Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2005

Anjo? Ou apenas uma Criança?

Mais um assunto para pensar, mais um caso de vida... desta vez do "nosso" Sonhador.



Calling-thumb copy.jpg

Sei que muitos pensarão que o post que aqui é colocado, pode ser lamechas, ou impróprio ao blog, eu respeito as vossas opiniões. Pois as opiniões não se discutem, respeitam-se, pelo menos eu penso assim.
Mas o que pretendo com ele são apenas duas coisas… Uma, falar de um problema que em Portugal existe em grande número, o Suicidio . A segunda, partilhar com vocês e ao mesmo tempo homenagear a pessoa, que neste momento não tem mais que 6 anos e que com apenas 3, evitou que eu fizesse parte das estatísticas dos jovens que se suicidaram em Portugal…

Pois isso mesmo, eu poderia neste momento fazer parte dessas tristes estatísticas, quis o destino que a minha sobrinha nascesse e evitasse esse “acto de cobardia”.

Eu penso que todos nós temos um “anjo” ou o que cada um quiser chamar, ele não tem de existir quando nós nascemos, pois ele surgirá quando mais precisarmos. Ela nasceu, quando eu vivia uma situação difícil, rescaldo da separação dos meus pais e uma situação geral a nível familiar nada fácil.
O primeiro grande feito dela foi assim que nasceu, foi conseguir meter-me a falar com o seu pai, meu irmão, pois eu na altura estava chateado com ele e nem nos falavamos…



Picture.jpg


(A carinha da "anja" do Sonhador - Há coisinha mais linda?)



Ela com apenas 6 anos, é desde há muito a minha razão de viver, o motivo porque aqui estou e por ela, uma promessa fiz, promessa essa em que eu jamais tentarei alguma estupidez que acelere a minha “partida”. Pois da maneira como eu preciso dela, ela precisa de mim e o Amor que tenho por ela, não me permite que eu faça algo que a possa magoar ou até mesmo sofrer…

Cada vez que penso nisto, cada vez que partilho este tema, me emociono, choro de emoção, sinto-me o homem mais feliz do mundo por ter alguém como ela…

O episódio mais marcante de todos os que se passaram entre mim e a minha sobrinha, são duas situações muito iguais… Imaginem estar numa ponte, sim numa ponte, em que basta dar um passo em frente e… passam a ser mais um numero nas tristes estatísticas, e quando o vão fazer, param, abrem os olhos e dão por vocês a ouvir uma voz. Sim, eu ouvi uma voz das duas vezes e em ambas não a reconheci. Parei, não sei se assustado, se curioso ou se ambos. Da primeira vez, limitei-me a ir ate a praia e esquecer aquilo, já da segunda vez, cheguei a casa e percebi donde vinha e de quem era a “voz”. Quando entrei em casa vi um ambiente de preocupação na cara da minha mãe e avó, preocupados com a minha sobrinha, posi estava estranha e não sabiam o que ela tinha, pois estava bem, ate há umas horas antes, horas essas que coincidiam com exacto momento em que eu “parei”. Entrei em casa e olhei para ela e ela sorriu-me e abraçou-me … eu apenas me agarrei a ela e chorei e a seguir ao ouvido lhe agradeci.

Eu e ela desde muito cedo que temos uma grande cumplicidade, somos tudo um para o outro, é com ela que eu vou ter sempre que estou mal, muitas vezes, ela surpreende-me e chega ao pé de mim antes de poder ir ter com ela, ela percebe, e sente quando eu estou mal.

Para finalizar, e voltando ao tema do artigo, o Suicídio entre os jovens… Ainda hoje, não estou melhor e não vou mentir, ainda me passam as vezes a ideia da ponte e me interrogo senão seria mais fácil, mas lembro-me da promessa, da minha sobrinha, do meu ANJO.



Imagem221.jpg


(Estou-te a ver tio!)



O suicídio não resolve nada, é como disse em cima, é um acto de cobardia, é mais fácil fugir aos problemas do q enfrenta-los. Fugir não nos resolve os problemas, apenas os adia e os torna maiores.

Eu procurei o acto de cobardia para resolver isso, mas ainda bem q fui “impedido”.

