Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urban Jungle

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

Urban Jungle

22
Mar05

Uma carta que eu nunca enviei ...

Cereza

Por vezes não dizemos o que devemos dizer a quem mais amamos! Muitas vezes, só damos importância a essas pessoas quando elas desaparecem da nossa vida! Fica aqui uma carta que a Constancinha nunca mandou!

rain13 copy.jpg

Quando se diz que se gosta de outra pessoa, diz-se porque se foi aprendendo a gostar dela. Quando se diz gosto de ti é porque se gosta.
Também acontece que, quando digo a alguém que gosto dela , gosto porque ou me faz rir, ou é simpática, tem senso de humor, é agradável falar com ela, sei lá.
...
Quando digo: Gosto de ti, digo-o porque fui aprendendo a conhecer-te e o que me foi dado a conhecer eu gosto.
...
Não sou capaz de deixar de gostar de alguém de um dia para o outro. substituindo por outra pessoa.. O meu gostar de hoje em nada se compara com o gostar de há uns anos atrás. O meu gostar de agora é sereno, doce, sem condicionalismos, sem perguntar os porquês, sem servir ao pequeno almoço a dor de um dia me terem magoado, castigando esse alguém. O meu gostar de agora não é imaturo e nem tão pouco sentido. O meu gostar de agora, vem cá de dentro, é um dar sem esperar nada em troca e ficar feliz porque alguém se sente feliz também.
Tudo isto te pode parecer lamecha, o que interessa. Eu sou assim mesmo e sinto assim.Não se pode apagar o que se sente por alguém, quando se sente do coração.Quando se sente como eu sinto, o meu mundo esvazia se não está lá a pessoa de quem gosto.
...
Não sei viver triste. Quando o estou, mato-me lentamente e só me apetece desistir tudo e de todos, mas não o faço porque cresci e, o que sou hoje deu-me muito trabalho a conquistar. Combato até à exaustão e fico prostrada sem energias , mas vou sempre em frente
....
Não quis de modo algum magoar-te mas sei que o fiz.
Não quis que te irritasses ou fazer que sintas o que sentes.
Mas..., admite que me tens castigado duramente. Conheço-te bem demais para saber o que é direccionado para mim e não é.
Sei que as atitudes que tomas não passam de castigos que me aplicas.
Tenho-os suportado estoicamente sem um único queixume. Pois é, acima de tudo sou tua amiga e os amigos suportam e compreendem tudo, não é? No meu caso tem sido e acredita que vou continuar a ser assim.
Peço-te que despejes toda a tua ira de uma vez para sempre. Rebenta. Manda vir. Acusa-me, faz o que entenderes mas atira tudo cá para fora se faz favor.
...
Hoje é hoje. O amanhã é muito vago mas posso dizer-te que um destes dias o amanhã vai ser muito triste para alguém, porque eu não sei viver em ou com mentira.
...
Quando se gosta, gosta-se para a vida inteira, a não ser que a outra pessoa nos magoe tanto que nos faça aprender a desgostar.
...
Gosto de ti, talvez seja uma grande asneira como tu um dia me disseste, que seja, nada posso fazer e, para ser honesta não vou alterar o que sinto, posso alterar tudo o que me rodeia menos o que sinto por ti.
...
Tu tens a tua vida, pode não ser a que tu queres ter ou sonhaste vir a ter, mas é a que tens. Foi sempre o que me fez calar, foi o facto de teres escondido o que ias fazer quando viesses para Lisboa. Eu sempre soube e não quis interferir em rigorosamente nada. Pensava que: se tiver de acontecer...acontecerá.

Rain008 copy.jpg

Desculpa se te magoei, não foi com intenção acredita.
Gosto muito de ti

Constancinha

av_rain02.gif








21
Mar05

Gemem as paredes...

Cereza

Ando um pouco desinspirada, vale-me a vossa ajuda! O Sorgen deixou-nos este poema erotico. Já cá tivemos contos, textos, mas nunca um poema erotico. Está lindissimo! Ah e não se esqueçam, hoje é o dia mundial da Poesia e começou a Primavera!!!!!

nude_with_cross_by_scottchurch copy.jpg

Pálido será o rumor na nossa revolta de um só dia
Quando a fronteira ou o limiar da luz nascente
Vier abraçar-nos e consumir ao som da aurora
Todo o breve momento mágico da nossa saliva
Transpirada no ritmo incessante de um orgasmo
Refluxo repetido com que te respiro o peito duro
E te contemplo uma última vez antes da vertigem
Do sémen ou do húmido calor que de dentro de ti
Vem ao encontro do meu sexo na fúria de um grito.


