Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urban Jungle

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

Urban Jungle

20
Jun06

Apenas um momento...

Cereza


 

"...I’ve got no time to hear
About how much you care
Shut your mouth and come this way
....... 
So lay down on the bed
Cause now I’ve locked the door
And we don’t live out there no more
.....

Tonight’s the night I shed my wicked soul
I take it out on you and watch you lose control
Tonight’s the night I shed my
Tonight’s the night I shed my
Tonight’s the night I shed my wicked soul
My wicked soul..."
Entrei, não proferimos uma unica palavra tal como tinhamos combinado. Olhei-te e sorri, apenas porque me apeteceu.
Continuamos o planeado, encostaste-me brutalmente contra a parede fria e senti as tuas mãos agarrarem-me com toda a força do mundo. Indefesa deixei cair a mala, o blusão, e tudo o que trazia comigo...espalhou-se tudo pelo chão, como um trilho de pura e selvagem paixão.
 
As tuas mãos apertavam-me cada vez mais. Desabotoaste-me o colete, botão a botão com fúria, sem nunca desviar os teus olhos dos meus. Estavas sério e faminto de mim... nunca esquecerei a tua cara, aquele olhar intenso, a dizer-me “Dá-me, quero-te toda, aqui e agora. Dá-te e deixa-me usar e abusar!
 
Pensei: "Dou-me sim, incondicionalmente. Quero-te assim selvagem e sem regras."
 
Na penumbra do quarto tiraste-me de imediato o soutien preto.Era bonito? Não sabes, porque nem sequer olhaste para ele. As tuas mãos pareciam feitas de tempestade, apertavas-me os seios enquanto me beijavas descontrolado.
 
Pela primeira vez senti-me sem forças, a bater o queixo, mas mesmo assim agarrei-te com força pelo cabelo e devorei-te num beijo infinito. As minhas unhas escorregavam pelo teu corpo, queria marcar-te.
 
Gemi, gemi de prazer. Sabia que me gostavas de ouvir, e quanto mais o fazia, mais prazer tinha. Queria-te tanto naquele momento, mas tanto que não consigo quantificar. A luxúria tomava conta dos nossos corpos, e já ardiamos no inferno. "Não me importo" ,  pensei!
 
Num segundo empurraste–me para cima da cama com violencia, e o teu coração encostado ao meu batia descompassadamente. Os nossos corpos uniram-se num só. Sempre, sempre sem falar, tal como tinhamos fantasiado. Subitamente Ías dizer-me algo... fiz um gesto, como quem diz “shhh, não digas nada, toca-me, devora-me! Por favor devora-me e faz-me viver”
 
E assim fizeste, como se o mundo tivesse parado lá fora. Senti-te entrar em mim, senti-te em mim com sofreguidão. Continuei a gemer de prazer, de dor e prazer... uma dor tão boa, dor de paixão, dor de desejo, dor de estar a viver aquele momento tão intenso e carnal... O resto? O resto não importa! Importou aquele momento, porque a vida é feita de momentos assim.
    
 Saímos porta fora...
Adeus, até sempre!
Tridente
2/6/2006

 Comentário em Destaque:

De feiticeira a 20 de Junho de 2006 às 23:19

  Foi uma paixão e tanto, um momento que ninguém conseguiria esquecer. eu pelo menos não!só não gostei do fim, dizer adeus porque? Uma paixão assim não pode acabar com um até sempre.uma paixão intensa dificilmente se esquece, ou desaparece. como disse um comentador, fiquei arrepiada, e consegui ver-me ali naquela casa, naquele quarto. parabens. adorei o blog! vou voltar.

 

 

20
Jun06

Última Chamada!

Cereza

"Took a trip on a bus that I didn't know
Met a girl selling drinks at the disco
Said you'd come back when you let it go
Seems complicated cause it's really so simple
Walking down Yonge Street on a Friday
Can't follow them, gotta do it my way
No fast lanes, still on the highway
Moving in and out, no doubt there's a brighter day

No time to get down 'cause I'm moving up
No time to get down 'cause I'm moving up
No time to get down 'cause I'm moving up, ah-ah
Check out the crabs in the bucket..."


