Terça-feira, 25 de Janeiro de 2005

A minha cidade imaginada

178_05_18_15_18_32 copy.jpg


Na minha cidade imaginada, as formas e as cores, são belas de morrer e não é difícil que o sejam, pois que são escolhidas por mim e não há outra perspectiva a considerar.

Todos os jardins da cidade, são semeados de sorrisos, flexibilidade e luz.
Vozes amigas iluminam qualquer recanto e as manhãs serão sempre jubilosas, sem espaços de solidão e esquecimento.

O ar, tal como a água é límpido e saboroso, agradável ao tacto e o perfume encantador, se bem que tenha dificuldade em imaginar um espaço assim com humanos pelo meio.
Não concebo ver ali seres humanos (é fácil calcular a rematada parvoíce que um tal desejo envolve).
Por definição, os humanos são grosseiramente poluentes e altamente irrecuperáveis.
Todavia, os mundos sempre foram feitos para seres humanos e eu devo incluí-los na minha cidade imaginada, mesmo contra-vontade, quase exactamente como se calculasse que a vão estragar implacavelmente.
Mas pode haver um tempo inicial, de frescura, onde tudo está ainda para acontecer. E é esse que me interessa definir. Depois talvez um dia...!?

Mas podem existir anjos na minha cidade. Os ruídos das suas asas serão harmoniosos e sinfónicos, constituindo o fundo musical apropriado. Todavia há outros sons, não apenas das vozes que iluminam os recantos, mas os sons naturais, dos pássaros e das borboletas, concebidos sem dor.
As melodias são fundamentais na cidade.

Eu, imaginadora, sou uma peça fundamental nesta engrenagem: se me perturbar por um minuto que seja, toda a cidade se desmorona e outra que invente será sempre outra.
Vou deixar as coisas assim. Esta escrita permite que a cidade exista enquanto ela existir; vou deixá-la até um dia em que a imaginação serenamente, sem correrias, me leve mais longe.



Tex


Impressão Digital Cereza às 22:48
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
|
15 comentários:
De Selvagem Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 23:04
Era bom q pudessemos viver numa cidade feita ao nosso gosto e apenas com aquilo q gostamos, mas isso era de certeza impossivel. pois mesmo metendo la apenas as coisas e as pessoas q gostamos, dentro dessas pessoas q para nós sap amigas, poderiam entre elas ñ se entenderem, logo ai termionava a nossa cidade de sonho. Resta-nos como diz o post, tentar uma cidade sem humanos, mas como é kuase uma obrigação os colocar lá, resta-nos aproveita-la enkuanto é "virgem" de todos os desgastes e agressões por eles sujeita... Bons textos continuam a invadir este blog, eu ja faço dele o meu cantinho de refugio, a minha "cidade"Miguel (Criador_Sonhos)
(http://apenasmaisumblog.blogs.sapo.pt)
(mailto:miguel24lx@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 10:54
Ontem é noite,muito,mas mesmo muito tarde vim espreitar.(Não consegui abrir para comentar),mas senti PAZ quando te li.... Sonhei.....e que bom foi!!!Obrigada Tex.***********pa timarta
</a>
(mailto:martax_30@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 12:04
Básicamente, o que interessa é que todos encontremos o nosso lugar da paz, não interessa se é uma cidade, uma rua, uma casa.... Eu tenho o meu :). Linda foto do Senhor da Pedra em Miramar.formasdolhar
</a>
(mailto:formasdolhar@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 12:12
Loura, tu achas que os seres humenos são grosseiramente poluentes e altamente irrecuperaveis? - Já te contei da minha morena fantástica ? Já ? Ah pois não, porque se te tivesse falado nela não dizias isso das morenas belissimas... Um beijo daqueles, amiga ...porta-te muito, muito mal, ainda pior do que é possível, se conseguires ;)Maslow
</a>
(mailto:manuel_azevedo@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 12:44
Lista do PS para formaçao de governo


1º Ministro- Jose Socrates , promete dar um rumo a portugal

Ministro-adjunto -Jorge Coelho , pede perdao ao povo de Entre_os_Rios pelo arrependimento de alguma vez querer tirar consequencias politicas da queda da ponte.
Promete que durante a proxima legislatura nao deixar cair a ponte nova , desde que em caso de mau estado receba 101 avisos em cima de sua secretaria,avisando que 100 avisos sao poucos.