Hoje, não sou totalmente feliz, mas tenho algo que é melhor que qualquer tesouro, maior que qualquer bem material que o dinheiro possa comprar no objectivo de dar felicidade, tenho o AMOR de uma pessoa que me faz viver, e me salvou…



r4b1 copy.jpg



F. a ti te estou eternamente grato…
Criador de Sonhos



Thursday´s Child - David Bowie



Sometimes I cried my heart to sleep
Shuffling days and lonesome nights
Sometimes my courage fell to my feet

Lucky old sun is in my sky
Nothing prepared me for your smile
Lighting the darkness of my soul
Innocence in your arms

(Throw me tomorrow..oh,oh)
Now that I've really got a chance
(Throw me tomorrow..oh,oh)
Everything's falling into place
(Throw me tomorrow..oh,oh)
Seeing my past to let it go
(Yeah, throw me tomorrow..oh,oh)
Only for you I don't regret
That I was Thursday's Child



16 copy.jpg

Impressão Digital Cereza às 00:46
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
28 comentários:
De Selvagem Anónimo a 7 de Fevereiro de 2005 às 02:43
Desta vez fiz questão de ser a primeira a comentar!
Criador, meu amigo... o suicidio não é um acto de cobardia, mas sim um acto de desespero! Mas com um anjo assim, não tens motivos para voltar a sentir esse tipo de sentimento...pq sabes que tens um anjo que toma sempre conta de ti, que se preocupa, que te ama, que precisa de ti, e que iria sofrer muito caso desaparecesses, e isso ela não merece.
Sonhador, não tenho filhos, mas tenho de facto sobrinhos.. e as crianças são o que temos de mais importante na vida... nada as substitui, ninguem é mais importante... por isso dedica-te a ela, e pensa sempre primeiro na felicidade da tua anjinha de lindos olhos azuis e serás muito mais feliz! Muita coragem e força, meu querido amigo... podes sempre contar comigo!***
PS-quem sabe se não arranjo uma anjinha dessas pra mim :Pcereza
</a>
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Fevereiro de 2005 às 03:52
Actos de cobardia ou actos de coragem... uma ambiguidade!Quando damos por nós no último fôlego, no último segundo... a nossa vida inutil passa a ter importância. não para nós mas para quem nos quer bem!!! E o suicidio passa a ser um acto de ganância, podendo fazer sofrer outros!!! E tudo passa a fazer sentido... e o resto do dia torna-se mágico e quasi surreal. Somos tristes por dentro mas olhamos para tudo com uma visão diferente! O momento de fraqueza fez-nos fortes para seguir em frente com a vida, mesmo que não tenha qualquer significado substancial! Criador de Sonhos... ganhas assim o meu humilde respeito. Nem todo o ser humano reage a uma situação da mesma maneira.Suicidal_kota
</a>
(mailto:cromokamikaze@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Fevereiro de 2005 às 04:25
amigo criador...um velho dito arabe por estas ou por outras palavras diz "procura na ponte a beleza...não da estrutura,mas sim do seu caminho" tu procurastes no suicidio a estrutura que pensavas ser a tua saida....mas a tua sobrinha no seu rosto angelical soube te mostrar,o caminho....sei bem do que falas....pois uma miuda tb com essa pouca idade soube fazer de mim homem....tenho lhe dado tudo de mim para educa la...e hoje olho...e sinto que ela me deu mais ainda e muito mais me educou a mim...a inocencia propria deles e para nos uma descoberta...pois infelizmente ao crescermos e tentar mos ser adultos..tb perdemos essa inocencia...eles vem com olhos sabios...nos vemos para alem dos defeitos e qualidades...eles riem se com vontade e alegria,,,nos muitas vezes rimos por rir....as crianças e o espelho daquilo que todos gostavamos de ser...e por isso nos dão tanta alegria de viver....e uma cumplicidade unica...que so elas nos sabem dar....amigo lembra te "o teu anjo so podera voar se tu lhe deres asas....se lhe as cortares...o anjo tombara antes mesmo de teres feito sequer a loucura... mas tenho certeza que aqueles olhos angelicais saberão sempre te mostrar....não a ponte,nem a estrutura....mas simplesmente o caminho!!! abraço sonhador heaven-hell
</a>
(mailto:heavenhell72@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Fevereiro de 2005 às 05:28
