Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urban Jungle

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

Urban Jungle

07
Fev05

A Picture of an Angel

Cereza

Na sequencia do ultimo post, lembrei-me de uma das mais fantásticas criaturas que habita no meu imaginário...Um espécie imponente , com asas enormes, que me segue os passos, que sorri quando estou feliz, e que me resguarda debaixo das suas asas quando tenho medo! Não sei se voces acreditam, mas eu gostaria de crer nos Anjos da Guarda... Faz-me sentir mais segura, mais aconchegada... A paticia Poeiras também parece acreditar, e mandou este poema.


cement_and_crying copy.jpg


Anjos da Guarda


Aos poetas e Anjos da Guarda
como que por milagre
nos velam
enchem-nos a alma
amparam-nos as quedas.
E esperam por nós
no crepitar de uma fogueira de inverno.
Com um calor
que nos invade a alma...
A esses que só ainda vi
no meu mundo...
Desses que só conheço
nos sonhos...
E enchem-me a alma
E amparam-me as quedas
São eles que me sentem
E só a eles eu sinto
E Ah! Como eu (os) sinto...
Aos poetas e Anjos da Guarda
que jamais esqueço...
E que ficam comigo
mesmo depois de amanhã.
E me enchem a alma
e me amparam as quedas.


Patricia poeiras

07
Fev05

Anjo? Ou apenas uma Criança?

Cereza

Mais um assunto para pensar, mais um caso de vida... desta vez do "nosso" Sonhador.


Calling-thumb copy.jpg

Sei que muitos pensarão que o post que aqui é colocado, pode ser lamechas, ou impróprio ao blog, eu respeito as vossas opiniões. Pois as opiniões não se discutem, respeitam-se, pelo menos eu penso assim.
Mas o que pretendo com ele são apenas duas coisas… Uma, falar de um problema que em Portugal existe em grande número, o Suicidio . A segunda, partilhar com vocês e ao mesmo tempo homenagear a pessoa, que neste momento não tem mais que 6 anos e que com apenas 3, evitou que eu fizesse parte das estatísticas dos jovens que se suicidaram em Portugal…

Pois isso mesmo, eu poderia neste momento fazer parte dessas tristes estatísticas, quis o destino que a minha sobrinha nascesse e evitasse esse “acto de cobardia”.

Eu penso que todos nós temos um “anjo” ou o que cada um quiser chamar, ele não tem de existir quando nós nascemos, pois ele surgirá quando mais precisarmos. Ela nasceu, quando eu vivia uma situação difícil, rescaldo da separação dos meus pais e uma situação geral a nível familiar nada fácil.
O primeiro grande feito dela foi assim que nasceu, foi conseguir meter-me a falar com o seu pai, meu irmão, pois eu na altura estava chateado com ele e nem nos falavamos…


Picture.jpg

(A carinha da "anja" do Sonhador - Há coisinha mais linda?)


Ela com apenas 6 anos, é desde há muito a minha razão de viver, o motivo porque aqui estou e por ela, uma promessa fiz, promessa essa em que eu jamais tentarei alguma estupidez que acelere a minha “partida”. Pois da maneira como eu preciso dela, ela precisa de mim e o Amor que tenho por ela, não me permite que eu faça algo que a possa magoar ou até mesmo sofrer…

Cada vez que penso nisto, cada vez que partilho este tema, me emociono, choro de emoção, sinto-me o homem mais feliz do mundo por ter alguém como ela…

O episódio mais marcante de todos os que se passaram entre mim e a minha sobrinha, são duas situações muito iguais… Imaginem estar numa ponte, sim numa ponte, em que basta dar um passo em frente e… passam a ser mais um numero nas tristes estatísticas, e quando o vão fazer, param, abrem os olhos e dão por vocês a ouvir uma voz. Sim, eu ouvi uma voz das duas vezes e em ambas não a reconheci. Parei, não sei se assustado, se curioso ou se ambos. Da primeira vez, limitei-me a ir ate a praia e esquecer aquilo, já da segunda vez, cheguei a casa e percebi donde vinha e de quem era a “voz”. Quando entrei em casa vi um ambiente de preocupação na cara da minha mãe e avó, preocupados com a minha sobrinha, posi estava estranha e não sabiam o que ela tinha, pois estava bem, ate há umas horas antes, horas essas que coincidiam com exacto momento em que eu “parei”. Entrei em casa e olhei para ela e ela sorriu-me e abraçou-me … eu apenas me agarrei a ela e chorei e a seguir ao ouvido lhe agradeci.

