Domingo, 6 de Março de 2005

Preto e Branco

Uma histórica mais que veridíca do IRC, do Heaven! Linda esta música -*suspiro*



frocap19 copy.jpg




"Penetraste o meu olhar...sem eu te ver, nem sentir...perdi-me nas tuas palavras sem poder sequer imaginar os traços do teu rosto...nem um único movimento dos teus lábios...como um cego segui os teus passos... bastava ler-te e já me aprrepiava... perdi-me num mundo a preto e branco... encontrei-me mais tarde num mundo ao qual soubemos dar cor!!"



Fizemos de cada palavra um porto seguro,de cada sorriso um pedaço de nòs
mesmos,de cada letra uma base para o pilar da nossa amizade que haveria de
se transformar neste amor..!
Nunca eu imaginava abrir-me assim...nem o poderia fazer,abristes portas em
mim que eu proprio desconheçia...em cada conversa,em cada comentario,em cada
momento crescia em mim mais um sentimento,mais uma emoção....aquele espaço
que eu tantas vezes achei demasiado sombrio,demasiadamente vazio e
cru...tornava-se agora o espelho do meu sorriso,o amparo dos meus suspiros,o
aconchego das minhas lagrimas..!
A minha unica vontade e necessidade ja nem era escrever,mas sim ansiosamente
esperar e voltar a ler-te...sim,são estas as palavras que um dia me marcaram
numa mensagem que me mandastes "Tenho saudades de te ler"
Li tal mensagem e sorri...parcas palavras iamos trocando..sinceras
sempre...emocionadas pela electrizante vontade de teclar até a exaustão e
quando damos por nòs,horas a fio estavamos ali...embrenhados nesta
sintonia,elevados pela sensação de o querer dizer e sem nunca ter receio de
retribuir com a atenção do ouvir..!



frocap21 copy.jpg



Algo mais nascia nestas conversas triviais mas com sentido...trocavamos
ideias,debatiamos temas...futilidades até talvez,tudo servia para estarmos
ali falando horas sem conta...a nossa sintonia estava mesmo aí..não nos
cansavamos,bem pelo contrario cada vez a nossa necessidade era maior,alguns
lhe poderão chamar dependencia...e talvez até tenham razão,pois para se amar
tb dependemos do amor de alguem...!
E inocentemente em nòs era um amor que crescia...e lembro como era grande a
certeza do incerto...a certeza pois eu ja não duvidava do sentimento que em
mim crescia...do incerto,pela duvida e pelo medo que nos invade quando esse
sentimento realmente ganha espaço em nòs..continuavamos afinal,neste mundo a
preto e branco onde as palavras sò se tornam maiores,se ditas no seu tempo e
no seu espaço...onde a nossa sinceridade ao dize-la è que as tornam
especiais e com sentido...desligava o computador e continuava a
lê-las,continuava a sorrir como se tu ainda estivesses a escreve-las...nunca
imaginei viver tanto o desconheçido,como poderia eu me apaixonar por alguem
que pela logica de qualquer mortal não passava de um nick que neste mundo a
preto e branco se exprimia da mesma maneir,que outros milhares de
nicks...nunca demasiadamente te tentei imaginar,preferi deixar-me embalar e
sabia que naturalemente isso aconteceria,sem forçar as portas,sem calcar
entradas,sem tentar dar passos apressados..e assim foi...!



mad7 copy.jpg



Este mundo a preto e branco foi ganhando cor...a cor que ele sempre
teve,embora não o aparente...a cor que ele tem,e aquela que um de nòs lhe
quiser dar...nòs demos-lhe a sua cor natural,sincera e pura...e hoje ao
entrar neste mundo,ja vejo o teu rosto,ja sinto o teu abraço e todos aqueles
asteriscos ja são para mim os ternos beijos com os quais ja me
presenteastes....demos vida a aquilo que muitos continuarão a chamar de
realidade virtual...mas que talvez esqueçem e que quem inventou esta
realidade como quem um dia inventar outra qualquer,não podera nunca
ultrapassar as vontades dos corações e das almas...esses quando o
querem,desfazem qualquer barreira,basta para isso pureza e sinceridade em
cada palavra,em cada acto e no dia a dia ser-mos iguais a nòs proprios...!
Assim me apaixonei a preto e branco e hoje o meu mundo tem mais cor..!

frozen_15.gif



"heaven"



Josephine – Reamonn



When you're here every thought I ever had becomes clear
But when you're far the only light I ever see is the stars
And when you go the feelings burn as they grow
Cause to me... to me you're beautiful

