Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urban Jungle

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

Urban Jungle

20
Abr05

Sympathy for this Devil!

Cereza

Não vos passa pela cabeça o que já ri com este texto... Este Louis mata-me LOL
Não é exagero meu, está fantástico! Nós cá o entendemos!

pacinodevil copy.jpg

(Aqui uma foto do Louis_Phere e o Keanu Reaves)


“Caro Deus”

Bem sei que não me portei da melhor forma ao tentar equiparar-me contigo mas o Mourinho faz o mesmo todos os dias e com ele não te chateias, enfim…Mas estou a escrever-te por um motivo completamente diferente. É que te enganaste. É verdade…enganaste-te! Não vim parar ao Inferno. Aterrei aqui num sítio esquisito (mas isto é só uma forma de olhar) que tem uma placa na entrada que diz simplesmente “Urban Jungle”.

A princípio estranhei, nada de fogueiras, labaredas nem vê-las, choros e gritos também não . Assim como assim olha… fui ver como era a coisa. Sei-te dizer que isto parece um albergue espanhol, encontra-se de tudo. Há aqui malta da minha equipa, a Morgaine (uma feiticeira má como as cobras) e também uma pequena Sucubuzinha muito arisca que, diga-se em abono da verdade, não me têm respeito nenhum…isto a malta das hostes infernais sabes como é, não obedecem cá a hierarquias , não é como aí em cima que anda tudo a pão e laranja. Aqui cada um inferniza alegremente para seu lado. Anda aqui outro indivíduo que não sei se é dos meus se é dos teus, tão depressa está no Céu como no Inferno…Há aqui é muitas míudas. Ele é Erinas, Alices, Emanuelles, Anas, Martas…é o diabo a quatro.

Com elas já aprendi o significado de novas palavras, nomeadamente fashion e cool e sei-te dizer que se tivesse dois tridentes, em vez de um só, depressa aprendia a fazer tricot. E elas conhecem-se todas, isto de selva tem pouco, mais parece uma matinha. Mas, digo-te, em noites estreladas e quando olho para o Céu tenho saudades disso aí em cima. Vá lá que nessas alturas temos aqui um barzinho onde me encontro com um Anjo (pasme-se!) e com um Deus da Água (aqui não lhe toca). Sei bem que os nomes deles são enganosos, pois se andam por aqui também te fizeram alguma…De lá saímos muitas vezes abraçados e aos baldões a cantar hinos celestiais…Vá lá que o Fonz e o Francisco (autênticos criadores de sonhos) lá nos encaminham, pacientemente, para os nossos aposentos, nessas horas mais negras.

A comida aqui é que é uma lástima! Ao pequeno almoço dão-nos pataniscas com cerejas, ao almoço cerejas com pataniscas, lanche volta a dose de pataniscas com cerejas e ao jantar, para desenjoar, cerejas com pataniscas. Se durante a noite temos fome, deixam-nos um pacotinho de batata frita ( sabor Tex-Mex), na mesinha de cabeceira. Sei-te dizer que o meu estômago anda como o sítio para onde me devias ter enviado, caso não te tivesses enganado. Estou que nem posso…

Bom…de momento as novidades são estas, recebe um abraço deste teu ex-servidor, que mesmo assim ainda te tem alguma estima e que assina


Louis_Phere / Lúcifer Manuel (para os amigos)

al-pacino copy.jpg



SYMPATHY FOR THE DEVIL

”Please allow me to introduce myself
I’m a man of wealth and taste
I’ve been around for a long, long years
Stole many a man’s soul and faith

And I was ’round when jesus christ
Had his moment of doubt and pain
Made damn sure that pilate
Washed his hands and sealed his fate

Pleased to meet you
Hope you guess my name
But what’s puzzling you
Is the nature of my game..”

19
Abr05

Uma ida ao Hospital II

Cereza

Antes de ler este texto - para quem não o fez ontem - terá de ler o post anterior, já que isto é uma continuação do post anterior! Escolhi esta musica a proposito desta aventura do Fonz, já entendem pq!


