPPP (Como me lembrei, e a lembrei, hoje, quer-me parecer que vai haver festa para comemorar o aniversário do 2º dia de lua-de-mel. formasdolhar
</a>
(mailto:formasdolhar@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 27 de Julho de 2005 às 11:48
A música e líndissima e o texto tá muito bonito...boa escolha. Beijo!Patrícia
(http://www.osoldatuaalma.blogs.sapo.pt)
(mailto:crazyflower1703@homail.com)


De Selvagem Anónimo a 27 de Julho de 2005 às 12:46
Se alguém tiver um bilhete extra para o concerto dos U2 e quiser oferecer-me, está à vontade! Quanto ao texto, não vou comentar, mas antes fazer uma pergunta (im)pertinete: Safira, és feliz? Ou, se calhar mais preciso, dada a tua definição de felicidade, estás feliz nesta fase da caminhada (não hoje, mas num horizonte mais alargado?). É que vejo muita gente a debitar muita coisa acerca de amor, de felicidade, etc, e gostava de saber com que autoridade o fazem antes de eventualmente abrir o meu bico para dizer o que quer que seja :PPP. WG
</a>
(mailto:a@a.com)


De Selvagem Anónimo a 27 de Julho de 2005 às 12:55
Safira boa escolha no texto, tal como a música… E que nos leva a sorrir é sermos mais leves e naturais... O primeiro passo do caminho é o que nos leva à paz e a alegria interiores e aceitarmos integralmente a não deixar assustar pelo que os outros dizem e também pelos nossos próprios pensamentos dramáticos... sermos pacientes e gentis connosco em todas as situações que vivenciamos...jinhos para todos e em especial para ti Safira

lua
</a>
(mailto:ermelinda_1955@hotmail.com)


Ah... Comenta-me