De http://shakermaker.blogs.sapo.pt a 2 de Agosto de 2006 às 03:18
Ora viva...

Pelo menos, uma vez na vida, devemos trair, ou ser traídos, pois dessa forma podemos aplicar uma bela duma vingança.

Ou então, sentir remorsos por trair ou remorsos por não nos termos vingado.

O pior duma traição não é trairmos ou sermos traídos, mas sim não sabermos que fomos traídos ou porventura não termos coragem de contar que traímos.

Ou então não é nenhuma das anteriores e eu prometo que para a próxima estudo mais um pouco e, quem sabe, até faço o TPC...

Não percebi esta foto, mas talvez seja por ser a preto & branco ou será que sou eu que sou daltónico? Pois, bem me parecia.

Eu sempre gostei muito do "One" dos U2... Mas havia necessidade de "assassinar" esta música brilhante?! Não teria sido melhor deixá-la tal como estava, imberbe e singela, na faixa número três do álbum Achtung Baby... Pois, deve ser impressão minha.

Um abraço...
SHAKERMAKER


De WG a 2 de Agosto de 2006 às 12:13
Vingativo assim, há-de ser escorpião... (como eu LOL)


Pessoalmente acho menos mau não saber que se foi traído. O que não se sabe não dói, como costuma dizer o povo. Andamos enganados em relação a alguém, sim, é o preço a pagar, mas acho que é menos mau (também depende de quem nos traia).

Trair e não ter a coragem de assumir sim, estou de acordo, é mau.

Mas mau, mesmo muito mau, é saber que se foi traído, mas nem sequer conseguir precisar por quem. É que aí fica-se mesmo de mãos atadas... ou então, como alguns, começa-se a disparar em todas as direcções, com os belíssimos resultados que isso traz.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.