Warehouse copy.jpg



Continuação: Segunda parte


"...Acordei na unidade de recobro, com uma enfermeira a fazer-me festas na cara – sabem, é difícil ser bonito como eu :P – e a dizer “Tão meu lindo como te sentes?”. Cavalheiro como sou, eu diria mesmo que sou um galã, respondi “F*d*-se mas que P*T* de dor”. Poético não acham? Até fez eco na unidade …

Depois de ser visitado pelos meus pais e irmão nessa unidade, fui levado para a Enfermaria de Cirurgia. As duas senhoras que iam a empurrar a maca não se sentiram inibidas com a minha presença e conversavam muito à vontade. Mesmo estando completamente pedrado, consegui ouvir o resumo da novela daquela noite e ainda ficar a saber que não sem bem quem, penso que uma colega delas, tinha um marido viciado no jogo clandestino e que a filha tinha medo do pai e mais umas quantas tragédias naquela família. As coisas que uma pessoa descobre numa viagem entre a sala de operações e uma enfermaria. Ao menos vi que apesar de operado, eu podia estar pior …

E estava pior do que pensava ... Fui para o bloco a pensar que era uma apendicite mas pela conversa das duas senhoras percebi que não. Uma perguntou à outra "Que teve este jovem?" ao que a outra respondeu "Pensava-se que era apendicite, mas na verdade foi uma hemo-peritonite (tive 5 dias para aprender a dizer isto LOLOL)". Uma suposta bebedeira, transformada em apendicite, na verdade tratava-se de uma hemorragia interna no abdómen, em que perdi cerca de 2 litros de sangue ..."

Passei a primeira noite num quarto com mais 7 pessoas, todas elas recém operadas e que precisavam de cuidados redobrados. Claro é que acordava de meia em meia hora pois a minha vizinha carregava no botão de chamar as enfermeiras sempre que precisava de coçar o nariz … O que vale é que adormecia facilmente devido aos efeitos da anestesia...

Na segunda noite, já estava num quarto só com 3 senhores. Dois para serem operados à vesícula e um aos intestinos. Este ultimo, tinha ataques de sinusite por isso acho que dá para imaginarem o motor de arranque que aquele homem parecia a ressonar. Para ajudar à festa, outro senhor só tinha 25% de visão. Com isto, não conseguia ver bem as horas no telemóvel e acordava-nos de hora a hora a perguntar as horas! Às tantas eu já lhe respondia “É mais uma hora do que a ultima vez que perguntou…” ou mesmo “São quinze minutos para daqui a um quarto de hora!”. Felizmente, ainda se sentiam os efeitos da anestesia e eu conseguia voltar a dormir …

No dia seguinte, foi o pânico! O hospital tinha estado em obras. Ia lá o Primeiro-Ministro fazer a inauguração do edifício – que já tava em funcionamento há 4 meses – então estavam a transferir doentes de um lado para o outro. A mudar de piso, enfermaria, etc … As visitas, andavam todas trocadas. Iam aos quartos onde as pessoas estavam no dia anterior e já não estava lá ninguém … A anestesia já não resultava. Os 44 agrafos que tinha na barriga já se faziam sentir. Para animar a festa, não podia dormir de lado como estou habituado que aquilo doía à parva. Como se isto não chegasse, apercebi-me que as camas tinham perto de 1,85m enquanto eu tenho 1,90m. E já como se diz, um azar nunca vem só. Quando eu felizmente conseguia adormecer ou acordava com as empregadas do hospital a falarem de receitas ou da novela (ARGH!!!!) ou era o meu companheiro de quarto com o “motor de arranque” a bombar a toda a velocidade!!

Grande senhor Zé, o meu colega de quarto.. Um senhor nos seus 60 ou 70 anos. Fanático pelo Benfica. Imaginem o que era quando eu, sócio do Sporting desde que nasci, e o Sr. Zé começávamos a discutir quando estávamos a ouvir um relato de futebol. Vinham logo as enfermeiras acalmar-nos … A melhor foi quando ele adormeceu durante o jogo do Sporting e o Sporting marcou um golo no final do jogo quando ele já tinha adormecido. Assim que a enfermeira pergunta o resultado, foi logo a divergência. Sr. Zé “Empatou 0-0” enfermeiras “Ai que bom!!! EHEH!” Eu “Nada disso, ganhou 1-0” E pronto foi logo a discussão …

Outra situação desagradável verificava-se quando precisava de verter águas. Elas insistiam que nos levantássemos e nos habituássemos a ir ao WC. Acontece que debilitado fisicamente é um bocado difícil uma pessoa levantar-se. Nesta situação, o bacio torna-se um utensílio extremamente útil. Mas como não há bela sem senão, numa das noites a empregada deixou-me o bacio num local inacessível para mim que não conseguia mexer-me devido aos agrafos na barriga. Fiquei numa posição mesmo desconfortável. Eram 4 da manhã, não queria acordar toda a gente com a buzina irritante. Que iria eu fazer? Lá ganhei coragem, acabei uma garrafa de água que lá linha e lá me desenrasquei! Curioso foi quando a minha mãe chegou na manhã seguinte. “Oh Hugo, quem é que te trouxe chá?”…


