50 comentários:
De Selvagem Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 19:57
MorgaineLaFaye dizes : Sejam felizes, mas com aquilo que têm! Infelizmente as pessoas andam demasiado ocupadas para se lembrarem o quanto é bom cá estar apesar de tanta coisa menos boa. TU, pertences ao grupo das pessoas que dão valor ao que têm, tiram partido de tudo e vivem o dia a dia, porque o ontem já passou e o futuro ninguem sabe o que é. Tento nunca ser "lamechas" mas ao ler o teu texto chorei não só porque sei o que é viver na perspectiva de ... como a tristeza que sinto quando constacto que as pessoas desperdiçam o mais pequenino pormenor que se lhes depara, apenas porque pensam que a elas não lhes acontece e, só darão valor,se derem, um dia ... se, se virem confrontadas com a tal perspectiva de ... Era tão bom, que as pessoas parassem e reflectissem mas que não se esquecessem logo de seguida. Sabes ? Senti-me acompanhada , Obrigada pelas tuas palavras
beijinhos

constancinha
</a>
(mailto:ola_cusca@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 20:21
Quero comentar, mas faltam-me as palavras! Morgaine ultimamente temos falado muito, e já vi que és uma pessoa cheia de alegria, e eu gosto!muita força para ti linda... e se eu puder ajudar, é só dizeres. gosto muito de ti :)Cereza
</a>
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 20:26
Morgaine, mulher de coragem és tu, não eu.
Sinto-me pequenina ao pé do teu relato.
Só foi pena não etres sido médica, serias excelente.
Mas perdeu-se uma médica, mão não uma excelente e linda pessoa.
Nem sei que dizer mais.
Sinto-me mesmo pequenina.
Força e não desistas de nada.anasimplesmente
</a>
(mailto:ana_pcf@nectabo.pt)


De Selvagem Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 20:34
Depois do que li, não me apetecia dizer nada, apenas ficar com o pensamento de uma mente sublime, elevada. Que Deus te dê saúde, a mesma que até agora te fez sentir afortunada, apesar de tudo. Não precisas de muito para ser feliz.
Bem hajas, Morgaine...francisco
</a>
(mailto:frisco@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 20:40
Meu Deus!!Não aguentei!!Estou a soluçar...Tenho de te dizer Morgaine e tenho de vos dizer,acho que devo!!Mas por favor não sintam pena!!(como eu te entendo Morgaine)Foi simplesmente por isto,que não vos disse quem eu era,e assinei como sendo a Mãe do Afonso,no post de janeiro.O Afonso aos 2 anos,foi-lhe dignosticado,uma doença neuro-muscular(não identificada).Durante 10 anos foi perdendo todas as faculdades,deixou de andar,de se sentar,de falar,de rir e por fim de respirar.Durante 10 anos dormi acordada.Quantas noites o reanimei,porque durante o sono,parava de respirar.Ficava sempre com a duvida,se o deveria ter feito,se não seria melhor deixa-lo partir.Nunca o consegui deixar de o fazer..Estas doenças e tantas outras,MALVADAS,por existirem!!!!Por isso VIVE Morgaine e AMA,sobretudo AMA E MUITO!!!!todos aqueles que te rodeiam.Nenhum de nós sabe se o amanhã chegará!!!.....ps:Não deixei de acreditar em Deus,foi e continua a ser a minha força.Um forte abraço para ti,e estarei á tua disposição para o que necessitares*****marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 20:41
ohhhhhh possa assim n pode ser ... tem algum jeito eu estar aqui a chorar? ohhhhhh valha-me Deus.... que s pode dizer perante um testemunho destes? rien de rien.... ohhhhhhhh MorgaineLaFaye um beijo mas daqueles assim do meu tamanho tás a ver cheiinho de coragem :) ************************


ps: cereza .... no fim do mês a factura dos klenex vai ter a tua casa :Plaskinha
</a>
(mailto:xana_granja@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 20:44
:') Dificil de dizer alguma coisa.. Cada dia nos dá uma lição de vida. Cada vida (que não a minha) me dá uma nova razão para lutar e acreditar. Morgaine, és um grande exemplo de coragem e determinação. Muitas, muitas felicidades! Mesmo. Apesar de não te conhecer desejo-te tudo de bom. Força! ***Succubus
(http://sukkub.blogspot.com)
(mailto:merylin.ruth@gmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 20:45
Marta, também me puseste a chorar.
Tantas mulheres de coragem, que andavam escondidas.
Deitem para fora faz bem.
Força minha gente.anasimplesmente
</a>
(mailto:ana_pcf@nectabo.pt)


De Selvagem Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 21:33
MorgaineLaFaye, nem sabes como me senti ao ler o teu texto, chorei sim!!!! (agora últimamente também não faço outra coisa) e senti uma pena enorme, mas a pena que senti não foi de certeza de ti! mas de mim. Somos realmente uma raça mesquinha e a alguns pelos vistos só lhes falta um bocado de sarna para se coçarem. Obrigado pelo teu testemunho e Obrigado a ti também constancinha, é bem verdade que alguns andam demasiado preocupados com a sua pequenez. Neste momento para mim, posso dizer que foi uma lição de vida. Um beijo de agradecimento para as duas! :)^Erina^
</a>
(mailto:paula_m_sousa@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 21:37
Andamos demasiado ocupados com a nossa vidinha, com o nosso egoísmo, com a nossa mesquinhês para nos apercebemos q afinal somos apenas mais uma formiguinha em cima deste mundo... O teu blog Cereza, faz-nos parar..faz-nos pensar q afinal o mundo n gira à volta do nosso umbigo, q afinal há gente maravilhosa e cheia de força q nos dão uma lição de vida e de coragem...e esta gente maravilhosa está aqui tão perto de nós...e é tão real...Morgaine, não percisas concerteza das minhas palavras para te darem essa força de viver q existe em ti desde q nasceste...mas obrigada pelo teu partilhar e aqui te deixo um BEIJO do tamanho do mundo....Marta nada neste mundo te reconfortará na tua dor mas o simples facto de a partilhares só prova mais uma vez a LINDA mulher q és...para ti um abraço daqueles q só os amigos nos dão....(gotaria de dizer mais alguma coisa...mas tenho a voz embragada, o coração pekenino e os dedos não acertam com as teclas para escrever o q sinto...)PataniscaLight
</a>
(mailto:Sissacc@hotmail.com)


Ah... Comenta-me