Terça-feira, 22 de Agosto de 2006

O meu cabeleireiro, tem umas mamas melhores que as minhas...

Ai, quando cheguei aqui o Urban parecia uma daquelas cidades abandonadas, sabem como é? Post de aniversário ultrapassado, nada de músca... ui, até fiquei arrepiada.

As férias correram bem, mas a vontade de postar também é pouca. Sorry!

Deixo aqui um texto fantastico da Woman.

 

      

Para os Homens que não sabem, um cabeleireiro faz as delícias de qualquer Mulher. Não há nada melhor que um Homem nessa bela profissão. Homem, mas gay, eu passo a explicar.
Um Homem que nos entende, que padece da mesma sensibilidade que nós e que para além disso sabe como pôr-nos bonitas é um oásis no deserto. E isso só se consegue, arranjando um cabeleireiro.

 

O meu é uma delícia, sabe cuidar de mim, entende as nossas amarguras partilhando das nossas conversas sobre o sexo "mais que fraco" e ainda nos dá umas belas dicas de como entreter o nosso "mais que tudo". Por isto tudo, é tão bom ir ao cabeleireiro. Meninas, se ainda não têm um gay a tratar-vos da cabeça, não percam tempo.

 


Mas tudo corria bem, até o meu Carlinhos se aventurar no Mundo do Mulherio a valer. Não é que o Carlinhos agora é Carlinha??! Tudo bem nada contra mesmo, aliás, se ele estiver feliz melhor para nós. Mas já não bastava esta fase da minha vida em que tudo anda do avesso, agora tenho de levar com o Carlinhos (Carlinha) com uma mamas fantásticas. Não é justo, bolas... Andamos nós a privarmo-nos do chocolate para manter este corpo, a matarmo-nos no ginásio para termos um peito lindo e usarmos qualquer decote mesmo sem soutien, e de repente aparece uma Carlinha na nossa vida com umas mamas fabulosas em dois meses. Não há quem ature. A verdade é que continua a perceber os mistérios masculinos melhor que ninguém e isso, é de grande ajuda.

 

Claro que continua a ser fantástico quando resolve fazer de nós Mulheres irresistíveis, mas com aquelas mamas... Não deixo que nada me deprima em demasia, não faz parte de mim, mas aquelas mamas estão a deixar-me os nervos em franja. Ele (ela) continua a dizer que as minhas são fantásticas, mas sinto um odor de caridade no ar quando se fala no assunto...


Não vivo sem o meu Carlinhos, mas até me habituar às novas mamas que vão cuidar de mim, preciso de tempo...

 

Woman in http://voosdeumanjonegro.blogspot.com/


Impressão Digital Cereza às 12:56
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
32 comentários:
De abel a 22 de Agosto de 2006 às 19:41
Consta que no salão da minha rua está um jovem trabalhador delicadamente atencioso e que faz carinhosamente relaxantes massagens às senhoras. Nada de preocupante até aí. Até eu, que nada percebo do assunto, seria capaz de me esforçar por isso, embora a vista já me falhe e, como tal, para o conseguir, teria que utilizar outros recursos tais como a sensibilidade da ponta dos dedos para massajar os músculos ou as carnes flácidas e delicadas das senhora. O mesmo é dizer que apalpando… conseguiria certamente executar a tarefa.
Mas o certo é que o delicado mocinho tem propensão para outras características, que eu também gostaria de não prescindir mas que teria de perder outras coisas, algumas delas adoro loucamente. O testosterona tem uma importância fundamental na minha existência fazendo-me sentir um homem igual aos outros que se prezam. A careca é inevitável, falar comigo mesmo quando tenho problemas, dar importância às formas, gostar das mulheres como parceiras que me completam e ajudam, e outras muitas características são aspectos negativos ou positivos que tenho de carregar nesta existência.
O mocinho deve ter fraco testosterona e deve ter nascido provavelmente com cérebro de mulher, isto é, pensa como mulher embora em corpo de homem. Assim, as mulheres são para ele um ser igual e não complemento. Teve a infelicidade de durante as suas primeiras semanas de gestação não ter sido banhado pelos fluidos próprios no momento em que se definiu o sexo. Para ele é muito importante a relação, a ternura, a sensibilidade, o carinho e, por isso, o tempo de um dia pode não ser suficiente para distribuir o número de palavras que tem para oferecer. As mulheres, normalmente encontram neles um ombro amigo, coisa que os homens nem sempre conseguem ou sabem disponibilizar. Os homens dão outras coisas às mulheres que eles não têm para dar (abstenho-me de me alongar). Por eles desejarem ser iguais às mulheres não é de admirar que se esforcem por parecer isso mesmo, e os tempos de hoje facultam-lhes essa ansiedade através de direitos adquiridos e dos conhecimentos científicos. As saliências mamárias são fruto dessa tentativa de igualdade dado que não o conseguiram através das leis próprias da natureza.
Não se critica a anomalia (eu podia ser um deles) nem a pretensão porque também eu gosto de ver proeminências esculturais. Se a TEX o diz, estou plenamente de acordo. Basta serem naturais, tanto melhor.
O mais curioso é que cheguei a saber, como era um salão misto, que o mocinho, embora ainda sem mamas, se recusava a fazer esse trabalho aos homens. Fiquei então a pensar se não seria para evitar excitações, dado que as mulheres não os excitam…