Já estava a desesperar … Só tinha alta quando me funcionassem os intestinos. O que era uma desilusão já que eu tinha o meu momento All Bran às 17h30 e há 4/5 dias que ele estava a falhar … Estava há 5 dias no hospital. Já tinha lido revistas de trás para a frente e frente para trás. Acordava às 6 da manhã e metia-me a mandar mensagens aos meus amigos a dizer que aquilo estava cheio de enfermeiras novas e com calças brancas – Ahh as calças brancas … Cheguei ao degredo de ter passado o dia a contar o número de vezes que a RFM passava a “My Immortall” dos Evanescence – 7 num só dia entre as 7h e as 23h :x

Ironia dos destinos, logo quando já estava a ganhar a atenção de uma das enfermeiras que tinha os seus 22/23 aninhos, até já tinha pedido ao meu pai para me levar a Gilette uma vez que a barba de 6 dias fazia-me perder a minha visibilidade e mesmo as hipóteses com a enfermeira :P, acontece que os intestinos funcionaram após 5 dias no hospital!! Foi uma sensação de alívio enorme, de tal forma que até gritei “TOMA LÁ! ”. Tinha ganho a minha saída do hospital, mas lá se foram as hipóteses com a enfermeira …"


Fonz


18
Abr05

Uma ida aos Hospitais

Cereza

O Fonz já referiu em muitos dos seus comentários aqui no blog sobre o facto de ter sido operado... hoje decidou descrever algumas das situações que viveu e aquilo que se apercebeu nos hospitais e centros de saúde nacionais... Um testemunho que acaba por ser hilariante... vai ser dividido em duas partes!

Trust_the_Professional copy.jpg


1ª parte

Lá estava eu mais uma vez numa festa da faculdade. Tal como era hábito, organizamos um jantar de amigos antes de irmos a Santos para depois ir para a Discoteca onde era a festa. O truque é quase sempre arranjar um sítio onde se coma minimamente bem e dê para enfrascar a torto e a direito grandes quantidades de álcool (normalmente sangria e cerveja) sem ter de gastar muito. Depois de umas garfadas e uns quantos copos – fui obrigado a consumir, a sério, quase que me apontaram uma arma eheheh :P – ficamos a falar um bocado e a fazer as brincadeiras do costume. Numa destas “brincadeiras”, acabei por levar uma cotovelada na barriga. Talvez por estar “anestesiado” não senti lá grandes dores e até levei aquilo na desportiva. Até disse “Epah, um pouco mais abaixo e lá se ia a hipótese de existirem Fonz´s Juniores, herdeiros de todo o meu charme!”.

As dores a sério só surgiram umas horas depois, logo na altura que estava a negociar com o namorado da minha afilhada o “dote” por me estar a roubar a minha jóia lol. A seguir a beber um shot, bem que senti uma explosão cá dentro. Parecia que tinha comido às colheres uns dois frascos de Chili … Sem querer arriscar, fui para casa, falei com os meus pais e fomos para o hospital.

No hospital, tiveram a amabilidade de injectar-me uma dose de cavalo para as dores, daquelas que um gajo nem se consegue sentar pois parece que levamos um pontapé de todo o tamanho – o que é que as mentes mais perversas já estão a pensar?!?! – Supostamente para me aliviar. E eis que surge o diagnóstico altamente técnico e que requer conhecimento na matéria para conseguir decifrar tamanha demonstração de conhecimento. “Vai mas é para casa que estás com os copos e a morrer de sono!” – confesso que fiquei maravilhado com estas palavras. O único senão era que a médica que me disse isto estava aos soluços, com a fala bastante lenta, tinha os olhos fechados (acho que nunca os abriu enquanto falou comigo) e o cotovelo em cima da mesa a apoiar-lhe a cabeça. Na altura comentei com a minha mãe: “Posso ter bebido uns copos, mas quase que consigo jurar que ela bebeu mais do que eu … “.