Gemem as paredes o sol reflectido nos teus cabelos
Colados ao suor das nossas faces após tempestade
Convocada pelas plenas pulsões que nos arrastam
E a água tépida que nos banha o porto de um abraço
Prenúncio fecundo das parcas lágrimas a haver
Esgota-se no trago com que o céu nos devora o azul
Protesto dos deuses contra a nossa escalada sinuosa
Às origens distantes da madrugada que desponta
Na fita tangível do horizonte reflexo dos teus olhos


E é na tinta translúcida das nossas mãos repetidas
Na sombra ou na marca que deixamos nesse leito
Que iremos procurar a memória transitória do amor
Destes breves momentos da comunhão reflorida
Agora a cinza que evapora o nosso olhar assoprado
E cai sobre um negro oceano cruzado pelas insónias
Da reclusão quotidiana de um sentimento consumado
Na solitária devastação real com que nos masturbamos
Buscando lenitivo para a ausência do sangue e do sal.

av_jml13.gif

Sorgen

21
Mar05

Maiores de 18

Cereza

Bem pessoal, dia 26 lá estaremos no Teatro da Trindade para ver o espectaculo do Pedro Tochas - Maiores de 18! (mais uma vez) Já sei que vai montes de gente aqui do blog, por isso se calhar era bom combinarmos algo!
o espectaculo está esgotado, mas eu ainda tenho 2 bilhetes! Falem com a Queen Akasha!
Tochas não te esqueças do balão da Erina!


36tochaspedro5 copy.jpg



Nos últimos tempos não tenho parado:
Espectáculos, palestras e ainda a gravação dos novos anúncios da Frize.

O "Maiores de 18", no Teatro da Trindade, tem corrido muito bem.
Como se diz: "Agora está no ponto!"
Quem viu no início e vê agora vai encontrar grande diferenças, até parece que está a ver outro espectáculo.
Cortei o material mais fraco (aquelas piadas que só eu acho graça), encontrei o ritmo certo, agora está muito mais fluido e com espaço para a improvisação.
A duração média anda entre os 90 e 100 minutos, o que acho ser o tempo certo.

Pedro Tochas

18
Mar05

Holy Water

Cereza

Tem feito cá um calor...nada normal para esta época! Chuva nem vê-la! Talvez por isso recebi este mail ontem do WA, e resolvi logo publica-lo! Dá que pensar, sabem?

Carta escrita no ano 2070

Earth_blows_hate_by__sylph_ copy.jpg

Ano 2070 acabo de completar os 50, mas a minha aparência é de alguém de 85. Tenho sérios problemas renais porque bebo muito pouca água. Creio que me resta pouco tempo. Hoje sou uma das pessoas mais idosas nesta sociedade.

Recordo quando tinha 5 anos. Tudo era muito diferente. Havia muitas arvores nos parques, as casas tinham bonitos jardins e eu podia desfrutar de um banho de chuveiro com cerca de uma hora.

Agora usamos toalhas em azeite mineral para limpar a pele. Antes todas as mulheres mostravam as sua formosa cabeleira. Agora devemos rapar a cabeça para a manter limpa sem água. Antes o meu pai lavava o carro com a água que saía de uma mangueira. Hoje os meninos não acreditam que a água se utilizava dessa forma.

Recordo que havia muitos anúncios que diziam CUIDA DA ÁGUA, só que ninguém lhes ligava; pensávamos que a água jamais se podia terminar.

Agora, todos os rios, barragens, lagoas e mantos aquíferos estão irreversivelmente contaminados ou esgotados. Antes a quantidade de água indicada como ideal para beber era oito copos por dia por pessoa adulta.
Hoje só posso beber meio copo. A roupa é descartável, o que aumenta grandemente a quantidade de lixo; tivemos que voltar a usar os poços sépticos (fossas) como no século passado porque as redes de esgotos não se usam por falta de água.

