20 comentários:
De Selvagem Anónimo a 30 de Março de 2005 às 19:20
Discordo.
Detesto a inveja, é um sentimento tão feio.
Mas tem muita força, a inveja que têm de nós atraia imenso forças negativas..é terrivel.
anasimplesmente
</a>
(mailto:ana.pcf@gmail.com)


De Selvagem Anónimo a 30 de Março de 2005 às 19:53
É muito ténue a linha que separa o amor do ódio.... there's only one direction in the faces that I see... (genesis)mathiott
</a>
(mailto:cecilia_mathiotte@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 30 de Março de 2005 às 19:53
É muito ténue a linha que separa o amor do ódio.... there's only one direction in the faces that I see... (genesis)mathiott
</a>
(mailto:cecilia_mathiotte@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 30 de Março de 2005 às 21:13
As vezes torna-se difícil distinguir estes sentimentos, até que a loucura das acções chegam e tudo torna-se descontrolado! O que era subjulgado passa a fugir... assim como a concentração e a subtileza! Aí vem a manipulação desenfreada como solução! Um passo em frente, o desespero!(Até parece novela!) Se ter inveja, sentir ódio e usar como arma a vingança é bom... bónito não é mas alguns fazem destes sentimentos apetrechados de rúina o seu belo castelo de cartas!Suicidal_kota
</a>
(mailto:cromokamikaze@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 30 de Março de 2005 às 21:36
Pronto kota já vasculhei o blog da amiga :)

À bloguista desculpe a invasão e parabéns! O blog está giro e o ppl parece muito fixe. Já colei aos favoritos, o que quer dizer que vão passar a ter de me aturar (reclamações mandem para a caixa do kota que a culpa foi dele)alyia
</a>
(mailto:alyia7@gmail.com)


De Selvagem Anónimo a 30 de Março de 2005 às 22:46
Há tempos escrevi aqui porque o penso : O Amor e o Ódio andam de maõs dadas. Como se fossem irmãos, detestam-se andam à tareia, mas não passam um sem o outro! Logo são inseparáveis.
Beijinhos constancinha
</a>
(mailto:ola_cusca@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 30 de Março de 2005 às 23:07
Se calhar é só pelas reacções.. Quando amo sinto me mt mais "acompanhada" que quando odeio.. Quando amo sinto-me mais completa/unida a alguem do que quando odeio.. Eu podia começar com uma aula de quimica e dizer que os opostos atraem-se e dizer que quando alguem ama alguem que o odeia nenhum dos dois se vao separar.. Ou então nao!! Mas nao acho que o odio intensifique mais a ligaçao/relaçao "comunitaria".. Beijo*Succubus
(http://sukkub.blogspot.com)
(mailto:merylin.ruth@gmail.com)


De Selvagem Anónimo a 30 de Março de 2005 às 23:24
Já sentiram algum dia que o vosso amor chega a ser ódio?...(a minha memória já vacila:))))...mas tomara sentir o mesmo ololololl !!!aviso que este blog está a fazer saltar a malukice que eu tentava disfarçar:P
aiiiiiiii que eu hoje tou tou tou...bejosMajoca
</a>
(mailto:Manejorge@mail.telepac.pt)


De Selvagem Anónimo a 30 de Março de 2005 às 23:46
São, sem dúvida os dois sentimentos mais fortes. Neles a indiferença em relação ao objecto-alvo, está completamente ausente. Amor sim... Ódio não... Como tudo seria melhor se fosse assim tão simples... Ás vezes, em relação a determinados assuntos ou pessoas, é difícil ficar indiferente. Amo as pessoas que gosto. Agora, quanto ao ódio... Talvez por horas ou um dia, e só em coisas que mexam mesmo muito comigo... e só até chegar à conclusão de que não são merecedoras de um sentimento tão forte. A indiferença é uma boa arma e não cansa tanto. Poupo a minha energia para coisas melhores...flyman
</a>
(mailto:flyman_pegasus@msn.com)


De Selvagem Anónimo a 31 de Março de 2005 às 00:04
Se um dia deixares de me querer/
De mim, de ti, de nós vou maldizer/
Não temas porém este sombrio rancor/
Melhor será que deixe passar a dor...flyman
</a>
(mailto:flyman_pegasus@msn.com)


Ah... Comenta-me