No dia seguinte as dores ainda cá estavam. Fui ao centro de saúde e a minha medica de família depois de examinar-me disse que parecia ser apendicite – GANDA BEBEDEIRA HÃN?? : P – e que era melhor eu voltar para o hospital. E lá fomos nós, desta vez para outro hospital …

Neste hospital, já com um documento do centro de Saúde a dizer que era uma urgência e com o diagnóstico, ainda tive de esperar umas horas para ir à triagem para ser diagnosticado – Ah ok, no centro de saúde disseram-me para ir ao hospital para fazer uma visita e deram-me o papel de Urgência Medica para meter no currículo se calhar…- para se saber para que gabinete eu devia ir.


Depois da triagem, fui encaminhado para a Cirurgia Geral nas Urgências. Lá encontravam-se 3 médicos, em que cada um dá a sua opinião sobre a situação. O pior de tudo é que alem dos 3 médicos, ainda estavam lá dois jovens estagiários. Atenção! Não tenho nada contra os estagiários. Acho muito bem que vão pondo em pratica aquilo que aprendem nos cursos! A situação é que o teste de diagnostico de apendicite consiste em pressionar no abdómen um pouco a cima da virilha e depois se ao tirar o paciente sentir dores fortes a dar com um pau, é sinal de que qualquer coisa há ali! Pois bem, com 3 médicos lá, um deles orientador de estágio dois 2 jovens, fui examinado por 3 médicos e depois ainda servi de cobaia para que o teste de diagnóstico fosse feito umas 7 ou 8 vezes para que os jovens vissem bem a reacção e cara de esforço que um paciente faz quando parece padecer de apendicite… Apesar de tudo senti-me orgulhoso por ter contribuído para a formação de 2 futuros médicos… Saí do gabinete com as seguintes palavras “Vai lá despir-te que a gente opera-te daqui a bocado.”. E lá fui eu dar mais uma voltinha de novo…

Depois de vestir a bata e guardar os meus pertences e já deitado na maca, aparece um enfermeiro para me meter o cateter para a anestesia. Era um jovem novo (talvez mais um estagiário) e então optei por reinar um bocado com ele. “Aviso-te desde já que se isso doer eu depois passo por aqui e dou-te um enxerto de porrada” – Palavras meigas não acham? Eheh … Acho que ele ficou assustado. É que uma semana depois quando lá voltei, ele ainda se lembrava da minha cara e comentou comigo “Tu por aqui? Não vais dizer que tiveste dores pois não?!?!”. Não, não tinha doído – Depois de fazer o cateter, esse mesmo jovem levou-me para a sala de operações onde uma das últimas coisas que me lembro de ter ouvido foi do estilo “Ainda tenho tempo para fumar um cigarrito?” que teve como resposta “Não!! Daqui a uma hora começa a novela e por isso temos de despachar isto”. Adormeci com a anestesia transtornado pois por minha causa 2 pessoas tiveram de alterar os seus planos …


"Continua amanhã"

Fonz

17
Abr05

Bem ali ao Lado...

Cereza

Quando pedi à Mathiot para escrever um texto para o Urban Jungle, ela não se mostrou muito receptiva, porque achava que o blog tinha textos muito bons, e não se sentia á vontade. Mas insisti, porque já vi poemas dela lindos. E não me enganei, a Math teve uma ideia muito original... Eu que faço a IC19 todos os dias, revi-me nesta divagação da Mathinha!


subvid02 copy.jpg


IC19 em hora de ponta. Sempre que posso, evito, mas nesse dia não foi possível e, sempre que me acontece, não resisto a observar os ocupantes das viaturas que vão passando…um casal de meia-idade discute, e eu tento adivinhar: talvez ela o esteja a acusar de infidelidade e ele desculpa-se alegando que o jantar com a secretária era meramente de trabalho. Talvez ele a acuse de lhe dar demasiado uso ao cartão de crédito, ou talvez seja apenas uma crise de meia-idade e eu concluo que as pessoas deviam casar com outras de faixa etária diferente; ao menos não teriam as crises de meia-idade ao mesmo tempo. O carro avança e um camionista olha; ‘não, não estou de saias, estás com azar’, penso enquanto lhe deito um olhar fulminante.


Olho pelo espelho retrovisor e no carro de trás, um senhor bem posto enfia o dedo pelo nariz dentro e retira “algo” das entranhas…Aumento o volume do rádio para me distrair. Olho de novo para o lado e é agradável à vista, bonito atraente e bem penteado. Sorri e retribuo com um sorriso irónico; sempre estereotipei os homens demasiado bonitos e atraentes - são apenas isso, bonitos e atraentes. Agora até usam uns dispositivos para falar ao telemóvel que mais parece que vão a pilotar um avião (ou telefonistas, como diz um amigo meu que também usa), ou pelo ,menos fá-los sentirem-se poderosos dominadores das máquinas que conduzem.