Eu e ela desde muito cedo que temos uma grande cumplicidade, somos tudo um para o outro, é com ela que eu vou ter sempre que estou mal, muitas vezes, ela surpreende-me e chega ao pé de mim antes de poder ir ter com ela, ela percebe, e sente quando eu estou mal.

Para finalizar, e voltando ao tema do artigo, o Suicídio entre os jovens… Ainda hoje, não estou melhor e não vou mentir, ainda me passam as vezes a ideia da ponte e me interrogo senão seria mais fácil, mas lembro-me da promessa, da minha sobrinha, do meu ANJO.


Imagem221.jpg

(Estou-te a ver tio!)


O suicídio não resolve nada, é como disse em cima, é um acto de cobardia, é mais fácil fugir aos problemas do q enfrenta-los. Fugir não nos resolve os problemas, apenas os adia e os torna maiores.

Eu procurei o acto de cobardia para resolver isso, mas ainda bem q fui “impedido”.

Hoje, não sou totalmente feliz, mas tenho algo que é melhor que qualquer tesouro, maior que qualquer bem material que o dinheiro possa comprar no objectivo de dar felicidade, tenho o AMOR de uma pessoa que me faz viver, e me salvou…


r4b1 copy.jpg


F. a ti te estou eternamente grato…
Criador de Sonhos


Thursday´s Child - David Bowie


Sometimes I cried my heart to sleep
Shuffling days and lonesome nights
Sometimes my courage fell to my feet

Lucky old sun is in my sky
Nothing prepared me for your smile
Lighting the darkness of my soul
Innocence in your arms

(Throw me tomorrow..oh,oh)
Now that I've really got a chance
(Throw me tomorrow..oh,oh)
Everything's falling into place
(Throw me tomorrow..oh,oh)
Seeing my past to let it go
(Yeah, throw me tomorrow..oh,oh)
Only for you I don't regret
That I was Thursday's Child


16 copy.jpg
05
Fev05

Are you Naughty ?

Cereza

mad1 copy.jpg


Tenho o privilégio de poder dizer que poucas coisas, nesta vida, são capazes de me surpreender. Sim, disse poucas. Isto porque me veio parar às mãos este texto que se segue. E acreditem, não queria acreditar no que estava a ler. Fez-me pensar se já teríamos passado a idade média, ou se estaríamos de novo no tempo das cruzadas, em que o fundamentalismo prevalecia. Conhecimento baseado na ciência? Às urtigas com isso. Sentir prazer? Façam o favor de se sentirem culpados.
Só não compreendo como é que determinadas ceitas religiosas são capazes de se impor na nossa sociedade. Será por ignorância das pessoas a quem esta gente se dirige? Será por desespero dessas mesmas pessoas, desespero esse que as levam a acreditar em tudo o que lhes seja dito? Ou será mesmo por “habilidade” de manipulação moral e psicológica?


madddd-thumb.jpg



Documento da IURD (Igreja Universal de Deus)
Chamado de “Libertinagem Sexual”

Vejam os comentários sobre o pecado das seguintes posições sexuais:


Posição Cachorrinho - É uma das posições mais humilhantes para a mulher,
pois ela fica prostrada como um animal enquanto seu parceiro ajoelhado a
penetra. Animais são seres que não possuem espírito,então o homem que faz o
cachorrinho com sua parceira, fica com sua alma amaldiçoada e fétida.

Posição Chupetinha - O prazer de levar um orgão sexual a boca é condenado
pelas leis divinas. A boca foi feita para falar e ingerir alimentos e a
língua para apreciar os sabores.A mulher engolindo o sêmen não vai ter
filhos. E o homem somente sentirá dores musculares na língua ao sugar a
vagina de sua parceira.

