De Marco Neves a 24 de Agosto de 2006 às 12:16
Minhas senhoras e meus senhores. Saudações desde as Bahamas de Alqueva.

É só para informar que o barbeiro onde ia (sim, barbeiro! Nada de mariquices), o homem também tinha mamas. Vocês sabem, meio anafado, entradote e cansado de cortar barbas e cabelos.

Aquilo era porreiro. Tinha ainda daquelas cadeiras mesmo de barbeiro. Falava-se de futebol da III Distrital, das hortas. E saia de lá, meio arrepelado, com pó talco atrás das orelhas e no tatuço, e ia à minha vida. Era mesmo porreiro!

Ah! Eu gosto muiiiiiiiiito das minhas mamas!


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.