O senhor bem posto entrou na bomba de abastecimento. Enquanto sai em direcção ao depósito, o macaco que retirou do nariz e que tinha ficado agarrado ao volante apodera-se dos comandos e foge-lhe com o carro, rumo à liberdade, perante o olhar estupefacto do senhor, que já não parece assim tão bem posto. De volta à realidade penso: …e a Cereza pediu-me um texto para o blog dela e eu para aqui a divagar…bolas, não me ocorre tema nenhum!!


Olho de novo para o lado. Um casalinho novo, ele fala com entusiasmo ao telemóvel, ela folheia com displicência uma revista, provavelmente de vestidos de noiva.
Tantos rostos diferentes, gente que comunga das mesmas crenças, talvez, mas interesses diferentes. O que será que nos move realmente? De uma vista aérea somos pequeninos, insignificantes, formigas atarefadas, algumas cigarras aqui e acoli.
Ando a ler um livro que me emprestaram sobre reencarnação. Por mais que o autor me tente convencer que todas as almas são objecto de vidas passadas e futuras, com o intuito de aprender, melhorar, atingir o clímax do altruísmo e da prática do bem, eu estou convencida que só poderão reencarnar as almas plenas, as sublimes, porque há por aí algumas que são mais vazias que ovos da Páscoa. Ainda pergunto ao autor: mas se não nos lembramos dos erros cometidos nas vidas anteriores, como iremos aprender com eles na presente vida?? Não obtenho resposta e eu nunca lidei bem com dúvidas sem respostas.

Chego finalmente a Lisboa e, aqui, as formigas também se deslocam a pé, novas, elas sempre na moda e andar bamboleante, eles, agora, disfarçam as barriguinhas proeminentes com camisas de marca por fora dos jeans e usam pente 1 para disfarçar a calvice precoce. Velhas, elas cabisbaixas carregando nos ombros o peso da velhice mal paga pelas reformas da segurança social, eles nas esquinas em pequenos grupos lêm jornais e conversam sobre a actualidade.


Estaciono, e entro no edifício. Já no piso 2 cruzo-me com o meu médico que me dá os bons dias e pergunta: ‘Então, preparada para tirar os pontos?’ Tenho vontade de lhe responder: ‘Então, preparado para levar um pontapé nos queixos se me fizer doer??’ Mas só me sai um ‘Desde que não me dê uma má notícia…’


av_dwsfl01.gif

Richard Ashcroft - Check the meaningToo much blood, too much hate, turn off the set
There's got to be something more
When Mohammed, Allah, Buddah, Jesus Christ
Are knocking down my door
I'm agnostic getting God, but man
She takes a female form
There's no time, no space, no law
We're out here on our own
..........
.And when the city sleeps we go walking
We find a hole in the sky and then we start talking
And then we say "Jesus Christ, Jesus Christ, Jesus Christ
Buy us some time, buy us some time"


16
Abr05

Sol, Lua e Mar

Cereza

Simplesmente adorei este poema que a Luadourada me mandou! Por vezes pergunto que influência terão em nós as fases da lua, o sol, e as marés?


946a34f5f359e3dc.jpg



Quarto minguante!
No mar não vejo reflexo
Angústia gritante
Duma vida sem nexo
.
Lua nova!
Mar chão
Uma brisa nova
.
Quarto crescente!
Mar tonto
Uma vida descrente
Um amor que não encontro
.
Lua cheia!
Mar revolto
Numa mão cheia
De nada, me conforto.
.
O dia nasce,
O sol brilha com fulgor,
Palpita coração meu
Com prenúncio de amor.
.
Sol benfazejo
Que alegra os passarinhos.
Com que satisfação eu vejo
Eles fazerem seus ninhos
.
Sol que a vida dá
Sol que a vida renova
Não há sol sem vida
Sem vida, sol não haverá.
.
Entardece!
O sol perde seu brilho
Escurece
Mas sigo sempre meu trilho.
.
No mar me vou refugiar
No mar adormecerei
Se a Primavera chegar
Do mar, regressarei

E se regressar,
Mui feliz serei
Se voltar a encontrar
Um amor que deixei.


luadourada


av_tpog09.gif


After Dark: do filme "From Dusk Till Dawn". Sobre uma vampira...a Lua tem destas coisas!"...Watching her
Strolling in the night
So white
Wondering why
It's only After Dark

In her eyes
A distant fire light
burns bright
Wondering why
It's only After Dark..."


