23 comentários:
De muneka a 16 de Maio de 2006 às 13:54
o filme é giro mas na minha opiniao, a rapariga é um bocado futil... e muito ingenua... acho que teve exito mesmo por cuas adisso, porque dá para uma grande camada da populaçao se identifique com as personagens tao estereotipadas. é giro para dar umas gargalhadas e passar o tempo mas ano é algo que provoque grande reflexao acerca de nada


De flyman a 15 de Maio de 2006 às 19:39
O filme é um filme que faz rir e por vezes quase chorar... de tanto rir. É um filme com actores e actrizes que cumprem razoavelmente com os papéis que lhes foram confiados... O filme até é bonito e até tem uma música assim a condizer... Uma das coisas mais impressionantes neste filme, é o que a René Zelweger engordou para interpretar a personagem. É caso para dizer que os outros encarnaram os respectivos personagens, enquanto que ela tornou a dela, uma de peso. O filme tem uma sequela. Já viram? Eu vi. É uma espécie de continuação que não acrescenta nada de novo. O mesmo estilo, a mesma temática, as mesmas graças, as mesmas rivalidades, os mesmos actores, outras músicas mas na mesma onda das do primeiro... enfim, fizeram render o peixe. De qualquer forma, quem gostou do primeiro, gostará certamente do segundo. Como sátira ás relações interpessoais está muito bem. Quanto a actores bonitos, acho que nessa matéria vocês não percebem nada do assunto. Ah!... E repararam no saco de plástico a voar, aprisionado pelo vento num canto qualquer?...


De Selvagem Anónimo a 16 de Maio de 2006 às 14:11
Isso do saco a voar é no filme - Beleza Americana - quer dizer, até podia ser na Bridget com os airbags que tem...


De flyman a 19 de Maio de 2006 às 21:50
Agora estou esclarecido! Eu bem me queria parecer que a Cheetah não entrava neste filme! LLLOOOLLL


De Tex a 15 de Maio de 2006 às 16:50
Eu cá apaixono-me sempre pelo homem certo...pelo menos até se revelar que afinal era o homem errado!lol
De qualquer modo homem "bom "para mim é aquele que me aceita incondicionalmente, com todos os defeitos e virtudes porque tb o aceito e amo assim mesmo.
weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee


De xinxa a 15 de Maio de 2006 às 17:32
Deve ser é santo!


De Tex a 15 de Maio de 2006 às 17:53
Olhe antes santo k castor e...cala-te boca!lolol


De PatanisKa a 15 de Maio de 2006 às 17:41
Deve ser é um saco de porrada!!! LOOOOOOOOOOL


De Tex a 15 de Maio de 2006 às 17:54
E tu caladinha senão vai haver trolhada quando te puser as bistinhas em cima!
Ranhosaaaaaaaaaaaaa :PPPP


De PatanisKa a 15 de Maio de 2006 às 17:56
Enquanto sobes para o banco para me bateres, já eu fugi porta a fora!!! LOOOOL


De Cereza a 15 de Maio de 2006 às 16:20
Pelos vistos sou a unica que acha o Hugh Grant mais giro! (falo dele mesmo, não da personagem) lol .. Embora a personagem tb tenha o seu charme apesar de ser um filho da mãe!


De xinxa a 15 de Maio de 2006 às 18:03
Grant? Hugh Grant? Não tou a ver assim de momento quem é...


De EraUmaVez Eu a 15 de Maio de 2006 às 14:56
É realmente um filme hilariante, tanto mais que muitas mulheres se identificam com a personagem Bridget Jones, tão humana e real, interpretada pela Renée Zellweger, o início do filme começa com ela a escrever no seu diário a tão famosa e conhecida lista que na maioria, mulheres, fazem no começo de cada ano, que inclui, perder peso, deixar de fumar, diminuir a bebida e não sair com determinados homens.
É interessante ver como as mulheres, na sua maioria, se interessam pelos homens errados, preferindo os canalhas, não sei talvez pensando que eles por amor a elas vão mudar, em detrimento de um homem inteligente, sério, educado, bem sucedido preocupado com os direitos humanos e por aí fora, coisa que a personagem Bridget Jones não aprende no primeiro filme e torna a repetir o mesmo erro, no segundo (coisas de mulheres, mesmo!) filme este, que por sinal também está muito engraçado.
É de notar a ligação não só de nome de “Mr. Darcy”, com a personagem do livro e filme (espetaculares) Orgulho e Preconceito de Jane Austen também interpretado na série da BBC, pelo actor Colin Firth. É de referenciar que estes homens lindos, meigos, atenciosos, apaixonados, sérios, bem sucedidos, furacões na cama e mais tudo o que vos passar na cabeça de bom, são demasiado perfeitos para serem reais, só existem mesmo nos filmes.


