Segunda-feira, 13 de Março de 2006

Cientologia Parte I

Um trabalha muito interessante da Vanessa. é a primeira parte... amanhã segue a segunda. Boa leitura.





tomcruise10 copy.jpg


(Tom Cruise - Feroz seguidor da Cientologia)



Há 75 milhões de anos, a Confederação Galáctica era governada por uma criatura de maus-fígados chamada Xenu. Este poderoso oligarca tinha um problema bicudo para resolver: todos os planetas sob o seu domínio tinham uns biliões de habitantes a mais.



Que fazer? Simples: o traiçoeiro Xenu, com o apoio de uns quantos meliantes, droga todos os incontáveis supranumerários e enfia-os em foguetes com a Terra (que então se chamava Teegeeack) por destino. Uma vez cá chegados, os infelizes foram armazenados junto a vulcões e posteriormente reduzidos a vapor por poderosas bombas nucleares.



Eventualmente, Xenu teve o fim de todos os tiranos e foi deposto, embora ainda continue vivo. O grande problema é que as almas (Thetans) de todos os massacrados continuam a assombrar o nosso planeta. Na sua configuração mais perigosa - Operating Thetans - pegam-se às nossas pobres cabeças como carraças num collie. Para os exterminar, entra em cena a Igreja da Cientologia, mais a sua doutrina da Dianética: com caros e prolongados tratamentos, os devotados sacerdotes conseguem livrar os pategos, perdão, os crentes, de tais pragas intergalácticas. Por coincidência, parece que quanto mais rico é o fiel, mais Operating Thetans carrega às cavalitas e de mais tratamentos carece...



Ridículo? Ora perguntem ao Tom Cruise, a resmas de celebridades e a hordas de tontos anónimos se a igreja fundada pelo escritor de ficção científica Ron L. Hubbard não é a resposta para todos os dilemas da Vida e da Morte...





katie20jk copy.jpg


(Futura Mrs Cruise, já seguidora da cientologia)




L. Ron Hubbard é o fundador da Cientologia. Ele descreveu a sua filosofia em mais de 5.000 obras, incluindo dezenas de livros, e em 3.000 conferências gravadas em fitas.
A vida familiar de Hubbard foi conturbada, tendo casado por três vezes e tido 7 filhos. Em 1976, um dos seus filhos, Quentin, foi encontrado no deserto com um tubo a introduzir os gases de escape para dentro do carro. Não trazia qualquer identificação e estava em coma. Um aparente suicídio, tendo Quentin vindo a morrer no hospital 2 semanas depois.



Outro filho, L. Ronald Hubbard Junior, trabalhou com o pai entre 1949 e 1950, mas nos anos 70 mudou o seu apelido para deWolf e renegou Hubbard. Foi também testemunha de acusação num caso contra a Igreja, tendo feito um depoimento no qual declarava que o pai era fraudulento e mentiroso, negando inclusivamente a veracidade dos seus títulos académicos e afirmando mesmo que as suas teorias mais não eram do que exercícios de imaginação, em vez de sério trabalho científico...



Os adeptos veneram o fundador da seita, o americano L. R. Hubbard, como um Deus, e sua biografia oficial divulgada pela "igreja" é tão rica de anedotas que exaltam suas extraordinárias capacidades e a grande quantidade de feitos "heróicos", que é preciso ser muito devoto para acreditar somente na metade dela.



Antes de inventar Cientologia, L. Ron Hubbard (1911-1986) foi por anos um ordinário escritor de ficção científica. Muitas são as "invenções" que passaram de sua literatura para a cosmogonia cientológica. Mas com o passar dos anos, as suas teorias (formuladas entre 1950 e 1970) foram abaladas pelas novas descobertas da ciência, a qual demostrou como os acontecimentos fundamentais da doutrina cientológica não vão além da pura fantasia. Como no caso do trágico "implant" no qual foram submetidos bilhões de thetans. Hubbard afirma que isso aconteceu 75 milhões de anos atrás no Hawai. Infelizmente, para ele, naquela época ainda faltavam cerca de 50 milhões de anos para o Hawai aparecer no meio do oceano.



A dianética é um exemplo clássico de pseudociência. E a cientologia um clássico exemplo de fraude construida sobre uma pseudociência e sustentada pelas desesperadas necessidades e esperanças de pessoas doentes, sós e/ou acriticas.



Hubbard diz-nos do que deve ser composta uma ciência da mente: "Uma fonte única de todas as insanidades, psicoses, neuroses, compulsões, repressões e desarranjos sociais....evidência cientifica da natureza básica e funções da mente humana....a causa e cura de todas as doenças psico-somaticas...." Tambem nota que é irrazoável esperar que uma ciência seja capaz de encontrar uma causa única de todas as insanidades, visto algumas serem causadas por "cérebros malformados ou patologicamente deformados ou sistemas nervosos" e algumas são causadas por médicos.



Sem preocupação por esta aparente contradicão, continua afirmando que esta ciência "deve igualar, em precisão experimental, a fisica e a quimica." Diz-nos então que a dianética é "...uma ciência organizada do pensamento baseada em axiomas definitivos: afirmações de leis naturais da mesma ordem das ciências fisicas....".



As ciências não se baseiam em axiomas e não podem afirmar conhecimentos a priori do número de mecanismos causais que devam existir para qualquer fenómeno. Uma ciência é construida sobre propostas para explicar observações. Conhecimento cientifico de causas, incluindo o número destas, é uma questão de descoberta e não de estipulação. Também, os cientistas respeitam a lógica e têm dificuldade em dizer sem se rirem que uma nova ciência tem de mostrar uma única causa para todas as insanidades excepto para as que são provocadas por outras causas.