16
Abr05

Ganhamos: Parabéns a todos!

Cereza

E pronto, lá passamos á fase seguinte no concurso de blogs na blogosfera. O urba Jungle venceu, com uma larga margem, Quero por isso agradecer a todos quantos votaram no “nosso” trabalho! Estamos todos de parabéns!
O mais difícil está para chegar, ou seja concorrer com os blogs mais fortes, mais á frente neste concurso! Vamos lá ver no que isto dá.


bsv2 copy.jpg


Ficam aqui os resultados:
1ª eliminatória 5ª Série Generalistas




1º - http://bbb.blogs.sapo.pt/ Urban Jungle
com: 171 votos
APURADO





2º - http://joanapintomendes.blogspot.com/
com 96 votos:
APURADO





3º - http://vozobliqua.blogspot.com/
com 67 votos:
APURADO



Parabéns a todos quanto participaram!



Já agora deixo também as regras:



Regras:
1. Sistema de votações.
2. O concurso irá ser por eliminatórias.
3. Aos blogs mais conhecidos (escolhidos no blograting ou blogómetro) irá ser atribuída a categoria de cabeças de série e só irão entrar em competição mais adiante. O número de cabeças de série e a organização das séries só será determinado quando estiver apurado o número total de blogs participantes.




06.gif



Numb/Encore
Thank you, thank you, thank you, you're far too kind

Now can I get an encore, do you want more
Cookin raw with the Brooklyn boy
So for one last time I need y'all to roar

Now what the hell are you waitin for
After me, there shall be no more
So for one last time, make some noise



PS: Quando estivermos de novo a votos, eu aviso, e claro está, conto com vocês. Beijinhos para todos!


14
Abr05

Bora ao CONCERTO!

Cereza
Bem , lá vou eu ver de novo os Reamonn!!! Vi-os na Aula Magna em Lisboa, e prometi a mim mesma ir vê-los de novo! Cantei e dancei ao som de Star, Supergirl, Josephine, Strong, e muitas outras... Adoro esta banda! Mas atenção, estão também cá os N.E.R.D (grande banda norte americana) muito bons mas de outra onda! Quem não conhece o tem “She likes to move” São muito bons mesmo!
Pessoal como é que é? Alguém interessado? Deixo então o calendário das festas, ou então vão a www.tmn.pt para mais pormenores!(tem horários e tudo)
13
Abr05

O nosso Português decadente...

Cereza

Nunca vi tanta gente dar erros como na net! A nossa lingua está de rastos...Até eu que muito raramente dou erros, já penso duas vezes antes de escrever certas palavras...A tex também partilha da minha opinião, e mandou-me um texto bem ao jeito dela.


maq_escrever copy.jpg


"Hoje, enquanto tomava café assisti a uma conversa que me deixou, uma vez mais, a pensar no quanto a língua portuguesa, está na mais absoluta decadência…


Por entre toneladas de estrangeirismos, tipo “bués” e quejandos, os
intervenientes, lá foram mantendo a conversa que eu, confesso, tive alguma dificuldade em seguir.
Por isso, meus caros(as), venho aqui fazer um apelo para que sejamos puristas no que respeita à Língua Portuguesa!


No restaurante não peçam bife (do Ing. beef), peçam, fatia de carne; não se dirijam ao guiché (do Fr. guichet) mas sim à portinhola e não ponham na boca o batom ( do Fr. bâton), mas sim o pau ou vara,lolol, bem esta última soou muito mal lolool ….aceitam-se sugestões lololol."



Tex


jir_will copy.jpg



E por falar neste tema, resolvi deixar aqui a letra da música que está a tocar! Um belo exemplo da riqueza da nossa língua! É dos Mesa com a participação do "intemporal" Rui Reininho! Agora, levantem o som, e cantem!


Luz vaga, luz vesga, a tua cruz
Já não sai da cama, a minha luz
Da sala, do quarto


Pilha a palavra
Troca a quantidade, do assunto modal
A tensão está normal
O lábio fora da boca,
A boca fora do mal


Os teus olhos não são de gente
O teu ar foge para cima
Tens a perna no cimento,
Tens a mão no pensamento


Ciclope, cicloturismo
Na parte de fora, na nesga do abismo
Imaginário que remete, para onde ainda não fui


Convite ao Universo
Com a tua própria câmara
Fecho a luz num olho
Prego a tábua à sensação
Som da casa, quando não estás...