De Bonecarussa a 15 de Maio de 2006 às 12:24
O filme, divertido. O livro, não li. A reflexão, tem sentido. O comentário da Xinxa sobre o Mr. Darcy... ai, ai... concordo a 100 %... mas ninguém fala da Brijiti... gordinha, a gostar de copos, meia patareca mas, a bem da verdade... provou os dois... essa é que é essa... ganda menina Jones...


De xinxa a 15 de Maio de 2006 às 17:10
Agradecida...profundamente agradecida bonecarussa por entender! Mas já deve ter percebido que o Mr. Darcy é de moi


De marta a 15 de Maio de 2006 às 12:03
Um homem Bom,é um HOMEM BOM!! E até a" enganar" tem graça!Não tapemos os olhos,nós sabemos quando estamos a ser enganadas,e gostamos!Só nos engana quem nós queremos,já repararam?E depois há o jogo,aquela parte interessante....Maneiras que é isto...LOL


De lua_de_avalon a 15 de Maio de 2006 às 11:41
Comédia bastante divertida…Boa adaptação do livro. Uma história muito com muita graça, capaz de divertir toda a gente e a Banda Sonora, apropriada ás diversas situações... Jocas


De xinxa a 15 de Maio de 2006 às 11:27
Quando tive o privilégio de ver a série da BBC com Colin Firth e Jeniffer Ehle que pour moi, é a melhor adaptação, do Orgulho e Preconceito (Mr. Darcy e a mãezinha da Lizzy são a base do livro da Bridget Jones Diary) conheci o inigualável Colin Firth - ele é o Mr. Darcy exactamente fiel ao perfil do homem que se deseja. Ai...quem não gostaria de ter 1 Mr. Darcy na vida! E com Pemberly de arrasto de preferência! Iúuuuuuuuuuuuuu...por demais!!! E claro para aqui fiquei durante este tempo todo, com essa paixão platónica pelo MEU Colinzinho!
Ah, já agora, ele escreve um dos melhores contos do livro " Falando com 1 anjo", um livro escrito a 12 mãos, incluindo a autora do Diário de Bridget Jones.
- O Departamento do Nada - é um relato sobre infância, amadurecimento e, de certa forma, sobre o “não se encaixar”... vale a pena ler! Tenham 1 bom dia!


Nota: Sou mesmo doente pelo Mr. Darcy


De Tex a 15 de Maio de 2006 às 13:52
Xinxa a menina quer é arranjar problemas, pk sabe mto bem que eu vi primeiro!lolol



De Selvagem Anónimo a 15 de Maio de 2006 às 15:23
Tex... como se atreve? Querem ver que vamos ter 1 cena daquelas do final do filme, mas em versão feminina?!!! Está bem de ver que a menina seria o Hugh Grant... a levar no trombil!


De Tex a 15 de Maio de 2006 às 16:55
Olhe ó sua Xinxa badoxa, fique a saber que trombil tem a sua vizinha (essa mesma) lol e ainda há-de cá vir à menina!lolololol


De xinxa a 15 de Maio de 2006 às 15:28
Tex, desculpe mas o anónimo - sou euzinha!


De PatanisKA a 15 de Maio de 2006 às 10:40
É um filme hilariante, e eu ADORO aquele actor!!! É dos poucos filmes q fazem juz ao livro em q foram baseados. Leiam o livro(s)....vejam o filme(s). E já agora se virem por aí o Colin Firth, digam-lhe q lhe mando uns grandes beijinhos!!!!!


Ah... Comenta-me