De a. a 24 de Setembro de 2006 às 23:39
Estou ainda a tentar digerir o que vejo por aqui.Cereza,é com muita pena minha que te vejo assim tão desiludida com este Mundo(virtual)...entendo todas as razões que aqui deixas,entendo e fico sempre atenta ás barbaridades que por aqui podem fazer com as imagens das pessoas.Na realidade este Mundo é isto também....falta de cuidado,falta de respeito,falta de sensibilidade para com as vidas alheias...mas já todos sabemos o que daqui podemos tirar,a desilusão poderá ser ultrapassada se não estivermos á espera de mais ou de melhor.Haverá sempre este tipo de sites e blogs...haverá sempre este tipo de pessoas,que viaja por aqui apenas para estragar a tranquilidade desejada.Andamos numa esfera em que já sabemos o que podemos encontrar...e o cuidado que temos de ter...nunca chegará.

Agora dizes estar cansada...são 2 anos,verdade que é muito tempo Cereza,muito tempo a tentar seguir com esta tua estória para a frente... mas por isso mesmo penso que terá toda a lógica continuar com este espaço tão bonito e tão cheio de vidas e coisas contadas.Encantei-me contigo e com tudo o que por aqui tens deixado...não falo apenas das coisas lindas que me dás,mas de todas as que posso encontrar aqui.Penso que sentes algum cansaço...penso também que uma pausa iria ser uma boa solução.
Um encostar de porta apenas...sem fechaduras e chaves.Talvez as férias merecidas depois de tanto trabalho que por aqui tens tido.Ás vezes é preciso C.
ás vezes faz todo o sentido deixar a porta assim.
Um dia encostas a tua cabeça...e ele estará aqui,complecto,á tua espera,o teu espaço,a tua casa...e concerteza todos os que por cá gostamos de passar.Voltarei para te ver...e vou entender sempre qualquer decisão tomada.Quero apenas deixar-te alguma força e coragem...pois sei que há fazes muito delicadas e difíceis de ultarpassar.Estou a olhar para ti C.com atenção...á espera que descanses realmente...e não te faças obrigar a nada que não te dê mais prazer fazer.Isto por aqui terá sempre de ser o oposto da obrigação e do peso que vivemos todos os dias lá fora.
Minha querida Cereza...um grande abraço.desta tua recente amiga.Beijos mil.


De abel a 25 de Setembro de 2006 às 19:27
Corroboro esta interessante sugestão. Uma pausa um tanto ou quanto prolongada é boa ideia e o merecido descanso da guerreira retemperaria as forças necessárias para recomeçar com outra energia.
Pensa nisso Cereza.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.