A aparência da população é horrorosa; corpos desfalecidos, enrugados pela desidratação, cheios de chagas na pele pelos raios ultravioletas que já não tem a capa de ozono que os filtrava na atmosfera, imensos desertos constituem a paisagem que nos rodeia por todos os lados. As infecções gastrointestinais, enfermidades da pele e das vias urinárias são as principais causas de morte.

A indústria está paralisada e o desemprego é dramático. As fábricas dessalinizadoras são a principal fonte de emprego e pagam-te com água potável em vez de salário. Os assaltos por um bidão de água são comuns nas ruas desertas. A comida é 80% sintética. Pela ressequidade da pele uma jovem de 20 anos está como se tivesse 40. Os cientistas investigam, mas não há solução possível. Não se pode fabricar água, o oxigénio também está degradado por falta de arvores o que diminuiu o coeficiente intelectual das novas gerações.

Alterou-se a morfologia dos espermatozóides de muitos indivíduos, como consequência há muitos meninos com insuficiências, mutações e deformações. O governo até nos cobra pelo ar que respiramos. 137 m3 por dia por habitante e adulto. A gente que não pode pagar é retirada das "zonas ventiladas", que estão dotadas de gigantescos pulmões mecânicos que funcional com energia solar, não são de boa qualidade mas pode-se respirar, a idade média é de 35 anos.

Em alguns países ficam manchas de vegetação com o seu respectivo rio que é fortemente vigiado pelo exercito, a água voltou-se um tesouro muito cobiçado, mais do que o ouro ou os diamantes. Aqui em troca, no há arvores porque quase nunca chove, e quando chega a registar-se uma precipitação, é de chuva ácida; as estações do ano tem sido severamente transformadas pelas provas atómicas e da industria contaminante do século XX. Advertiam-se que havia que cuidar o meio ambiente e ninguém fez caso.


Quando a minha filha me pede que lhe fale de quando era jovem descrevo o bonito que eram os bosques, lhe falo da chuva, das flores, do agradável que era tomar banho e poder pescar nos rios e barragens, beber toda a água que quisesse, o saudável que era a gente. Ela pergunta-me: Papá! Porque se acabou a água? Então, sinto um nó na garganta; não posso de sentir-me culpado, porque pertenço à geração que terminou destruindo o meio ambiente ou simplesmente não tomámos em conta tantos avisos.

Agora os nossos filhos pagam um preço alto e sinceramente creio que a vida na terra já não será possível dentro de muito pouco porque a destruição do meio ambiente chegou a um ponto irreversível.


Como gostaria voltar atrás e fazer com que toda a humanidade compreendera isto quando ainda podíamos fazer algo para salvar ao nosso planeta terra!


DC copy.jpg

Documento extraído da revista biográfica "Crónicas de los Tiempos" de Abril de 2002.


16
Mar05

Rosas...

Cereza

Para MMF


MonicaBellucci_48 copy.jpg


Se eu soubesse dizer as rosas vermelhas
Com que desfraldo as breves bandeiras
Que assinalam esse tempo só de brisas
E relembro, meu amor, os dias do Verão,
Não era ainda a dor que agora nos aparta,
Na nossa consciência das impossibilidades
De tomarmos este cálice com ambas as mãos
Esgotando o sentimento feroz que nos nutre


E foi naquela tarde visitada pela perfeição
Quando as nossas mãos e os nossos olhos
Se reconheceram na timidez de um abraço
Que entendi o céu e que me contaste a verdade
Sublime da permanência feliz de uma ventura
Que agora nos enche de sombras de distância
Ou corrói por dentro o coração do coração.


Sonho o teu corpo derramado sobre a cama
Desnudos os teus olhos verdes onde a ânsia
De me acolher é como um espelho sideral
Que reflecte o triste desejo de quebrar o mar
Quando me debruço sobre ti, lágrima pendente,
E quando nos tocamos enfim na recusa insana
De pretéritas escolhas que agora já não brilham.


Sorgen


brown-rose-2-grain copy.jpg


Danny Wilson - Mary´s Pray
So if I say: Save me
save me
be the light in my eyes

And if I sayten Hail Marys
leave a lighton in heaven.
Save me
save me
be the light in my eyes

16
Mar05

The Verme is back: Think Ink, not Mink!

Cereza

Eu sempre admirei pessoas exuberantes, radicais, sem regras, e sem problemas de assumirem os seus gostos! Daí eu ter confessado a admiração que tenho pela "mulher" que é Madonna. Hoje vou falar do ex jogador da NBA Dennis Rodam: o bad boy do basquetebol norte americano.


