Domingo, 19 de Junho de 2005

O colchão da Majoca!

Eu não aguentava até ter aqui um texto assinado pela Majoca, pela sua boa disposição.... e de facto foi o que aconteceu! Muito me ri, quando ela me falou pela primeira vez do colchão dos tremeliques! Majoca SUA NAUGHTY GIRL!!!


Fox copy.jpg


A pedido da nossa querida “ patroa” vou ter a humildade suficiente de assumir publicamente a minha burrice, contando um episódio que vos poderá ensinar qualquer coisa.

Recuando para um dia vulgar da minha vida, meu telefone fixo despertou. Uma voz masculina, deveras interessante, perguntou por mim, solicitando a minha ajuda para um inquérito sobre Segurança Rodoviária.
Minha vaidade bloqueou grande número de meus neurónios e lá me dispus a colaborar…e acertei tudo !!!

Ao fim duns minutos, como tinha sido tão gentil, acabava de ganhar um Kit especial para o carro, de um certo valor atraente, e que deveria levantar num local, por acaso bem acessível para mim.
Ora, porque não ir receber meu rico prémio?!

Tudo fácil. Aqui, a menina, lá encontrou a morada e alguém muito delicadamente, solicitou a resposta a questões sobre a saúde, fazendo-me entrar para uma grande sala.
Não percebendo ainda nada, verifiquei a presença de muitos grupos de casais, na sua maioria de classe etária mais elevada que eu, conversando atentamente com uma doutora.

Uma senhora muito simpática pediu minha colaboração num certo estudo, intensivo e extensivo, de que eu tentava encontrar o objectivo, a que me dispus a colaborar.
Por fim fez-se luz! Mas só depois de me levarem a outra sala, onde pasmando, encontrei uma grande cama. Aí acordei e só me apetecia rir… Mas educadamente ouvi a derradeira e única explicação de todo o cenário: era candidata a compradora de um fantástico colchão que fazia muita coisa…oh oh oh !

Mas tinha um senão…o preço!!
Na moeda antiga, 700.000 contos (nem devia dizer).Claro que aí me ri. Eu com aquele acessório? Jamais! Ainda se falasse…porque era realmente dotado de uma características deveras interessantes, conforto, material que anulava doenças e… massajava dos pés à cabeça com intensidades variáveis!
Não podem mostrar este tipo de acessório a uma loira e mais assumidamente burra naquele dia.

Imaginem a confusão de emoções associadas a um desejo compulsivo de ter tal elemento na minha grande cama e a impossibilidade financeira de o adquirir.
Eu até nem respondia às características necessárias. Era saudável, não tinha sido enviada por qualquer médico ou afins, da saúde pública, mas poderiam facilitar-me, com um pagamento em dois anos.

Tão naife que sou…pensando que finalmente estava esperta, olhei à minha volta, e questionei a presença de pessoas idosas, que deveriam ter reformas baixas, o poderem pagar tal coisa. Essas teriam facilidades de pagamento em 4 anos, mesmo que pobrezitas, iriam de certeza gozar seus últimos anos, nas delícias de tal objecto, com mais saúde e mais felizes ( aquelas massagens… ai )

Bem, finalizando, respondi: Será que eu estou na 3ª idade? Aí estraguei tudo…
Um elemento charmoso, moreno, destilando mel, na hierarquia, sr. Director, veio ao meu encontro.
A partir daí, eu também era a doutora. Teria muito gosto mas de certeza não era possível visto não corresponder à idade.
Não devo estar muito longe…respondi eu.
Só vendo O BI respondeu ele. E eu mostrei!!! O tal ser vivo lindão, aceitou e disse, façam todas as facilidades…

De repente tinha à minha frente montes de papéis sem eu me poder safar daquela encrenca.
Saí dali atordoada, mas sem esquecer meu rico e malfadado prémio, acompanhada de alguém que ia medir minha grande cama ( ainda por cima) .

Como devem calcular, enquanto me delicio com os tremeliques deste bendito colchão, relembro a burrice que me sai da carteira, durante 4 anos, com a esperança de uma maior longevidade e sim…pensando que poucos têm algo que a qualquer hora faz massagens de cima à baixo ( cof cof cof) e sem barafustar!!!

O que eu vou sofrer com os vossos comentários!!! Mas a patroa mandou!