Outra indicação de que a dianética não é uma ciência e de que o seu fundador não faz a mais pequena ideia de como a ciência funciona é dada em afirmações como: "Várias teorias podem ser postuladas sobre como a mente humana evoluiu, mas isso são teorias, e a dianética não se preocupa com estrutura."



Vanessa



Impressão Digital Cereza às 22:58
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
14 comentários:
De anónimo a 3 de Maio de 2008 às 21:25
Tudo isto teria piada se a cientologia fosse só ridícula mas ela é bem mais que isso. desde os já referidos crimes federais até à destruição de poupanças passando por uma série de mortes estranhíssimas , a cientologia está envolvida em actividades mais apropriadas a uma organização criminosa do que a uma Igreja/Religião.
Fazer pouco da história de xenu tem a sua piada, mas as pessoas tem todo o direito a acreditar no que quiserem, o que não tem piada nenhuma é que uma organização destas vá continuando impune, apesar de todos os seus crimes.
Isto provavelmente já vai um pouco atrasado, até porque este post me parece bastante antigo, mas recentemente esta "Igreja" voltou a tentar censurar a Internet, despertando a ira de uma série de internautas que já fizeram 3 protestos na vida real.
Dia 10 de Maio é o próximo e qualquer pessoa interessada em participar pode ir a www.enturbulation.org


De Selvagem Anónimo a 14 de Março de 2006 às 09:08
vem ter comigo ... e fica!!! http://vagueandoporti.blogspot.com/Carlos
(http://vagueandoporti.blogspot.com/)
(mailto:c_m_a_n_u_e_l@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 14 de Março de 2006 às 11:08
"Vidas destruídas. Riquezas estragadas. Crimes federais. Scientology apresenta-se como uma religião, mas na verdade é uma fraude global e sem piedade..."
(1991 Time Magazine)

Tex
</a>
(mailto:texazinha@iol.pt)


De Selvagem Anónimo a 14 de Março de 2006 às 12:15
Desconhecia o assunto tratado neste texto...
Agradeço Vanessa e um beijoMajoca/SaloiaLoira
</a>
(mailto:manejorege@netcabo.pt)


De Selvagem Anónimo a 14 de Março de 2006 às 12:15
Desconhecia o assunto tratado neste texto...
Agradeço Vanessa e um beijoMajoca/SaloiaLoira
</a>
(mailto:manejorege@netcabo.pt)


De Selvagem Anónimo a 14 de Março de 2006 às 14:19
Já conhecia a história da cientologia, e sempre me pareceu de facto um conto de ficção. mais um daqueles "mambo jumbos" que proliferam pelos Estados Unidos. Mas de facto o que me faz mais confusão é como pessoas inteligentes, (sim pq ser um actor ou realizador ao nivel de de um Cruise ou kidman... não é propriamente ser um idiota)acreditam nestas tretas todas. Por vezes parece que já baralham a realidade e a ficção. Caso interessante é o da Nicole Kidman, que seguiu também a cientologia por causa de tom cruise... agora separada dele, virou-se para a igreja católica. Esperem agora pela segunda parte deste texto da vanessa. Acho um tema interessantissimo!Cereza
</a>
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 14 de Março de 2006 às 14:23
Ó gente, bem que podiamos fundar uma religião assim a modos para reverter a favor do Urban-Jungle!
Ò Cerejolas já te tou a ver de pastora-mor!lolllllllllll (ai k ela mata-me)Tex
</a>
(mailto:texazinha@iol.pt)


De Selvagem Anónimo a 14 de Março de 2006 às 14:48
Tex grrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr lolllcereza
</a>
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 14 de Março de 2006 às 16:24
ehehhehe TEX.Bora nessa Vanessa??!!lloolll..Eu fico á espera da parte II.Um jinho pa ti Vanessa(eu não sei como é que a cerejolas tem paciência para ´´aturar`` esta gente toda,um BEIJO pa ti miuda!!!)marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 14 de Março de 2006 às 16:36
Caso passe por aqui algum fanático de Cientologia: atenção que com o meu trabalho não pretendi ofender ninguém! Tanto critico a Cientologia como outras "igrejas" e seitas, mas esta é a que mais me faz rir!! Cada pessoa é livre de acreditar no que bem entender, mas esta igreja tenta afirmar-se como ciência, mas tem tantas incongruências que um leigo qualquer é capaz de detectar! Uma coisa que entretanto também me ocorreu: supostamente nas igrejas não somos obrigados a dar o nosso dinheiro para que nos ajudem, certo? E é como a Cereza diz, pessoas supostamente inteligentes acreditam fielmente nisto. Da Nicole não sabia, mas que esta nova Mrs Cruise (que está grávida!) passa os dias numa destas igrejas, isso preocupa-me! São pessoas bem conhecidas, que influenciam os mais jovens e se a moda pega... Mas pronto, se quiserem acreditar que andamos todos com uns bichinhos agarrados à nossa cabeça e que eles se multiplicam à medida do nosso dinheiro, isso é lá convosco, mas não chamem isto de ciência por favor! Pronto, acho incrivel o imaginário humano...Vanessa
</a>
(mailto:mina_aeternus@hotmail.com)


Ah... Comenta-me