Ele já usou o cabelo verde, amarelo, roxo, vermelho... já se vestiu de mulher, já usaou a roupas mais extravagantes que se possa imaginar, ele é piercings e tatuagens por todo o lado... já fez cinema, cantou, casou com a Carmen Electra que deu em escandalo após escandalo...... enfim...desculpem... Mas eu acho-o fan-tás-ti-co pela sua exuberância, rebeldia e a coragem que tem de viver bem com isso!


rodaman copy.jpg

Agora Dennis despiu-se de preconceitos, e pousou nú, para uma boa causa!!!! Acabou de lançar uma campanha em associação com a PETA (People for the Ethical Treatment for Animals). O Verme (como é conhecido na liga de basquetebol americano) é o primeiro homem, e estrela do desporto, que se despiu por esta causa. O lema da campanha é "esteja confortável na sua pele e deixe os animais com a deles".... Mas o que o cartaz quer dizer literalmente é : Pense em tinta (tatuagens) e não em peles!!! Um slogan que cai na perfeição ao nosso Rodman, já que tem para aí 90 por cento do corpo coberto de tinta!


A conhecida associação, que recentemente ficou desagradada com a estilista Fátima Lopes,(próximo alvo da PETA) defende que o homem não tem o direito de matar animais para lhes tirar a pele e fazer peças de vestuário.



Nas campanhas da PETA já participaram muitas celebridades como: Pamela Andersson, António Banderas, Moby, Paul McCartney e Alicia Silverstone.



E já agora, não vistam peles! Usem as sintéticas, estão mais IN!


Para aqueles que levam este tema de animo leve, deixo aqui o site da PETA... vejam os videos, na qual se pode ver bem a crueldade dos homens! Fazem estas atrocidades apenas pela pele dos animais!!!!! TRISTE! Confesso que não consigo ver os videos até ao fim!




in: Http://peta.org

15
Mar05

Dar e Receber

Cereza

Fiquem com esta reflexão da Alic:


É comum ouvirmos dizer que amar alguém exige da parte de quem ama uma entrega ao outro. Mas não será isto o caminho mais certo para o fim da relação amorosa? Eu penso que sim, e passo a explicar porquê.


Eyes____by_into_dust copy.jpg


É através das relações com outras pessoas, lugares, acontecimentos ou objectos que podemos existir como algo identificável. O que somos relativiza-se ao que não é. Por isso, as relações humanas devem ser encaradas como construtivas e formativas da identidade de cada um. Nesse sentido, o propósito válido para as relações e para tudo na vida só pode ser um: ser e decidir quem realmente somos.


Mas o que fazemos quando iniciamos uma relação com alguém? A maioria das vezes entramos numa relação com os olhos postos naquilo que podemos lucrar e não no que podemos lá pôr. Esperamos que o todo seja maior que a soma das partes e acabamos por descobrir, mais tarde ou mais cedo, que é menor. E porquê? Porque nos concentramos no outro, na forma como ele corresponde aos nossos ideais e como nós correspondemos aos dele. Um e outro exercem sobre o parceiro uma pressão enorme para ser toda a espécie de coisas que não é, mas que, não querendo desiludir, se esforçam terrivelmente por ser e fazer... até não conseguirem mais, até já não conseguirem desempenhar o papel que lhes foi atribuído. Cresce, então, o ressentimento e, a seguir, a revolta. Aí começam a reclamar o que na realidade são e querem ser... altura em que o outro diz: estás mudado.


O propósito de uma relação não pode ser, portanto, o outro mas sim nós próprios. Devemos deixar que cada um dos parceiros envolvidos na relação se preocupe com o Eu. A concentração no outro, a obsessão pelo outro é o que faz com que as relações fracassem. Por isso, para mim, amar alguém não é entrega... é partilha do que cada um é e quer ser. Amar é partilhar com alguém a plenitude de nós próprios.


Alic

14
Mar05

Bem que me parecia!

