Sexta-feira, 21 de Julho de 2006

Woody e os Ovos

 

Estava eu a assistir a mais um episódio do "Dr. House", quando reparei que terminou com exactamente a mesma frase que o filme Annie Hall do "mestre" Woddy Allen. Uma piada e ao mesmo tempo uma consideração filosofica, sobre relacionamentos (amorosos).

Fiquei a pensar sobre o assunto... porque insistimos em ter relacionamentos complicados e irracionais? Woody Allen explica na perfeição. No fim de um dos seus mais carismáticos filmes, o actor/realizador diz o seguinte:  

 

   

"... eu pensei naquela velha piada, sabem, daquele tipo que vai ao psiquiatra e diz: "Doutor.. hum... o meu irmão está maluco. Pensa que é uma galinha." E... hum.. o médico pergunta: "Bem, e porque é que o não interna?" E o tipo responde: "Eu internava-o mas precisamos dos ovos."

Bem, creio que é mais ou menos isso que penso das relações entre as pessoas. Sabem uma coisa? Elas são completamente irracionais e loucas e absurdas e, mas... hum, creio que continuamos a mantê-las porque, a maior parte de nós precisa dos ovos."

( Annie Hall - 1977, de Woody Allen )

-------------

Já agora aviso que o conto UJ, tem mais um capitulo, agora  da DevilGirl

capitulo XXX


Impressão Digital Cereza às 01:32
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
17 comentários:
De isabel a 21 de Julho de 2006 às 12:47
De volta a temas inteligentes.

Em Annie Hall, vi uma Nova York mais iluminada e verdejante do que nunca com uma *Prozac Nation* em rimas internas e remissões, de paranóias como imagem de marca. Com a piada nonsense na primeira pessoa, na forma unica de contar. Gosto disso.
Com Alvy criança (deprimido), temos o reflexo duma ideia geral sobre o Universo, ao ritmo da conversa da expansao que remete os ovos para o seu devido sitio.
Em Annie Hall ainda se sente um WA puro, onde ainda havia romantismo na sua obra que anoitece em «Match Point».

Há ainda a piada das 2 senhoras com idade que estao num café, em que 1 se queixa da “comida terrível” e a outra sabiamente remata “e ainda para mais em doses minúsculas”. Tal como a vida que muitas vezes 'e mais larga que comprida.

Vou alongar o nervo optico.


De PatanisKa a 22 de Julho de 2006 às 12:55
Ó Isabel, e????? Não estavamos a falar de ovos??!


Ah... Comenta-me

.Urbanidades Recentes

. Aberto: Rui Pedro e Anoré...

. FIM

. Porque eu? porque isto? p...

. Mulher

. Hannibal - Rising

. ...

. Voltaste meu amor...

. Falling

. ...

. Uma brincadeira...

. SuGeStÕeS:

. Pedofilia ou Amor

. coragem!

. Feliz Natal

. Ainda Tango...

. Destaque no sapo: poema d...

. Sonho § Realidade

. Do Flyman

. (...)

. Parabens Lua

.Selvas já Visitadas

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

.Procura no UJ

 

.Posts Favoritos

. Falling

. Destak

. UJ no DN

. Putas, Prostitutas (os) e...

. Casos Reais: Putas, Prost...

. Maria Madalena: Prostitut...

. "Schindler português"?

. Dedicado ao meu Pai!

. Caso de Vida

. Os BrancosNegros ou Negro...