Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Urban Jungle

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

pensamentos, divagações e tangas da selva urbana

Urban Jungle

25
Jan05

A minha cidade imaginada

Cereza
178_05_18_15_18_32 copy.jpg


Na minha cidade imaginada, as formas e as cores, são belas de morrer e não é difícil que o sejam, pois que são escolhidas por mim e não há outra perspectiva a considerar.

Todos os jardins da cidade, são semeados de sorrisos, flexibilidade e luz.
Vozes amigas iluminam qualquer recanto e as manhãs serão sempre jubilosas, sem espaços de solidão e esquecimento.

O ar, tal como a água é límpido e saboroso, agradável ao tacto e o perfume encantador, se bem que tenha dificuldade em imaginar um espaço assim com humanos pelo meio.
Não concebo ver ali seres humanos (é fácil calcular a rematada parvoíce que um tal desejo envolve).
Por definição, os humanos são grosseiramente poluentes e altamente irrecuperáveis.
Todavia, os mundos sempre foram feitos para seres humanos e eu devo incluí-los na minha cidade imaginada, mesmo contra-vontade, quase exactamente como se calculasse que a vão estragar implacavelmente.
Mas pode haver um tempo inicial, de frescura, onde tudo está ainda para acontecer. E é esse que me interessa definir. Depois talvez um dia...!?

Mas podem existir anjos na minha cidade. Os ruídos das suas asas serão harmoniosos e sinfónicos, constituindo o fundo musical apropriado. Todavia há outros sons, não apenas das vozes que iluminam os recantos, mas os sons naturais, dos pássaros e das borboletas, concebidos sem dor.
As melodias são fundamentais na cidade.

Eu, imaginadora, sou uma peça fundamental nesta engrenagem: se me perturbar por um minuto que seja, toda a cidade se desmorona e outra que invente será sempre outra.
Vou deixar as coisas assim. Esta escrita permite que a cidade exista enquanto ela existir; vou deixá-la até um dia em que a imaginação serenamente, sem correrias, me leve mais longe.



Tex

15 comentários

Comentar post

Pág. 2/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2006
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2005
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2004
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D