Caros Paineleiros!

      

( Já agora ficam a saber que a Rainha de Inglaterra, já confirmou a sua presença no jantar do Urban Jungle )

 

Volto a falar no jantar em Sintra no dia 1 de Julho. Gostaria de saber se sempre querem fazê-lo ou não? É assim, no ultimo post pedi para me confirmarem a vossa presença... Por mail recebi uma confirmção de duas pessoas. Ao todo estão inscritas 10 pessoas, o que é manifestamente pouco.

 

A data não é a melhor, eu sei... e o facto de ser jantar ainda piora as coisas... mas mudamos as datas por causa de duas pessoas que faziam questão em estar presentes (meninas então, não se diz nada? )

 

Confesso que não queria ser eu a organizar este encontro, apenas porque não gosto de organizar estas coisas, stressa-me. Não sou como a Lua que teve uma paciência de santa.

 

Hoje estamos a 20 de Junho, ou seja, faltam apenas 10 DIAS, para a "Megarave"... o que é manifestamente pouco.

Volto a pedir, CONFIRMEM a vossa ida rápidamente por mail cereza@sapo.pt . Façam-no também nos comentários, e digam de onde partem e se têm boleia.

Muito honestamente, não vou andar atrás de ninguém para ir ao jantar... e se não houver gente suficiente, anula-se o encontro, e marca-se para outra data.

Quem não puder ir, por favor deixe nos comments!

 

OBRIGADA

 

 OUTRO ASSUNTO:

Já foi publicado o vigésimo sexto capitulo do conto do Urban Jungle. O terceiro e ultimo capitulo escrito pela Safira. Fico á espera que alguém pegue nele.

Peço ás pessoas que que se comprometeram as escrever mais 1 ou 2 passagens para o conto, que façam um pequeno esforço, para ver se a acção se desenrola para o fim. Quem não se comprometeu a nada... podia dar uma ajudinha! :)

18
Jun06

Desolação

Cereza

"...What a wicked game you played to make me feel this way
what a wicked thing to do to let me dream of you
what a wicked thing to say you never felt this way
what a wicked thing to do to make me dream of you
And I don't wanna fall in love (this girl is only gonna break your heart)
No I don't wanna fall in love (this girl is only gonna break your heart)
With you..."



Deito-me na cama
Como que num lugar estranho
Nos lençois suaves
Com um aroma que conheço

A luz fraca
Do candeeiro flurescente
Ilumina mal a parede

Perco-me em pensamentos
Sonho em ti

Num vazio de relampagos
Dos quais ouço o trovejar na minha cabeça
Esvaio-me num liquido avermelhado, putrefacto e malcheiroso
Que vai manchando a almofada

Um calor abafado que não vai embora
Garrafas de água vazias
Papeis espalhados mais ou menos ao acaso
Entre quatro paredes
Onde me venho de raiva, tristeza e confusão

Há muito que não ouço alguem chamar por mim
Há mais ainda que não me lembro do meu caminho
Já me esqueci quem sou.


16/6/2006
[M]orcego

PS. Batman, desculpa mas não tinha a musica que pediste.

 

Comentário em Destaque:

De Majoca/Saloia-Loira a 19 de Junho de 2006 às 22:27

 Hummmmmmmm Porque será que fiquei com um nozinho??? Detesto sentir isto...ainda bato em alguém!! E adorei a musica. Beijo ao autor....

17
Jun06

Estamos nos oitavos de final

Cereza

Portugal 2 - Irão 0

ESTAMOS NOS OITAVOS DE FINAL DO MUNDIAL DA ALEMANHA!

  

 ( Cristiano o "moralizado"! )

Pois meus senhores, estamos já nos oitavos de final!!!! Jogamos muito bem frente ao Irão, apesar de eles pensarem que que estavam num jogo de ragueby.