De Cereza a 23 de Agosto de 2006 às 02:13
Abel nem imaginas a falta que fazias a este blog :)))) jinhosssssssssssss


De WG a 23 de Agosto de 2006 às 17:44
Deixem-me aplaudir fortemente o Abel. Não tanto pelo comentário ao post, visto que nesse aspecto, ao contrário do habitual, foi bom mas não brilhante. Digo antes pela forma, essa sim brilhante, como desancou nas mulheres de alto a baixo do comentário, e ainda arrancou uns aplausos da cereza, e no minímo, a tolerância das restantes, que não se insurgiram. Brilhante!!! ;))))

Se isto não é o extremo da sensibilidade, então o que é o extremo da sensibilidade? eh eh eh

E saio deixando o Abel debaixo de nova chuva de aplausos da minha parte. :)


De PatanisKa a 23 de Agosto de 2006 às 18:17
WG, a ti não vou aplaudir nem levemente...porque pareceu-me que como não tinhas nada a dizer....disseste a 1ª bacorada q te veio à ideia...O Abel desancou nas mulheres de alto abaixo??!!! Já agora onde??!! Bem....mas ainda bem q n penso como tu, só me faltava era olhar para baixo e ver q me tinha nascido um "apêndice"....


De lua_de_Avalon a 23 de Agosto de 2006 às 21:10
WG: já agora fazendo minhas as palavras da Pataniska, gostaria que indicasses as frases ou palavras que o Abel sugere ou afirma o "bota abaixo das mulheres".
O que me parece é perfeitamente o contrário. No fundo, elogia as mulheres e apoia os indivíduos que nasceram homens (com comportamento de mulher) tenham a possibilidade (com todo o direito) de serem também mulher. Sempre tenho ouvido o Abel dizer que nós não somos melhores nem piores, somos diferentes! Estas diferenças têm aspectos positivos e negativos, quer da parte dos homens quer da parte das mulheres.


De WG a 24 de Agosto de 2006 às 11:44
Pataniakazoidezinha querida, (notem o ar de cachorrinho arrependido)


Em relação ao meu comentário ao texto do abel, já respondi acima.


Em relação a não ter nada que dizer, não é verdade. Fui até o 2º a comentar o texto, o qual achei refrescantemente humorístico, e completamente light, muito apropriado a esta altura do Verão, como a Cereza costuma dizer. Mas perdoo essa imprecisão, tal como perdoo o resto.

Havia a possibilidade de comentar o texto desde uma perspectiva mais profunda e sociológica, que normalmente até seria a minha escolha natural, mas neste caso correspondi à ligeireza do próprio post com a ligeireza no comentário.

