De abel a 6 de Setembro de 2006 às 20:41
A dimensão das coisas desta vida é sempre muito relativa.
Por exemplo: a riqueza para um pobre resume-se normalmente a coisas muito simples. Alimento, abrigo, bem-estar dos amigos e vizinhos são as suas grandes preocupações. Tudo o que têm, que é nada, chega sempre para mais um. Quando ficamos ricos, tudo se complica. Queremos mais e muito mais, mesmo que esse mais seja a única sobrevivência de outros e, para nós, fúteis ninharias.
Não duvido, tenho a firme certeza de que os meus textos dariam eventuais obras literárias. Falta-me a coragem, atrevimento às barreiras e o empurrão que por vezes é a alavanca indispensável à obra, porque as editoras não se compadecem com o medo da tragédia do falhanço, a complexidade no tempo e a preocupação do empreendimento. Elas não gostam de monos. Arriscam pouco em obras desconhecidas ou de desconhecidos.
Em vez de escrevermos trezentas ou quatrocentas páginas (como fazem todos os nossos grandes escritores e pensadores), escrever apenas uma ou duas, parece-me, em minha opinião, não estar a exagerar, apenas faço cansar, sem intenção, a paciência dos colaboradores deste Blog, especialmente os que gostam de leitura (as minhas desculpas pelo facto). Além disso, receio as sínteses porque tenho pavor a que eventualmente não me faça entender ou possa estar a passar uma mensagem diferente daquela que realmente pretendo. São estes os riscos das sínteses, por excesso ou defeito.
Para além disso, gosto de realçar aspectos que considero ou me parecem muito importantes. Não consigo, por muito que me esforce, sintetizar seja o que for, enquanto não expressar de uma forma clara e conveniente o que pretendo. Chamem-lhe o que quiserem, metafísica ou sem física, com ou sem história, síntese ou sem síntese, mas uma coisa tenho também a certeza. Qualquer tipo de expressão é sempre uma forma de manifestação que deve ser sempre bem-vinda e que muito aprecio. O que é síntese para uns pode não ser para os restantes.
6/9/2006, Abel


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.