O árbitro não preencheu os requesitos da FIFA. Para além de permitir jogo perigoso, teve dualidade de critérios... mas de pouco serviu. Tivemos classe, fomos uma equipa coesa, e unida. Deco, Cristiano e Figo são os que fazem SEMPRE a diferença. Deco então foi decisivo, não apenas pelo golo (mais uma vez passe de Figo) mas foi o "maestro da equipa.

  

  ( Será a Holanda a proxima adversária de Portugal nos oitavos de final? -  Foto de Carmona. Jornal o Jogo )

Agora temos de ganhar ao México para defrontar a Holanda (que em principio ficará em segundo lugar no grupo em que está inserida )... já que a Argentina na minha opinião é a equipa que tem mais hipoteses de ganhar este Mundial!

      

 ( Ai Figooooo - velhos são os trapos darling!  )

FORÇA PORTUGAL!

E chega falar mal da Selecção Nacional e do Scolari! Já cansa!

 

"...Heróis de Berlim, nobre povo…
Não tinha graça cantar um hino novo?
Escrito pelo pé de artistas
que vão alargar as vistas à nação verde e vermelha.
Ficar em segundo? Nem morto!
Ganhar ou perder é desporto? 'Tá bem abelha!
Venha a Alemanha, o Brasil ou a Argentina
com cabelos de menina e cara de lobo mau,
se calham a apanhar-nos pela frente e viram as costas à gente… TAU!

Corre mais, joga mais,
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais

Marca mais, chuta mais
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais
 
Seja no chão, pelo ar, de cabeça ou calcanhar,
de tabela, nas laterais ou no miolo…
Vai Ronaldo, finta um , finta dois, pode remataaaar… golo!!! "

15
Jun06

ATENÇÃO MEGARAVE

Cereza

"...Tonight’s the night I shed my wicked soul
I take it out on you and watch you lose control
Tonight’s the night I shed my
Tonight’s the night I shed my
Tonight’s the night I shed my wicked soul
My wicked soul..."


ATENÇÃO ATENÇÃO SENHORAS E SENHORES!

Parece que vai mesmo haver JANTAR do Urban Jungle no dia 1 de julho em Sintra! Já se falou com o dono do restaurante, e pelas condições tudo indica que será lá (acho que vai haver umas surpresas hihihihi ). No principio da semana terei as ementas e os preços, mas deverá rondar os 15 euros, mais euro menos euro...

 

Peço por isso, que comecem ja a mandar os vossos mails o mais rápidamente possivel a confirmar presença na nossa  "MEGARAVE"  - cereza@sapo.pt

 

Nos mails digam-me quantas pessoas levam, e o numero de telemovel, caso seja preciso para alguma emergência.

 

Há outro pormenor, para quem vai ao jantar... peço que deixem nos comentários de onde vêm e se podem dar boleia a alguém dessa zona! Quem não tem boleia, também deve deixar lá essa informação.

 

Darei mais noticias com mais pormenores daqui a uns dias!

 

Ah, já estão 8 pessoas confirmadas! Mas o nosso recorde é de 34. :P

15
Jun06

O que doi mais?

Cereza

Uma excelente musica para uma excelente texto da Xinxa 

"I don’t want to watch The Street on TV
I don’t want to hear about your day
I’ve got no time to hear
About how much you care
Shut your mouth and come this way

I'm the weirdo in your bedroom
And I can see you in the dark'

Tonight’s the night I shed my wicked soul
I take it out on you and watch you lose control
Tonight’s the night I shed my
Tonight’s the night I shed my
Tonight’s the night I shed my wicked soul
My wicked soul..."

O que dói mais
Em mim,
É julgar o amor eterno...
É sentir-me despojada,
Aturdida de madrugada
No despertar
Do relógio da tua alma...
Incerta...
Incerto...

Pois sim!
Que eternidade
De etéreos esporos
Que expulsas
Dessas gengivas cerúleas
Há tão pouco tempo!!!