Ferro Rodrigues- Ministro da solidariedade , promete fechar todos os lares de idosos que peçam ajuda a segurança social , á semelhança do que fez no governo de Guterres.

Paulo Pedroso- Ministro da educaçao, promete ate ao final da legislatura haver educaçao sexual em todas as escolas primarias e infantarios.

Fatima Felgueiras -Ministra das finanças , promete controlar o defice no seu saco AZUL.

Francisco Louça , Ministro da saude , promete fomentar excelente negocio a todas as clinicas e hospitais com o numero de abortos a praticar diariamente.

Jeronimo de Sousa- Ministro dos negocios estrangeiros, promete retirar o pais da C.E e da Nato , fazendo uma U.R.S.S com gabinete central em Portugal.



Joao Cravinho- Ministro das obras publicas , promete concluir as obras do metro no Terreiro do Paço , inaugurando a estaçao durante a legislatura ou tapando o buraco aberto.


Carrilho, ministro da conservaçao do patrimonio , extinguindo i IPPAR e construindo wc em todos os ministerios , começando com urgencia pelo da Solidariedade , nao vá o Ferro Rodrigues começar a escagaçar-se na justiça.

Quanto aos restantes ministerios , nao foram ainda selecionadas de dentro do partido , pois sao tantas as figuras ilustres que nao é facil a escolha.


Atençao , isto é uma brincadeira , quaalquer semelhança com a realidade , é pura coincidencia , mesmo GRANDE COINCIDENCIA.



Miguel
</a>
(mailto:travoltalx@iol.pt)


De Selvagem Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 14:14
Quando me sinto "danada da vida" procuro um sítio sossegado com árvores e muito verde..ou então o mar...e fico ali olhando tudo de bonito que a natureza tem para me oferecer.Não preciso de mais ninguem, só mesmo eu e o meu cantinho, e o som das folhas das árvores a abanar, ou o som do quebrar das ondas do mar...e sinto-me bem.Mas quando não posso lá ir, simplesmente fecho os olhos, ponho música e imagino-me lá...no meu cantinho imaginário onde tudo é lindo e sossegado. É quanto basta para depois regressar á realidade e, se não enfrentá-la, pelo menos aceitá-la.Zila
</a>
(mailto:zilapbl@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 17:27
Se este blog tivesse de ser renomeado, axo q todos concordam cmg, se ele fosse renomeado de "Porto de Abrigo", poiis não e mais do q isso, é o meu e nosso canto de abrigo, este acaba tb por ser o nosso cantonho especial, pelo menos é a conclusao q tiro com todos os comentarios com os diferentes posts, qd estamos mal recorremos ao "nosso cantinho" e o aopio é inevitavel, qd estamos bem vimos aki e partilhamos e melhor ficamos, ao ver q sorriem conosco... Q melhor cantinho podemos kerer alem deste? onde muitos de nós nos conhecemos apenas virtualmente e sempre q precisamos voces estao ca como eu estou sempre q alguem precisa... Este é o cantinho especial q algumas pessoas escolheram e acolheram nos bons e maus momentos... Por isso ele cresce e sobrevive ... Jokas e abraçosCriador_Sonhos
(http://apenasmaisumblog.blogs.sapo.pt)
(mailto:miguel24lx@sapo.pt)


De Selvagem Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 19:27
Material reciclado? Poe maze algo novo :PPPWatergod
</a>
(mailto:a@a.com)


De Selvagem Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 19:57
Watergod!!!!!!! és um chato!!!!!! LLLLLLLLLLLOOOOOOOOLLLLLLLLLL :P
Tex!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! viva!!!!!! ******* Eu queria um lugar como esse e tou certa que os anjos não fariam muito barulho com as asas. (ok! ok! desculpem! mas continuo na fase da confusão). Acho que no fundo, todos temos um lugar como esse no nosso imaginário.... Gostei mesmo!! Tex^Erina^
</a>
(mailto:paula_m_sousa@hotmail.com)


De Selvagem Anónimo a 27 de Janeiro de 2005 às 01:48
texinha tá lindo :) Fico á espera de mais!cereza
</a>
(mailto:lis_tv@hotmail.com)


Ah... Comenta-me