Posição Sodomia - O ânus é sujo, fétido e possui em suas paredes milhões
de bactérias. É o esgoto propriamente dito. No esgoto só existe ratos,
baratas e mendigos. A pessoa que sodomisa ou é sodomisada ela se iguala a um
rato pestilento. Seu espírito permanece imundo e amaldiçoado. Mas o pior é
quando o ato é homossexual, pois o passaporte desssa infeliz criatura já está
carimbado nos confins do inferno.
Vejam a maneira certa de se relacionar sexualmente com sua parceira,segundo a cartilha:

Posição Coito Papai-Mamãe - O homem e a mulher deve lavar suas partes com
1 litro de água corrente misturado com uma colher de vinagre e outra de sal
grosso. Após isso, a mulher deve lavar suas partes com1 litro de água corrente misturado com uma colher de vinagre e outra de sal grosso. Após isso, a mulher deve abrir as pernas e esperar o membro enrijecido do seu parceiro para iniciar a penetração. O homem após penetrar a mulher, não deve encostar seu peito nos seios dela, deve manter uma distância pois a fêmea deve esta deve estar orando aos santos para que seu óvulo esteja sadio ao encontrar o espermatozóide. Depois do ato sexual, os dois devem orar, pedindo perdão pelo prazer proibido do orgasmo. Como penitência, o açoite com vara de bambu é aceito como forma de purificação.


hn_10.gif


Formasdolhar

05
Fev05

At the TOP

Cereza

urbantop3


Pronto e aí vamos nós disparados! O urban Jungle está entre os 25 blogs mais visitados do sapo! Neste momento ocupa a vigésima posição! Obrigada ao pessoal do Sapo, mas o meu obrigada vai de novo para todos quanto visitam este blog, e também ao meu anjinho a Mery, que lá me vai ajudando a construí-lo!
Ai, e chega de elogios porque já estou envergonhada! Lolll
Eu sou de facto uma pessoa competitiva no bom sentido, e gosto de me aplicar no que faço… e o blog tem sido a minha obssessão nos últimos tempos!
Agora é mantê-lo nesta posição... a vossa ajuda é indispensável.

A TODOS O MEU MUITO OBRIGADA.



04
Fev05

"STAR" para o meu blog!

Cereza

legislativasmaslow copy.jpg


Eu bem desconfiava que algo se passava por ter tantas visitas num dia! Pois é, tive um cadito de Publicidade, e boommm lá foram as "audiências" por aí a cima!Acho que se deveu ao texto sobre o Dr. Aristides Sousa Mendes. Se o futuro primeiro ministro (ou alguém do seu Staff) vier aqui fazer-nos uma visita ao Urban Jungle (lol), peço que apoiem a fundação ASM, E façam algo pela casa do antigo diplomata, que bem merece o reconhecimento de todos nós!

Quanto a esta recompensa da Sapo (a quem agradeço desde já) também é de todos aqueles que nos visitam, e comentam os textos que faço com tanto gosto!
Aqui ficam alguns: á MERY pelas alerações, ao Cetus pela mudança de visual... aos comentadores incansáveis: Criador de Sonhos, Maslow, Starry, marta, alic, pataniska, zila, formasdolhar, boavisteiro, suicial_Kota, heaven-Helllll, WG, Cristillia, nita, Azelom, constancinha, Francisco, Queen_akasha, cetus, mery, Novae, Emmanuelle, Sinica, joaquim varela, Antimatéria, Louis_Phere, A7V, Monstra, FONZ, Deusamaria, morgaine, absurdo24, Edthe Sock, mulato_25, falco, bia_41, Arcanjo e finalmente a ERINA, que não se cansa de comentar e vistar o Urban Jungle... tem sido uma força tremenda para mim esta nina!*
A voces o meu obrigada!


P.S- Se faltar alguém avisem!!!!! lol


03
Fev05

Merry Christmas Mr. Laurence!

Cereza

Hoje estava a mostrar o meu blog a uma colega de trabalho, e começamos a falar do Dr.Aristides Sousa Mendes, do neto Francisco, dos judeus e dos campos de concentração que ambas tinhamos visitado... Até que falamos da musica que estão a ouvir, a banda sonora do filme Merry Christmas Mr. Laurence.( Inglaterra/Japão, 1983 Direção: Nagisa Oshima. Elenco: Tom Conti, David Bowie, Rywichi Sakamoto)
Filme fantástico, já com alguns anos!


oshima-6 copy.jpg


David bowie faz o papel de um soldado inglês, na segunda guerra mundial que vai para Java no Japão...prefere render-se a deixar dizimar uma pacata aldeia de inocentes....Quando chega ao campo de concentração de Pow, aquele mundo muda por completa... A sua personagem é uma espécie de mistura de intrépido aventureiro e Peter Pan, enquanto o comandante Sakomoto um autêntico Samurai... A personagem de Bowie ganha o respeito do comandante, estabelecendo-se entre ambos uma espécie de compreensão espiritual que culmina com esta musica Forbidden Colours de Ryuichi Sakamoto... Afinal mesmo em tempo de guerra se podem estabelecer algumas pontes entre culturas totalmente diferentes, e ganhar o respeito daqueles a que chamaos adversários.