Pois sim!
Que eternidade passou,
Para que essas certezas,
Tão tesas que as tens,
Me franzirem a jugular,
Qual animal ameaçado...
Touchè!
Subjugada!!!
Eis o logro intocável,
Como a cândida canção de embalar,
Ou a história de um velho urso polar.
Vegetariano...

É o que dói mais,
                     Ninguém o jura eternamente...

As tuas toxinas
Corrompem a minha cavidade
Com flashes descartáveis
Da tua (antiga?) amante,
Rasgando-te o baço e as virilhas...
Impiedosamente.

Consulta o roteiro
No teu roteiro, vem assinalada!!!
Vês?
Eis a perversa inocência...
Aquilo que "nada tem de mal",
                    (mas eu tenho...)
Aquilo onde "tudo está bem"
                    (mas eu não...)
Por lá se fala o "não teve significado",
Ou ainda o "não teve intenção",
Ou mesmo o "estritamente profissional"...
Entre as fronteiras das "desculpas?"...
E a política do "AMOR ETERNO?" ...!?!


O céu turva,
Como as minhas pestanas,
Húmidas mas honestas,
Constipadas por cheirar o vazio
Desse "eterno belo amar".
As minhas nádegas vão suspirando,
Cambaleantes,
Embaraçadas
Ante a tua pútrida perspectiva felicidade.

xinxa

( Deixo aqui um repto, o que vos doi mais? )


 

Comentário em Destaque:

De Sísifo a 15 de Junho de 2006 às 17:39

A mim por vezes doi não saber porque doi...

O Bruno Nogueira tem um texto que se chama "dói"s"-me" e é o seguinte: "Dói-me. Dói-me muito. E não sei onde. Dói-me quando olho para ti, quando te vejo já ao longe, de cigarro encarcerado entre os teus dedos tão monstruosamente pequeninos. Dói-me saber que só te volto a ver quando já for tarde, e quando a dor se cansar de tanto me cansar. Tenho as mãos suadas e o coração a transpirar de tanto dar voltas e revira-voltas. Dava tudo para saber estancar o palmo e meio de rasgo que me fazes na carne, não para o fazer, mas só para saber como actuar em caso de extrema urgência, que de urgência já eu vivo. Dói-me muito, mas não sei onde. Se agora mesmo entrasse nas portas cansadas de um qualquer hospital, ficaria dia e meio para explicar onde e o que me dói. E ainda assim, dia e meio depois, estaria exactamente no mesmo ponto da conversa. Estaria de frente para uma bata branca, curvado de dores, de soro a violar-me o braço e o sangue, e de coração semi-risonho, como uma criança que faz das suas e olha para o lado para que ninguém a veja. "Juro que me dói senhor doutor, juro-lhe." De que vale explicar uma dor a quem nunca a sentiu? A dor que me causas passa os limites de cinco países juntos. Apetece-me beber-te a conta-gotas. Dói-me. Dói-me muito. E quando me disseres onde, vai doer-me muito mais."

14
Jun06

Sobre os homens

Cereza

A Erina mandou-me este texto da jornalista Helena Sacadura Cabral "Sobre os homens" Erina**

AH, já agora, fiquem a saber que há mais um novo capitulo no conto UJ!

            

Que me perdoem os leitores a brincadeira num jornal tão sério. Mas depois de, como falsa loira, ter ouvido, ao longo dos anos, aquilo que os homens pensam das verdadeiras - espero não ter constituído um caso particular ,não resisti à tentação de passar ao papel um texto que um grande amigo me mandou do Brasil. Ape-sar da broma que o texto envolve, não será que ele  retrata um "bo-cadinho" da realidade? Ora vejam:

       Os homens bons são feios.

       Os homens bonitos não são bons.

       Os homens bonitos e bons são gays.

       Os homens bonitos, bons e heterossexuais estão casados.

       Os homens que não são bonitos mas são bons não têm dinheiro.

       Os homens que não são bonitos mas que são bons e têm dinheiro só pensam que as         mulheres estão atrás do seu património.

       Os homens bonitos que não são bons e são heteros não acham que sejamos suficientemente bonitas.