Dancei para te ver aqui,
eu sei que nada mais pode me ajudar
É do nono andar? Sim
Quis pedir ajuda, mas a língua estava morta
Sei lá! Parei de olhar,
tenho uma corda acesa, prestes a queimar
Não és capaz de me levar a sério.
Vou saltar em teu lugar.


Sei que nada mais pode me ajudar


Atrasa o passo
Leva o lenço à boca
Fica na mira do choque frontal
Não é doença, é um animal
Um ruído feito no acto de fingir
seres mau, mesmo a dormir


av_erotica13.gif


ATENÇÃO

Já agora, lembro que o Urban Jungle continua a votos, toda a semana em: Na Blogosfera «----- cliquem aqui.
Podem votar todos os dias, até sabado á hora do almoço!


12
Abr05

Aqui há Gato...

Cereza
Estou já a avisar que este texto é da exclusiva responsabilidade da Srª D. Pataniska. Por isso eu, Cereza Maria, não aceito reclamações! Lol Amanhem-se!

ebfd345f7a7d3a8f copy.jpg


Homens…..esses animais nossos amigos…



Borregos:
Anatomicamente parecidos com os ditos, são pequenos gordinhos e anafados, e cheios de “l㔠(vulgo peludos até dizer chega!!!). Felizmente nunca se ouviu falar que alguém tenha visto um com cornos!!!


Galgos Afegãos:Pensem lá se nunca se cruzaram já com um espécime destes???!! São aqueles altos, magros com umas perninhas fininhas, ombros assim também para o encolhidote. Rosto comprido, com uma protuberância enorme chamada nariz…e depois têm assim um cabelo comprido encaracolado….são esses mesmo!!!!


Chimpanzés:Por vezes confundem-se com os borregos….ao 1º olhar só!!! Mas são mais ágeis que os outros, corpo menos cheio e com menos barriga, mais musculados… mas têm tantos pelos!!! (até nas costas!!!!) Se Deus estivesse estado um pouco mais distraído eram mesmo macacos!!!


Galos:Identificam-se geralmente pela postura altiva e modo de vestir exuberante. São os tais que até têm ou a “poupa” besuntadissima com gel ou uns 3 ou 4 cabelos espetados (que dá a sensação se lhe tocarmos só com um dedo aquilo parte-se tudo!!). O modo de vestir também os denuncia logo! Vestem cores berrantes, gostam de exibir os bíceps e também o fio de ouro ou prata, que a madrinha lhe ofereceu à nascença, que trazem religiosamente ao peito e que nunca o tiram com medo que lhes traga algum azar.


Touros:(reparem que não refiro bois…esses nem vale a pena referir) . São os tais que adoram ir para o ginásio puxar pelo cabedal. Da cintura para cima tem cá um caparro!!! Mas se formos descendo o olhar reparamos que até parecem que estão de joelhos!!! Quase todos estes espécimes gostam de tauromaquia…e os que não chegaram a pegar um boi pelos cornos não perdem uma boa tourada na televisão e chagar os cornos ás suas companheiras é tipo hoby!! Adoram falar de gaijas e de engates , com a barriga encostada ao balcão do bar enquanto bebem bejecas e contam as suas pseudo performances sexuais com outros espécimes da manada….



Polvos:
Aqueles que são muito branquinhos, lavadinhos, muito higienicozinhos, bem parecidos e bem postos!!! Assim ao 1º olhar parecem que estão muito calmos e muito seguros de si….bebem uns copos, começam a ficar impacientes e a suar em bica. Se forem a uma disco com eles….é a vergonha total!!! Ao dançar abanam-se de tal maneira e o ritmo não é com eles!! Depois quando vos vão levar a casa, as mãos parecem os tentáculos de um polvo em acção!!!! Ainda por cima mãos peganhentas que em vez de arrepiarem vos deixam com nódoas no vosso top de seda!!!
Fujam deles assim que se livrarem dos seus tentáculos, e quanto mais depressa melhor!!! Sujeitam-se a que eles ainda vos vomitem para cima!!!



Pataniscalight



ATENÇÃO

Já agora, lembro que o Urban Jungle continua a votos, toda a semana em: Na Blogosfera «----- cliquem aqui.

Podem votar todos os dias, até sabado á hora do almoço!


11
Abr05

The Truth Is Out There!