Mas o que queria realmente falar e mostrar, é a cena final, da qual nunca mais me esqueci... Parece ter ficado gravada na minha mente para sempre!

Bowie acaba por ser executado, da maneira mais cruel... é enterrado até ao pescoço, e deixado ali, para que as condições climatéricas, a sede e a fome acabem com ele... No exacto momento em que morre,e a sua alma é finalmente libertada daquele campo, uma borboleta branca poisa na cara.... Ora há uns 5 anos, foi-me incutida uma espécie de superstição, disseram-me: Se á tua frente voar uma borboleta branca terás sem dúvida um dia feliz. Para ele tinha acabado a tortura, e crueldade do ser humano.

Ficam estas fantásticas imagens do filme que falam por si!


a-1050000.jpg b-1100000 copy.jpg


c-1110000.jpg d-1240000.jpg


e-1260000.jpg


g-1280000.jpg


Olhem com olhos de ver estas incriveis imagens, e sintam a musica tocar a vossa alma. Afinal de que vale o horror da guerra, quando todos somos simples seres humanos, cada um com o seu credo e a sua cor... mas apenas Homens

02
Fev05

"Quem salva uma vida, salva o mundo"

Cereza

agenda-foto-destaque-aristi copy.jpg

(Dr.Aristídes de Sousa Mendes)


Peço especial atenção e debate para este texto, sobretudo pelo facto de sentir um orgulho enorme, de ter a participação do neto de um Heroi Nacional:Aristides Sousa Mendes!
Infelizmente um heroi que poucos conhecem, mas que hoje vamos tentar informar mais algumas pessoas! É urgente dar o devido valor e este homem do Mundo!
Contamos com o Franciso Sousa Mendes para fazer uma homenagem ao avô! Acreditem, estou muito orgulhosa em tê-lo neste blog.

demerara1 copy.jpg

(Dr.Aristídes e a esposa)


A história de Aristides de Sousa Mendes

Só para terem uma ideia mais prática, Aristides de Sousa Mendes foi considerado o Shindler português. O percurso durante o Holocausto foi muito diferente, mas ambos tiveram uma coisa em comum, salvaram a vida de milhares de judeus.

p21411 copy.gif shindler copy.jpg

(Dr.Aristídes de Sousa Mendes e Oscar Shindler)


Quando os Nazis invadiram a França em 1940, Aristides de Sousa Mendes, o cônsul português em Bordéus, contrariando as ordens de Salazar, assinou vistas para fugitivos. Assim conseguiu salvar milhares de vidas, antes de ser afastado do cargo pelo ditador.

Em 1940, dado o avanço das tropas alemãs de Norte para Sul e de Leste para Oeste, só Portugal era porta de saída segura para um algures a salvo dos desígnios de Hitler. Eis porque, solicitando um visto, acorriam ao consulado português de Bordéus inúmeros refugiados, sobretudo judeus. Mas a 13 de Novembro de 1939 já Salazar proibira, por circular, todo o corpo diplomático português de conceder vistos a várias categorias de pessoas, inclusive a "judeus expulsos dos seus países de origem ou daqueles donde provêm".

Aristides começou por ignorar a circular para, depois de instado a fazê-lo, a desrespeitar totalmente. Passava vistos a quantos lho solicitassem. Quando a 8 de Julho de 1940, já sem mais hipóteses de transgressão, regressou a Portugal da fronteira de França com a Espanha, tinha salvo milhares de vidas, assinando vistos de dia e de noite, até à exaustão física.

Regressando a Portugal, Aristides foi dado como culpado no inquérito disciplinar e despromovido. Salazar reformá-lo-ia compulsivamente com uma pensão mínima. Os recursos de Aristides para os tribunais seriam em vão. Sem dinheiro, Aristides era socorrido pelo irmão e pela comunidade judia portuguesa. Do recheado solar da família, em Cabanas de Viriato (Viseu), tudo ia sendo vendido. Os filhos de Aristides iam se dispersando, a mulher morreu, e ele casou novamente.