       Os homens que nos acham bonitas e que são heteros, bons e têm dinheiro habitualmente são tolos.

       Os homens que são bonitos, bons, têm dinheiro e graças a Deus são heteros são tímidos e nunca dão o primeiro passo!

       Os homens que nunca dão o primeiro passo automaticamente perdem o interesse por nós quando tomamos a iniciativa.

       AGORA DIGAM LÁ... QUEM É QUE, NUM MUNDO DESTES, CONSEGUE ENTENDER OS HO-MENS?

Moral da história: Os homens são como um bom vinho. Todos começam como uvas, e é dever da mulher espezinhá-los e   mantê- -los no escuro até que amadureçam e se tornem numa boa co-lheita para fazer companhia ao jantar.

Já calculo a indignação masculina com um texto destes num jornal de economia. Mas, sejamos francos, não é de dinheiro   e de aplicações que ele trata? Ou, dito de outro modo, do que se considera ser o melhor investimento que uma mulher,   loira ou morena, pode fazer na a sua vida?

E se fosse, ao contrário, uma história de loiras burras, que não se interessam por nada para além de jóias ou peles?  Nesse caso, creio, já seria mais aceitável!

A minha única desculpa reside no facto de ter avisado, a tempo, a directora destas páginas, de que não me enquadrava no perfil dos seus colaboradores.

Ela é que decidiu confiar em mim. Espero que, agora, se não arrependa...

 

            

Comentário em Destaque:

De Tex a 14 de Junho de 2006 às 12:34 Os homens são uns desgraçados, uns incompreendidos! É mm como diz o povinho: "Preso por ter cão e preso por não ter".

Senão vejamos:

 Se é atencioso, é pk é “frouxo”

Se não é atencioso, é um “casca grossa”

Se chama a mulher por um apelido carinhoso, é assim que trata todas

Se não chama, é pk é frio

Se chega cedo a casa, anda a controlar

Se chega tarde a casa, anda a trair

Se “agarra” a mulher a toda a hora, é um tarado

Se não “agarra”, é pk tem outra

Se elogia a mulher, está a engraxar

Se critica, é pk já não gosta dela

Se diz ké feliz no casamento, é um hipócrita

Se diz k tá insatisfeito, é um ingrato

Se não tem dinheiro, é um fracassado

Se tem muito dinheiro, é corno

Se não ajuda nas tarefas do lar, é machista

Se ajuda, só faz m**da!

12
Jun06

Está tudo maluco ou quê?

Cereza

Um amigo da Tex mandou-nos este texto engraçadissimo. Benvindo Jorge ao clube do UJ :)

      

 

Num determinado centro comercial apareceu uma loja com coisas que pareciam brinquedos nas montras e dentro tinha mesas, cadeiras, etc. tudo com visual infantil. Num canto vi produtos com ar de serem champôs ou cremes.
Tendo em conta o crescimento do número de sobrinhas e sobrinhos (por via directa e indirecta) e admitindo que seria mais um local para “tomar conta de” ou “entreter” a pequenada, resolvi entrar:
- “Então?!”, perguntei à senhora atrás do pequeno balcão amarelo vivo e que se distinguia das outras duas pelo seu ar de patroa, embora nenhuma delas estivesse activa, “qual é o negócio aqui?”


- “Cabeleireiro infantil” ripostou. ‘Say what?!’ pensei, enquanto olhava para os tais tubinhos e manuseava o cartão da loja: a arrogância da nossa interlocutora contrastava com a timidez do dito cartão que tinha o nome, morada e telefone do sítio e mais nada; ou seja, não explicitava a actividade!
Semi-refeito da surpresa, indaguei:
- “E é entre que idades…?”, “Não temos limites!” interrompeu.

