Terça-feira, 31 de Outubro de 2006

Parabens Majocaaaaaaaaaaaaaaaa

PARABENS MAJOCAAAAAAAAAAAA,

sua:  boazuda, giraça, bem disposta, caliente, faladora, tonta, linda, bonita, trenga, despistada, encantadora, sedutora, desencaminhadora, bela, inteligente, simpática, rabaneta

LOIRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇAAAA

Um beijo de todos Nós

mas já ninguém me avisa dos aniversários? É que não fixo nem umzinho!!!!!

Aqui está a prenda da Majoca Lolll


Impressão Digital Cereza às 20:40
link do post | Rugir | Adicionar aos Favoritos
34 comentários:
De ^Erina^ a 1 de Novembro de 2006 às 21:17
Pessoal!!!!! sem tirar o protagonismo deste dia à Majoca! queria lembrar que o nosso querido WG também fez anos no dia 27! LLLLLLOOOOOLLLLLL


De ^Erina^ a 1 de Novembro de 2006 às 21:02
Parabéns!!!!!!!! muitos! muitos! anos de vida!!! são os meus votos sinceros! para uma pessoa estupenda! super alegre, bem disposta e um amor de pessoa! Beijinhos! Linda!!!!!!!!! ****************


De flyman a 1 de Novembro de 2006 às 20:54
Parabéns, sua teenager loira!!!!

Deixa lá as farpas do meu caro WG, que ele gostava mesmo era de ter a tua idade em flor!

Muita saúde e muitos beijinhos!

PARABÉNS!!! :)


De encantos_e_paixoes a 1 de Novembro de 2006 às 20:17
UUUUUUUUUUiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
Feliz Aniversário!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Manhã manhã dou a minha prenda, tá bem????
Escorpião!!!????
UUUUUUUUUUiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
Mi Aguardem


De Majoca/SaloiaLoira a 2 de Novembro de 2006 às 10:35
vAIS ME DAR PRENDA??? ai jasus
até me saiu esta letra...e quem és tu?
Bejossssssssss


De HAPPY BIRTHDAY a 1 de Novembro de 2006 às 15:37
Happy Birthday to you , Happy Birthday to you, hapy birthdayyyyy, happy birthdayyyyy
:)
Another big kiss , Majoca-Saloai-Loira


De Manefta a 1 de Novembro de 2006 às 12:00
Então Parabéns :) a mim tb ninguém avisa dos aniversários e eu só decoro aqueles que quero lol

Beijocas

Manefta


De Majoca / SAloia a 1 de Novembro de 2006 às 18:11
decoraste o meu Manefta? eheheheh di lá o teu para eu me lembrar e bejocas


De Manefta a 2 de Novembro de 2006 às 14:07
Decorei, decorei lol O meu é no dia 7 de Junho :) ve lá se decoras tb e me dás uma prenda lol Gosto muito de Dolce & Cabana e Armani, agora deixo ao teu critério loool
beijocas


De Majoca/Saloia a 1 de Novembro de 2006 às 08:59
Oh Abel querido , só tu para me deliciares a esta bendita hora e fazeres-me reviver a maluqueira do ano passado...e sim o objecto delicioso, continua a contribuir para o meu rico prazer ( olhem lá estou a falar do colchão )...bejocas Abelito querido


De Abel a 1 de Novembro de 2006 às 07:48
Com base numa história antiga com que a Majoca um dia nos brindou, vou agora revivê-la de outra forma e aproveitar para lhe desejar os meus sinceros parabéns. Os doces desta vida não se resumem aos bolos porque a Majoca é um favo de mel. Desculpa a poesia ser antiga…

O COLCHÃO DE VIBRAÇÕES EMOCIONAIS

Um dia, do outro lado da linha
Chilreou-lhe uma vozinha:
Vais ter um prémio de tentação!
Trinou-lhe o meigo passarão

A professora embasbacada
Ficou emocionada
Deu largas à imaginação
Ensina mas não sabia da história do colchão

Outrora, por comodidade e habilidosa invenção
Já se substituía a superfície do duro chão.
A história fala em juncos, palha e folha
E outro material que era de escolha

Os gregos, cisnes e gansos depenavam
E os Romanos aos enchidos nomes davam.
Torus foi nome que veio
E tormentum ao seu recheio

Por ter alho introduzido
Cheiro para arredar a bicharada
Foi o Da Vince acometido
De insónia continuada.
Percevejos, insectos e pulgas malvadas
O genio foi impotente contra as danadas

O século XV trouxe as modernices
E a França introduziu as francesisses
Na época, de nome, cama de ar
Pneumático para ressonar

Com o século XVIII vieram as molas
E quando para fora saíam
Os utilizadores artolas
Muitas vezes se contorciam

Os grandes do século XIX divulgaram,
Hotéis de luxo propagandearam,
Para fundo o Titanic levou
E com estes ninguém se curou

Pois se até este bote foi famoso
Navegando com colchão outrora tão tortuoso
Porque há-de a Manela resistir à tentação
De montar o belo e lindo alazão
Gozar no futuro a doce sensação
De possuir o moderno e selecto campeão?

