Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Urban Jungle

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

Urban Jungle

26
Dez05

UJ

Cereza

Pretendia publicar este texto no fim do ano... mas vou antecipar o momento. Os animos andam exlatados, fruto talvez do stress da quadra natalícia. Por vezes temos de "saber dizer as coisas", sem as dizer... por vezes temos de contar até 100, e por vezes temos de ter grande poder de encaixe para aguentar as palavras menos agradaveis dos outros! Meus senhores, benvindos a um blog, e ao UJ.

Para quem ainda não entendeu há posts que servem mesmo para gerar a discussão... Discutir é salutar, impôr ideias não!

Acho que chegou mais um dos nossos "famosos" momentos de refelxão.. e dizer o que nos vai na alma!

Para que conste, este texto foi-me enviado há MAIS de 15 dias... é só para evitar desconfianças e confusões!




A concepção base dum blog tem como plataforma teórica a abertura ao mundo, ou não fosse disponibilizado na Internet. É de todos e não é de ninguém. O seu ‘dono’, a pessoa ou pessoas que o mantêm, deixam de ter mão nele, como um filho a quem não conseguimos controlar, mesmo que durma debaixo do nosso tecto e coma connosco à mesma mesa. Não existem fronteiras e o espaço shenguen ou outros são aqui completamente irreais.

Quem esteja atento, verifica que as entradas aumentaram nos últimos tempos. Fruto das noticias nos jornais...? Talvez... com certeza, tiveram a sua quota parte, mas o boca a boca funciona sempre muito, com uma eficácia bem grande. E nós ficamos todos contentes e felizes e festejamos à nossa maneira.

Com o canal passa-se a mesma coisa: intimamente ligado ao blog, é absolutamente normal que por lá encontremos caras novas – leia-se nick’s... – e cada vez mais. Porém, enquanto no blog, quem por lá passa nem sempre deixa a sua marca, em forma de comentário e, mesmo que o faça e atente contra o espírito do blog, contra as boas maneiras ou contra alguém em especial, é tudo em diferido, e a falta de simultaneidade dá-nos um tempo para pensar e as reacções são mais lentas, ou seja, temos mais tempo para contar até 10... ora, no canal isso não acontece... a maravilhosa faculdade do on-line dá-nos ‘direito’ de resposta automática... e funcionamos como um polvo... cada um manifesta-se como um tentáculo da mesma cabeça, como se nos estivessem a assaltar a casa e nós, membros da mesma família, reagimos em uníssono...

Com algumas excepções, isso só não acontece se o alien for convidado de alguém... ai é tratado nas palminhas, como eu fui e como eu sou! Mas na verdade, isto nem sempre se verifica...

Contudo, todas as moedas têm duas faces... é impossível o blog manter a abertura que tem tido, com um número crescente de visitantes e o canal, seu directo parente, mostrar reticências em aceitar novas entradas. É claro que o canal está a passar duma sala de estar, onde todos nos sentamos em confortáveis sofás, para uma esplanada barulhenta, confusa, onde não sabemos quem se vai sentar à nossa mesa... muitas vezes brincamos uns com os outros mas, se a mesma brincadeira for perpetrada por um desconhecido, levamos a mal e reagimos de forma imediata, provocando uma reacção em cadeia pois, ou outros fregueses habituais, solidarizam-se connosco... Ora, sendo o blog um local de solidariedade e empenho, mesmo com quem desconhecemos, onde há palavras amigas e quentes, gestos de profunda camaradagem e adesão, parece haver aqui qualquer coisa disfuncional...

Senti-me na obrigação moral de escrever esta reflexão pois há dois ou três dias tive um mal entendido com um ‘estranho’ no canal e jurei que não lhe voltaria a falar, pedindo as minhas desculpas em público. Porém, no dia seguinte, tive oportunidade de ‘falar’ com alguém conhecido dessa pessoa e que me disse que tinham ido ali por ouvirem falar muito bem do canal e que as coisas tinham corrido mal... e eu, falo por mim, penso que não o tratei como deveria, ou seja, como gostava de ser tratada, ou melhor ainda, como fui efectivamente tratada e recebida desde o primeiro dia. Embora considere que não fui ofensiva na ‘conversa’ que tivemos (aliás foi em canal aberto), mas antes fui brincalhona, mas pensei também que não gostaria de chegar a um lugar desconhecido e ser tratada com ironias...

Em face disso, peço desculpa novamente, como símbolo da abertura da minha parte a conhecidos ou desconhecidos pois, quem vier por bem, de desconhecido passará a amigo, na senda dos clientes habituais, quer do blog, quer do canal. Obrigada por me aturarem.

bonecarussa




1bad copy.jpg


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2006
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2005
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2004
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D