But when you're here Josephine the stars don't shine so bright
But yeah with me Josephine you'd never sleep at night
But when you're here Josephine the stars don't shine so bright
But yeah with me Josephine you'd never sleep at night
But when you go I never sleep as I do
And in my dreams I hold you like I never will release



Impressão Digital Cereza às 14:40
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
17 comentários:
De Selvagem Anónimo a 6 de Março de 2005 às 15:21
Assim sim :) um bom exemplo para dar ao nosso Anónimo que escreveu o post sobre os seus 5 anos de irc e da desilusão que teve. Nem tudo são trevas como mostra aqui o heaven, que repartiu palavras e afectos à distância mas das quais nasceu um amor que se tornou luz.. Considera-te afortunado heaven, mesmo que um dia acabe, só por o teres vivido e sentido aquilo que escreveste, já valeu a pena!
MorgaineLaFaye
</a>
(mailto:lab_marta@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 6 de Março de 2005 às 19:14
Aqui está um exemplo de como este mundo virtual pode aproximar as pessoas tanto ou mais do que qualquer outro. Se calhar, se o meio através do qual a conheceste fosse outro, não teria surgido essa empatia... porque às vezes somos capazes de mostrar melhor o que sentimos, o que somos e o que queremos ser através da palavra escrita. Ela obriga-nos a reflectir e a pôr a "casa" em ordem. O problema das desilusões não está nos canais através dos quais surgem as relações, mas na forma como as encaramos, naquilo que exigimos que o outro seja e na forma como deixamos de ser nós próprios para tentarmos agradar ao outro. Foi sendo vocês próprios que se apaixonaram... será mantendo-se firmes nessa partilha do Eu que poderão manter viva a chama. Que seja eterna enquanto durar, mas que não tenham medo de a perder. Um beijo grande e um abração da alic ;)alic
</a>
(mailto:mceciliabpm@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 6 de Março de 2005 às 19:18
Ai caracinhas! Até me emocionei!... ^Erinaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa^ e agora o que é que eu faço??? lollllllll beijossssssssssssssssssalic
</a>
(mailto:mceciliabpm@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 6 de Março de 2005 às 21:57
aiiiii ficou tão giro miga....bigado!! amanhã comento....tou sem palavras!!heaven-hell
</a>
(mailto:heavenhell72@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 6 de Março de 2005 às 22:11
Sem palavras estou eu!!!Que acompanhei o arco iris a nascer,apetecia-me abraçar-vos!!!Sejam felizes,que merecem.Oh!!!Se merecem!!!Mil beijooooosssssmarta
</a>
(mailto:martax_39@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 6 de Março de 2005 às 22:24
Bem....axo q vou só suspirar...suspirar....e suspirar....TÁAAAA LINDOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!(é tão bommmmmmm amar e ser amadooooooooo :))....e não vou comentar...(desculpem mas o meu comentário é pessoal demais)... :))) para o meu amor...beijos, beijos e beijos :)))).... Cereza adorei a musica :)))******PataniscaLight
</a>
(mailto:sissacc@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 6 de Março de 2005 às 22:48
Fico feliz por vocês! Asseguro-vos de que não são os únicos a serem abençoados com um pedaço de amor encontrado desta forma tão especial! Ai não são, não! Eu sei do que falo!Starry-Night
</a>
(mailto:martiniquex@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Março de 2005 às 10:11
Heaven, amigo e companheiro, bonito depoimento e só demonstras com ele que mesmo no irc se pode encontrar a "felicidade", missão mesmo impossivel mas q tu conseguiste... É raro encontra-la aki neste mundo cheio de "falsidade", odio e hipocrisia... fico feliz por ti q a encontraste e tb pela excelente pessoa q te faz sorrir... Só vos posso dizer q não percam o vosso "arco-iris"... Abraços a ti, jokas a ela e muitas felicidades aos dois... =)Criador_Sonhos
(http://criadorsonhos.blogspot.com)
(mailto:miguel24lx@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 7 de Março de 2005 às 10:52
Um relato bonito contendo a história de uma paixão. Felicidades! É tudo que consigo e devo dizer. O complexo emocional que envolve o relacionamento de duas pessoas apaixonadas é de tal forma hermético e transforma-as em tão profundos agoráfobos que sinto sempre que o melhor a fazer é desviar o olhar e desejar-lhes felicidades. Manuel Azevedo Maslow
</a>
(mailto:manuel_Azevedo@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Março de 2005 às 11:05
Olha o contraponto ao depoimento do Anonimo!!!! Heaven, se te sentes assim, vai em frente!!!! [[[[]]]]formasdolhar
</a>
(mailto:formasdolhar@hotmail.com)


Ah... Comenta-me