47 comentários:
De Selvagem Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 13:45
Estou sem palavras. adoro-te formas! Muita força meu amigo!cereza
</a>
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 13:53
:') O amor puro existe mesmo. Nunca tive duvidas. É maravilhoso. Hoje não imagino o que a minha mãe faria sem mim e a minha irmã. Diz sempre que somos a razão da vida dela. Eu entendo mas depois acho que me atrapalha.. Mas é lindo! Adorei esse texto Formasdoolhar! *Succubus
(http://sukkub.blogspot.com)
(mailto:merylin.ruth@gmail.com)


De Selvagem Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 14:19
Já estou aqui as voltas ha mais de dez minutos sem ter a certeza se devo ou nao escrever... Lembro-me do dia em que me contaste parte desta história, acho que infelizmente nunca sei ajudar nestas situações.. Mas alegra-me o facto de saber que tu nao precisas de palavras bonitas nem palmadinhas nas costas. Eu estou aqui... sempre estive... porque, apesar de parecer estupido, esta miuda tem um carinho especial por ti... Sabes bem, ou devias saber, que es das poucas pessoas com quem [as vezes] ainda tenho umas conversas serias... Um beijo querido. * [vou já a correr ao canal ver se te apanho...]nita_
(http://gaivotinha.blogspot.com)
(mailto:pulguina_9@msn.com)


De Selvagem Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 14:59
Oh!!!Formasdo olhar,eu adoro-te!!Sabes uma coisa??!!Num destes fim de semana.atravessei o alentejo,estava um dia magnifico,começou a passar esta musica,parei o carro,fumei um cigarro,e imaginei os dois,Afonso e Beatriz,lado a lado, como irmãos.Vivo com estas quase certezas...que me fazem tão bem...O resto tu sabes:)Deixo-te um abraço,forte,mas mesmo muito forte.Muahhhhhmarta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 15:01
Oh!!!Formasdo olhar,eu adoro-te!!Sabes uma coisa??!!Num destes fim de semana.atravessei o alentejo,estava um dia magnifico,começou a passar esta musica,parei o carro,fumei um cigarro,e imaginei os dois,Afonso e Beatriz,lado a lado, como irmãos.Vivo com estas quase certezas...que me fazem tão bem...O resto tu sabes:)Deixo-te um abraço,forte,mas mesmo muito forte.Muahhhhhmarta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 15:07
Amigo Formasdolhar, agora percebo, pq dizias q este blog ja te tinha ajudado, qd foram colocados alguns artigos e tu os comentavas... É verdade tb q certas dores, so a sentem kem ja sofreu... Fico feliz por este blog te ter ajudado, e feliz por teres tido força por partilhares esta dor... é verdade q dia 21 se aproxima, mas é uma data q não a deves evitar, pois ela foi importante, e sabes q a Beatriz, continua la em cima a olhar para ti... E ela sorri se sorrires, e chora se tu chorares... Nada mais sou capaz de dizer...Criador_Sonhos
(http://criadorsonhos.blogspot.com)
(mailto:miguel24lx@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 16:15
À pouco, no trabalho soube q um rapazinho de 12 anos tinha dado entrada mo hospital onten à noite...aos 12 anos resolveu por termo à vida... O q é q aquela cabecinha teria pensado para fazer o q fez?...Parei completamente o k tava a fazer....só tive vontade de ligar logo para o meu filho e dizer-me q o amava...só não o fiz pk ele estava no meio de uma aula e ficava a pensar q a mãe tinha endoidecido de vez....Assim q cheguei a casa, a 1ª coisa q fiz foi olhar bem nos olhos do meu filho e dizer-lhe o quanto gostava dele e o quanto ele era importante na minha vida....Formas, nunca falámos a cerca da Beatriz...mas desde Outubro q sei q algo de marcante te teria acontecido pelo q pude ler no teu nick do msn...várias vezes tive para te perguntar, mas n tive coragem de o fazer...És um homem de coragem...Força...um abraço forte... PataniscaLight
</a>
(mailto:sissacc@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 16:36
E incrivel o que sinto sempre que venho a este blog....desperta em mim sentimentos e sensações que eu era capaz de jurar serem impossiveis...porque afinal estamos num meio virtual...estava completamente errado...voces ensinaram-me e eu humildemente tirei daqui lições....não havera nunca barreiras nem murros....quando quem vive e sente se quer exprimir....não e facil transcrever a dor...como não e facil dar alma aos sorrisos em simples palavras....mas se cada um o fizer com a maxima sinceridade....tudo se torna mais facil para quem lê com a mesma sinceridade....e juntos neste espaço...ri-mos e sofremos,o que acreditem liberta a nossa dor e da asas a nossa alegria....pois a dor dividida por todos...talvez se sinta envergonhada...e desapareça para um dia dar o espaço que ela ocupa em cada um de nos,ao sorriso que todos merecemos....bem haja a todos vos!!heaven-hell
(http://heavenhell72.blogspot.com)
(mailto:heavenhell72@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 16:41
Como é lógico, não vou, não quero e não devo comentar o meu caso...faço isso inconscientemente todos os dias.
Quero só agradecer mais uma vez à Cereza o muito que me ajudou, e à Marta com quem muito já conversei por, infelizmente ter vivido uma experiencia semelhante à minha. Não me esqueço de todos os outros que duma maneira ou doutra, mesmo sem o saberem, me têm ajudado, quanto mais não seja a distrair-me de situações sobre as quais evito pensar assiduamente.
A todos o meu muito obrigado. ********** e [[[[[[]]]]]]formasdolhar
</a>
(mailto:formasdolhar@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 16:56
Sabes Paty,no fundo é esse o nosso grito!!!MOSTREM O VOSSO AMOR ENQUANTO É TEMPO.Todos nós sabemos disto,mas por vezes a vida é vivida numa correria tão grande,que deixamos para amanhã certas coisas tão simples.É hoje e agora que se deve dizer AMO-TE.marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


Ah... Comenta-me