A depressão mundial passou
E o colchão de molas triunfou.
Em 1929 muito se vendeu
Porque este benefício ao povo aconteceu.
Assim a história conhecia
O que a Manela não sabia

Lá entrou, louca de curiosidade
O conto escutou e se remexeu
Transpirando também sagacidade
Outro educado vigário lhe apareceu

Como o ser vivo era lindão!
Assim pensou do figurão
Que logo o contracto fechou
E a menina, maravilhada, acalmou

Às costas Manela carregou-o para casa
Lá fora ficaram os merdosos
Cheios de curiosidade, os invejosos
E não partilharam, os paineleiros, a brasa

O objecto é tecnologicamente de gritos
Dotado de conforto, inimaginável para aflitos
Massajador com potenciómetro de variação
Que treme a cada espontânea e potente emoção

Com este equipamento intimo onde te deleitas
Adeus ó dores, enxaquecas e outras maleitas
Adeus remédios, já foram mezinhas
Falências das farmácias, agora certezinhas

O novo na Rinchoa apareceu
O outro foi logo à vida, desapareceu!
Ela desprezou a entrega, outrora ardente, do velho coitado
Este é dotado, vigoroso e vibra, o danado

Não há como o primeiro, reza a historinha,
Que aconchegou a tenra idade da Nelinha
Se existe está nalgum Museu, fechado
Por ser agora arte antiga já amarelado.

Na vida, quase tudo é surpreendente!
Como gostaríamos, nunca ou raramente.
Ela, a vida, é feita de pequeninos nadas
Como esta, muitas outras um dia talvez contadas.
Mostrou que não se sentiu magoada
Porque o coiso relaxa, deitada

Estas vendas a qualquer um são de estratégia refinada
Difícil de contorno por buscarem também a sua mesada
Gente como nós vendendo belas coisas, às vezes futilidades
Para incautos, levados, sustento dessas necessidades

Não és jerica por isso nem nada que se pareça
Essas não escrevem sentimentos que floresça.
Como mulher que és, certeza de ternura
Entre muitas, aparentas especial doçura

Nas ondas do mar alto,
Ó gaivotas à volta do barco!
Abracem o aroma que o mar tem
Transportem o que é de ninguém
À Manela deitada perto do chão
Agarrada ao safado do colchão

Figurão ou passarão não sou. Por isso vou terminar
Sem nada prometer, o prémio não precisas vir buscar
“A solução para um deserto ou um jardim
Não está na água mas na pessoa”, sim!
Os resultados pasmam os sentidos, já vi!
Tal como o Antúrio, tratado por mim, que esvoaça para ti.


De Majoca a 1 de Novembro de 2006 às 00:21
Caraças.........abro esta treta e quase que tenho um treco:)))))))) dodaaaaaaaaaaaaaa cerezaaaaaaaaaaaaaa.
Ai que xaudades que tenho dos paineleirosssss e oh oh coisinho, 100 e k? pois tá bem tá :) Moi agradece a todos e tá bem eu mereço o mimo:) ehehe bejossssss


De lua_de_Avalon a 31 de Outubro de 2006 às 23:28
Loiraça Mai Linda
Parabens Novamente
Beijocas
Bom Feriado


Ah... Comenta-me

av_fever01.gif

.Urbanidades Recentes

. Aberto: Rui Pedro e Anoré...

. FIM

. Porque eu? porque isto? p...

. Mulher

. Hannibal - Rising

. ...

. Voltaste meu amor...

. Falling

. ...

. Uma brincadeira...

. SuGeStÕeS:

. Pedofilia ou Amor

. coragem!

. Feliz Natal

. Ainda Tango...

. Destaque no sapo: poema d...

. Sonho § Realidade

. Do Flyman

. (...)

. Parabens Lua

av_jml12.gif myarms-yourhearse.gif

.Selvas já Visitadas

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

10MM.gif

.Procura no UJ

 

.Posts Favoritos

. Falling

. Destak

. UJ no DN

. Putas, Prostitutas (os) e...

. Casos Reais: Putas, Prost...

. Maria Madalena: Prostitut...

. "Schindler português"?

. Dedicado ao meu Pai!

. Caso de Vida

. Os BrancosNegros ou Negro...