Majoca


Impressão Digital Cereza às 23:13
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
71 comentários:
De Selvagem Anónimo a 19 de Junho de 2005 às 23:51
Risos, risos e mais risos!!!! Majocaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, tenho umas panelas prá troca, queres???!!! epahhhhh, elas não massajam, mas dizem que fazem uns cozinhados óptimos... sem água, sem gorduras, sem condimentos... tudo em prol da saúde... Eu é que não me ajeito, porque elas fazem aquilo tudo, ó se fazem! De qualquer modo, devo dizer que se cozinha nelas tão bem como nas da loja do eurimeio, mas pronto... lolllllllll Por acaso ainda não me lembrei de as meter na cama... não tremem, mas devem ser fresquinhas agora para o verão! E pelo preço que me custaram, se o teu colchão pode dormir contigo, as minhas panelas tb podem ter essa honra! lollllllllllll Beijosssssssssss ;)alic
</a>
(mailto:mceciliabpm@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 19 de Junho de 2005 às 23:58
Majoca, se te obedece cegamente, faz tudo o que lhe mandas, e não barafusta, recosta-te bem e aproveita... é um servo ás tuas ordens... eu é que não tenho pachorra para essas vendas (inquéritos) telefónicos. Normalmente, digo que não estou interessado, agradeço, peço licença e desligo... Por acaso, ultimamente têm sido tantos, os telefonemas, que vou deixando falar... nem os ouço... um dos últimos contactos, era uma moça muito simpática, a perguntar se eu queria ganhar um fim de semana no Algarve. Era de uma agência de time-sharing... e eu sempre a dizer que não... ela com aquele discurso muito estudado, a insistir... até que perguntei se estavam incluidas deslocação e ajudas de custo... ela desmanchou-se a rir, a dizer que não... era só estadia... eu, peremptório, afirmei-lhe que eram as condições para eu sair de casa... Não aceitava ofertas para viagens... Só pagando-me, mesmo... Desarmada, desistiu e ainda perguntou se podia trabalhar comigo... eheheheheh :))flyman
</a>
(mailto:flyman_pegasus@msn.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 00:00
ohhh Majoca...tu caíste daí abaixo?
Tenho deixado tantos prémios por levantar, tenho um raio de um feitio....frisco
</a>
(mailto:frisco@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 01:33
Pagavas-me a mim e eu fazia-te as massagens na boa ... Tenho bué jeito a serio ;)Fonz
</a>
(mailto:malcato@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 01:58
boa noite:) Majoca, com 700.000 contos, ia dar a volta ao mundo..(estas "coisas"do euro são uma desgraça)..heheheh. Beijos a todos* atenas
</a>
(mailto:guadalupe767@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 07:49
Só um aparte: conseguirás tu pagar 700.000 contos em 4 anos? lol... pelo menos disfruta ao maximo desse colchão, porque prvavelmente se não o pagares vão busca-lo de novo :P *****devil_girl
(http://...)
(mailto:joana_ribeiro19@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 09:24
Não obstante ter achado muita piada à história da Majoca, uma grande dúvida impõe-se no meu pensamento (e, acreditem, eu não sou loira, nada mesmo!): Porque é que alguém dá 700.000 contos por um colchão que treme? Não tremem todos????? Olha Majoca, sinceramente, desejo que aproveites ao máximo cada tremelique desse teu colchão, sem pensar no quanto vais pagar por eles... e que vibrem juntos durante muitos anos!!!! :PP Safira
(http://www.bbb.blogs.sapo.pt)
(mailto:saphireonearth@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 09:25
Majoca!!!aproveita bem o colchão :). Sinceramente eu não tenho a mínima pachorra para aturar esse tipo de telefonemas e detesto que me impinjam coisas, que muitas vezes até tem um certo atractivo, mas quando me sinto pressionada e enganada o meu cérebro funciona ao contrário e não compro mesmo! Mas acredita que não és só tu, eu também tenho um aspirador daqueles que fazem milagres (que com um pouco de imaginação até limpa sózinho, estou ainda à espera disso, pois não lhe toco. Mas haja quem o quis comprar ;) e deve também estar à espera que o mesmo faça as limpezas sózinho :P). Mas é bom que existam pessoas assim. Os meus sogros também foram numa dessas de "time sharing", pagam balúrdios e nós é que gozamos as férias o que não deixou de ser um bom negócio (para nós) :P.^Erina^
</a>
(mailto:paula_m_sousa@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 10:00
Majoca, anda cá que tenho aqui um prémio fabuloso para ti :)Cetus
(http://pintadodefresco.blogspot.com)
(mailto:teixeirarui@msn.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 10:02
Majoca, a esta altura, inpoe-se uma questão. O colchão é apenas usado por ti, ou de vez em quando permites-te a umas massagens extra? Vá não sejas invejosa. :PPPPformasdolhar
</a>
(mailto:formasdolhar@hotmail.com)


Ah... Comenta-me