Cereza

Cada vez que saio de casa, encontro sempre uns placards publicitários da KIA... olhava para eles, e pensava sempre: É pá, mas aquilo é ela! Comecei a abrandar cada vez que passava por eles, mas nunca era o suficiente para me assegurar se era de facto quem eu pensava! De vez em quando olhava e dizia cá para mim, naaaa não é ela! Pois é, mas no outro dia abri uma revista, e confirmei... é de facto a Helen Swedin, ou seja a mulher de luis figo!Ela é agora a cara da Kia!

promo_sportage_a copy.jpg


Bem até aqui nada de especial, mas é que a mulher teve um filha há pouquissimo tempo! Alias quando fez esta campanha, tinha sido mãe pela terceira vez, há coisa de um mês! Olhem bem para a figura dela, nem parece que foi mãe... Bolas, por vezes Deus é mesmo injusto, anda uma pessoa a fazer constantemente dietas, e ela teve uma criança e continua linda como sempre.

Picanto copy.jpg

Alias ela fica bem de qualquer maneira, vestida de aventureira, ou mais sofisticada, ou mais na moda...
Segundo a Kia, a “Helen representa os valores que a marca quer transmitir: a jovialidade, o desportivismo, o amigável e o familiar” Ora pudera!
Eu já estive com a Helen duas ou tres vezes, não a conheço muito bem... mas digo-vos ainda é mais bonita em pessoa... um bocadinho fria (não fosse nordica) mas muito simpatica. Ela e o Luís fazem um casal fantástico... lindos, ricos, famosos, saudáveis, apaixonados, e com três lindas meninas! Que se pode querer mais????

Sorento.jpg

Ai que inveja!!! (desculpem, a inveja é uma coisa muito feia) Mas é que não é justo! Meninos e meninas babem-se!


SPR044 copy.jpg

12
Mar05

Your so Vain!

Cereza

Emil copy.jpg

(I´m a warrior!)


Inveja. Aí está um dos sentimentos mais torpes e difíceis de serem eliminados da alma humana. Trata-se de um dos vícios que mais causa sofrimento à humanidade.
Há pessoas que se colocam como cães de guarda, sempre alertas ao menor ruído. Basta alguém se destacar em alguma área, por mais ínfima que seja e lá estará o invejoso, pronto para apontar o dedo e tentar minimizar o feito do outro!


O invejoso não suporta ver um “novato” invadir espaços que ele, em sua santa indolência, deixou de ocupar por pura incompetência e comodismo. Sente-se atingido, usurpado e agarra-se, com unhas e dentes, ao espaço que ele acha que é seu, e somente seu. Uma subtileza interessante, já que o homem pré-histórico, movido pelo instinto brutal, destroçava o seu algoz, a fim de se apropriar de seus pertences. O tempo passou, a evolução processou-se como convém à estrutura das leis naturais, mas o princípio permanece o mesmo.


Quando as palavras já não servem de nada...o invejoso passa ao boicote, vai minando com mentiras e pequenas atitudes estrategicamente montadas, a fim de destruir o “adversário”. Quer provar a si mesmo que o espaço é dele, e somente dele.


Pois é dor de cotovelo é lixado, sobretudo quando é tão evidente! Mas no fim de contas dá-nos força... força para continuar e fazer melhor! Faz-nos sorrir de satisfação... falem mal, mas falem. Não é que o povo diz? Já repararam que há pessoas que criam pedestais, e redomas á sua volta, acham que são soberbos (e nós até vamos na cantiga) mas depois lá vem o tombo... ficam em cacos, reduzidos ao seu real valor... a Mediocridade!! Há algo pior que ser mediocre?


Bem meu amigos, eu disse que fechava para balanço, e o balanço está feito... vamos em frente! Nunca fui realmente de desistir, mas por vezes precisamos descansar pensar, tirar ilações, ponderar e recuperar as forças... e... aí estou eu! A todos quantos deixaram palavras de animo..”Vocês são os maiores!” Se calhar são vocês as fontes de inveja...é que comentam.. enfim! Ai, Cala-te boca!


Hummm já agora, quem terá sido o engraçadinho/a que andou a mexer no contador de visitantes do meu blog? Ai, ao que chegamos!


tab_02.gif

PS: Juntei novos urls de blogs, e tirei outros!


Janet Jackson f/Missy & Carly Simon
Who do you think you are, Rambo?
Or a cumulo nimbus capilatus or a cirrus or an alto-stratus?
Somebody didn't make somebody like me to make me proud
In the encyclopedia of clouds
No, no, no, no
It's not what you say it's what you do
Your so vain you probably think this song is about you

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2006
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2005
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2004
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D