Aliás, se formos a ver os comentários de todos, o tom foi sempre muito para o ligeiro com uma nota pessoal pelo meio, quando não mesmo 110% ligeiro e sem nota pessoal. Desde a Tex, passando por ti (xuxas?! :PP), e acabando na encantos_e_paixoes ou na marta).

Felizmente, houve uma pessoa, por sinal a única excepção, que abordou o tema de forma mais profunda, como também é seu (e meu) hábito, que foi o abel.
Por ser de longe, o comentário mais rico, como é habitual, lançar o debate sobre ele ainda desde uma perspectiva diferente, comentei-o. Para picar. Resultou!


E pronto, vai lá para a praia, que hoje, como excepção, com esse mau humor não há quem t'ature! LOLOL


With love, from me to you,
WG

PS - Agora és tu que, além de desancar em mim, não resistes em desancar nos homens, senão leia-se atentamente "ainda bem q n penso como tu, só me faltava era olhar para baixo e ver q me tinha nascido um "apêndice"


De PatanisKa a 24 de Agosto de 2006 às 15:00
WGódezinho (irónicamente falando claro...)

1º Não tou/tava de mau humor...o q eu tenho é mau feitio (isso já toda a gente sabe e não é de agora)

2ª Tu, nas aulas de português, devias ser o puto chato q estava sempre do contra e q queria sempre saber mais q a prof e aqueles todos q foram pagos para fazerem as análises e estudos literários das obras interpretadas nas aulas....

3ª Cada um é para o q nasce...tu nasceste para ser do contra, eu nasci com este mau feitio, q para mais q n seja, azucrinar criaturas queridas e simpáticas como tu (agora n tou a ser irónica, nem "soda"...)

4ª A praia estava optima...as férias continuam...vou de fim de semana e só volto segunda feira.

PS: toma lá beijos e pontapés nas canelas tb!!! (eheheheheh)


De Safira a 25 de Agosto de 2006 às 21:40
Olhem que dois!! LLLLOOOOLLLL
Que me dizem de uma rúbrica tipo "Duo Ele e Ela", protagonizado pelo WG e pela Pataniska??


De WG a 22 de Agosto de 2006 às 17:46
No que toca à Tex, realmente não aconselho uma colisão frontal com ela... :)PPP

Em relação a cabeleireiros, é assunto de mulher. Mas posso sempre dizer que vou ao barbeiro, e que agora é uma barbeira. E esta, hein? Vou ter que analisar é melhor as mamas, para depois vos poder dar feedback avalizado. Até lá, vão pentear macacos!


De Tex a 22 de Agosto de 2006 às 17:38
Desculpem lá mas ninguém as tem melhor que as minhas!
E mto menos o meu cabeleireiro!lol


De Selvagem Anónimo a 22 de Agosto de 2006 às 17:47
TEX...
Convencida hem!!!!
:)))))


De Tex a 22 de Agosto de 2006 às 18:03
Claro que sou convencida!
Tenho razões para isso...neste caso DUAS boas razões lololololol


Ah... Comenta-me

av_fever01.gif

.Urbanidades Recentes

. Aberto: Rui Pedro e Anoré...

. FIM

. Porque eu? porque isto? p...

. Mulher

. Hannibal - Rising

. ...

. Voltaste meu amor...

. Falling

. ...

. Uma brincadeira...

. SuGeStÕeS:

. Pedofilia ou Amor

. coragem!

. Feliz Natal

. Ainda Tango...

. Destaque no sapo: poema d...

. Sonho § Realidade

. Do Flyman

. (...)

. Parabens Lua

av_jml12.gif myarms-yourhearse.gif

.Selvas já Visitadas

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

10MM.gif

.Procura no UJ

 

.Posts Favoritos

. Falling

. Destak

. UJ no DN

. Putas, Prostitutas (os) e...

. Casos Reais: Putas, Prost...

. Maria Madalena: Prostitut...

. "Schindler português"?

. Dedicado ao meu Pai!

. Caso de Vida

. Os BrancosNegros ou Negro...