Sábado, 9 de Abril de 2005

Oração...

A oração da Starry



Beauty.jpg

Senhor, ajuda-me a nunca desistir de ser mulher.
Coloca um espelho no meio do meu caminho entre a lavandaria, o supermercado, o sapateiro, o colégio e o ginásio. E que, ao olhar-me, eu goste do que veja.

Não deixes que eu passe uma semana sem usar um batom bem vermelho, umas botas bem altas ou umas jeans bem justas.
Protege os cachos de caracóis do meu cabelo do vento e os brincos e anéis dos olhares invejosos.

Nunca deixes que falte na minha vida comédias românticas e boas depiladoras.
Deixa que eu feche os registros e as janelas. Mas, por favor, abre-me algumas portas. Nem que seja a do carro.

Se eu estiver com vontade de chorar, faz com que eu chore um dilúvio. E que tenha saído de casa sem pintar os olhos.
Para cada dia de TPM, dá-me uma montra cheia de sapatos lindos. Já que eu nunca te pedi milagres, faz com que a minha celulite seja ao menos mais discreta.

Dá-me saúde, tempo livre e silêncio. E que nunca me falte O.B. na mala.
Nos engarrafamentos, faz com que eu ligue o rádio e esteja tocando a minha música preferida. E que eu me lembre da letra para cantar.

Dá-me forças para eu insistir com as minhas filhas para que comam salada, digam "por favor" e "obrigada", limpem a boca ao guardanapo, façam as pazes e puxem o autoclismo.

Cega os meus olhos para as badalhoquices pelos cantos e os brinquedos no meio da sala - eles vão estar sempre lá, nisso eu já reparei.
Ajuda-me, para que eu chegue do trabalho e ainda consiga brincar, ver desenhos animados, contar histórias, fazer bolos, escrever duas ou três linhas numa folha de papel. Ou fazer só uma dessas coisas. E se eu não tiver as menores condições para me manter de pé, faz com que as minhas filhas cheguem a dormir da escola.

Nos dias difíceis, dá-me persistência para manter os chocolates fora do alcance da minha vista.
Faz com que eu não me esqueça de telefonar para os meus pais e meus amigos.

Dá-me firmeza para os meus seios e para a hora do castigo.
Ajuda-me, para que o meu trabalho não seja bom somente no dia do pagamento.
Protege as minhas poucas horas de sono e não me julgues mal, caso eu não acorde no meio da noite para tapar as minhas filhas.

Não deixes que a minha testa fique tão franzida a ponto de parecer uma saia plissada. E eu, uma louca stressada.
Faz com que o sol seja o meu personal trainer, o meu complexo de vitaminas, o meu carregador de baterias - mas quando eu pedir um diazinho de chuva, não perguntes porquê.

Por cada batata quente no trabalho, dá-me um café recém-tirado.
Entende que quando eu rezo para cancelarem um "rendez-vous" - não é gastar rezas à toa, podes ter a certeza.

No meio de tudo isto, faz com que eu tenha tempo para ser namorada de novo, ir ao cinema, jantar fora, beijar na boca, dormir abraçadinha a um corpo quente e não a um urso.
Ilumina o espelho da casa de banho e protege as minhas pinças, os meus cremes
e todos os meus segredos.

Senhor, por pior que seja o meu dia, faz com que ele termine, e não eu.




Impressão Digital Cereza às 14:50
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
26 comentários:
De Selvagem Anónimo a 9 de Abril de 2005 às 15:03
Amen!cereza
</a>
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 9 de Abril de 2005 às 15:47
Starry, gostei. Amen! Só uma coisita. Quem é o Senhor?Amonada
</a>
(mailto:amonada@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 9 de Abril de 2005 às 16:05
Aiiiii!!! como eu te compreendo manocas linda :)) Como eu preciso tb duma oração dessas...Amei!!!!....até uma lagriminha teimou em sair a correr para me lembrar do seu sabor salgado... :))) Beijokas doces Pataniska
</a>
(mailto:sissacc@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 9 de Abril de 2005 às 17:05
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAMEENNNNNNNNNNN!!!!!!!!!!!morgaine
</a>
(mailto:lab_marta@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 9 de Abril de 2005 às 17:34
Era para comentar ??? Lollllllllllll Starry bonita oração, tenho de admitir q a cada dia q passa me surpreendes, pela positiva claro... Jokas grandes e q o Senhor te ouça... e, muito importante, tem paciência com as meninas, sabes q a salada é dificil de ingerir e os brinkedos depois de arrumados deixam de ter piada... Lololol Criador_Sonhos
(http://criadorsonhos.blogspot.com)
(mailto:miguel24lx@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 9 de Abril de 2005 às 18:34
Ser-te-á concedido... Ele disse-me. Vai em paz.flyman
</a>
(mailto:flyman_pegasus@msn.com)


De Selvagem Anónimo a 9 de Abril de 2005 às 18:37
Não resisti... desculpem... lolol. A oração está divina! tenho de a adaptar à minha condição masculina. Parabens Starry e não saias da luz :P. Fiquem bem.flyman
</a>
(mailto:flyman_pegasus@msn.com)


De Selvagem Anónimo a 9 de Abril de 2005 às 18:41
Bolas, bolas, bolas! Mulher sofre por ser e por ter, por não ser e não ter e outras vezes, inventa sofrimentos. As preocupações das mulheres são imensas, mas eu só peguei nas mais hilariantes. Convenientemente, nem falei das unhas que se partem ou da unha postiça que nos cai, das meias de vidro que se lhes escapa uma malha, da alsa do soutien ou do zipper (das calças) que decide rebentar no meio de uma reunião e tantas outras situações consideradas verdadeiras calamidades.Starry-Night
</a>
(mailto:martiniquex@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 9 de Abril de 2005 às 18:44
Zippers?!!! Nem me fales nisso!... Que dor tão fininha... Nesta os homens ganham no sofrimento! :pflyman
</a>
(mailto:flyman_pegasus@msn.com)


De Selvagem Anónimo a 9 de Abril de 2005 às 18:56
Starry, muito bem!!!! Vou escreve-la no papelzinho para a ler todas as noites antes de dormir!! Que Deus nos ouça!nita_
</a>
(mailto:pulguina_9@msn.com)


Ah... Comenta-me