 
Mmmm… mas eu, como tio favorito e responsável (normalmente estes dois conceitos não co-existem… a não ser que se pronuncie irresponsável) tinha que saber melhor o que é “infantil”.
Ora bem: os bebés, mesmo bebés, devem estar fora do conceito; as teenagers colocam-se elas mesmas fora porque já vão ao cabeleireiro das mães. E mesmo antes de serem teenagers – segundo a definição isto começa aos treze anos (thirteen) porque doze não se diz “twoteen” – mesmo antes dos treze, portanto, já estou a ver crianças de 9, 10 ou 11 anos a dizer às mães que aquela loja não é para elas que já são crescidas.
Sobraria assim um leque de idades muito fechado… mas isso é problema de quem montou o negócio.
Por falar nisso, os olhos detectaram instintivamente (… para economista) a tabela de preços: em tamanho A4 num suporte vertical em acrílico.


Dois títulos sugeriam que haveria dois departamentos diferentes; debaixo de cada título diversas linhas com actividades e respectivo preço.
A primeira metade da folha era Cabeleireiro – agora já não era surpresa – e tinha cortes, lavagens, etc. Como leigo nestas matérias lembro-me que, apesar de tudo, respeitei a imaginação necessária para inventar mais de dez linhas diferentes.
O segundo título dizia Depilação!
... umas linhas abaixo dizia “perna”.
... noutra linha dizia “virilha”!!


- “Isto… também é… prá clientela… INFANTIL?!” gaguejei, na esperança de ser logo insultado e esclarecido que as mães também teriam com que se ocupar enquanto as princesinhas tratavam do cabelo.
- “CLARO QUE É!” respondeu a empresária, com vontade de me insultar… mas por ter duvidado.

 

Está tudo maluco ou quê? E quem estiver, por favor, não me pergunte pelos preços… que eu não consegui ler mais.


Jorge Cardoso

12
Jun06

Venha o Irão

Cereza

PORTUGAL 1 - ANGOLA 0

"...It is the soundtrack of your ever-flowing life
It is the wind beneath your feet that makes you fly
It is the beautiful game that you choose to play
When you step out into the world to start your day
You show your face and take it in and scream and pray
You're gonna win it for yourself and us today

...

Com uma força, com uma força
Com uma força que ninguem pode parar..."

 

 

O que interessa é ganhar obvio... é isso que fica para a história! Mas sinceramente, que raio de exibição, pareciam todos uns zombies. Só jogaram bem os primeiros minutos do encontro, o resto do encontro só conseguia ver Portugal a chutar bolas á toa no meio campo, e recurarem como se fossem uma equipa da segunda liga!

Cristiano Ronaldo acusou o nervosismo todo. Não conseguiu fazer nada de jeito. Depois aquela mania das fintinhas e rodriguinhos não pode acontecer numa prova destas.

O Pauleta, por amor de Deus, mandem-no para os Açores cuidar dos queijos!

           ( FIGO mostra a esta gente que vales ouro! És o MAIOR  MUAHHHH )

Se não fosse aquele jogador, que todos querem cruxificar por ter 33 anos, chamado Figo, não sei o que seria de nós! Sim, como eu sempre disse, ele continua a ser o melhor jogador português! Obvio que não tem a mesma velocidade de há uns anos... mas tem uma técnica e uma genialidade que faz dele um jogador incrivel.Vocês repararam bem na jogada dele para o GOLO? FANTÁSTICO!

Mas de quem se sentiu mesmo a falta foi do Deco... é ele que distribui o jogo, recupera, sobe, defende... e acima de tudo tem uma lucidez inacreditável!

No proximo sabado temos o Irão, ás 14 horas... acredito que vamos jogar melhor e vencer!

Pergunto a todos, até onde acham que pode ir a equipa portuguesa?

FORÇA PORTUGAL!

 

Comentário em Destaque:

De ^Erina^ a 12 de Junho de 2006 às 21:56

Não gosto de futebol, mas tratando-se de um jogo como o de ontem, era inevitável não ver :P com aquela jogada brilhante do Figo a passar a bola para o Pauleta, achei o máximo ADOREI!!!! e pensei, se isto é assim nos primeiros 4 minutos, este já está no papo, enganei-me!!!! porque francamente Angola jogou muito melhor, até eu que não percebo nada de futebol, consegui ver isso! O nosso FIGO, foi sem sobre de dúvida o melhor jogador em campo, ele é um SENHOR! De resto estou de acordo com a Tex, tanta porcaria que se anda a passar em Portugal e só pensamos no raio do futebol!!!!! mas a verdade é que não conseguimos deixar de vibrar (até mesmo eu que não gosto de futebol). E digo muitas vezes se os portugueses se juntassem para fazer alguma coisa por este País, como fazem para o futebol, de certeza que também seríamos os maiores....