ASM 1 copy.jpg

(Entrevista de um dos filhos do diplomata português ao Correio da Manhã)


No dia 3 de Abril de 1954, Aristides morreu de uma trombose cerebral e de uma pneumonia no Hospital da Ordem Terceira em Lisboa. Embora o epitáfio na sua lápide reconheça os méritos de Aristides com as palavras "Quem salva uma vida, salva o mundo", a sua morte não veria qualquer comentário ou informação na imprensa portuguesa. Seria assim ignorado pelo país.

Ter-se-ia de esperar 34 anos para que Aristides fosse justamente reintegrado e louvado oficialmente em Portugal: Em 1988 na Assembleia da República, o Dr. Jaime Gama do Partido Socialista pediu a reabilitação e integração póstuma de Aristides no corpo diplomático, o que foi concedido por unanimidade pelos partidos com assento na altura. Desde 1993 Aristides é o único português que faz parte dos "Righteous Among the Nations", no Yad Vashem Memorial em Israel.


sousa.jpg

(A numerosa familía do diplomata, com o irmão gémeo - uma foto histórica)


O Testemunho de Francisco Sousa Mendes - (neto)


Há dias descobri um blog que me interessou particularmente- falava de Auschwitz e dos 60 anos da libertação dos prisioneiros(ou do que restava deles...) daquele campo de morte. Pus-me logo em sentido, não é para menos! Li àvidamente, embora não fosse, para mim, nada de novo. Como não podia deixar de ser, deixei um comentário ao artigo, que me prendeu tanto a atenção, e, passado um pouco, estava a falar com a autora, a Cereza, através do MSN.
Tivemos uma conversa recheada de interesse e falámos sobre o meu avô- encantou-me o entusiasmo dela, fascinou-me a sua personalidade, que aprofundei nos seus escritos. Pediu-me que fizesse um texto, para fazer parte do seu blog...vou tentar com aquilo que tenho na cabeça e com a satisfação que me dá.


Nos dias de hoje não se dá o valor de outrora a questões morais e éticas, dá-se mais importância ao material e ao supérfluo. Não há princípios, como havia antigamente e louva-se as faltas desses valores. Houve uma transformação radical na nossa sociedade, e parece-me que não foi para melhor. O meu avô pertencia a uma família tradicional que tinha muito alto os valores morais e os princípios do altruísmo. Não hesitou quando sentiu que podia fazer alguma coisa por gente que estava a beira de deixar de o ser, pessoas que fugiam em pânico de alguma coisa que sabiam que era terrível, que apenas queriam (sobre)viver. Era fácil invocar pretextos e desculpas para passar ao lado, para não se deixar envolver numa situação que implicava sérios riscos, mas, felizmente, houve alguém no lugar certo, na hora certa...e, esse, foi o meu avô! Como todos os outros, tinha ordens estritas para não passar vistos a refugiados de guerra, mas os tais valores impediram-no de virar a cara para o lado.


p39795 copy.jpg p23098 copy.jpg


(Dr. Aristídes e um dos vistos que ele passou)


A sua casa abriu-se para centenas de pessoas que durante dias não arredaram pé, pois no íntimo, sabiam que dali viria a salvação. Não distinguiu credos nem raças, eram pessoas como ele e passaram a ser a sua própria família. Foram, talvez 30.000, ficou exausto e sem nada; os filhos, para sobreviver, tiveram que emigrar para terras distantes e não mais viram o seu pai. Ele enriqueceu com o seu acto de coragem, ficou bem com a sua consciência e morreu na miséria total, mas feliz...chegou ao fim no Hospital da Ordem Terceira, embrulhado num hábito de monge franciscano, cedido pelo hospital(franciscano), por não ter sequer vestes suas para descer à terra que o viu nascer.
Era um cidadão do Mundo e deixou uma herança aos seus descendentes, direi, a toda a Humanidade.
Bem hajam.
Francisco de Sousa Mendes


gkihgiki copy.jpg

(Homenagem: “no deserto de Negev, Israel feita por mim - plantaram um bosque com 10 000 árvores, uma por cada judeu que ele salvou” – Francisco)



Um bem haja para ti, Francisco de Sousa Mendes, neto e admirador deste um Heroi Nacional

Pág. 3/3

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2006
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2005
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2004
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D