Por muitos anos que viva, será sempre algo que me fará confusão. Aceito e entendo que que uma pessoa chegue ao desespero de cometer suicidio. Mas, não deixo de pensar que o maior bem que temos, que nos deram sem pedirmos nada, que cheia de tudo e por vezes tao cheia de nada nos leve a cometer enorme loucura, falo da Vida. Não julgo ninguem, quem sou eu pra julgar, não. Já passei por situaçoes que foram concretizadas e com as pessoas que partiram um bocado de mim foi levado. Como ser humano que sou tenho o direito de ser egoísta ao ponto de nao QUERER que mais nemhum/a amigo/a acabem com a vida deste modo e espero de todo o meu coraçao que nessa altura, apareça um Anjo como o teu Criador de Sonhos que lhes deite a mão e qe lhes diga: ESTOU CÁ, PRECISO DE TI, POR FAVOR, NÃO TE VÁS EMBORA.
Para ti Criador de Sonhos Obrigada por teres ficado **constancinha
</a>
(mailto:ola_cusca@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Fevereiro de 2005 às 09:53
São 9:36 da manhã já abri um blog, como sempre faço, só li uma vez o que agora foi "postado", pois não precisava de o ler mais vez nenhuma. O esforço que faço para que as lágrimas não me caiam dos olhos é imenso (tanto mais que estou no emprego), já me doem as mãos de tanto as esfregar uma na outra. Não sei que escrever... apenas posso dizer que te entendo e que tenho anjo como o teu. Um Abraço muito Grande para ti, pelo facto de teres tido a coragem partilhar isso connosco. Eu já em segredo te admirava. Para Ti Miguel [*]^Erina^
</a>
(mailto:paula_m_sousa@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Fevereiro de 2005 às 10:39
Miguel foi um passo enorme o que deste hoje, ao revelares esta parte de ti!!!Já te disse que te admiro pela força que tentas dar aos outros,pela forma como te dás, quase altruista...Nunca o suicido me passou pela cabeça, dou graças a Deus por isso.E o que te posso dizer, é que esta passagem por aqui não é facil, a unica coisa que poderemos fazer é aguentar da melhor forma possivel.Tens esse anjo lindoooooooooo, que um dia irá ser mulher,não a desiludas!!!Não é facil para mim estar a escrever sem falar da minha experiencia de vida,do que eu conheço e sinto.Falarei contigo um dia, e talvez vás entender melhor o que te estou a tentar dizer, até lá, sente o bom da vida!!!Estamos cá de passagem,aproveitemo-la da melhor maneira.Deixo-te um abraço imenso,daqueles que em silêncio mostram que te entendem.*********marta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Fevereiro de 2005 às 10:56
É difícil enquadrar na nossa lógica racional o porquê destas coisas acontecerem. Alguma coisa de transcendente existe entre ti e a tua sobrinha. Mas seja lá o que for, tens uma mãozinha que te puxará para junto dela sempre que te sentires perdido. O suicídio é, de facto, um acto de desespero, de alguém que não encontra já nenhum sentido para a vida. Ela mostrou-te um sentido... Mas não é ela esse sentido... és tu próprio e a capacidade que tens de amar e de dar aos outros. Um abraço grande de cortar a respiração :)alic
</a>
(mailto:mceciliabpm@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Fevereiro de 2005 às 11:22
Miguel (Criador), ainda bem que tens esse anjo. Acredita de anjos percebo eu. Um dia, quando estiver preparado para isso, tambem tenciono contar uma pequena história. Graças a todos vocês esse dia está cada vez mais perto. O meu muito obrigado a todos.formasdolhar
</a>
(mailto:formasdolhar@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Fevereiro de 2005 às 13:27
A dádiva da vida é algo que devemos agradecer constantemente. Por muito difícil que as situações nos pareçam, por mais desesperantes e impossíveis que pareçam ser, basta olharmos para o lado e vemos que há alguém bem pior que nós...e que "vai vivendo". Feliz de ti que conseguiste ouvir a voz do "teu anjo" Eu infelizmente tive um grande amigo que não a conseguiu ouvir...ou não a quis escutar..sei lá! Só espero que lá onde ele esteja, (se é que está em algum lugar) ele esteja bem...ao menos isso, pois nada vai compensar a dor que deixou com a sua partida. Para ti, meu amigo sonhador, um beijo do tamanho do mundo..e lembra-te que por mais desesperante que pareça, a Vida vale a pena ser vivida!Zila
</a>
(mailto:zilapbl@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 7 de Fevereiro de 2005 às 14:33
Miguel...um beijo grande por estares presente...agora sê feliz!Majoca
</a>
(mailto:manejorge@mail.telepac.pt)


Ah... Comenta-me