11
Jun06

Portugal-Angola / Foi há um ano...

Cereza

 Dois temas em um post...

Jogamos mal... mas GANHAMOS!

PORTUGAL 1 - ANGOLA 0

 

Apesar, de como é obvio estar a torcer por Portugal, não quero deixar de prestar homenagem á Lua e ao Abel e a muitos outros angolanos que estão concerteza a torcer por ANGOLA!

 

 

Boa sorte para ambos! (Desde que Portugal ganhe... ehehhehehe)

Agora vamos recordar o que se passou há exactamente 1 ano. ( e claro que foi a Lua que me lembrou ) Foi num sabado quente na Nazaré que se realizou o primeiro almoço do blog... Nesse dia conheci espantosa, que deixaram de ser os tais amigos virtuais para serem bem reais! Alguns continuam no UJ conosco... outros não... mas o que interessa é que a maioria continua junta, com a mesma amizade.

Deixo aqui o texto que publicamos sobre o almoço na NAZARÉ, no dia 11 de Junho:

   

                                   ( Foto do Corto )

"Afinal ninguém se chegou á frente para escrever o texto do almoço... E pronto lá tenho eu de teclar qualquer coisa. Preferia que isto fosse um texto de humor, mas infelizmente não faz o meu género.
Acho que hoje vou mais para o "lamechas" ... é verdade eu lamechas vejam só! Mas a certa altura do almoço estava a olhar para as pessoas que lá estavam, e pensei como é possivel um blog reunir tanta gente, e cada uma com uma história de vida tão diferente... histórias que foram contadas exactamente neste blog, e que nos uniram de uma maneira muito especial, direi mesmo de uma estranha cumplicidade. Dei por mim, a abraçar e a beijar efusivamente pessoas que nunca tinha visto na minha vida, mas que para mim eram-me tão queridas, como as amizades que tenho de longos anos.

Bem... passando á frente... Como todos sabem o almoço foi na Nazaré com o Francisco Sousa Mendes (frisco) e a Morgaine a organizarem tudo! Foram incansáveis, e mostraram porque razão são pessoas tão especiais! Acaba por ser estranho, se pensarmos que o neto do Dr Aristides Sousa Mendes, que nos encantou no blog, com as histórias fantásticas do avô, foi quem tratou de tudo... indo várias vezes de Santarém à Nazaré a propósito tratar do nosso almoço com o dono do Restaurante.... apenas porque queria que esta reunião fosse para a frente....mas há pessoas assim, maravilhosas. Obrigada Francisco! Da nossa "bruxinha" Morgaine já falo mais abaixo!

Bem mas está tudo curioso para saber quem foi, né? Então vejam os nicks:
Mart_30, Starry_Night, Maslow, Criador_sonhos, ^Erina^, Flyman, Watergod, Ana_, Frisco, Morgaine, Anasimplesmente, Majoca, Jatgo, Driade, Constancinha, Luadourada, Abel_, Absurdo_25, Corto_Maltese, Guldan e eu, claro!

Um bando de doidos, acreditem! A Starry veio directamente da Suiça para este almoço... é que só pode ser mesmo passada do juízo! A Constancinha apareceu de surpresa, (avisaram-me na noite antes que ela ía, mas eu fiz o meu papel – Constancinha ;)) Em contrapartida o Absurdo para ir de Lisboa á Nazaré, passou primeiro por Santarém e outras terras... nunca pensei que chegasse antes do lanche!

