De Abel a 6 de Agosto de 2006 às 20:20
A peste é tótó em exponencial porque são muitos os períodos presenteados ao bibelot. Ele não ama. Ele nasceu para orgasmar vontades. Este (ou esta), o bibelot, um dia acabará muito só. Faço figas para que os dois não tenham tido uma grande longevidade. E se ainda existem, apelo a uma vida efémera porque quem não ama nada está a fazer neste mundo. Pior ainda é não amar e não deixar amar ou viver. Deixem-nos…


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.