Cereza

fig64 copy.jpg


No outro dia quando colocava aqui no blog o texto da Minhau com a foto e a musica da série twin peaks, lembrei-me das séries de culto que há algum tempo atrás passavam na televisão portuguesa. Lembrei-me do Seinfeld (que agora passa na sic comédia, se não me engano) com personagens fantásticas como o Kramer e o George.
Mas a minha perdição eram os X Files. Todas as segundas-feiras, lá esperava eu pela uma ou até duas da manhã para ver as aventuras de Fox Mulder e Dana Scully. É a eles que dedico o texto de hoje no Urban Jungle.


(Genérico de abertura dos Xfiles)

Nos anos 90, ninguém conseguiu escapar aos Ficheiros secretos... Com argumentos que envolviam teorias da conspiração, encobrimentos governamentais, e fenonenos paranormais... a série conseguiu conjugar características de séries como The Outer Limits, The Twilight Zone e Twin Peaks.

fig04 copy.jpg

Na série, a Ciência, meio de conhecer o mundo, não era portadora de todas as respostas e, para isso, o extraordinário surgia (às vezes) como a resposta mais lógica para extremas possibilidades.
Ao sugerir uma abordagem alternativa dos fenômenos, a série sugeriu a libertação das amarras do pensamento lógico-linear proposto por uma Ciência organizada e previsível….e propos um mergulho no extraordinário universo não-linear no qual a intuição seria o guia para desvendar o desconhecido além dos limites da Ciência.


fig09 copy.jpg

Os X Files (gravado num bucólico cenário no Canadá) apresentavam dois brilhantes agentes do FBI (Federal Bureau of Investigation), que desvendavam casos onde os métodos convencionais falhavam e por isso eram arquivados e rotulados como "X". O "Estranho Mulder", sim, era assim chamado o agente Fox Mulder, devido aos métodos pouco ortodoxos que usava no seu trabalho de investigação. Psicólogo formado em Ufologia, entre outros, sempre disposto a acreditar que: "A verdade está lá fora" e que "nós não estamos sozinhos". E quase que para equilibrar as coisas, sua parceira é a ceptica Dana Scully , médica e doutorada em Física, acredita que tudo pode ser explicado pela ciência.
Grande parte do sucesso de ArquivoX, deve-se ao carisma dos personagens Mulder e Scully transmitido através do talento dos actores David Duchovny e Gillian Anderson.

fig63 copy.jpg

Personagens perturbadoras e misteriosas: Mulder sempre com um ar sereno capaz de duvidar de tudo e todos… um ar sofrido por ter perdido a irmã para forças extra-terrenas. Scully: cabelo cor de fogo com uns enormes olhos verdes, achava que havia sempre uma explicação lógica para tudo, até se render ás teorias do colega. Ambos vestidos de fato escuro, deambulando por pelo desconhecido. Aventuras que nos deixaram pregados á televisão sem piscar os olhos! Apesar de haver uma paixão evidente entre ambos, nunca assumiram uma relacção amorosa... o que deixou muitos espectadores desgostosos. Pessoalmente preferi assim... sentir um clima de iminência, mas nunca se consumir a atracção entre ambos!


Em tudo havia uma simbologia. Os locais nos quais os agentes investigavam os casos eram sempre áreas escuras, vielas, passagens e instalações subterrâneas. Grande parte da fotografia da série caracterizava-se pela pouca ou nenhuma iluminação natural, e a única fonte de luz era proveniente das lanternas nas mãos dos agentes.

fig62 copy.jpg

Por várias partes do mundo, Austrália, Portugal, Espanha, EUA, França, etc... Fãs continuam a encher a net com links sobre os X Files, com todo o tipo de estudos, interpretações, fotos, reportagens, guias de episódios, além é claro, de correspondência via e-mail.

Na minha opinião foi das melhores séries de sempre… obrigou-me a pensar, e repensar certas situação e acontecimentos. A questionar-me sobre a verdade! Para os mais novos, que nunca viram a série, aconselho vivamente verem os episódios todos, podendo adquiri-los em DVD, ou então o filme (na minha opinião menos espectacular que os episódios) Para os mais velhos, o mesmo conselho! Revejam esta série de culto!

fig11 copy.jpg

Comentem e recordem os X Files, e os seus episódios. Fica a música e algumas fotos para matar as saudades!

Scully_BB - (o nick que utilizava na altura da série) - Cereza

AvatarXFiles.gif


Já agora, lembro que o Urban Jungle continua a votos, toda a semana em: Na Blogosfera «----- cliquem aqui.

Podem votar todos os dias, até sabado á hora do almoço!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2006
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2005
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2004
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D