De Ondas de pensamento a 17 de Fevereiro de 2007 às 01:03
Espaço bastante agradável. Alguém volta e dá vida ao que parecia estar destituido de sentido.
Ondas


De Suicidal_kota a 17 de Fevereiro de 2007 às 20:59
UH... Espectacular... "Voltaste tarde amor" lembra-me mais um... "Estive sempre aqui à tua frente a dar... a entregar-me quase em vão a interessar-me, a tentar cuidar de ti... Estive mesmo à tua frente e no entanto pouco ou nada interesso-te." Ao dizer isso a frase muda de tom, mais melancolico - "Chegaste tarde amor" ^^ uhuhuh Profundo o poema. Agora mudamos o o sentido da frase por três ou quatro horas no horario (isto levando à letra essa pequena frase tao cheia de sentimento) "Acordaste tarde Amor".

Deveras lindo este poema... Rodrigo Leão é o maior! Sempre o foi. ^^


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.