O Maslow chegou atrasado.... assim que entrou no restaurante, levantou tudo o braço a chamar por ele... Lá nos apertamos todos, e ele conseguiu sentar-se a meio da mesa.... Só se ouvia tudo a rir.... Bolas que ele tem mesmo piada! Que o diga a Erina o Fly, a Anasimplesmente (elegantissima), a Starry, a Mart, e a Driade (Nova comentadora, né Driade?) que estavam perto dele.
Bem, por falar em Erina e Flyman... mas que dois!!! São danados para a brincadeira!!! O flyman vou confessar é outro que não se consegue estar sério ao pé dele... Só as gargalhadas dele, contagiam o pessoal.

Numa ponta da mesa estava o Watergod, o Jatgo (conseguiste vender o teu lugar?), a Ana_ o Criador, não sei bem que conversa ía para aqueles lados... só sei que quando o Water veio ao pé de mim, já enrolava um cadito as palavras LOLLLL.... joking, mas que estava muito alegre, estava... ehehehehhe!
Por falar nisso o Criador também estava no mesmo estado! Criador tens e nos contar o que se passou para aqueles lados.

Ao meu lado ficou a Majoca... acreditem fiquei fã! Ai ri tanto... a certa altura falamos do video dos simply red que estava no blog, a dar as ultimas instrucções sobre o almoço... a que proposito o Flyman diz que prefere praia, diz ela: ai é tão bom estar na piscina, sobretudo á noite, e mergulharmos nús nela! E eu: mas quê nós? Todos nus? Foi a gargalhada geral e risada para toda a tarde... a Majoca ficou vermelhaaaaa, mas cada vez que abria a boca ainda riamos mais! Majoca fiquei tua fã!

Á minha frente tinha o Corto_Maltese, e ao lado o Guldan... a sério, não sei qual dos dois é mais calado!!! Lollll Sei que estavam a gostar, mas falar não é o forte deles. Guldan, mas tu, eu sei, que falas buéeeee :P

   

                          ( Foto de Anasimplesmente )

Ao pé de mim tinha a bruxinha mais querida, mais linda, mais fantástica, mais... ai... nem tenho palavras para descrever a Morgaine! Acho que a Morgaine foi a pessoa mais adorada pelo grupo. Ela estava triste e cansada, e eu sei porquê... o que não interessa para caso... mas esteve sempre feliz ao pé de nós! A marota juntamente com o Frisco, e a cumplicidade da Lua (és outra marota tu) e do Abel_ apareceram-me com um bolo com o nome do blog... cheio de cerejas, e uma bruxinha (que é a Morgas claro).Houve champanhe e tudo vejam só!

Não sei o que estavamos a comemorar.... os 20 mil visitantes ao blog, os 30 mil que estão quase aí.... os 9 meses de existência, não sei... mas também não interessa nada... Só sei que nos divertimos imenso!
O meu obrigada a todos, vocês são simplesmente MARAVILHOSOS!

Mas... ahpoizé, não é só serem maravilhosos, para completar esta historieta, peço que nos vossos comentários contem mais pormenores do almoço... é que muita coisa passou-me ao lado!


Até ao próximo encontro!"

Comentário em Destaque

De Morgaine a 11 de Junho de 2006 às 20:52

eu não me esqueci. Nunca me esqueço das datas memoráveis e esta foi-na. E sobretudo porque acabo de chegqr da Nazaré e já hoje recordei tudo ao passar nas esplanadas, noAdega Oceano, naquele passeio onde trocamos os abraços.. no mulder que estava à minha frente, na ruiva ao lado dele que só olhava para ver se eu comia.. lolll A majoca é que foi rainha e juntamente com o maslow puseram o pessoal na risota. Aerina e o Fly.. aqueles pombinhos.. eu adorei, embora tambem recorde que nesse dia o meu mano ainda estava vivo.. mas foi bom.. os nicks tornaram-se caras e nuunca mais serão esquecidas. A bruxinha amarela do bolo está em cima do tablier do meu carro e tambem existe para mo fazer recordar. Beijosssssssss

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2006
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2005
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2004
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D