De Tigas a 12 de Julho de 2006 às 21:03
A modos que eu, como saloio que sou, nascido nesta terra tão bela que é Sintra há mais de um quarto de século, fico bastante triste por ouvir uma notícia como esta.

Por todas as razões óbvias, pela razão apontada pelo amigo Pascoal, e por tantas outras, como a premente necessidade de se criarem condições para:
- Os habitantes de Sintra poderem viver e desfrutar ainda mais aquela que é a nossa terra.
- Os visitantes de Sintra poderem em todos os locais que visitam ter todas as condições necessárias para os seus passeios, sem nunca descurar a preservação e manutenção da Bela Sintra.
- Os turistas (separo-os dos visitantes intencionalmente) poderem vir à nossa terra e não terem que depender só dos seus guias para poder caminhar e conhecer todos os belos recantos de Sintra.

Porque não a criação de postos móveis de informação e apoio ao visitante/turista estrangeiro, através de pessoal especializado para o efeito que circule nas zonas mais movimentadas? Afinal de contas, quantos e quantos jovens procuram o seu primeiro emprego durante as épocas altas do turismo?? Como pagar isto? Não creio estar a descobrir a pólvora, mas se temos €100000 para pensar em dá-los à bicha da TVI e correspondente ananás, teremos concerteza outro tanto ou mais para pagar a 10/20 jovens que ajudem os estrangeiros que não sabem falar português...

Enfim são só ideias e eu sou só um apaixonado por Sintra, de que vale isso?...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.